Assine aqui para receber atualizações deste blog

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

DICAS PARA DESENVOLVER A MEDIUNIDADE -2-

Tenho recebido muitos pedidos sobre o desenvolvimento da mediunidade. Para ordenar as perguntas e respostas, abri um tópico especial sem prejuizo do Tema Aberto. FMG

81 comentários:

  1. Pai Fernando,
    Recebeu o e-mail que lhe enviei com as perguntas, para publicação no blog, conforme combinado? Estamos ansiosos aguardando sua participação.

    **Para facilitar o desenvolvimento mediúnico o iniciante tem que propor a si mesmo manter uma vida digna, exercitar sua autocrítica e saber que, não deter todo o conhecimento não é obstáculo para uma boa comunicação, desde que se preocupe com o autoconhecimento e tenha humildade.**

    Anauê!!

    ResponderExcluir
  2. Pai Fernando, minha pergunta era se existe algo que podemos fazer para desenvolver a mediunidade. (alguma ação e não como por exemplo fazer o bem, ter bons pensamentos, etc)
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  3. Nathalia, claro que pode. Desenvolver a intuição, a transmissão de pensamento, a concentração e tem mais uma série de atitudes que podem ser tomadas, inclusive os amalás e fortalecimento do Anjo da Guarda e o culto às entidades. FMG

    ResponderExcluir
  4. Mucuiu Painho!!!!
    Maravilhoso o tema!

    Aproveitando sua resposta à Nathalia, uma pergunta:
    Qual o procedimento da nossa parte, mediuns interessados em se desenvolver, para o fortalecimento do Anjo da Guarda?

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Aline, acender uma vela de 7 dias, não pedir nada e só. FMG

    ResponderExcluir
  6. P. Fernando

    1) Todas as pessoas sao mediuns. Mas, ha diferenças nos tipos de mediunidade e no desenvolvimento que pode ser dado.
    É isso mesmo?

    2) No que se refere a incorporacao, algumas pessoas mesmo seguindo as recomedacoes e tendo longa vivencia na Umbanda nao incorporam. Por que isso ocorre?
    abraços
    Sidney

    ResponderExcluir
  7. Sidney, isso realmente acontece, mas essas pessoas com o fato de continuar ligado na religião demonstra que tem mediunidade,mesmo que não seja a da incorporação. Quanto a não incorporar tenho certeza que não existe impedimento pela mediunidade, mas um bloqueio intimo para isso, mesmo que seja inconsciente.
    Quanto a primeira pergunta realmente é isso que vc mencionou. FMG

    ResponderExcluir
  8. Olá, Pai Fernando e Irmãos do Blog Pai Maneco;

    Convido a todos para compartilharem conosco sobre mais algumas posições e pensamentos deste grande mestre, o Pai Fernando, que carinhosamente nos concedeu uma entrevista que já está publicada em nosso Blog Anauê.
    http://umbandavr.blogspot.com)

    Axé a todos!!

    ResponderExcluir
  9. Paulo Martins - Curitiba - gira de sexta TPM

    Mucuiú Pai Fernando.

    Gostaria de saber quando o senhor se refere a "acender uma vela de 7 dias, não pedir nada e só" esta vela deve ser acendida em casa, no terreiro ou é indiferente?

    ResponderExcluir
  10. Quero parabenizar a Vivian pelo excelente trabalho no Blog. A entrevista com Pai Fernando foi objetiva, assim como é a nossa Umbanda.
    Gostaria de frizar uma frase dita pelo painho que simplesmente sintetiza toda a semente que deve ser plantada por umbandistas: "para a Umbanda ser desmistificada e atualizada a cultura moderna, a verdade tem que ser falada e a mentira tem que ir para o lixo e os segredos têm que ser revelados." Disse tudo o amado filho de Ogum. Saravá!

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde Pai Fernando e a todos do blog Pai Maneco

    Qual a influência a guias em uma incorporação?

    Um amigo meu falou que guias são só para dar volumes e não é preciso usar, falei que elas tem uma vibração e ajuda a dar mais segurança para o medium na gira..
    Como posso explicar quando uma pessoa pergunta?

    Abraços
    Fabio-SC

    ResponderExcluir
  12. Pai Fernando

    É inegável a importância que a música tem no sentido de conduzir os médiuns para um estado de relaxamento. No entanto, é aconselhável que um médiun em desenvolvimento espere por pontos que lhe são mais afins na incorporação? Sendo que desta forma possa estar se condicionando ou até mesmo se preparando para o momento ideal.

    ResponderExcluir
  13. Alex, quem disse que a musica é para os médiuns? Musica de Umbanda é mantra e chamamento dos espiritos, tanto que tem o ponto individual e de linha. Para vc ter uma idéia, eu estava sentindo a presença e vibrando com o Pai Joaquim antes de se iniciar a gira, quando ele disse que ia embora para seu lugar aguardar cantarem o seu ponto de chamada. Em todo caso, o médium aproveita e também relaxa na musica. FMG

    ResponderExcluir
  14. Mucuiú Pai Fernando,

    Primeiramente obrigada pelo tema, será com certeza de grande ajuda para todos..

    Minha pergunta é a seguinte: Todas as entidades "respeitam" os pontos de chamada, por exemplo, quando está sendo cantado o ponto de Ogum beira mar, pode ser sentida a vibração de Ogum megê, Iara?? Há muita diferença entre estas linhas?

    Emanuelle

    ResponderExcluir
  15. Emanuelle, em postagens anteriores tenho falado bastante que Ogum é Ogum, seja Megê, Naurê, Matinata, Beira Mar e seja ele qual for. Não existe divisão entre Oguns. A diferença é que um trabalha no ar, outro no mar, outro na mata e assim por diante. FMG

    ResponderExcluir
  16. Pai Fernando como podemos diferenciar oq é intuição do q é vontade nossa?

    Abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  17. Isamara, para chegar a esse ponto é necessário muito treinamento. Cada vez que vc tiver um pensamento diferente, anote e vá verificar. Exemplificando: vc pensa em uma pessoa,se puder e não for inconveniente comunique-se, comunique-se com ela. Varias coisas podem acontecer, desde uma necessidade, ou mesmo uma fase ruim da pessoa que precisa de um ombro amigo, ou, ao contrario, ela pode ter pensado em vc. Se isso aocnteceu, cada vez que acontecer outro pensamento nas mesmas condições, vá verificar. O que não pode oacontecer é vc ficar escrava disso e ficar tendo pensamentos. Esse pensamento acontece sem mais nem menos.Isso é um mero exemplo. FMG

    ResponderExcluir
  18. Pai Fernando, o Sr. disse "Desenvolver a intuição, a transmissão de pensamento, a concentração". Tem alguns exercícios que possam ajudar nesse desenvolvimento?

    Axé

    ResponderExcluir
  19. Patricia, não me lembro onde eu disse,mas tenho comigo que tudo que se faz depende de exercicios. A intuição tem muito a ver com a transmissão de pensamento. Se vc for analisar até mesmo a mensagem do espirito é falada ao seu cavalo através da intuição que tem como origem o pensamento da entidade. Então, intuição está ligada com a transmissão de pensamento, mesmo considerando-se que nem sempre a intuição é fruto de outro pensamento, como no caso de alguem estiver sofrendo ou precisando de ajuda essa dor pode chegar a outra pessoa pela sua intuição. Parece complicado, mas se vc analisar com calma vai ver que é simples. O treinamento para a intuição eu falei na resposta acima para a Isamara, que seria igual para vc. Quanto ao exercicio da concentração. Concentrar é não pensar em nada, deixar a cabeça vazia. É um relaxamento. Coincidentemente eu vou falar sobre isso aos médiuns na 2a. feira. O mais simples: tente ver no meio de suas sobrancelhas uma figura qualquer. Dirija com todo empenho o olhar com os olhos fechados. É o inicio de uma concentração. Para facilitar a figura, deixe uma carta de baralho grudada no meio da testa e tente ve-la.Mas treine, treine e treine. Com toda paciência. FMG

    ResponderExcluir
  20. Ana Carolina Fernandes Dias28 de fevereiro de 2010 12:06

    Pela descrição de exercícios para melhorar a concentração, deduzo que a meditação possa ser bem útil. Se sim, será que dentre os frequentadores do Terreiro não haveria alguém disposto a nos trazer dicas para a prática? Tento fazê-la em minhas aulas de yoga, mas não é fácil...
    A revista Isto É da semana passada trouxe um bom artigo sobre a meditação (especialmente voltada a sua força terapêutica), que pode ser acessado nos seguintes links:
    http://www.istoe.com.br/reportagens/51821_O+PODER+DA+MEDITACAO+PARTE+1?pathImagens=&path=&actualArea=internalPage

    http://www.istoe.com.br/reportagens/51829_O+PODER+DA+MEDITACAO+PARTE+2

    ResponderExcluir
  21. Estive lendo a sua resposta para a Patrícia sobre o desenvolvimento da intuição e todo exercício mental que isto envolve. Não há como não pensar que de uma certa forma isto cause alterações fisiológicas em nosso cérebro também. O desenvolvimento da mediunidade não se dá em uma vida apenas. O senhor sempre fala que a mediunidade é um dom do espírito e não hereditária. Mas fiquei pensando o seguinte: a reencarnação se dá por grupos espirituais de mesma afinidade ou com compromissos de aprendizado. O fato de uma mesma família por gerações desenvolver a mediunidade através de exercícios pode de uma certa forma trazer alterações genéticas em sua estrutura cerebral ,pois deve haver uma área do cérebro que trabalhe mais nestes exercícios.Será meu pai que os grupos de espíritos são conduzidos a famílias que tenha uma predisposição genética que auxiliem no seu continuo processo de aprendizagem mediúnica?

    ResponderExcluir
  22. Andréa, admitir isso seria aceitar que a mediunidade está no fisico e não no espirito. Também não acredito que esses exercicios possam alterar a formação do cérebro. Em todo caso para a questão que vc levantou, que eu respondi e que outros vão formar opinião, sempre vai ficar no ar sem uma resposta correta por não ter sido ainda alvo de estudo pelos cientistas. AO menos não é do meu conhecimento. FMG

    ResponderExcluir
  23. AJuliana fez duas postagens no tópico antigo e por isso, para responde-las eu trouxe as perguntas junto com minha resposta. Lá vai:

    Ola pai Fernando meu nome é Juliana estou muito intriga com uma coisa que aconteceu comigo dentro do centro espirita... estava saindo para rua depois de tomar o pase e esbarei justamente na casinha dos santos que fica na porta derubei o liquido que tinha no copo que vergonha me mandaram não por a mao que eles iriam ajuntar alguns dizem que é feitiço que tinha em mim outros que era uma oferenda estou confiça e preocupada me ajude por favor agradeço desde já

    Resposta: Juliana, o que aconteceu com vc um acidente e nada tem com feitiço ou alguma razão para ficar preocupada. É lamentavel que as pessoas em tudo que se relacione com Umnbanda criem um clima de suspense e medo. Fique tranquila. FMG

    2a. Pergunta: Oi Pai Fernando tenho outra pergunta para o sr. sonhei que estava no terreiro onde acontese os passes com o cara que gosto e estava com a COBRA CORAL fazendo aquele ponto firmado no chão era uma estrela detalhe essa entidade que fez um trabalho de abrir meus caminhos com as 7agulhas.

    Resposta: Fico devendo porque não entendi a pergunta.
    FMG

    ResponderExcluir
  24. Renata, não publiquei a tua postagem, mas está certa consulta. Só para informar, não é gira de desenvolvimento, é gira mesmo. Meu e-mail: fernandoguima@terra.com.br FMG

    ResponderExcluir
  25. Emanuelle, recebi o e-mail. Depois respondo. A gira é aberta para quem quiser assistir. FMG

    ResponderExcluir
  26. Olá Pai Fernando!!!
    Meu nome é Diogo sou de Juiz de Fora - MG, gostaria de saber uma coisa, isso se o Sr. puder me esclarecer, me falaram a algum tempo que sou médium das sete linhas,então, procurei saber, mas não tive respostas que pudessem me esclarecer sinceramente,pois então, poderia me explicar o que seria um médium das sete linhas? se existe alguma diferença com relação a outros médiuns? se existe mesmo está diferença? e porquê isso poderia existir?!
    Desde já agradeço!!!

    ResponderExcluir
  27. Diogo, dentro da Umbanda e pela sua diversidade, a sua interpretação modifica de casa para casa e mesmo de lugar para lugar. Aqui em nosso terreiro não usamos essa designação de médium das 7 linhas, mas imagino que quer um médium com capacidade para incorporar nas 7 linhas da Umbanda. Ou seja, um médium como todos os outros. Fiquye tranquilo que não é nada de anormal. FMG

    ResponderExcluir
  28. Bom dia Pai Fernando, primeiramente quero dizer que assiti a gira de ontem no anexo 2 e adorei, a maneira como o senhor explica as situações e dá dicas..muito bom mesmo...irei sempre que puder nas segundas..

    O que gostaria de perguntar para o senhor, que não é em relação ao tópico abordado, portanto não é necessário postar, é para saber se vocês têm interesse em adotar uma cachorra da raça pastor alemão...ela é minha e a amo muito, mas não tenho espaço suficiente para ela sabe e meus outros cachorros tem medo, portanto não posso soltar ela junto com eles. Enfim, só daria ela a alguém que conhecece, da minha família ou um lugar que tenho certeza que ela será mais feliz e terá mais companhia e espaço. Percebi que vocês têm lá no terreiro alguns cães dessa raça, então pensei na possibilidade.

    Não sei se os cachorros de vocês são bravos, porque ela é muito brincalhona e uma criançona mesmo, tenho medo de estranhar também. Bom, o senhor me diz, se gostaria de ficar com ela, senão eu vou levando aqui até achar alguém em quem confie...obrigada..

    ResponderExcluir
  29. Pessoal, quem quise uma cadela da excepcional raça pastor alemães que escreva para a Emanuelle, mesmo por este blog. FMG

    ResponderExcluir
  30. Rodrigo, vc fez uma postagem em topico antigo e ela foi perdida. Favor repetir nesse aqui. FMG

    ResponderExcluir
  31. Andréa Destefani3 de março de 2010 15:08

    Pai Fernando se não achar conveniente não precisa postar, mas queria falar um pouco do que sinto como médium.
    É sofrido ser médium. Porque temos questionamentos incessantes. Tentamos processar tudo o que vemos e as vezes não temos entendimento ainda para tal. Então ser médium no meu entender é ter paciência. Somos felizardos de exercer nossa mediunidade na Umbanda, pois é uma religião alegre. A música, o ambiente colorido, a vibração, não tem como escolher o que realmente nos dá essa alegria.Nem nos dias que Pai Fernando tá brabo vi ele sério o tempo todo. Sempre com um sorriso. Então percebo que ser médium é também saber sorrir. Posso falar do Terreiro do Pai Maneco por que é lá que frequento. Não há ponteira firmada em ponto nenhum que não traga consigo o amor dos orixás. Isto é um fato.O amor das entidades e o respeito por nós é o ferro que reveste a corrente de Akuan. Então também percebo que que ser médium é também o amor e o respeito ao próximo e a nós mesmos.
    Agora vejo que nada é tão fácil quanto parece, mas se nos mantivermos na fé nos Orixás e no Divino nosso caminho terá trechos de boa sombra pra nos refrescar.Saravá a todos!

    ResponderExcluir
  32. Oi Pai Fernando, tudo bem?!

    Sou do terreiro da Alice, e estou iniciando meu desenvolvimento, gostei dos posts.
    O Sr poderia recomendar algum livro de introdução a umbanda e desenvolvimento da mediunidade?
    Obrigada!
    Caroline - TPM Floripa.

    ResponderExcluir
  33. Caroline, eu não indico livros porque não quero faltar com a ética. Em nosso site www.paimaneco.org.br tem farto material sobre a Umbanda. FMG

    ResponderExcluir
  34. Andréa, tenho dito que mesmo para resgatar carmas não é necessário sofrer. O médium é um intermediario entre o mundo espiritual e o material e não deve se envolver com os problemas dos consulentes e muito menos com os trabalhos dos espiritos. Vou dizer com toda sinceridade que após os trabalhos das entidades, alguns simplesmente maravilhosos e os problemas quem são muito grandes, eu saio do terreiro sem pensar em nada. Como as entidades trabalharam e como sairam os consulentes, dificilmente me preocupo. Recomendo sempre que o dia do médium deve ser dividido entre a espiritualidade, o lazer, o trabalho e o repouso. Se o médium se adequar a esse sistema, tenho certeza que muitos dos problemas vão desaparecer. Pensem nisso. FMG

    ResponderExcluir
  35. Andréa Destefani3 de março de 2010 19:32

    Obrigada por suas palavras sábias.Tenha certeza que estou me esforçando ao máximo.Mas é preciso ter é "carma" comigo(desculpe o trocadilho infame). Fiz este texto por estar muito feliz. Mais uma vez obrigada!

    ResponderExcluir
  36. Andréa Destefani3 de março de 2010 21:05

    Pai Fernando , apesar da diversidade de rituais na Umbanda o senhor acredita que exista um código de ética que o médium deva seguir, independente do terreiro que frequente? Que principios morais devam ser comuns a todos os médiuns? Isso também faz parte do desenvolvimento?

    ResponderExcluir
  37. Pai Fernando,

    Adorei a resposta que o senhor deu para Andréa e com certeza me fez pensar bastante sobre isso.

    Obrigada

    Monique

    ResponderExcluir
  38. Andréa Destefani4 de março de 2010 14:58

    Pensei em onde postar, mas acredito que aqui seja o melhor lugar. Olha que maravilhoso é seu texto sobre os porquês...Estava eu lendo agora uma frase do Chico Xavier que diz: "Estude a sí mesmo, observando que o auto-conhecimento traz humildade e sem humildade é impossível ser feliz." No meu entendimento quem tem dúvidas e não pergunta não é humilde. Quantos por aí não prejudicam seu entendimento sobre mediunidade (que é o assunto aqui) por não quererem perguntar? Infelizmente tem de monte gente assim, mas o pior é quando sem saberem por não terem perguntado antes, passam conceitos errados.
    Esses dias me falaram: nossa por que vc faz tantas perguntas pro Pai Fernando? e eu na minha doçura respondi: Por que você não faz?
    Obrigada Pai Fernando por todas as vezes que respondeu aos meus porquês e todas as vezes que não respondeu(porque gente pra isso também é preciso sabedoria).

    ResponderExcluir
  39. Andréa, ética aprende-se em casa e com o bom senso. Não tem como se ensinar. Todo conceito de moral faz parte da ética. O desenvolvimento não tem nada a ver com moral, mesmo porque quem não tem ética e está dentro dos principios da moralidade nem chega ao desenvolvimento. FMG

    ResponderExcluir
  40. Olá Pai Fermamdo e pessoal do blog.
    Quando estamos na gira, após chamar as entidades dirigentes a engoma inicia os pontos de linha.
    Algumas vezes, por diferentes motivos, quando podemos incorporar a engoma está tocando um ponto de entidade e não de linha.
    Nesse momemto podemos incorporar, já que as entidades de linha já foram chamadas ou devemos esperar como forma de respeito?
    Vou exemplificar:
    Inicia a gira de preto com os Pontos do Pai Maneco e da Dona Maria Redonda, após a engoma toca os de linha e digamos que uns 10 min depois voltam a tocar o ponto que se refere a Dona Maria redonda. Durante esse ponto podemos incorporar ou esperamos?
    Essa pergunta também vale para as Pombas Giras, podemos incorporar Exus ou devemos esperar terminar os pontos de Pomba Gira?

    Axé
    Rogerinho

    ResponderExcluir
  41. Rogerinho, é um assunto que tenho que considerar. Vou pensar a respeito, mas de principio não deve haver problema porque o ponto cantado, embora seja de chamada, está sendo executado como homenagem e não chamamento.Mas vou, como disse,pensar no assunto porque tua pergunta procede. FMG

    ResponderExcluir
  42. Pai Fernando existe linhas mais fáceis e mais difíceis de serem incorporadas por um médium concentrado, conforme seu orixá ou coisas assim? Pergunto pois sinto uma maior dificuldade com Iansã por exemplo, entre outras, já com algumas sinto mais facilidade de sentir a energia.

    ResponderExcluir
  43. Nathalia, não é problema de linha, mas de sintonia do médium. Fique tranquila que vamos cuidar disso. FMG

    ResponderExcluir
  44. Pai Fernando, o senhor ensinou aquele exercício para concentração e o da vela (gostei muito mesmo!) e existe algo que pode ser feito para ajudar na audição?

    ResponderExcluir
  45. Nathalia, para audição -ouvir vozes dos espiritos, acredito que não tem como desenvolver ou treinar, se a pessoa não tem essa mediunidade. Vc costuma ouvir? FMG

    ResponderExcluir
  46. Bom dia Pai Fernando... uma dúvida sobre o banho de descarrego. Tem uma maneira mais correta (recomendada) de fazer esse banho. Eu, por exemplo, utilizo apenas duas das ervas de Ogum( espada de são jorge e losna) e também coloco arruda e alecrim, que é o que tenho aqui em casa. Eu jogo agua quente sobre as ervas e deixo em infusão, depois passo na peneira e utilizo esse "chá" para o banho. Está incorreto? O senhor tem alguma recomendação?? Obrigada...

    Emanuelle

    ResponderExcluir
  47. Emanuelle, eu basicamente também fazia como vc. Hoje eu adquiri um pilão pequeno de madeira e bato nas ervas até ficar bem molhada, junto água e tomo o banho. Existem varias maneiras e formas de preparar o banho. FMG

    ResponderExcluir
  48. Pai Fernando, cada vez que acesso este canal percebo o quanto nada sei, e a chama da vontade renova-se alimentando a sede de aprender a Umbanda.

    Gostaria de relatar um fato sobre a intuição. Certa noite de sono repleto de sonhos, encontrei uma pessoa que conheci há uns dez anos. Minha interpretação foi procurá-la através dos antigos amigos (orkut), telefone, msn... não foi difícil encontra-la.

    Escrevi-lhe uma carta, expressando a emoção vivida durante aquele sonho, dizendo o quanto fora importante naquela fase de minha vida. E só.

    Me surpreendi quando li a resposta do email. Emocionou-se e disse que chorou, pois, nunca imaginara que tal sentimento fora real. Me agradeceu desejando felicidade.

    "Parece que tal sentimento ficara estagnado desde aquela época, foi um alívio!!!" Que bacana!

    Saravá meu Professor, Pai Fernando.
    Saravá Umbanda!

    Axé

    ResponderExcluir
  49. Pai Fernando, como pode surgir a necessidade de fazer novas guias? A entidade pede?

    Obrigado

    ResponderExcluir
  50. Emanuelle, olá

    sobre a cadela pastor-alemão, sou candidato a adoção!

    meu email: armanini.godinho@gmail.com

    Abraço

    ResponderExcluir
  51. Paulo, a entidade solicita sim ao médium para fazer guias, mas só relacionada a essa entidade. Por exemplo: um Preto Velho não pede para ser feita uma guia para um Caboclo. FMG

    ResponderExcluir
  52. Emanuelle, apareceu um canditado ao pastor alemão. É o Paulo Godinho. FMG

    ResponderExcluir
  53. Vou conversar com ele, obrigada Pai Fernando...

    ResponderExcluir
  54. Aprendi que nao se molha a cabeça no banho de ervas. Tirando as teorias misteriosas que nada acrescentam, as melhores explicacoes referem-se a carcteristica enegetica desse local. Mas queria saber sua opinão.
    abraço
    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  55. Sidney, vou ficar com "teorias misteriosas". A energia da cabeça, ao contrario, é que deveria receber a força das ervas. Também não se pode deixar a cabeça ser tocada por mãos dos outros, e eu, querendo receber a energia da corrente, deixei propositalmente minha cabeça ser tocada por mais de 200 mãos em um final de gira. Só me fez bem. Mistério? Um dia, quem sabe, isso vai deixar de acontecer na Umbanda. FMG

    ResponderExcluir
  56. Mucuiu Pai Fernando...
    Aproveitando o topico do Sidney, gostaria de perguntar se quando um medium está incorporado ele pode tocar os pontos energéticos de uma pessoa!
    Pq já vi incorporada (pq sou medium super consciente)capitães chamarem a atenção dos mediuns por estarem segurando as mãos do consulente ou por estarem com a mão encostadas na cabeça do consulente.
    E vi uma explicação não me lembro de quem dizendo que vc sente o campo de energia do consulente e isto determina o quanto próximo dele suas mãos ficam, outra dizendo que se vc coloca sua mão junto destes pontos vc está fechando este campo energetico!

    Isto tem procedência?
    Renata

    ResponderExcluir
  57. Outra pergunta Pai Fernando!
    Pq quando uma pessoa da corrente está tendo dificuldades para incorporar, um medium já incorporado não pode ajuda-lo com a sua energia e mais a da entidade na incorporação desta pessoa??

    Pergunto isto pq eu sempre sinto esta necessidade quando estou incorporada de ajudar estes mediuns, não sei pq, mas sempre vou até este medium, e como não posso mais toca-los ( pq já fui advertida pelos capitães) a entidade fica parada na frente deles, e em algumas vezes fica girando como emanando energia para ajudar na incorporação.

    O mesmo acontece com meu irmão que tb é da mesma gira que eu. Tem algum fundamento pra isto acontecer?

    Obrigada Renata


    Muitas vezes tenho pensamentos assim: - esta pessoa precisa incorporar para ajudar neste trabalho!
    Algumas vezes a pessoa incorpora e realmente vai direto trabalhar.

    Fazendo isto de ajudar, fiz uma grande amiga no terreiro, que por sinal é filha de Ogum como eu. E que me diz que sempre que estou perto dela ela incorpora mais facilmente, pq sente mais vibrações.

    ResponderExcluir
  58. Renata, não se deve encostar a mão em ninguém porque a energia doada foge do destino que seria o campo energetico, no caso o perispirito. Eu falo sempre que a periferia, vamos assim dizer, das pessoas são sentidas. Experimente juntar as duas mãos afastadas, uns três e seis dedos e vc vai sentir um calor forte em determinado momento, que a teu proprio perispirito. Incorporada vc não deve ficar preocupada em ajudar ninguém a incorporar poorque essa é uma função dos capitães, que quando precisarem de auxilio pedirão à uma entidade. Lembre-se: enquanto vc fica preocupada com os outros vc se descuida do teu proprio desenvolvimento. FMG

    ResponderExcluir
  59. Pai Fernando, um dia estava incorporada e a entidade não costuma encostar no corpo de ninguem, porém encostou na moça naquele dia, que de imediato falou: "Pai por favor nao encoste na minha coroa", ele respondeu calmamente: "tudo bem", com a maior naturalidade, porém eu fiquei muito nervosa sem ter certeza se tinha feito alguma burrada... O que pode gerar de ruim ter encostando nela? principalmente nos chacras? Eu quando vou na vibração em outros dias de gira, nunca me importei de encostarem em mim, estou agindo errado?

    ResponderExcluir
  60. Nathalia, antes de eu responder, explique-me onde exatamente a entidade encostou a mão. FMG

    ResponderExcluir
  61. O mesmo Pai de Santo que solicita a seus mediuns que toquem em sua coroa controla a energia da incorporacao a metros de distancia. Parece contraditorio, mas nao é. Revela que há uma ÉTICA no toque. Ha momentos em que o toque é necessário e util e em outros é dispensavel ou irrelevante. E como toda ética só existe quando ha dedicacao, honestidade e a desenvolvimento.
    abracos
    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  62. Pai Fernando, acho que encostou na cabeça, meio atrás, mas foi coisa rapida, parecia tudo bem normal, até porque o resto do tempo não encostou no corpo... Agora fiquei mais preocupada!

    ResponderExcluir
  63. Nathalia, fique tranquila. Onde fosse jamais iria ser intencional. Isso é um assunto tenho esperança que um dia acabe. Gosto de fazer perguntas conforme escrevi na minha opinião. Não pode por a mão na coroa. Por quê? Mão de Orixá transmite coisa ruim. Folclore e um dia isso com certeza vai acabar. Lei a resposta que dei para o Sidney. Vou repetir: "Também não se pode deixar a cabeça ser tocada por mãos dos outros, e eu, querendo receber a energia da corrente, deixei propositalmente minha cabeça ser tocada por mais de 200 mãos em um final de gira. Só me fez bem. Mistério? Um dia, quem sabe, isso vai deixar de acontecer na Umbanda."FMG

    ResponderExcluir
  64. Palloma, seja bem-vinda ao blog. A tua postagem foi perdida porque vc a fez em tópico antigo e saturado que não aceita mais postagens. Peço que faça novamente neste tópico "Diacas Para Desenvolver a Mediunidade". FMG

    ResponderExcluir
  65. Palloma, não deu para publicar o texto, mas vou responder aqui. Vc perguntou se é normal um medium iniciante não ter o controle sobre a entidade. Tua Mãe de Santo disse que isso é normal, mas outros Pais de Santo disseram que não. Sua Mãe de Santo disse e a palavra está correta. Isso aconteceu comigo quando iniciei meu desenvolvimento. Já me tiraram de dentro do Congá e uma vez fiquei tão tonto (sem beber) que se janela não estivesse fechada iam me buscar no meio do quintal do terreiro. ESu gostaria de perguntar aos Pais de Santo se quando eles aprenderam a dirigir automovel se no inicio eles tinham controle sobre o veiculo. Palloma, vou dar um conselho: ouça e acredite em tua mãe de santo. Ela é que conhece vc e sabe como está teu desenvolvimento. FMG

    ResponderExcluir
  66. BOA NOITE? SOU MEMBRO DE CENTROS ESPIRITAS A 12 ANOS E VENHO ENTRANDO NA GIRIA DE DESENVOLVIMENTO DESDE ENTÃO.MAS ATÉ HOJE EU NÃO SOU DESENVOLVIDO GOSTARIA,AS VEZES EU SINTO OS FLUIDOS ,QUE SÃO ARREPIOS TONTEIRAS E ETC..GOSTARIA DE SABER SE TEM ALGO Q EU POSSA FAZER PRA EU TERMINAR O MEU DESENVOLVIMENTO,O MEU SONHO É SER UM MÉDIUM NA VERDADE,NÃO SEI SE SEREI SABE,MAS É MEU SONHO ESPERO Q O SENHOR POSSA ME AJUDAR ABRAÇOS ,,,,,,E OBRIGADO.

    ResponderExcluir
  67. Anônimo, vou pedir para que na próxima postagem você se identifique. Os arrepios, tonteiras que você diz sentir, fazem parte da mediunidade, acho importante você conversar com o dirigente do trabalho que você frequenta para lhe ajudar no desenvolvimento.

    O desenvolvimento não se faz através de incorporação apenas, vou explicar: todas pessoas possuem mediunidade, porém, uma pessoa está mais apta a ouvir os espíritos, outra tem mais sensibilidade para ver e assim por diante, só resta saber qual o caminho que você irá seguir.

    Axé,
    Camila

    ResponderExcluir
  68. Boa tarde ,tenho muitas dúvidas a respeito da mediunidade ,sinto muitas tonteiras ouço muitas vozes mais de varias pessoas ao mesmo tempo só que eu não consigo entender acabo ficando nervosa, impaciente.
    já procurei um lugar para me desenvolver mais não consigo encontrar um lugar que eu tenha confiança, me ajude estou desesperada não sei mais o que fazer, como devo começar , como devo agir ,acendo velas e coloco um copo com agua para todos os santos mas fora disso não sei mais o que fazer se possivel me ajude!

    ResponderExcluir
  69. Gisele,

    por favor encaminhe novamente a sua pergunta sem o teu e-mail, para que possa publicá-la.

    Saravá,
    Camila

    ResponderExcluir
  70. Gisele
    Tenho um sério problema , não sei se sou médium mas acredito que os senhores podem me ajudar,ouço vozes,sinto tonteiras e as vezas vejo as coisas que estão para acontecer.
    Adoraria me desenvolver mas ainda não encontrei
    um lugar em que me sinta confiante e tambem tenho muito medo de ir para o lugar errado ,minha avó diz que sou de mesa branca outros lugares em que visitei diz que sou umbanda e outros candonblé.
    Minha mãe vai ao candonblé mas eu não me sentir bem lá aliás sou muito indecisa, não sei se essa indecisão é por não saber o lugar certo ou por não está preparada, penso estár louca por ouvir tantas vozes mas nunca saber o que estão falando realmente, me deixa confusa, minha avó diz que já era para estar trabalhando,mas como se nunca sei o que devo fazer ,como fazer. acendo luzes coloco um copo com agua para meu anjo da guarda para os santos de minha devoção, mas não sei se estou certa.
    Desculpa vos encomodar mas estou desesperada , indecisa e imagino que os senhores podem me ajudar pois o hoje vi o site e gostei muito parabens... Estou confiante nos senhores, penso que não encontrei esse site por acaso acredito que aqui acharei a resposta que tanto procuro.
    Pois só em conversa com os senhores já me sinto aliviada.... Obrigado por me ouvi e pela a atenção

    ResponderExcluir
  71. Gisele,

    você já procurou lugares para desenvolver a tua mediunidade ou até mesmo para encontrar a tua religião? Pelo o teu relato, vejo que você está um pouco desorientada, talvez seria interessante você começar a procurar alguma maneira de lidar com as tuas energias.

    Axé,
    Camila

    ResponderExcluir
  72. Gisele
    Me ensine po favor, encontrar algum lugar sim já procurei como disse mas nada, quero me desenvolver sim , ajudar aos outros me faz bem mas como ajudar se não sei nem como me ajudar.
    Por favor me de algumas dicas ja tentei sozinha mas sou péssima para me consentrar, sinto como se alguem estivesse se aproximando e acabo abrindo os olhos ,sou muito curiosa e medrosa .
    Pode me ajudar é muito importante para mim.

    ResponderExcluir
  73. Gisele
    Caso seja possivel me envie umas dicas po e-mail,
    de como me preparar para receber as entidades.
    GRATA...

    ResponderExcluir
  74. Gisele,

    acredito que o melhor caminho que você tem é continuar procurando um local para desenvolver a sua mediunidade, já que não é assim, através de dicas, que as coisas acontecem.

    Saravá,
    Camila

    ResponderExcluir
  75. Em tempo Gisele: não é aconselhável desenvolver sozinha a mediunidade, ainda mais em casa, procure um lugar adequado para tal fim.

    ResponderExcluir
  76. pai ja sou desenvolvido maz tenho dificudade para interpretar os pensamento que meus guia transmite, sera a um jeito deles tomar a conciencia ou diser voses quando eu tiver concentrado . wesleyantunes0@gmail.com

    ResponderExcluir
  77. Wesley, acho que você poderia sentir mais a energia dos espíritos, pois essa sua confusão quanto ao interpretar o que as entidades dizem está equivocada, uma vez que você não deve interpretar, sim transmitir o que eles dizem. Se você se desenvolver melhor, não terá esse tipo de pensamento.

    Saravá,
    Camila

    ResponderExcluir