Assine aqui para receber atualizações deste blog

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

ATÉ FEVEREIRO ESTOU DE FÉRIAS

Comunico a todos que a partir deste instante o blog do Pai Maneco está suspenso até o mes de Fevereiro, ocasião em que voltará com nova feição e organização, com regras rigidas porque não vamos fugir de nossa finalidade que é trocar idéias sobre a Umbanda, principalmente temas que não existem em livros, blogs, sites e, principalmente, no google.

Os comentários postados e que ainda não foram publicados foram recusados. Mais uma vez comunico que comentários sem nome identificado também serão recusados. Outrossim, na mesma situação qualquer comentário publicado antes da volta em Fevereiro.
Antes de encerrar desejo agradecer a todos os irmãos que motivaram a existencia desse blog que chegou a uma média de dez mil visitas semanais. A todos, muito obrigado!

domingo, 6 de dezembro de 2009

CAPITÃO CRISTIANO

Adicionar imagem
Ontem estive no Terreiro Tio Toninho, dirigido pelo Pai Sandro de Oxossi, para assistir o cruzamento do Capitão de Terreiro Cristiano Fernando Vieira de Souza. Foi tudo muito bonito e destaquei, além da organização da Casa e de sua bonita corrente mediunica, o som da engoma tocada pelos filhos do novo Capitão e sua esposa Neusa. Na foto do Caco o Christian, Chrislaine e Allysson. O velho Moacyr, o avô dos jovens ogans deve estar cheio de orgulho na Aruanda. FMG

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

TEMA LIVRE -26-

Está aberto o Tema Livre 26, todavia peço que antes de acessarem ou perguntarem verifiquem no blog os assuntos anteriores para ver se já não matéria discutida. FMG

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

VAMOS DISCUTIR?

Sempre se ouviu falar que a Umbanda é paz, amor, respeito e caridade. Claro que é. O fundador Zélio de Moraes com o Caboclo Sete Encruzilhadas justificou que a Umbanda estava nascendo para os espiritos dos caboclos e pretos tivessem oportunidade de deixar suas mensagens de amor. Claro que só isso já justificaria a sua existencia. Mas existe mais, muito mais, que não se discute abertamente. Gosto de levantar a cortina para ver o que está acontecendo além dela. A Umbanda tem uma ancora, aquela que a segura como necessária a sua criação. Sem ela a umbanda deixaria de existir. Será só o amor e caridade? Ou só a oportunidade para os espiritos dos caboclos e pretos se manifestarem. Ou ainda será o resgate carmico dos envolvidos na descoberta do Brasil? Tem mais. Onde a Umbanda é eficiente e se não trabalhasse nessa área não se justificiaria sua existência? Vamos lá? Estou aguardando as postagens para nós juntos descobrirmos a verdadeira atuação da Umbanda. FMG

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

DEPUTADO QUER INSTITUIR O DIA DA PAZ DAS TORCIDAS ORGANIZADAS


O Deputado Caito Quintana (foto) apresentou esta semana na Assembléia Legislativa do Paraná o Projeto de Lei que institui no calendário oficial do Estado do Paraná o dia 4o Domingo do mes de Outubro como "O DIA DA PAZ ENTRE TORCIDAS".
Em sua justificativa o Deputado Caíoto argumentou que a cada partida de futebol a sociedade contabiliza os prejuízos causados pelo vandalismo que invade as cidades, principalmentge em tornomdos estádios. Embora os esforços das equipesde segurança pública ou privada sejam extremados para que na haja tais acontecimentos, a cada partida de futebol novos acontecimentos, nefastos, são produzidos por vândalos e marginais misiturados entre os torcedores.
O Deputado lembrou que no dia 25 de Outubrode 2009, entre noticias que precedem as partidas de futebol, fomos surpreendidos por um fato isolado que estarreceu a sociedade paranaense: o atropelamento do estudante de direito da Faculdade de Curitiba - JOÃO HENRIQUE MENDES XAVIER VIANA, 21 anos, na saída de um estádio na Cidade de Curitiba. O fato consumado, seguido de milhares de manifestações nas ruas e na rede mundial de computadores, através do documento "MANIFESTO PELA PAZ E CIDADANIA'", encaminhado às autoridades e jornalistas de todo o país, traz-nos a reflexão de que tal situação jamais poderia ter acontecido, mas se aconteceu não poderá passar despercebido aos olhares atentos da sociedade civil representada por este legislativo. Além de se tratar do estudante e do filho Jão Henrique, trata-se do jovem João Henrique teve, abrupta e violentamente, todos os seus sonhos interrompidos apenar por ter ido a um estádio de futebol.
O Deputado Caíto falou que "com a aproavação do projeto" teremos a oportunidade da conscientização das torcidas; os amigos e familiares do João Henrique continuarão com a caminhada para combater a banalização da violência:por mais que se vá à guerra, ninguém sai de casa para morrer! Esta data é oportuna para que as torcidas organizadas prestem contas, nas tribunas disponíveis, de um balanço anual que demonstre as ações tomadas para que seja coibida a violência nos estádios e que o futebol continue sendo o programa da familia paranaense - esta é a grande meta!"
O BLOG DO PAI MANECO ESTÁ À DISPOSIÇÃO DAS TORCIDAS PARA DIVULGAR AS AÇÕES QUE TOMARAM PARA QUE SEJA COIBIDA A VIOLÊNCIA NOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL, conforme consta no projeto apresentado pelo Deputado Caíto. FMG

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

ENSINAMENTOS DO SEO BEIRA MAR

O seo Ogum Beira Mar, que trabalha com a médium Andréa Destefani, nos brindou com uma explicação sobre o uso da água. Segundo ele a água da chuva é utilizada em processos de cura que necessitem de fluidez, como o pulmão, o coração e os rins. Já a aágua do poço - que vem de dentro da terra, só para trabalhos espirituais de transformação, ou seja, para espíritos que consolidaram seus problemas por várias encarnações e necessitam de mudanças drásticas. A água dos rios serve para problemas financeiros que envolvam demandas, e a água do mar para depressões causadas por obsessores. A água gelada ou congelada só para doenças que se alastrem. Toda água deve reteornar depois de usada nos rituais para a terra, com excessão da água do mar que deve ser misturada com a água doce para então ser descarregada na terra.
Achei interessante e por isso publiquei no blog.
FMG

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

TESTE

Depois de tanto assunto pesado e aborrecido, vou lançar um polemico assunto: por que o médium não pode incorporar usando óculos? Ou pode? Na semana passada o Caboclo Akuan foi consultado sobre isso. Depois de alguns comentários vou relatar o que ele disse. Esse tópico é para ordenar o blog. FMG

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

UM CAPITULO PARA COMENTÁRIOS

Aproveitando uma sugestão no blog, estou postando um capitulo do meu livro Grifos do Passado para apreciação e comentários. Fiquem à vontade para suas criticas e duvidas. La vai:


"CAPITULO 6

TERCEIRA ENERGIA

O Domingos era um membro da corrente. Gordo, brincalhão e alegre, era muito querido por todos. Dizia coisas desconexas. Falando sobre preparação espiritual dos médiuns, deixou escapar uma das suas marcantes falas:

- A gente lê, estuda e aprende. Quando vem o espírito, ele faz o que quer, não adiantando nada o que se aprendeu.

O pai-de-santo fechou a cara, demonstrando sua indignação pelo comentário do festejado gordo, principalmente por contradizer tudo aquilo que ele pregava. O Ferro costumava berrar, gritar, reclamar por tudo, mas tinha um coração imenso. Toda aquela postura era mentirosa. Mas, filho de Ogum não deixava as coisas para depois. Interrompeu e vociferou:

- Domingos, você é um burro! O médium tem que dar condições ao espírito, para poder extrair sua cultura. Na umbanda chamamos o médium de cavalo. Um cavalo bem domado, sabendo andar, trotar e galopar, deixar ser montado e obedecer as rédeas, facilita ao cavaleiro. Quanto mais preparado, cultural e espiritualmente, mais fácil para o espírito dar sua comunicação. Você é um imbecil!

Apesar da grosseria das palavras, todos, inclusive o Domingos, acharam graça da forma do pai-de-santo expressar-se.

Embora comum e fundamental para a religião espírita, a incorporação de um espírito com o médium é um grande mistério. O Domingos acreditava que não adiantava nada o médium ter cultura espírita. Já o pai-de-santo com sua experiência pregava o contrário. Foi com outro espiritualista que entendi a incorporação e a necessidade da preparação do médium.

Naquela ocasião, ainda não conhecia o Andir de Souza, um experiente pai-de-santo. Gosto de conversar com ele e, principalmente, trocar idéias sobre a umbanda. Falávamos sobre a mediunidade, principalmente no que se refere a diferença da mesma entidade incorporada em médiuns diferentes.

- É a terceira energia – disse.
-
- Terceira energia? Explique melhor, pedi.

- O espírito é uma energia e o médium é outra. Cada qual com sua cultura, sensibilidade e conhecimentos. Um é um e outro é outro. Entretanto, quando a entidade toma o corpo do médium, essas energias se unem, formando uma terceira. Ambos estão ali presentes, reunidos em uma só força. É como dois em um.

- Como o café com leite? Tentei ajudar.

- Sim, boa colocação – elogiou. O café é uma bebida pura, o leite também. Os dois juntos criam uma terceira bebida.

- Isso explica bem. Se a entidade incorpora em mim, ela fica com uma parte que sou eu. Se incorpora em outro, fica com uma parte do outro. Não pode ser igual, em dois médiuns diferentes. Falei, para esclarecer minha compreensão.

- Isso mesmo, disse o Andir. Vamos imaginar um exu, incorporado em um médium manso, culto, amoroso, com sua aura limpa e vibrante. O mesmo exu incorporado em um médium menos preparado, violento, e cheio de ódio. Obviamente, no primeiro, ele vai trazer, em sua manifestação, toda esta parte boa do médium, misturada em sua energia. No segundo médium, vai ter que lutar para não deixar esta parte ruim do médium, se sobrepor à sua vontade. Vai parecer, para quem conversar com os dois médiuns, que não é a mesma entidade.

- O princípio do computador. Completei. O espírito só pode tirar do médium o que ele tem programado. Como um computador. Se seus arquivos são de má qualidade, só pode informar coisas semelhantes. É, está bem esclarecido este ponto.

Enquanto voltava para casa, pensando na proveitosa troca de idéias com o Andir, lembrei-me do Domingos.

- Pena que o Domingos já desencarnou, senão poderia explicar para ele o que o Ferro não conseguiu. "

FMG

domingo, 8 de novembro de 2009

CONVOCAÇÃO

Estou convocando através de e-mail individual e pelo presente blog, todos os médiuns do Terreiro do Pai Maneco, membros que atuam na engoma e no meio, os pais e mães de santo e seus respectivos mãe e pai pequeno, para uma reunião em nosso terreiro no próximo sábado, as 15:00 hs. A pauta vai ser nossas atividades no próximo ano, principalmente a que se baseia na postagem da Ma Helena e um projeto ainda não divulgado elaborado pela Roseli Bassi, com a intenção e entregá-los à Camara Municipal e Assembléia Legislativa. Esse projeto visa um trabalho de voluntários e é muito abrangente, principalmente pregando entre os jovens a necessidade de viveram em paz e longe da violência e das drogas. Vamos também convocar, aprovado o projeto, a Federação de Umbanda do Paraná, a quem cabe o direito de representar nossa Umbanda. Peço o comparecimento de todos. Muitas decisões vão ser tomadas e comissões erão constituídas para que sejam efetivamente formadas e delineadas todas atividades do Terreiro do Pai Maneco. Aguardo a todos. FMG

terça-feira, 3 de novembro de 2009

MAIS DO QUE NUNCA, OS UMBANDISTAS DEVEM OPINAR

Inegavelmente a morte do jovem João Henrique, atropelado propositalmente por motorista embriagado que dirigia o carro só porque era torcedor de outro clube, está movendo muita gente que exige uma providencia. Nós fizemos isso com relação à Federação de Umbanda do Paraná, mas um grupo do nosso terreiro liderado pela jornalista Andréa Destefani, foi mais além e está em contato com a Assembléia Legislativa e a Camara Municipal. As duas casas querem colaborar, por isso estou pedindo a todos que façam suas postagens dando sugestões que serão levadas às autoridades. Eu antecipo a minha pedindo que sejam buscadas recompensas no comércio local para premiar, mesmo que sejam com mercadorias, os que indicarem os vendedores de drogas, principalmente nos estádios, e que resultarem em suas prisões. Voltamos ao tradicional "Recompensa-se quem indicar onde estão os bandidos". Bem, com urgencia eu peço postagens e como temos 10.000 acessos por mes, não vou entender poucos comentários. Agora é para vale. FMG

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

GIRA NO RIO DE JANEIRO

Um expressivo número de médiuns irá ao Rio de Janeiro para participar domingo da gira do Terreiro do Pai Maneco. Por esse motivo só estarei respondendo os comentário a partir de 2a. feira. FMG

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

PEDIDO DE FORÇA PARA OS UMBANDISTAS

Ontem foi atropelado um jovem de nome João Henrique Mendes Xavier Viana, que foi operado no Hospital do Trabalhador, aqui em Curitiba, com poucas chances ´de sobreviver, mas peço que todos façam uma corrente de força. O João é filho da Anna nossa médium da corrente, sobrinho de minha mãe pequena Cris Mendes. Todos aqui estão passando um momento de grande angustia, inclusive a familia do seu pai Toni Xavier Vianna. Vamos pessoal, força na oração. FMG

domingo, 25 de outubro de 2009

AFRÂNIO E SUA TURMA NO CEARÁ







O Afrânio e umas pessoas fazem Amalás no Ceará para pedirem proteção aos Orixás. Essa postagem está de acôrdo com um comentário da Anna (RJ) e nossa resposta, no dia de hoje. Umbanda na Natureza e cultos sem Terreiro ou Dirigentes. FMG

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

TEMA LIVRE - 24 -

A velocidade do blog é uma demonstração clara do interesse de todos. Está postado, por isso, o tópico Tema Livre -24-. FMG

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

CAPOEIRA E UMBANDA

O Kiko, futuro Pai de Santo do TPM para abrir um terreiro em São Paulo, escreveu e transcrevo:

CAPOEIRANDA E UMBANDOEIRA.
IDEIA BASICA DE UM MEDIUM CAPOEIRISTA, OU DE UM MESTRE UMBANDISTA.
Capuera – capoeira é pura e simplesmente o guarani – caá-puèra – mato que foi – mato miúdo que nasceu no lugar do mato virgem que se derrubou.
É necessário responder a pergunta indagando se os africanos trouxeram a capoeira da áfrica, especificamente de angola, ou a inventaram no Brasil.
Tomando como base, poucos e raros documentos conhecidos, afirmam como sendo de angola os primeiros negros aqui chegados, assim como ter o grosso de nossos escravos escoados dos portos de são Paulo vindos de Luanda e benguela. Sobretudo os capoeiras falam o tempo todo em capoeira angola somente quando querem distingui-la da capoeira regional. Não existe documentação precisa que afirme com segurança terem sido os negros de angola os que inventaram a capoeira, ou mais especificamente a capoeira angola. Muitas cantigas citam não só angola, como Luanda e benguela. Há registros que especificamente os negros de angola, eram demasiadamente insolentes, loquazes, imaginosos e sem persistência para o trabalho. Porem férteis em recursos e manhas. Tinham mania por festas, pelo reluzente e pelo ornamental. E foram nas festas que surgiu a capoeira.
Portanto a minha tese é a de que a capoeira foi inventada no Brasil, com uma serie de golpes e toques comuns a todos que a praticam que os seus próprios inventores e descendentes, preocupados com seu aperfeiçoamento, modificaram-na com a introdução de novos golpes e toques, transformando uns e extinguindo outros, associando isso ao fator tempo, que se incumbiu de arquivar no esquecimento alguns deles, ou transformar outros. Há também o fator do desenvolvimento sócio econômico de onde se pratica a capoeira.
Outro fator importante é o que se refere à capoeira em si e suas ligações com o candomblé. De inicio tenho a dizer que entre a capoeira em si e o candomblé existe uma independência. O jogo da capoeira para ser executado, não depende em nada do candomblé, como ocorre no folguedo carnavalesco chamado afoxé, que para ir às ruas, há uma serie de implicações de ordem místico-liturgicas. Apesar de muitas cantigas falarem sobre mandinga e mandingueiro, não existe nada de religioso neste termo quando usado na roda de jogo.
O texto acima resumido foi extraído do livro – capoeira angola – ensaio sócio etnográfico – de waldeloir rego.
Tudo bem bacana, mas... Aqui vai o que aprendi na pratica.
Sou mestre de primeiro grau, pela federação paulista de capoeira, formado pelo mestre grande e graduado com a corda verde e branca, pelo mestre pata de leão.
Ótica umbandista de kiko.
A farda branca veio em dois sons, tudo junto e misturado.
O mesmo atabaque que girava os caboclos me fazia soltar os pés. Aos treze anos, a capoeira entrou em minha vida juntamente com o terreiro da tia Matilde.
Como na umbanda, o que o mestre fala não se discute. Eis aqui o que me foi passado pelo meu mestre, a respeito do inicio da capoeira. E é no que acredito.
O culto afro brasileiro dito como Candomblé teve inicio nas roças ou senzalas, em momentos de musica, dança e devoção. Debaixo do altar com santos católicos ficavam os amalás criando assim o nosso simpático e amável sincretismo brasileiro.
Eis que os mais bad boys, cansados de levar na cara daquele bando de branquelos, despertam o espírito guerreiro e arrumam uma forma de reagir a tanto mau trato, pois a cada tentativa de fuga, na hora do mano a mano, quem tinha arma se dava bem. Os caras começaram a pensar em como imobilizar, ou derrubar um capitão do mato, ou capataz de maneira rápida, facilitando a fuga.
Começaram a reparar em movimentos de animais, arvores, e tudo mais que agia de forma brusca na natureza
Como usar o coice da mula? O rabo da arraia era longo dizia os que vieram pelo mar, e se mexia velozmente. O que na forquilha caia, de pé não parava. A inchada que quanto mais alto subia, mais forte descia para rachar o chão. A natureza ensinava.
As primeiras tentativas tiveram sucesso. O revide pensado era inesperado pela soberba dos capatazes. Era fato que tinha mais chance quem tinha o ímpeto de atacar de surpresa.
E onde atacar de surpresa? Onde eles só olham para frente. Quando estão correndo na CAPOEIRA, só olham para frente, e nunca para baixo. (capoeira como aprendi com meu mestre, é o mato baixo que vem depois da seca ou coisa parecida. É onde só da para se esconder se estiver deitado, o que virava o elemento surpresa).
Mas como praticar? Como se todo tempo era lavoura, e mesmo sobre a festa da senzala, merendando os assim ditos santos católicos, existam capatazes na vigília.
Como treinar?
É ai que a religião se funde com a capoeira.
Um mais esperto espalhou a idéia, vamos juntar a fome com a vontade de comer. Vamos aproveitar enquanto estão todos dançando para os santos, e no meio da dança, soltamos nossos golpes e como se estivéssemos dançando, vamos treinando.
E foi assim que a capoeira virou dança. A dança de se defender. A dança que esquiva e que ataca. Da ginga de corpo e da malandragem.
O culto dos orixás deu alma para capoeira. Para da alma capoeirista se fizessem grandes guerreiros.
Do culto aos orixás, nasceu a ginga, e é na ginga que se busca a cadencia da respiração, fundamental para se manter no jogo, e na gira. É a engoma pessoal.
A capoeira esta totalmente ligada ao movimento de libertação dos negros, e toma forma de esporte 100% brasileiro ao passar dos anos, sem perder o elemento que mais deixa claro o vinculo entre o esporte e as religiões que usam do som, do canto e do movimento, sua base e suporte de subsistência.
100% brasileira e com alma africana. Isso é fato.
Sem muito lero, lero, faço aqui minha declaração que esta simples versão veio dos meus mestres, o mestre grande e mestre pata de leão, que me deixaram a historia da capoeira mais pé no chão que já li ou ouvi.
Acima do telhado passo informações recebidas do meu amado baiano e grande amigo Antonio ribeiro, o Sarara, ao longo de 24 anos de convívio e boa prosa.
É fato que seu gosto pela capoeira, esta no DNA do espírito baiano. Sempre que podia, sarara estava do meu lado nas rodas. Sempre foi muito mais fácil encarar rodas de formados, ou batizados na periferia de são Paulo quando ele estava junto. Em suas incorporações sempre havia uma saída de rolamento, ou na negativa já saudando o exu logo no meio do movimento.
Eram nítidas as investidas dele em momentos distintos. Para me descarregar vibrando comigo no pé do berimbau e no jogo. Para se divertir à custa do meu corpinho. Para me socar via meu oponente quando eu saia da linha, e coisas parecidas.
Ele Tb fala que as rodas de capoeira no astral rolam sempre que possível, e que tem muito preto velho que chega corcunda no pé da roda, para logo depois voar com os dois pés no peito dos mais ansiosos.
O movimento constante e ciclico do jogo criam uma liberação de energia muito forte. No terreiro quando incorporam, algumas entidades costumam gingar, e esta cadencia marca a vibração. O baiano Sarara que é um filho de ogum apaixonado por Jorge, sempre soube usar como uma vantagem, o fato do cavalo saber jogar.
Esta mesma capoeira que Tb é usada pelos espíritos nas ações de investida contra trevosos e lugares obscuros no astral, e usada nos momentos em que no terreiro, incorporado no médium ou não, esta sempre em alerta para cuidar se preciso de algum espírito, ou encarnado, desavisado ou sem noção. A mesma capoeira que desenvolve sua visão periférica, e seus reflexos, aguçando seus sentidos.
Resumo e sou convicto que capoeira e umbanda, é tudo farinha do mesmo saco.
Amo muito tudo isso.
Sarava toda nação brasileira.
Axé.
Kiko Codina – TPM são Paulo.

FMG

domingo, 18 de outubro de 2009

A UMBANDA É SAMBA


Recebi do Sidney Oliveira a foto acima com o seguinte texto: "Para quem tem bom gosto e pode ficar ate mais tarde em um quinta aqui vai uma dica: Os Encantados é uma banda formada por Seu Luiz de Ogum (voz), Lelinho, Leonardo e Leandro - (percussao), Tiziu (voz e violao) e Cle (pick-ups e chocalhos). No repertório de quinta passada (15) abriram com varios pontos de Iansã, alguns de Oxum. depois tocaram varios pontos de Pretos Velhos, alguns de os baianos e também para seo Zé Pelintra. Tocaram ainda alguns pontos para os Exus (Seo Tranca Ruas das Almas, Dona Maria Padilha, Dona Tata Molambo e uma saudacao para varios Exus) e depois uns 4 ou 5 pontos para Ogum. Tocaram algumas cancoes sobre Yemanjá e para Xango, entre outros. Os pontos e as musicas tiveram um arranjo um pouco diferente da gira com um diálogo muito interessante com a música eletronica (preenchendo melodicamente ao fundo). O show foi muito bom e acontece todas as quintas por volta de 1h da manha em uma casa habitualmente dedicada ao rock, mas que ha tempos abre espaço para a MPB e outros ritmos nacionais. O Bar Emporio Sao Francisco é tradicional na cidade e fica na Rua Presidente Carlos Cavalcante 1138 no Alto Sao Francisco em Curitiba. É uma proposta ousada do bar que agradou em cheio aos frequentadores e, ao mesmo tempo, divulga a riqueza cultural e musical da Umbanda. Tai a Umbanda fora do terreiro mostrando sua cara e toda a riqueza de seu universo simbólico e de seu encantamento. Vamos prestigiar. "
FMG

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

AVISO LOCAL - CONVITE





Saravá a todos.

O Terreiro do Pai Maneco inicia nesta semana uma parceria com Bar ZéPelin.
Agora todos os Domingos no almoço, a cada Macarronada do Seu Zé vendida, R$3,00 serão repassados ao Terreiro.
A arrecadação será utilizada para apoiar projetos e atividades no Terreiro.

Venha, curta os amigos, aproveite a música ao vivo, coma bem e ainda ajude o Terreiro!

Axé a todos,

Lolô


sábado, 10 de outubro de 2009

TEMA LIVRE -23-

Vou abrir o Tema Livre 23 repetindo uma postagem do Mauro, do Rio de Janeiro, com a nossa resposta:
"Mauro Monteiro disse...
Salve Pai Fernando, mucuiú !Aqui no Rio de Janeiro temos o mais antigo programa de musicas de Terreiro do Brasil: o Programa Melodias de Terreiro, criado pelo saudoso lider umbandista Attila Nunes e sua esposa Bambina Bucci, em 1948, hoje comandado pelo seu filho e tb pelo neto, ambos Atila Nunes.É o deputado que mais luta pelo direitos das religiões de matrizes africanas sendo reeleito seguidamente pela décima vez se nao me engano. Pois bem.O Terreiro do Pai Maneco e eu fomos citados em razão da pesquisa sobre nomes de entidades que consta em nosso site ( www.paimaneco.org.br ). Ele leu vários nomes e divulgou com muita satisfação. Para mim uma honra.Salve a Umbanda !Salve o TPM !Saravá !Sempre com a Umbanda no coração ,Mauro Monteiro - RJ"
Nós também ficamos satisfeitos, não só pelo nosso Terreiro como pelo teu trabalho. FMG

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

terça-feira, 6 de outubro de 2009

PAI LÉO DE OXOSSI


Na foto o Pai Léo de Oxóssi, que no domingo ultimo comandou a gira no Rio de Janeiro. Mandou-me uma carta eletronica bastante sentimental, que reproduzo adiante:

"Mucuiu, PF. Escrevi essas linhas sobre ontem. Divido contigo.
Saravá.
Lua cheia amarelada de Oxum.
Cheguei no aeroporto por volta das 18h30m, ainda com a lembrança de uma gira singular no Rio de Janeiro, onde comprovei que está mesmo bem plantada mais uma muda do jardim de Pai Maneco e Sr Akuan, a qual fui, então, ajudar a regar, dar minha contribuição e dos guias nesse início da olimpíada que, tenho certeza, fará estar pungente aquele jardim, como o nosso aqui de Curitiba, quando os Jogos Olímpicos da Terra começarem por lá, daqui a sete anos.
Em casa, descansei um pouco e, depois de uma deliciosa sopa de capeletti, saí em direção ao Santa Cândida. No caminho, uma enorme e hipnótica lua cheia amarelada trouxe-me um pressentimento de que eu veria uma gira daquelas que só acontecem de vez em quando. Ao chegar no Terreiro, outro sinal de que a noite estava especial: não havia uma vaga sequer nem nos estacionamentos nem nas calçadas em frente e nem do outro lado da estrada. A casa estava cheia pra valer.
Antes de entrar, parei na janela para ouvir de fora a melodia dos pontos, quase no fim da vibração da assistência. Não havia um espaço vazio no salão e todos cantavam afinados e com fé. Corrente e público, umbandistas em uníssono. Olhei uma vez mais para a lua e entrei.
Meu pressentimento de mais uma gira singular foi logo confirmado. E como foi. Posso ser suspeito - porque gosto muito de tudo isso - ou pode aquela lua cheia ter me sensibilizado demais, mas a Gira de Oxum que ocorreu nessa noite de 05 de outubro está entre as coisas mais belas e mágicas que aconteceram em nossa casa até hoje. Inebriante, harmônica, suave, luminosa, perfeita! Hipnotizante como a lua amarela que pairava sobre o telhado. Senti-me perto de flutuar.
Parabéns Sr. Akuan e Pai Fernando, que sabem fazer acontecer essas belezas que não merecemos. Os parabéns também à engoma e às inspiradas sambas de terreiro. Por fim, uma especial deferência às médiuns, às nossas meninas que se entregam de verdade ao Orixá, permitindo a Mamãe Oxum mostrar um pouco de seus encantos infinitos. Aieiêô! Aieiêô Oxum, Senhora das águas doces. Põe ordem e mais amor em nossas vidas, Mãe Bondosa que lava e leva embora toda sujeira que há.
Saravá.
FMG

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

BEBEDOURO DA ORDEM


Junto com um bonito texto da lavra do Pai Ronald Stresser recebi dele a interessante foto do bebedouro da Ordem, tradicional logradouro cultura de Curitiba. Esse bebedouro servia antigamente para os colonos oferecerem água para os cavalos puxadores de suas carroças. Sou testemunha viva disso, mesmo porque quanto tinha dez anos e idade e fazia um trajeto montado em um cavalo de passeio do bairro Ahú até ao hoje badalado Batel eu dava água para o cavalo na fonte da foto, que em nada mudou até hoje. FMG

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

TEMA LIVRE -22-

Está aberta esta postagem como n. 22 por ter encerrado a discussão do assunto do Tema 21. FMG

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

TEMA LIVRE -21-

Claudio Henrique, tua postagem sobre o que pode a Umbanda fazer por paises, povos e sociedades não deixa de ser uma pergunta muito interessante. Nunca tinha pensado nisso e até mesmo estou de certa forma hesitando em responder por ainda não ter criado uma opinião definitiva sobre o tema. Claro que todos os terreiros costumam fazer vibrações em caso de desastres o que de certa forma quando elas se juntam às demais também feitas criam um poderoso balsamo para os que sofrem. Mas efetivamente sobre aqueles que estão permanentemente em sofrimento, não sei ainda como fazer, mas fique certo que uma posição nós vamos tomar aqui com a colaboração de todos. Vou encerrar esta postagem 20 e abrir a de 21 com a mesma resposta dada aqui. Fico no aguardo dos comentários dos demais. FMG
28 de Setembro de 2009 11:42

TERREIRO PAI MANECO - FLORIANÓPOLIS

Antes de vestir a roupa branca da Umbanda e tornar-se a Mãe Alice de Ogum, no Terreiro em Florianópolis - Santa Catarina, ainda despida de toda aquela seriedade que a caracteriza como uma dirigente austera e organizada, a menina Alice abraça suas crianças que com tanto amor cuida e protege. Nunca tenha medo da vida menina, porque vc é uma legitima filha de Ogum. Ogunhê. FMG



Ontem em Florianópolis o Terreiro do Pai Maneco dirigido pela Mãe Alice de Ogum (foto-Sidney)) prestou uma homenagem ao dia de Cosme e Damião e ofereceu um monte de brinquedos e doces às crianças carentes daquela Cidade catarinense.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

CRUZAMENTO DE CAPITÃO E PAIS PEQUENOS


Na última 2a. feira o Caboclo Akuan fez um belissimo cruzamento de Capitão de Terreiro, duas Mães Pequena e um Pai Pequeno. Na foto da Lucilia, a Mãe Denise Zanchetta de Ogum, Pai Caco de Xangô, Mãe Cris Mendes de Ogum e o Capitão Renato Coradini. FMG

domingo, 20 de setembro de 2009

II CAMINHADA EM DEFESA DA LIBERDADE RELIGIOSA- EU TENHO FÉ!

Vista Parcial da II Caminhada em Defesa da Liberdade realizada hoje cedo no Rio de Janeiro. Milhares de pessoas engrossaram o encontro.


As duas representantes do Terreiro do Pai Maneco, Rita de Oxum e Lucilia de Iemanjá acompanhadas do Jair de Ogum e Antonio Vianna, o Yamaratanan. Ele é dirigente da Cabana do Sete Montanhas e é do Conub. FMG

sábado, 19 de setembro de 2009

sábado, 12 de setembro de 2009

TEMA LIVRE -19-

Nova postagem para o tema livre. A de n. -19- FMG

PAI BITTY DE OGUM

Na foto do Rogerinho o Pai Bitty de Ogum que comanda a gira de sábado no TPM ajudado pela Mãe Luciana de Iemanjá (Mãe Pequena) e Pai João de Xangô (Pai Pequeno). FMG

terça-feira, 8 de setembro de 2009

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

TEMA LIVRE -17-

Está aberto novo tópico porque o outro já está quase com sua capacidade lotada. Publiquem aqui. FMG

METRÔ E BAIXADA






Para descontrair o pessoal do blog estamos publicando três fotos que fazem parte do compromisso assumido pelo nosso governo municipal com os promotores do campeonato mundial de futebol do ano 2.014. Como é noticia mundial, nada demais a nossa iniciativa em publicar para que todos vejam a importância do evento. 1.- Estação Metrô; acesso do Estádio Joaquim Américo onde vão ser jogadas as partidas de futebol, e a fachada do mesmo estádio. Tudo tem que estar pronto até a data do campeonato mundial de futebol, muito embora a inauguração do metrô deva ser antecipada. FMG

terça-feira, 25 de agosto de 2009

BALEIA E PEDRA SAGRADA



Na Bahia, exatamente no rio Paraguaçu em Cachoeira, existe um lugar sagrado que é usado para oferendas. O pessoal da região diz que Mãe Menininha quando viva usava muito este lugar para seus amalás. O grupo do terreiro do Pai Maneco esteve lá para jogar flores para mamãe Oxum.
Nesta mesma viagem tive oportunidade de fotografar duas baleias na região de Morro de São Paulo. Comparando as duas fotos se entende porque desta pedra chamar-se Pedra da Baleia. Confiram. Lucilia Guimarães.


quinta-feira, 20 de agosto de 2009

COBRAS DA PARAPSICOLOGIA VÃO DAR CURSO NO TPM

Agora é para valer a parceria do Terreiro do Pai Maneco com a Faculdade Espírita. Vai o texto que amanhã será enviado a todos os membros de nosso terreiro.


Prezado Sr. Fernando


Gostaríamos de ampliar nossa parceria, já de longa data, do Curso Livre de Parapsicologia e o Terreiro Pai Maneco. Com isso estamos, eu como Coordenador em nome da Faculdade Espírita e a Professora Elirian como membro das duas intuição, nos reportando ao senhor para que nos dê a honra de ministrar o Curso de Introdução a Parapsicologia e as tradições afro-brasileira.
Com isso pedimos sua autorização e sugestões para que possamos estar em sintonia, nesse passo importante dessa nossa parceria.
Abaixo encontra-se o texto para divulgação
---------------------------------Prof. Reginaldo HiraokaCoordenador do Curso Livre de Parapsicologia e daEspecialização de Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia

Contato: (41) 3111-1721 ou 99930153www.unibem.brparapsicologia@unibem.br

PARAPSICOLOGIA PROMOVE CURSO NO TERREIRO DE UMBANDA PAI MANECO
Relacionar a Parapsicologia às questões religiosas das tradições afro-brasileiras. Esse é o objetivo da extensão universitária que o curso livre de Parapsicologia das Faculdades Integradas “Espírita” promove no Terreiro de Umbanda Pai Maneco, em Curitiba.
A atividade é divida em cinco módulos, que ocorrem entre agosto e dezembro, no último sábado de cada mês, das 15h às 19h (com exceção do último encontro, que será no dia 12). As aulas serão ministradas pelos professores Reginaldo Hiraoka, coordenador do curso livre de Parapsicologia, e Elirian Mirian Britto.
“Vamos abordar questões como transes, rituais, arquétipos, orixás, curas e mediunidade dentro das tradições religiosas afro-brasileiras”, diz Hiraoka. “A umbanda é uma religião muito rica em fenômenos mediúnicos e paranormais. As FIES inclusive já a estudaram, em convênio com a Universidade de Meiji, no Japão.”
A participação é aberta a todos os interessados, com ou sem conhecimentos em umbanda e fenômenos psi (paranormais). O investimento é de R$ 5 por módulo, com direito a certificado de participação. As inscrições serão realizadas apenas no local, antes das atividades. Mais informações pelos telefones (41) 3111-1721, das 16h às 21h, e 3111-1745.
O Terreiro de Umbanda Pai Maneco fica na Estrada Nova de Colombo, n.o 5487, bairro Santa Cândida. Confira a seguir a programação do curso:
- Módulo I: 29/08. Matrizes Religiosas, origens das nações, matrizes cristãs, matrizes africanas, matrizes indígenas e a umbanda brasileira.- Módulo II: 26/09. Os ritos e mitos e sua importância, os arquétipos de Jung, a mitologia e os ritos na umbanda.- Módulo III: 31/10. Os fatores psi condutivos: os sons, as músicas, as danças, a meditação, a criatividade, o transe, os sonhos, a incorporação e as drogas.- Módulo IV: 28/11. OS fenômenos psi: ESP (telepatia, clarividência, retrocognição e precognição), PK (curas paranormais, poltergeist e imposição de mãos) e Theta (experiências fora do corpo, experiências de quase-morte, casos sugestivos de reencarnação, lembranças de vidas passadas, apometria, transcomunicação e MOB).- Módulo V: 12/12. OS processos da intuição.
FonteFACULDADES INTEGRADAS “ESPÍRITA” Comunicação Social – Assessoria de Imprensa “Jornalismo”Rua Tobias de Macedo Junior, n. º 333.Bairro Santo Inácio - Curitiba - ParanáFone: (41) 3111-1715Assessora de Imprensa: Jornalista Fernanda Foggiato DRT 6593/PR

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

TEMA LIVRE -15-

Está aberto o Tema Livre -15- Chamo a atenção entretanto para o assunto aberto em outra postagem no "Fumar ou não fumar - o Tema está na Rinha" para comentários sobre a decisão do Pai de Santo Carlos Bubby. FMG

NA BAHIA


Um sugestivo grupo do Terreiro do Pai Maneco esteve na Bahia para assistir a festa da Senhora da Boa Morte. Enquanto a matéria está sendo aguardada para publicação no Blog publicamos uma foto do Terreiro da Mãe Madalena, onde fomos muito bem recebidos. FMG

FUMAR OU NÃO FUMAR - O TEMA ESTÁ NA RINHA

Recebi uma correspondência do blogueiro Nilzo Antonio, de nosso Terreiro, comunicando a decisão do Tempo Caboclo Guaracy, do Pai de Santo Carlos Bubby. Vale a pena ouvirmos a opinião dos blogueiros sobre a ousada iniciativa do antigo e bom dirigente da Umbanda.
“A proibição, que começou na sexta-feira 7, mesmo dia em que a lei antifumo entrou em vigor em todo o Estado, diz o babalorixá Carlos Buby, 59, ele próprio um fumante desde os 14 anos, foi referendada pelos guias espirituais do templo e motivada para que o terreiro umbandista "se afinasse com a lei dos homens".
Por lá, confirmam os vizinhos, o batuque nunca passa das 22h para respeitar também a lei do silêncio. O banimento do fumo no terreiro Guaracy segue à risca a nova lei. A proibição vale para o salão fechado, de acesso público, onde ocorrem as festas e o atendimento aos filhos de santo e aos consulentes. No quintal de terra batida, ao ar livre, no sítio onde é feita boa parte das oferendas, as entidades fumam charutos livremente nos rituais.
A exceção é para Exu, que pode fumar o charuto em ambientes fechados, explica o pai de santo Buby, porque o contato com essa entidade é fechado ao público e exclusivo para os iniciados na religião umbandista."É nesse momento que a cabocla deveria estar fumando o charuto e está de mãos vazias", diz Ana Paula da Costa, seguidora do templo Guaracy.
"Não sabíamos como iria acontecer porque as entidades trabalham com a fumaça, mas os caboclos trazem segurança. É uma novidade. Antes, o gosto do charuto ficava até o dia seguinte, agora não sinto mais", afirma a médium Sílvia Dias, que na última quinta-feira recebia a cabocla Potira, pela primeira vez sem o rolo de fumo.
"Imagine 15 médiuns fumando charuto nesse espaço pequeno com outras 150 pessoas. A proibição não pesou em nada nos trabalhos da umbanda. Agora, as grávidas e crianças podem participar", diz o babalaô Carlos Buby.Para o professor titular aposentado de sociologia da USP Reginaldo Prandi, autor de mais de 20 livros sobre religiões afro-brasileiras, a decisão do terreiro Guaracy é minoritária e não é representativa da umbanda em geral. Para ele, a mudança é positiva e faz parte da transformação das religiões, que antes ditavam tendências e agora são pautadas pelo comportamento coletivo.
Prandi diz que a fumaça dos charutos é uma herança indígena usada nos rituais de cura para canalizar energia e fluidos na limpeza espiritual. Agora, explica o professor aposentado da USP, os guias podem usar as mãos, como nos passes dos médiuns kardecistas. Presidente da Federação Brasileira de Umbanda, que reúne 5.325 terreiros no país, Manoel Alves de Souza diz que a abolição dos charutos no templo Guaracy após a lei antifumo "faz parte da evolução da religião".

terça-feira, 11 de agosto de 2009

VAMOS ACHAR A THAI


Ontem (10/08/2009), no período da tarde, meu yorkshire desapareceu na Rua Desembargador Mota entre a Rua Iguaçu com Getulio Vargas, o nome dele é Thai. Ele tem 08 meses e mais ou menos 20 cm. Estou desesperada, ele era a alegria da minha casa e um cachorrinho que dormia comigo na cama. Peço por favor, que se alguem tiver informação entre contato comigo e se puder repassem para seus contatos. Meus telefones: 7814-5675 / 9978-0396 / 9124-5995 / 3252-5727. Recompensa-se muito muito bem.
Mariana Guimarães
Peço a quem souber de seu paradeiro que além dos telefones acima podem informar-me diretamente uma vez que ela pertenca à minha neta Mariana, também vinculada ao Terreiro. FMG

sábado, 8 de agosto de 2009

terça-feira, 4 de agosto de 2009

GRUPO DA PRIMEIRA GIRA NO RIO DE JANEIRO

Foto do Henrique Karam
Os médiuns de Curitiba e do Rio de Janeiro fecharam a primeira gira do Terreiro do Pai Maneco no Rio de Janeiro com enorme entusiasmo. FMG

quarta-feira, 29 de julho de 2009

terça-feira, 28 de julho de 2009

PALAVRAS SOLTAS

Do Ogan Wagner Martins, de São Paulo: "...aprendi sim tudo sobre um tambor e ensinei a vários para que nunca o tambor da casa de meu Pai ficasse calado..." FMG

quinta-feira, 23 de julho de 2009

PURUNGO SUBSTITUE OS ALGUIDARES NOS AMALÁS











A Umbanda por ser ecológica tem que defender e preservar a Natureza e por isso nossos amalás que usamos com bastante frequencia devem seguir a mesma filosofia. O alguidar é um elemento que não se dissolve no tempo e por isso estamos sugerindo que nos amalás sejam usados os purungos ou cabaças inclusive em substituição aos copos para bebidas. As fotos acima foram montadas apenas para mostrar como é fácil usar os purungos e sem causar nenhum mal à Natureza.

TEMA LIVRE -12-

Pessoal, postagens agora vai ser no doze.

sábado, 18 de julho de 2009

MÃE RITA DE OXUM

A Mãe Rita de Oxum, iniciou no Terreiro do Pai Maneco quando ainda era menina. Hoje comanda uma gira da semana. FMG

sexta-feira, 17 de julho de 2009

segunda-feira, 13 de julho de 2009

quarta-feira, 8 de julho de 2009

TEMA LIVRE - 9 -

Estamos abrindo novo tópico. Peço que postem aqui, sob pena de eu não ter condição de responder. FMG

sexta-feira, 3 de julho de 2009

quinta-feira, 2 de julho de 2009

RETRATOS INTUITIVOS DO JIMMY


Caboclo Akuan e Pai Maneco



Exu Tranca Ruas das Almas e Cigana Carmem



Pai Luiz de Xangô e Erê Marianinha



Seu João Boiadeiro e Mãe Dona Benta



Exu 7 Encruzilhadas e Exu da Lira



Tio Antonio e Boiadeiro Braguinha



Seo Ogan Kaian

terça-feira, 30 de junho de 2009

sábado, 27 de junho de 2009

DESENVOLVIMENTO MEDIUNICO COM BARRO

Nesta semana a Mãe Lucilia comandou um desenvolvimento mediunico da gira da segunda e antecipadamente pediu que cada médium levasse um pouco de argila. Na hora certa chamou os caboclos de oxóssi e entregou a cada um as argilas levadas pelos médiuns. Foi um sucesso total, porque todos manipularam o barro com muita habilidade. Vejam o depoimento de uma médium cuja entidade esculpiu um belissimo jacaré.
"a cabocla veio e achou aquilo meio mole.
não sei se não lidava com argila ou se a argila com que lidava não era tão mole, enfim.
e fez lá um jacaré e contou-me o porquê - contei pra mãe Lucília e queria dividir isso com o senhor também.
disse que os curumins desobedientes e afoitos que iam pra mata brincar sozinhos muitas vezes se jogavam no rio sem supervisão.
e que principalmente nesses casos alguns acabavam picados por cobras ou mordidos por jacarés.
por isso, diante dos boatos que eram constantes na tribo, muitos deles tinham medo de jacarés.
mesmo pq eles moravam próximos ao rio, e algumas crianças tinham medo que os jacarés viessem a noite comê-las.
aí eles faziam esse amuleto, que era no formato de um jacaré.
buscando assim proteger as crianças dos pesadelos.
era um jacaré curvo. para dentro.
que tinha o tamanho certo pra ser pego com mão de criança. com os dedos encaixados entre as patas e a barriga do jacaré. e que ficava ao lado do espaço em que a criança dormia ou na mão dela ao adormecer.
mas me contou que ali faltava um tipo de elemento: conchas.
disse que na barriga do jacaré, eles colocavam conchas pq era o mesmo material com o qual eles cobriam a cova dos curumins qdo eles eram mortos por animais.
algo como um sambaqui, que pude visualizar, pq ela não conseguia falar o nome.
(é bastante difícil, pra mim, falar incorporada com ela, a fala é meio enrolada.)

fiquei bastante emocionada com isso.
e com a conversa entre as caboclas que faziam e faziam coisas, uma atrás da outra, em barro, contando sua história.

ela ali, conversando com a cabocla que trabalha com a Ana, e se pintando com barro - coisa que aconteceu com mais algumas médiuns, como pude observar na fila da pia (hehe).
o que nos permitiu perceber, além das diferentes ocupações e personalidades das caboclas, a diferença das pinturas das diferentes tribos."

Agora o depoimento da Mãe Lucilia:

Texto resumido com o que foi escrito


"O barro remete à natureza e, se sentindo parte dela ou no meio dela, foi percebido a simplicidade das coisas da vida e que na verdade não precisamos de muito para viver. Essa ligação com a natureza, com o que é puro, limpo e harmônico traz a cura, a alegria, a firmeza, a paz e nos faz ter certeza de fazermos parte de algo maior que está interligando tudo e todos. A natureza nos protege, nos envolve, nos acolhe, dá alimento para o corpo e para a alma e com isso os caboclos se sentiram mais à vontade para contar sua história e mostrar aos médiuns a importância da natureza enquanto manipulavam o barro.
O barro como elemento de trabalho, passou a sensação de transmutar energias, ajudar em curas e por ter sido o primeiro elemento manipulado pelo homem, até mesmo por questão de higiene para alimentação em tigelas, é o que mais o liga à natureza. É um ótimo elemento, pois pode ser utilizado para qualquer tipo de energia, já que com o auxílio de água ele é facilmente limpo e fica então pronto para ser reutilizado."

TEMA LIVRE -7-

Peço a todos que façam suas postagens nesse Tema Livre -7-, que o outro já está quase lotado. FMG

AMACI DA LUANA EM FLORIANÓPOLIS


Fotos do Henrique Karam

quarta-feira, 24 de junho de 2009

LINHA DAS ALMAS

Considerações sobra a Linha das Almas:

É a linha de esquerda que trabalha nas Calungas e a Linha de pretos velhos (Luna)
Há uma diversidade de entidades que trabalham, como na linha de Oriente(Andréa D.)
Trabalha no encaminhamento de almas , pode Preto, Exu e até Ogum.(Lucília)
Linha das almas é uma função/missão que pode ser cumprida por algumas almas(Sidney)
Podem ser encontradas em qualquer lugar, não são nem bons ,nem maus(Ogum sete Espadas-Mãe Alice)
Podem ser encontradas em diversos locais.Representam todos aqueles que partiram e de toda forma podem ajudar e buscam luz. (Carlos- Portugal)
Seriam parentes desencarnados que auxiliam(Jurema)
Podem ser chamadas em qualquer linha, apesar de não ter visto nem na de ciganos, nem na de boiadeiros(Pai Bitty)
num ponto as almas pedem pra ser salvas (abre a porta oh gente...) e em outros elas é que salvam(eu pedi as almas e as almas atenderam...) (Mirtes)

Minhas Considerações:

Inegavelmente a Linha das Almas dentro da Umbanda tem recebido várias definições e colocações. A Umbanda não é tão simples como muitos pensam, mas não pode mistificada a ponto de ter que aceitar tudo que falam sem uma análise mais detalhada. Gosto de ser transparente e por isso falo o que sinto e penso. Quando comecei a decifrar a nossa religião dois assuntos me fizeram algumas vezes perder o sono: o Anjo da Guarda e a Linha das Almas. Claro, ouve aqui e acolá, nossa cabeça se põe a funcionar para chegar a uma conclusão. Foi colocada a Linha das Almas em questão e os comentários que chegaram no blog estão acima resumidos pela Andréa Destefani. Rememorando, as Almas, chamadas até de benditas, sempre foram evocadas pelos antigos. Então elas trabalham, porque considero infalível a voz do povo. Os pontos de chamada da Linha das Almas na Umbanda são cantados nas vibrações coletivas, em todas as linhas da Umbanda e também da Quimbanda. Sempre que isso acontece alguns espíritos carentes e até maldosos incorporam nos médiuns, e sem nenhuma doutrinação visível eles são levados para um lugar de socorro. Isso deixa claro que é nesse campo que eles atuam, ou seja, encaminhar as entidades nesses estados e muitas vezes sendo os obsessores dos encarnados, acontecendo o socorro ao espírito e ao encarnado que fica livre dessa influencia indesejável. Então se elas existem e trabalham de forma organizada, elas têm uma estrutura dentro da Umbanda como todas as linhas auxiliares. Auxiliares não significa neutra. E ainda com todas as opiniões e considerações, o estimado angolano Pai Maneco veio dar sua orientação. De forma simples falou: a Linha das Almas pode ser chamada em qualquer ocasião, ela é subordinada ao Orixá Omulu, portanto fazem parte das Quimbanda, mas não são Exus. São Almas que se manifestam quando chamadas para salvar outras Almas. Não incorporam e não recebem oferendas. Colocado o tópico, quem quiser pode opinar. FMG

sábado, 20 de junho de 2009

domingo, 14 de junho de 2009

quarta-feira, 10 de junho de 2009

SEO JOÃO BOIADEIRO

MÃE BENTA

BOIADEIRO BRAGUINHA

MENSAGEM DOS BOIADEIROS


Olá meus amigos Fernando e Jussaro ,

Seu Fernando eis que somos presenteados com a saudosa presença dos nosso saudosos e companheiros boiadeiros, sou suspeito em falar por admirar muito essa linha de trabalho, mas de qualquer forma algo muito importante no “astral”esta acontecendo e dessa vez sou portador além das pinturas de uma mensagem para todos e uma para o senhor, como não me cabe julgar nada a passarei na integra para você meu amigo . abraço . Jimmy

Mensagem a todos:

Salve a todos os filhos dessa terra maravilhosa e saudosa que a todo momento nos traz muitas saudades e lembranças, onde vamos por vezes pegar um pouquinho do calor que temo somente em volta do brasero que fazemo nestes campos que aqui encontramo e esperamo as mandação que recebemo como lida e as cumprimo de bom coração. Somos povo de Deus, somo povo de Nossa Senhora, somos filhos de uma grande e iluminada sabedoria que coloca cada uma das coisinhas que imaginou em seu devido lugar, assim como nos colocou aqui e junto com ocês temo a chance de algo por um próximo fazê, temo a boa missão de ilumina uma picada que no escuro esta, temo a verdadeira graça de pegar no colo a criação de nosso pai e leva para próximo do candiero. Somo a parte que os incauto traz pra mãe protetora, e por ela ajoelhamo pela benção, proteção e compreensão que um dia tanto precisamo.
Ora por fim somo somente mais um povo que no tempo vivemo e nele aprendemo a entende mais sobre essa lavrura que é o viver, com ele o tempo acabemo por entende um pouco disso mais não somo dono da verdade, só bons filhos dela , e por ela ajudamo a esquenta até o mais frios corações e mais perdidas esperanças. Somo mensageiros da esperança e por ela descemo em suas reza, e das tuas rezas nos fazemo existi , somo então por hora filhos da misericórdia divina. Salve a tudo ocês.

Um boiadeiro.

(não coloquei as acentuações todas pode precisar ler mais de uma vez, mas assim o fiz para manter integras as respiradas na fala do espírito)

E para o Senhor seu Fernando:

Este mesmo boiadeiro junto aos muitos que estiveram comigo ( alguns ainda irão aparecer em pinturas ) conversando pediram para que eu passa-se para o senhor como se fosse um pedido, disseram que neste momento seria uma grande alegria existir uma oportunidade de existir uma grande cerimônia ( gira) de boiadeiros em nossa casa, uma que junta-se a todos, mas que não fosse uma festa e sim um momento de trabalho mesmo. Pediram que em todos os trabalhos cotidianos, fosse sendo guardado o nome e forma de contactar as pessoas que estão totalmente desenganadas, totalmente incautas da vida, ou como eles falaram , os causos desgostados, que estas pessoas fossem marcadas para serem atendidas nesse trabalho, as que das esperanças do homem já estão abandonadas.

Esta é a mensagem Pai Fernando, seguem as pintiuras do Sr. João Boiadeiro, da Mãe Boiadeira, e do Boiadeiro Braguinha.

Axé

Jimmy

segunda-feira, 8 de junho de 2009

TEMA LIVRE - 4 -

Por excesso de tópicos, estou abrindo o Tema Livre 4. Vou começar onde parei e estava postando a resposta para a Luna. Dizia que a história da águia do caboclo Akuan eu vou transcrever aqui no blog. Quanto a minha saúde, não se preocupe que estou muito bem, principalmente porque me cuido. Por curiosidade vou revelar que há uns quinze anos atrás no nosso terreiro um médium incorporado com sua entidade comunicou à minha mulher que eu ia desencarnar. De lá para cá essas previsões não parararam. E eu aqui, no blog e postando...

sábado, 6 de junho de 2009

MÃE LUCILIA


Já publicamos as fotos da Mãe Jô e do Pai Jussaro.
Agora é a vez da Mãe Lucilia.