Assine aqui para receber atualizações deste blog

domingo, 8 de novembro de 2009

CONVOCAÇÃO

Estou convocando através de e-mail individual e pelo presente blog, todos os médiuns do Terreiro do Pai Maneco, membros que atuam na engoma e no meio, os pais e mães de santo e seus respectivos mãe e pai pequeno, para uma reunião em nosso terreiro no próximo sábado, as 15:00 hs. A pauta vai ser nossas atividades no próximo ano, principalmente a que se baseia na postagem da Ma Helena e um projeto ainda não divulgado elaborado pela Roseli Bassi, com a intenção e entregá-los à Camara Municipal e Assembléia Legislativa. Esse projeto visa um trabalho de voluntários e é muito abrangente, principalmente pregando entre os jovens a necessidade de viveram em paz e longe da violência e das drogas. Vamos também convocar, aprovado o projeto, a Federação de Umbanda do Paraná, a quem cabe o direito de representar nossa Umbanda. Peço o comparecimento de todos. Muitas decisões vão ser tomadas e comissões erão constituídas para que sejam efetivamente formadas e delineadas todas atividades do Terreiro do Pai Maneco. Aguardo a todos. FMG

34 comentários:

  1. Sidney, Desiree e Raul confirmam presença!

    ResponderExcluir
  2. Mucuiu, Pai Fernando!
    Tomei a liberdade de postar a sua convocação para a reunião na comunidade do TPM no orkut. Abraços, Fernanda - Engoma da terça - Curitiba/PR

    ResponderExcluir
  3. Confirmado minha presença.
    É hora de unirmos nossas forças!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela iniciativa, Pai Fernando,
    A Roseli Bassi é pessoa gabaritada um grande pessoa. Tem projetos sociais de longa data e histórico bastante atuante em causas sociais.
    Um fraterno abraço a todos,

    ResponderExcluir
  5. Pai Fernando, boa noite! Sua benção!

    Não sei se cabe. Mas hoje mesmo estava falando com Bruno sobre a ajuda que os terreiros podem dar...

    Muitas das vêzes existem dentro de qquer terreiro pessoas que atuam numa determinada área profissional que pode e muito ajudar a comunidade. Inclusive saindo do terreiro.
    Imagina com tantas pessoas que ai fazem a corrente!!!

    Existem psicólogos, Advogados, pessoas que trabalham com RH. Profissional de vendas, terapeutas...Enfim, diversas áreas!

    Tem pessoas que estão muito próximas de nós e que precisam de ajuda, mas não as enxergamos, achando que os que vem de fora são os mais importantes...

    Bom, porque falo dessas profissões ai em cima...

    Porque existem pessoas dentro do nosso terreiro que estão desempregadas ( mas que um profissional de RH pode ajudar a elaborar um melhor currículo...)
    Existem pessoas que sabem vender mas não sabem como começar ( ai entra o profissional de vendas...)
    Existem pessoas que tem processo na justiça mas não sabe qual caminho tomar ( então entra o advogado para encaminhar a pessoa...)
    Na verdade ao nosso lado pode estar uma pessoa passando necessidade de comida, mas está ainda na corrente ajudando.
    Existem mães que trabalham no terreiro e não sabem como ajudar seus filhos usuário de drogas...
    Enfim, são diversos fatores que me levam a pensar...
    Uma vêz escutei num terreiro que visitava que o centro não era assistêncialista. Ok! Mas, pra que serve a religião??? Ainda mais que prega a caridade??? É começar mesmo por quem está ao nosso lado.
    E na verdade acho que a melhor ajuda é sempre dar o caminho e não caminhar pela pessoa...E isso acredito que todos podem contribuir.

    Bom, não sei se é isso pai Fernando, esse projeto futuro de vcs.Se eu estiver equivocada com o tema não precisa postar.
    Axé e boa semana para todos!

    Luna - RJ

    ResponderExcluir
  6. Luna, isso na verdade nós já fazemos aqui já faz tempo. Não entendo isso como uma obrigação,maws solidariedade e amizade entre o grupo. Apesar disso, não fica fora a possibilidade disso fazer parte do projeto final. FMG

    ResponderExcluir
  7. Pai Fernando,
    Bom dia!
    Como professora, sempre acreditei que o caminho para tudo é a educação.Creio que quando temos ensino de qualidade, temos cidadãos críticos, que refletem sobre seus atos e da sociedade, que questionam, se organizam e participam daquilo que pode realmente acontecer para transformar o mundo a sua volta.
    Fica aqui minha contribuição:
    Como não poderei participar da reunião no sábado, pois meus prazos do mestrado estão cada vez mais apertados, digo ao senhor que ano que vem pretendo colocar em prática um projeto que já queria ter feito esse ano.
    Gostaria muito, como já havia falado com a Lucília no começo do ano, de dar aulas de prática de texto e língua portuguesa, com um foco voltado para o vestibular, lá no TPM.
    Infelizmente, em virtude do mestrado, esse ano não foi possível colocar esse plano em prática.
    Entretanto, ano que vem, a partir de Abril, estarei mais livre para isso!
    Qual o objetivo disso? ajudar aos vestibulandos a estudar e entender a importância da prática de leitura e escrita. Acredito ainda, que essa importância extrapole os limites de uma simples prova, e que sim, essa prática seja essencial para toda vida de qualquer pessoa!
    Fica minha contribuição!
    Assim que o tsunami chamado mestrado passar na minha vida, envio um projeto bacana e estruturado para colocarmos em prática esse curso no ano que vem!
    Saravá!

    ResponderExcluir
  8. Ana Tezza, conversei com a Lucilia e ela disse que sábado estará apresentando tua e representando vc nesse caso uma vez que vc não poderá estar presente. Fique certa que treu nome já está anotado para isso. FMG

    ResponderExcluir
  9. Olá Pai Fernando. Novamente parabéns pelas brilhantes ideias.
    Tenho que pedir desculpas, pois não poderei comparecer, estarei em um curso em São Paulo.
    Abraço
    Rogerinho

    ResponderExcluir
  10. Aline, Morro de Sao Paulo/Ba9 de novembro de 2009 15:20

    Mucuiu Painho!!!!
    Boas perspectivas pairando no ar!!!!
    Infelizmente estou distante para participar desta reuniao, mas faço-me presente atraves da vontade de ajudar. Quero saber de tudo o que aconteceu e em que posso somar.
    Toda e qualquer decisao que eu possa contribuir daqui da Bahia, estarei à disposiçao.

    Da minha parte, começo a colocar em pratica um projeto paquenino, mas com muita esperança que dê frutos: No dia 15/11, domingo, estaremos reunidos aqui em Morro, um grupo de seis professores voluntarios e crianças de cinco a onze anos de idade, para o nosso "I° Encontro da Amizade". Sera um dia inteiro de brincadeiras, esporte e cultura (pintura, musica e teatro improvisado), aonde debateremos temas como preconceito, droga e violencia de uma forma aberta, mas sem perder a magia do momento.
    Todos os adultos que se comprometeram em me ajudar, sao pessoas interessadas no progresso do planeta e que acreditam na educaçao como base para um mundo melhor.
    Como nao houve patrocinio, limitei em quarenta crianças convidadas. Se metade delas aparecerem, ja nos sentiremos em avanço, se todas comparecerem, sera uma alegria. Espero que este seja o primeiro de muitos outros encontros.

    Vamos todos começar de alguma forma a plantar sementes de amor e respeito nestas nossas perolas, que sao as crianças.

    Sarava a todos!!!
    Aline

    ResponderExcluir
  11. Pai Fernando, mucuiu!

    Carol e eu estaremos presentes e à disposição.

    Obrigado,

    Rodrigo - Curitiba/PR

    ResponderExcluir
  12. Venho justificar a minha ausência na reunião, estarei em São Paulo.
    Mas quero também compartilhar o meu orgulho em fazer parte de um Terreiro que vai além do espiritismo, se preocupa com questões cotidianas.
    Saravá!

    ResponderExcluir
  13. boa tarde pai fernando,

    confirmo minha presença e aproveito para dizer que estou cada vez mais orgulhosa e feliz em ter oportunidade de freqüentar essa Casa, pela sua brilhante luz e pelos bons e justos intuitos que movem seus dirigentes.

    paz e amor de Oxalá para todos nós!
    grande semana a todos!
    abçs
    cristiane - gira de quarta/pai léo

    ResponderExcluir
  14. Fernanda Garcez - Floripa SC9 de novembro de 2009 18:16

    Mucuiú Pai Fernando! Muito boa a iniciativa, mas infelizmente não poderei comparecer. Essa é a época que fervem os trabalhos por aqui em Floripa e minha empresa está a mil. Mas, de qualquer forma, o que precisarem de mim, podem contar. Posso ajudar a divulgar as ações e decisões do TPM na mídia, afinal sou assessora de imprensa e ainda mantenho ativa minha lista de contatos de Curitiba. Podem contar comigo para ajudar a tornar públicas as ações tomadas pelos seus filhos, se assim for desejado. Assim como, aqui no Terreiro do Pai Maneco de Floripa, trataremos logo de dar continuidade nos planos, sejam eles quais forem.
    Estamos sempre com o senhor, de algum jeito. Contem comigo! Beijo e saravá

    ResponderExcluir
  15. Mucuiu Padrinho.
    Deixo aqui meu apoio a toda comunidade TPM.
    Infelizmente a distancia e a epoca - pré ferias e veráo, aonde meu trabalho triplica aos finais de semana - me dificultam a ida a reuniáo.
    Durante semana estarei focado em viabilizar o começo do trabalho aqui. Mesmo pequenino o TPM sáo paulo ira seguir o exemplo da matriz, náo só no campo espiritual, como no social.
    Estou atento a novas informaçóes.
    Axé e muita luz para o novo movimento.
    kiko - TPM sáo paulo.

    ResponderExcluir
  16. Estarei presente no sábado.Conheço Programação Neurolinguística, se isto puder ajudar, estou a disposição.De qualquer forma, quero muito participar.
    Obrigada pela oportunidade

    ResponderExcluir
  17. Oi Kiko! TPM em São Paulo? Que noticia boa!!!
    Tenho familiares e amigos que moram em São Paulo. Me passa o endereço?
    O TPM já é iluminado e sua multiplicação abençoada.
    Saravá o Terreiro do Pai Maneco
    Saravá a Umbanda

    ResponderExcluir
  18. Mucuiu Padrinho.
    Oi Maura.
    Conforme disse o cigano Woisler, a casa já existe, pois eles ja providenciaram. Mas eu aqui em baixo do telhado, ainda estou procurando.
    Tenho Fé que até final de dezembro ja teremos o endereço do nosso TPM na capital paulista. Um pedacinho do amor de maneco sob o comando do nosso Pai fernado e de nossa máe lucilia.
    Preciso de torcida aee familia. please.
    Saravá TPM.
    Axé.
    Kiko - TPM sáo paulo.

    ResponderExcluir
  19. Desculpa usar este meio pra mandar uma mensagem, mas não possuo nenhum link de contato com o Kiki, ok Pai Fernando?
    kIKO ME PROCURA QUE TEM UMA PESSOA PRA TE AJUDAR EM SÃO PAULO. addestefani@hotmail.com

    ResponderExcluir
  20. Mukui-ú Pai Fernando,

    mais uma òtima gira ontem, muito obrigado. Como tenho um compromisso no sábado, tinha feito um texto grande para colaborar com o evento mas, por minha ignorancia em blogs, acabei perdendo tudo e a inspiração também..
    Tento repetir a idéia principal, sem a poesia inicial:
    Todos sofremos com essa violência, ainda mais quando tão perto de nós, em nossa comunidade TPM (mais que familia, pois escolhemos estar aqui). Acho que, como sociedade, temos esquecido dos ensinamentos dos mestres, entre eles nosso Pai OXALÁ = Amar ( e respeitar) ao próximo como a nós mesmos.
    Então, cada um deve primeiro se respeitar concientemente(vida digna, sem excessos, sem ganância) e transmitir isso no contato de cada um com o mundo (ao próximo e à natureza mágica que nos abriga). Pelo exemplo da revolução individual, é claro que isso pode e deve se replicar em escala geométrica, buscando atingir a PAZ.
    UTOPIA, é claro, mas temos que começar por alguma ação e nós mesmos podemos começar em cada um, dando sentido à nossa passagem por esta pequena poeira cósmica.

    Na Prática, acho que uma ação buscando divulgar de forma simplificada as grandes escolas e boas práticas filosóficas (ocidentais e orientais, antigas e modernas) poderia ser uma linha de ação, pelo incentivo a se pensar o Ser e sua inserção na sociedade e na natureza.

    AXÉ

    Renato Reveles

    ResponderExcluir
  21. Mucuiu Padrinho.
    Andrea,, noticia mais do que boa.
    Já te add no msn.
    Para quem se interessar em participar desde o comecinho,,, aqui vai.
    msn e email - kikocodina@hotmail.com
    11 - 82249766
    12 - 78126514
    nextel - 7*75457
    axé.

    kiko - tpm sáo paulo.

    ResponderExcluir
  22. Não poderei estar compartilhando as idéias e decisões devido a não poder estar em Curitiba na data.
    Acabo de me afastar do projeto assistencialista que coordenava pelo fato de as vezes o reconhecimento social, o status, a ideologia, a prepotencia e a disputa de poder não estarem batendo com a realidade das nossas crianças.
    Vamos manter os olhos e principalmente o coração aberto para as necessidades do mundo, não nas nossas...
    Estou muito orgulhosa Baba!
    Tenho certeza que faremos um lindo trabalho em equipe!
    Beijuu

    ResponderExcluir
  23. Ai lá vou eu de novo,mas não poderia deixar isso passar em branco. Alice não desista. É o seu amor que bate com o que as crianças precisam e o resto é o resto.Você vai privá-las daqueles abraços gostosos como vi na foto, postada neste blog? Esqueça de quem quer só aparecer, isto o tempo resolve...Faça o que vc puder, sem se importar com o resto, ok? Estarei sempre enviando e pedindo as entidades que te deem forças pra continuar com suas crianças....

    ResponderExcluir
  24. Mucuíú Pai Fernando
    Mucuiú Pai Beco

    Fico feliz pela iniciativa desta reunião , por outra lado triste por não poder participar pois tenho que trabalhar em um evento que já havia sido agendado a mais de 30 dias,mas me coloco a disposição , tenho um grande conhecimento no setor de coordenação de eventos pois fui durante 12 anos secretario e coordenador de esportes e cultura de algumas cidades da região metropolitana ..e tb de elaboração de projetos sociais para angariar recursos públicos e da iniciativa privada,desde já a disposição!
    Sucesso Pai Fernando

    Gilmar Franco.
    -Gira de quinta feira-

    ResponderExcluir
  25. Alice
    Vc deve ter seus motivos e cabe respeita-los. Ha momentos em que avançar é coragem e em outros delirio. ha momentos em que recuar é estratégico e em outros insegurança. Só vc sabe as feridas que tem das batalhas que travou. Desejo que seja uma retirada para juntar forças e recolorir o sonho. Pois nada somos sem nossas utopias.
    E como dizia Raul o sonho sonhado junto é realidade. Que apareçam os outros sonhadores...
    abracao
    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  26. Mucuiú Pai Fernando:
    Existe um projeto que pode ser conhecido pelo site www.naoviolencia.org.br com o mesmo objetivo de desestimular a violência,com idéias que podem ajudar a nossa iniciativa.
    Um abraço,
    Cristiane

    ResponderExcluir
  27. Sidney! Obrigado pelas palavras!
    Ma verdade não são feridas que que matam um Ogum, mas uma bataha com estratégia mal feita, que sai dos objetivos que se iniciou a guerra.

    Pai Fernando, não poderemos ir no sábado, mas eu, a fer e nossa corrente estamos muito animados e cheios de idéias!
    Saravá!

    ResponderExcluir
  28. Pai Fernando sou filha de oxossi da gira de quinta meu nome é mainara por motivos não só de trabalho mais de problemas de não aceitação de meu namorado minh a na umbanda nao poderei ir no sabado a s tres horas me desculpe gostaria de ir mais ja foi um parto ele ter aceitado que eu entrasse na umbanda a familia dele é evangelica ...Bom alem disto o pia leo falou q ue era pra eu me informar com a lguem sobre o oque aconteceu na reuniao é o q ue farei .....Em seu livro vc comentou um caso de separação de um homem com uma mulher devido ele ter insistidoe fanatizado a umbanda certo ....Por isto hoje não vou ...Gostria de conversar com voc~e por e-mail....sou medium vidente e audiente e o pia beco disse q ue vc tbem é ....fiquei mais calma porque achava q tava louca ianda bem q ue encontrei minha tribo pai fernando pq nunca me achei nestes 29 a nos em lugar nenhum e seu centro ta me ajudando muito ...obrigada de coração e gostaria de saber se vc tem um e-mail que eu pudesse te contar algumas coisas que a contecem comigo pq tenho vergonha de falar a todos bjus mainara

    ResponderExcluir
  29. pai fernando nao poderei ir na reuniao de sabado devido a familia de meu namorado ser evangelica e ja foi um parto ele aceitar eu ter entrado na umbanda em seu livro vc fala do fanatismo e que tem um casal que se separou devido a imposição do rapaz de so falar em umbanda certo por este motivo fiquei com medo de perder meu namorado pq ele ja nao afguenta mais a minha mediunidade e eu ir em centro .....me desculpe mais vou me informar sobre a reuniao com uma amiga da gira de quinta que eu sou ....gostaria de te contar algumas coisas sobre mim que so contei ao pai beco sobre mediunidade vc tem um e-mail so seu ??? obrigada pai fernando meu nome é mainara janaina jonsson

    ResponderExcluir
  30. Fernanda - Floripa SC15 de novembro de 2009 15:58

    Pai Fernando, mucuiú! Desculpe usar o blog para isso, mas a Mainara que escreveu para o senhor acima estudou comigo anos e fomos muito amigas no infância. Depois de anos sem nos ver, nos encontramos no terreiro, na correria da gira e nem pudemos conversar muito. Procurei ela no orkut e não achei e aproveito que ela está lendo o blog para pedir o email dela, pois posso escrever e manter o contato. Mainara, é a Fer Garcez, me passa seu email. Beijo painho e Mainara

    ResponderExcluir
  31. E ai Baba!
    Como foi a reunião?
    Estamos cheios de idéias e esperando orientações!!
    DE MÃOS DADAS E COM OS PÉS NO CHÃO!
    Bora fazer acontecer1
    Saravá1

    ResponderExcluir
  32. Alice, com bastante gente foram apresentados varios projetos. No dia 5 todos vão ser reunidos e analisados. Depois mando para vc. FMG

    ResponderExcluir
  33. OK! aqui eu e a Fer vamos visitar uma instituição de crianças afastadas dos pais por inúmeros motivos. (quem veio na festa de Cosme conheceu algumas).
    Vamos levantar as maiores necessidades para ver a melhor e real forma de ajudar com o que eles realmente precisam.
    Mando o projeto no decorrer...
    Beijuu

    ResponderExcluir
  34. Pai Fernando, meu nome é Sheila irmã do Assis, sou da gira do Pai Léo e participei da reunião sobre os projetos sociais. Qdo. frequentava outro terreiro surgiu também a necessidade de sair do asssistencialismo e efetivamente trabalhar com a parte social. Eles foram em busca de uma assistente social que além de fazer as pesquisas de campo para ver aonde estava a carência, buscou o foco aonde a casa iria atuar
    e foram feitos projetos para buscar recursos visando a sustentabilidade do mesmo. A mesma
    profissional também ficou responsável em atender
    as pessoas que chegavam no terreiro em busca de
    alguma ajuda material( jurídica, alimenticia,
    médica, etc). Se houver interesse posso entrar
    em contato com essa pessoa e solicitar uma
    reunião voluntária para que seja apresentado
    seu trabalho ao terreiro.

    ResponderExcluir