Assine aqui para receber atualizações deste blog

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

DEPUTADO QUER INSTITUIR O DIA DA PAZ DAS TORCIDAS ORGANIZADAS


O Deputado Caito Quintana (foto) apresentou esta semana na Assembléia Legislativa do Paraná o Projeto de Lei que institui no calendário oficial do Estado do Paraná o dia 4o Domingo do mes de Outubro como "O DIA DA PAZ ENTRE TORCIDAS".
Em sua justificativa o Deputado Caíoto argumentou que a cada partida de futebol a sociedade contabiliza os prejuízos causados pelo vandalismo que invade as cidades, principalmentge em tornomdos estádios. Embora os esforços das equipesde segurança pública ou privada sejam extremados para que na haja tais acontecimentos, a cada partida de futebol novos acontecimentos, nefastos, são produzidos por vândalos e marginais misiturados entre os torcedores.
O Deputado lembrou que no dia 25 de Outubrode 2009, entre noticias que precedem as partidas de futebol, fomos surpreendidos por um fato isolado que estarreceu a sociedade paranaense: o atropelamento do estudante de direito da Faculdade de Curitiba - JOÃO HENRIQUE MENDES XAVIER VIANA, 21 anos, na saída de um estádio na Cidade de Curitiba. O fato consumado, seguido de milhares de manifestações nas ruas e na rede mundial de computadores, através do documento "MANIFESTO PELA PAZ E CIDADANIA'", encaminhado às autoridades e jornalistas de todo o país, traz-nos a reflexão de que tal situação jamais poderia ter acontecido, mas se aconteceu não poderá passar despercebido aos olhares atentos da sociedade civil representada por este legislativo. Além de se tratar do estudante e do filho Jão Henrique, trata-se do jovem João Henrique teve, abrupta e violentamente, todos os seus sonhos interrompidos apenar por ter ido a um estádio de futebol.
O Deputado Caíto falou que "com a aproavação do projeto" teremos a oportunidade da conscientização das torcidas; os amigos e familiares do João Henrique continuarão com a caminhada para combater a banalização da violência:por mais que se vá à guerra, ninguém sai de casa para morrer! Esta data é oportuna para que as torcidas organizadas prestem contas, nas tribunas disponíveis, de um balanço anual que demonstre as ações tomadas para que seja coibida a violência nos estádios e que o futebol continue sendo o programa da familia paranaense - esta é a grande meta!"
O BLOG DO PAI MANECO ESTÁ À DISPOSIÇÃO DAS TORCIDAS PARA DIVULGAR AS AÇÕES QUE TOMARAM PARA QUE SEJA COIBIDA A VIOLÊNCIA NOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL, conforme consta no projeto apresentado pelo Deputado Caíto. FMG

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

ENSINAMENTOS DO SEO BEIRA MAR

O seo Ogum Beira Mar, que trabalha com a médium Andréa Destefani, nos brindou com uma explicação sobre o uso da água. Segundo ele a água da chuva é utilizada em processos de cura que necessitem de fluidez, como o pulmão, o coração e os rins. Já a aágua do poço - que vem de dentro da terra, só para trabalhos espirituais de transformação, ou seja, para espíritos que consolidaram seus problemas por várias encarnações e necessitam de mudanças drásticas. A água dos rios serve para problemas financeiros que envolvam demandas, e a água do mar para depressões causadas por obsessores. A água gelada ou congelada só para doenças que se alastrem. Toda água deve reteornar depois de usada nos rituais para a terra, com excessão da água do mar que deve ser misturada com a água doce para então ser descarregada na terra.
Achei interessante e por isso publiquei no blog.
FMG

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

TESTE

Depois de tanto assunto pesado e aborrecido, vou lançar um polemico assunto: por que o médium não pode incorporar usando óculos? Ou pode? Na semana passada o Caboclo Akuan foi consultado sobre isso. Depois de alguns comentários vou relatar o que ele disse. Esse tópico é para ordenar o blog. FMG

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

UM CAPITULO PARA COMENTÁRIOS

Aproveitando uma sugestão no blog, estou postando um capitulo do meu livro Grifos do Passado para apreciação e comentários. Fiquem à vontade para suas criticas e duvidas. La vai:


"CAPITULO 6

TERCEIRA ENERGIA

O Domingos era um membro da corrente. Gordo, brincalhão e alegre, era muito querido por todos. Dizia coisas desconexas. Falando sobre preparação espiritual dos médiuns, deixou escapar uma das suas marcantes falas:

- A gente lê, estuda e aprende. Quando vem o espírito, ele faz o que quer, não adiantando nada o que se aprendeu.

O pai-de-santo fechou a cara, demonstrando sua indignação pelo comentário do festejado gordo, principalmente por contradizer tudo aquilo que ele pregava. O Ferro costumava berrar, gritar, reclamar por tudo, mas tinha um coração imenso. Toda aquela postura era mentirosa. Mas, filho de Ogum não deixava as coisas para depois. Interrompeu e vociferou:

- Domingos, você é um burro! O médium tem que dar condições ao espírito, para poder extrair sua cultura. Na umbanda chamamos o médium de cavalo. Um cavalo bem domado, sabendo andar, trotar e galopar, deixar ser montado e obedecer as rédeas, facilita ao cavaleiro. Quanto mais preparado, cultural e espiritualmente, mais fácil para o espírito dar sua comunicação. Você é um imbecil!

Apesar da grosseria das palavras, todos, inclusive o Domingos, acharam graça da forma do pai-de-santo expressar-se.

Embora comum e fundamental para a religião espírita, a incorporação de um espírito com o médium é um grande mistério. O Domingos acreditava que não adiantava nada o médium ter cultura espírita. Já o pai-de-santo com sua experiência pregava o contrário. Foi com outro espiritualista que entendi a incorporação e a necessidade da preparação do médium.

Naquela ocasião, ainda não conhecia o Andir de Souza, um experiente pai-de-santo. Gosto de conversar com ele e, principalmente, trocar idéias sobre a umbanda. Falávamos sobre a mediunidade, principalmente no que se refere a diferença da mesma entidade incorporada em médiuns diferentes.

- É a terceira energia – disse.
-
- Terceira energia? Explique melhor, pedi.

- O espírito é uma energia e o médium é outra. Cada qual com sua cultura, sensibilidade e conhecimentos. Um é um e outro é outro. Entretanto, quando a entidade toma o corpo do médium, essas energias se unem, formando uma terceira. Ambos estão ali presentes, reunidos em uma só força. É como dois em um.

- Como o café com leite? Tentei ajudar.

- Sim, boa colocação – elogiou. O café é uma bebida pura, o leite também. Os dois juntos criam uma terceira bebida.

- Isso explica bem. Se a entidade incorpora em mim, ela fica com uma parte que sou eu. Se incorpora em outro, fica com uma parte do outro. Não pode ser igual, em dois médiuns diferentes. Falei, para esclarecer minha compreensão.

- Isso mesmo, disse o Andir. Vamos imaginar um exu, incorporado em um médium manso, culto, amoroso, com sua aura limpa e vibrante. O mesmo exu incorporado em um médium menos preparado, violento, e cheio de ódio. Obviamente, no primeiro, ele vai trazer, em sua manifestação, toda esta parte boa do médium, misturada em sua energia. No segundo médium, vai ter que lutar para não deixar esta parte ruim do médium, se sobrepor à sua vontade. Vai parecer, para quem conversar com os dois médiuns, que não é a mesma entidade.

- O princípio do computador. Completei. O espírito só pode tirar do médium o que ele tem programado. Como um computador. Se seus arquivos são de má qualidade, só pode informar coisas semelhantes. É, está bem esclarecido este ponto.

Enquanto voltava para casa, pensando na proveitosa troca de idéias com o Andir, lembrei-me do Domingos.

- Pena que o Domingos já desencarnou, senão poderia explicar para ele o que o Ferro não conseguiu. "

FMG

domingo, 8 de novembro de 2009

CONVOCAÇÃO

Estou convocando através de e-mail individual e pelo presente blog, todos os médiuns do Terreiro do Pai Maneco, membros que atuam na engoma e no meio, os pais e mães de santo e seus respectivos mãe e pai pequeno, para uma reunião em nosso terreiro no próximo sábado, as 15:00 hs. A pauta vai ser nossas atividades no próximo ano, principalmente a que se baseia na postagem da Ma Helena e um projeto ainda não divulgado elaborado pela Roseli Bassi, com a intenção e entregá-los à Camara Municipal e Assembléia Legislativa. Esse projeto visa um trabalho de voluntários e é muito abrangente, principalmente pregando entre os jovens a necessidade de viveram em paz e longe da violência e das drogas. Vamos também convocar, aprovado o projeto, a Federação de Umbanda do Paraná, a quem cabe o direito de representar nossa Umbanda. Peço o comparecimento de todos. Muitas decisões vão ser tomadas e comissões erão constituídas para que sejam efetivamente formadas e delineadas todas atividades do Terreiro do Pai Maneco. Aguardo a todos. FMG

terça-feira, 3 de novembro de 2009

MAIS DO QUE NUNCA, OS UMBANDISTAS DEVEM OPINAR

Inegavelmente a morte do jovem João Henrique, atropelado propositalmente por motorista embriagado que dirigia o carro só porque era torcedor de outro clube, está movendo muita gente que exige uma providencia. Nós fizemos isso com relação à Federação de Umbanda do Paraná, mas um grupo do nosso terreiro liderado pela jornalista Andréa Destefani, foi mais além e está em contato com a Assembléia Legislativa e a Camara Municipal. As duas casas querem colaborar, por isso estou pedindo a todos que façam suas postagens dando sugestões que serão levadas às autoridades. Eu antecipo a minha pedindo que sejam buscadas recompensas no comércio local para premiar, mesmo que sejam com mercadorias, os que indicarem os vendedores de drogas, principalmente nos estádios, e que resultarem em suas prisões. Voltamos ao tradicional "Recompensa-se quem indicar onde estão os bandidos". Bem, com urgencia eu peço postagens e como temos 10.000 acessos por mes, não vou entender poucos comentários. Agora é para vale. FMG