Assine aqui para receber atualizações deste blog

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

ENSINAMENTOS DO SEO BEIRA MAR

O seo Ogum Beira Mar, que trabalha com a médium Andréa Destefani, nos brindou com uma explicação sobre o uso da água. Segundo ele a água da chuva é utilizada em processos de cura que necessitem de fluidez, como o pulmão, o coração e os rins. Já a aágua do poço - que vem de dentro da terra, só para trabalhos espirituais de transformação, ou seja, para espíritos que consolidaram seus problemas por várias encarnações e necessitam de mudanças drásticas. A água dos rios serve para problemas financeiros que envolvam demandas, e a água do mar para depressões causadas por obsessores. A água gelada ou congelada só para doenças que se alastrem. Toda água deve reteornar depois de usada nos rituais para a terra, com excessão da água do mar que deve ser misturada com a água doce para então ser descarregada na terra.
Achei interessante e por isso publiquei no blog.
FMG

13 comentários:

  1. sidney oliveira, ctba26 de novembro de 2009 00:00

    Saravá nosso Planeta Água!
    Temos mais um século pra cuidar dessa riqueza que são as águas. Tudo inclusive o homem tem na água seu elemnto chave. Que sejamos dignos desse presente.
    abraços
    Sidney

    ResponderExcluir
  2. Saravá Seo Beira Mar...
    Saravá os ensinamentos e o compartilhamento das experiencias dos mediuns..
    Muito bom estaer
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Saravá Seo Beira Mar!! Sempre passando inúmeros ensinamentos para gente!!!!

    ResponderExcluir
  4. Pai Fernando e demais blogueiros: Muito se fala na Umbanda sobre a enrgia das ervas, do fogo, mas muito pouco se diz sobre a água. Quando comecei a trabalhar no terreiro com o seo Beira Mar , confesso que ficava um pouco confusa por outros Oguns trabalharem com cerveja e ele somente com água.Posso dizer que hoje bebo mais água por insistência dele. Tenho aprendido muito sobre água e respiração com ele, pois fala insistentemente que nós não fazemos duas coisas básicas para manter o corpo equilibrado física e espiritualmente: respirar direito e beber água adequadamente. Confesso que até ele começar a falar sobre isto não tinha me dado conta, por ser algo tão simples.
    Gostaria muito de ouvir outras experiências de médiuns cujas entidades trabalhem com a água, pois certamente nos enriquecerá este tipo de conhecimento. Acredito que a água ainda não seja assim tão explorada na Umbanda, pois nunca li nada a respeito.Saravá a todos! Saravá Ogum!

    ResponderExcluir
  5. aline, Morro de Sao Paulo-Ba26 de novembro de 2009 11:04

    Mucuiu Painho!!!!
    Nossa, com certeza este apontamento vai para meu caderninho!!!!
    Sarava Seo Beira Mar!
    Sarava a mediun Andrea!

    Abraços a todos
    Aline

    ResponderExcluir
  6. Salve Pai Fernando.
    Salve Ogum Beira Mar
    Salve Andréia.

    Água essência da vida sem ela é impossível existir vida no Planeta Terra, como é bom ouvir estes ensinamentos destes espíritos que nos passam com a maior simplicidade suas pesquisas e estudos de anos, a importância desta substância que chamamos de água.

    Eu sempre tive curiosidade quando era cambone e via garrafas de água de chuva, rio, mar, cachoeira... mas sempre na hora de perguntar pro preto-velho Tio Toninho eu acabava esquecendo. Agora de uma forma simplificada mas cientifica o Seo Beira Mar deu a resposta.

    Por isso devemos preservar e cuidar deste bem tão precioso que nos foi dado de graça.
    Salve todos os espíritos que tem este conhecimento sob a água e fizeram por merecerem.

    Sarava
    Gerson_Curitiba

    ResponderExcluir
  7. Mucuiú, Pai Fernando. Realmente, essa é uma grande lição.Estava pensando nas transformações que os espíritos fazem por intermédio da água. Como quando a usam para a cura, de todos os tipos. Tive duas experiências com água muito interessantes. Primeira, o Boiadeiro, que trabalha comigo, sempre faz um gesto de que quer uma "pinga" num copinho pequeno. Aqueles que se toma em boteco. Como ninguém dá, ele pede água e é como se estivesse bebendo a cachaça. E eu sinto como se estivesse mesmo. Segunda, a Pomba-gira que trabalha comigo, também faz a mesma coisa. Mas, com ela parece que estou bebendo vinho. E ela pega aquela taça e faz gestos de que é um vinho maravilhoso e eu quase sinto o gosto. São sensações muito agradáveis que passa pelos meus sentidos e que, provavelmente, servem para o trabalho mediúnico.
    Também tem um médium em nossa gira, que trabalha com um potinho de água, e a entidade chega com aquele pote perto da nossa mão, sem encostar, a água parece que ferve.
    Enfim, são ensinamentos diários, que não podemos deixar de assimilar.

    Saravá a todos!

    ResponderExcluir
  8. sidney oliveira, ctba27 de novembro de 2009 20:15

    Planeta Água (guilherme Arantes)

    Água que nasce na fonte
    Serena do mundo
    E que abre um
    Profundo grotão
    Água que faz inocente
    Riacho e deságua
    Na corrente do ribeirão...

    Águas escuras dos rios
    Que levam
    A fertilidade ao sertão
    Águas que banham aldeias
    E matam a sede da população...

    Águas que caem das pedras
    No véu das cascatas
    Ronco de trovão
    E depois dormem tranqüilas
    No leito dos lagos
    No leito dos lagos...

    Água dos igarapés
    Onde Iara, a mãe d'água
    É misteriosa canção
    Água que o sol evapora
    Pro céu vai embora
    Virar nuvens de algodão...

    Gotas de água da chuva
    Alegre arco-íris
    Sobre a plantação
    Gotas de água da chuva
    Tão tristes, são lágrimas
    Na inundação...

    Águas que movem moinhos
    São as mesmas águas
    Que encharcam o chão
    E sempre voltam humildes
    Pro fundo da terra
    Pro fundo da terra...

    Terra! Planeta Água
    Terra! Planeta Água
    Terra! Planeta Água...(2x)

    Água que nasce na fonte
    Serena do mundo
    E que abre um
    Profundo grotão
    Água que faz inocente
    Riacho e deságua
    Na corrente do ribeirão...

    Águas escuras dos rios
    Que levam a fertilidade ao sertão
    Águas que banham aldeias
    E matam a sede da população...

    Águas que movem moinhos
    São as mesmas águas
    Que encharcam o chão
    E sempre voltam humildes
    Pro fundo da terra
    Pro fundo da terra...

    Terra! Planeta Água
    Terra! Planeta Água
    Terra! Planeta Água...(2x)

    ResponderExcluir
  9. Gerson, vc postou errado. Peço que faça novamente em "ensinamentos do seo Beira Mar". FMG

    ResponderExcluir
  10. Estes dias o S.Sete Ponteiras do Mar pediu para a Carol(cambone) pegar uma garrafa de agua na cantina. Ele bariu deixou a gira de Ogum inteira aberta e depois fechou e encaminhou(acho que foi para a Ana naquele momento difícil que ela passou). Acredito que neste momento as entidades estão nos chamando atenção para este elemento, é de se pensar...
    Lucilia
    Lucilia

    ResponderExcluir
  11. Acho que nesse mesmo dia que a Lucilia mencionou o Ogum que trabalho (Ogum das Matas)em seu ponto trabalhou com uma garrafa de água, para a mesma finalidade.
    Lembro também que ele tem trabalhado com as garrafas de água com outras pessoas que atende. Isso já vem fazendo parte de seu trabalho há algum tempo.
    Bem interessante essa afinidade das entidades e os materias que utilizam para os trabalhos.

    ResponderExcluir
  12. Gostei. Bem legal. Salve Ogum e seus Caboclos.
    Sáravás.

    ResponderExcluir
  13. Olá Salve Pai Fernando...Salve Blogueiros...

    Legal eu ler isso hj...pq sexta agora seo Flecheiro disse para varias pessoas tomarem banho de chuva...e disse para uma pessoa q ela deveria tomar mais agua...bastante agua...e ele sempre pede agua no coité...trabalha mt com agua...

    fiquei feliz...não foi coisa da minha cabeça...rsrsrs

    bjusss a tds...
    tava com mt saudade do blog...
    Isamara

    ResponderExcluir