Assine aqui para receber atualizações deste blog

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

DEPUTADO QUER INSTITUIR O DIA DA PAZ DAS TORCIDAS ORGANIZADAS


O Deputado Caito Quintana (foto) apresentou esta semana na Assembléia Legislativa do Paraná o Projeto de Lei que institui no calendário oficial do Estado do Paraná o dia 4o Domingo do mes de Outubro como "O DIA DA PAZ ENTRE TORCIDAS".
Em sua justificativa o Deputado Caíoto argumentou que a cada partida de futebol a sociedade contabiliza os prejuízos causados pelo vandalismo que invade as cidades, principalmentge em tornomdos estádios. Embora os esforços das equipesde segurança pública ou privada sejam extremados para que na haja tais acontecimentos, a cada partida de futebol novos acontecimentos, nefastos, são produzidos por vândalos e marginais misiturados entre os torcedores.
O Deputado lembrou que no dia 25 de Outubrode 2009, entre noticias que precedem as partidas de futebol, fomos surpreendidos por um fato isolado que estarreceu a sociedade paranaense: o atropelamento do estudante de direito da Faculdade de Curitiba - JOÃO HENRIQUE MENDES XAVIER VIANA, 21 anos, na saída de um estádio na Cidade de Curitiba. O fato consumado, seguido de milhares de manifestações nas ruas e na rede mundial de computadores, através do documento "MANIFESTO PELA PAZ E CIDADANIA'", encaminhado às autoridades e jornalistas de todo o país, traz-nos a reflexão de que tal situação jamais poderia ter acontecido, mas se aconteceu não poderá passar despercebido aos olhares atentos da sociedade civil representada por este legislativo. Além de se tratar do estudante e do filho Jão Henrique, trata-se do jovem João Henrique teve, abrupta e violentamente, todos os seus sonhos interrompidos apenar por ter ido a um estádio de futebol.
O Deputado Caíto falou que "com a aproavação do projeto" teremos a oportunidade da conscientização das torcidas; os amigos e familiares do João Henrique continuarão com a caminhada para combater a banalização da violência:por mais que se vá à guerra, ninguém sai de casa para morrer! Esta data é oportuna para que as torcidas organizadas prestem contas, nas tribunas disponíveis, de um balanço anual que demonstre as ações tomadas para que seja coibida a violência nos estádios e que o futebol continue sendo o programa da familia paranaense - esta é a grande meta!"
O BLOG DO PAI MANECO ESTÁ À DISPOSIÇÃO DAS TORCIDAS PARA DIVULGAR AS AÇÕES QUE TOMARAM PARA QUE SEJA COIBIDA A VIOLÊNCIA NOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL, conforme consta no projeto apresentado pelo Deputado Caíto. FMG

16 comentários:

  1. Apoiado! Atitudes como esta devem ser, sempre divulgadas... Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Juliano, eu também gosto de pessoas que tomam atitudes. Essa proposta do Deputado Caíto, que foi motivada tamnbém, diga-se, por movimento feito pelo nosso terreiro, encaixa-se perfeitamente no que temos falado constantemente. Não nos cabe julgar ou inocentar alguém, mas no episódio do João Henrique, filho da nossa samba Anna Mendes e sobrinho de nossa mãe pequena Cris Mendes, tenho absoluta certeza que o jovem que jogou seu veiculo contra os torcedores do time adversário não tinha nenhuma intenção de matar alguém, mas seu ódio e absoluta falta de reponsabilidade foi a "causa mortis" do menino João. Seu desencarne fica por conta de seu carma e dos compromissos de vidas anteriores, seu espirito está na mão de Deus.O que assustou a todos foi a falta de consciencia do jovem torcedor. Alguns jovens não se importam com as consequencia de seus atos, bastando-lhes apenas o gozo da agressão. Isso tem que acabar! Essa é a razão de toda nossa campanha pela paz. FMG

    28 de Novembro de 2009 11:18

    ResponderExcluir
  3. Muito legal!Alguns políticos fazem a diferença.
    Lucilia

    ResponderExcluir
  4. Sabe Mãe Lucilia acredito que nós façamos a diferença. O Umbandista tem uma noção mais ampla hoje sobre o seu próprio poder como cidadão brasileiro.Isso ninguém nos tira mais. Então é importante que neste espaço estejam além do nossos agradecimentos a politicos, em especial ao Deputado Caíto, idéias novas sobre cidadania, sobre paz, sobre preservação ambiental.Saravá a todos!

    ResponderExcluir
  5. sidney oliveira, ctba30 de novembro de 2009 13:03

    Sempre tive desde cedo minha ideologia e meus valores. Sempre fui de esquerda e libertario e sempre votei nos partidos que levavam esta bandeira. Largo os partidos, mas nunca minhas bandeiras. Sou fiel a minha utopia e a minha fé. Sempre fui marxista com grandes influencias anarquistas, agoraacho que a vida e o tempo inverteram isso... Mas continuo fiel a minha utopia. Uma utopia que sempre teve um objetivo tornar viavel a luta por uma sociedade mais justa e fraterna. Um mundo melhor para todos. Minhas lutas pelos direitos das crianças e pelos direitos humanos sempre foram nessa direcao. Sou um homem de ideia e de sonhos, mas de acoes também. A utopia pra mim é um lugar a ser ocupado e nao um delirio. Por isso, como cidadao apoio a iniciativa do deputado. resta saber o que os outros politicos estao propondo...
    O que cada um esta fazendo com sua cota para construir essa utopia.
    Parabens Deputado.

    ResponderExcluir
  6. Belíssima atitude! Este Projeto de Lei deixa para trás a ideia de que alguém tem que fazer alguma coisa, pois agora alguém já está fazendo.
    Infelizmente não tem como instituir uma Lei para que as pessoas sejam conscientes de seus atos, mas se tudo correr bem, teremos um dia pela paz no futebol, é assim que começa a reflexão das torcidas, das pessoas, dos pais, dos filhos, do fanático ou só daquele que vai ao estádio para ver um jogo bacana.
    E que isso sirva para coibir aqueles que acham bonito agredir ao outro. Ao menos um dia do ano os agressores terão vergonha de sairem às ruas para baterem em alguém.
    Que esse dia seja o dia de exemplo!
    Saravá

    ResponderExcluir
  7. Acredito nos efeitos positivos de ações como o Projeto de Lei apresentado pelo deputado Quintana.
    Para alguns pode parecer pouco.
    Eu acho que já é um bom começo.
    Afinal, a conscientização sobre a gravidade das conseqüências de um ato de violência é de vital importância seu combate efetivo.
    O "Dia da Paz entre as Torcidas" é uma boa forma de tornar realidade alguns de nossos anseios, pois abre novo espaço para uma discussão mais aprofundada sobre como coibir a violência dentro e fora dos estádios.
    Que seja ela aprovada por nossos políticos, e levada a cabo, com seriedade, por torcidas organizadas e sociedade em geral. Assim, essa semente será só o começo para um mundo mais humano e menos violento, como desejamos todos nós.

    Meus sinceros parabéns a todos os envolvidos no processo de produção e apresentação do projeto.

    Saravá a nossa força, saravá a nossa banda!

    ResponderExcluir
  8. Mucuiú Pai Fernando !

    Fui presidente/fundador da Dragões Alviverde e diretor da Império Alviverde. Ambas torcidas do Coritiba na qual participei por quase 16 anos.
    Admiro e muito a iniciativa tomada pelo Deputado Caito Quintana bem como o espaço aqui no Blog do nosso terreiro para o debate e o incentivo a paz nos estádios.
    Durante o meu tempo de "torcedor organizado", participei e presenciei diversas tentativas de acordo pela paz nos estádios de futebol. Infelizmente quase todas foram em vão. Conseguimos diminuir mas sabe como é. A maior delas foi a fundação da ASTOPAR (Associação das Torcidas Organziadas do Paraná) na década de 90. Não durou dois anos e nunca mais ouvimos falar.
    No tempo em que participei da diretoria de ambas as torcidas, convivi com diretores de torcidas rivais. Marcávamos encontros, jantares etc.
    Entre as dezenas de reuniões, conversas e discussões, o fator principal da violência sempre foi os "COMANDOS".
    O comando é uma facção de uma torcida organizada. Eles representam a sua torcida em seu bairro e região. Exemplo: Região sul de Curitiba, os comandos são Z.S. (Zona Sul) Fanáticos, C.P. (Comando Pinheirinho) Império, FS (Fúria Sul) Fúria Independente. Essas três facções entram em conflito nos principais terminais de ônibus da região Sul de Curitiba (Pinheirinho, Capão Razo e Portão).
    Resumindo (para não esteder muito as explicações diversas), em quanto não acabarem com os COMANDOS, a violência infezlimente sempre existirá entre as organizadas. Por que?
    Os diretores e torcedores organizados, em dia de jogo de seu clube, sempre estão na sede de sua torcida preparando a festa que a mesma irá proporicionar nas arquibancadas. Seja preparando a bateria, bandeiras, papéis picados ou até mesmo a venda dos materiais para a sustentação de seu patrimônio.
    A violência está na guerra dessas gangues e não é somente em dia de jogo. Nos shoppings centers, colégios e casas noturnas os baderneiros sempre estão atrás de algum rival.
    Eu presenciei diversas situações em que os camandos brigavam entre si dentro da própria torcida. Um quer ser maior que o outro.

    Caso o Ministério Púiblico, Policia Militar e demais autoridades conseguissem a extinção dessas gangues, um passo enorme seria dado para atingir o objetivo. Lugar de torcedor é na arquibancada e não nas ruas fazendo baderna.

    Abraços !

    Silvio de Xangô (terça feira)

    ResponderExcluir
  9. Eu já fui agredido gratuitamente na saída de um jogo de futebol e a sensação foi medonha. Lembrar as massas torcedoras sobre a imperiosidade da não-violência é um dos caminhos para afastar mais para longe o espírito de beligerância e inconseqüência que costuma tomar conta desses grupos. Sem querer sugerir que os demais dias não devam ser igualmente dias de paz, esse domingo de outubro certamente será uma colaboração importante em favor da civilidade que queremos ver sempre presente nos estádios ou em qualquer outro lugar. Muito boa a iniciativa, estão de parabéns todos os envolvidos.
    Axé. Leo.

    ResponderExcluir
  10. PARABÉNS!!!!

    Todos os envolvidos neste projeto estão de parabéns. Agradeço especialmente ao meus amigos Godoy e Andréa, por fazerem parte também desta longa caminhada no combate da banalização da violência.
    Espero que esta atitude transmita a todos como é insprescindível ter respeito e amor a sua vida e a do próximo.
    Essa iniciativa é apenas o começo e é fazendo a nossa parte que possamos chegar lá!!!
    Um grande abraço a todos!!!
    GUstavo de Oxóssi.
    Médium de terça.

    ResponderExcluir
  11. Silvio,acredito que sua informação sobre os comandos, deva ser levada ao deputado. Acho que ele tem condições de trabalhar nas comunidades sobre este problema.Que acha Andrea?
    Lucilia

    ResponderExcluir
  12. Lucília / Andréa

    Todos os comandos tem a sua diretoria. Para acabar com eles, o primeiro passo teria que partir dos líderes das torcidas.

    Suguiro um encontro com o Deputado e os Diretores das três torcidas da capital.
    Fico a disposição para qualquer ajuda necessária.
    Axé !

    Silvio

    ResponderExcluir
  13. O Godoy fará contato com a comissão de segurança da Assembléia Legislativa para convidá-los para uma audiência pública. Ele entrará em contato com vc para discutirem a questão, por favor me envie seu telefone por email.Que belíssima a sua participação! Saravá!

    ResponderExcluir
  14. Grande Caíto! O Paraná é um estado privilegiado politicamente... depois que transferi meu título para o Rio, as vezes sou obrigado a votar em branco pra alguns cargos eletivos, pois fico sem opção.

    No PR sempre tem alguém íntegro e comprometido realmente som os interesse públicos pra votar. Nada como votar e ter a consciência tranquila, enquanto a pessoa que você ajudou a eleger cumpre seu papel.

    Quanto ao futebol... rsrs... pra mim é tudo arrumado, enquanto torcvedores se rasgam por uma coisa que envolve bilhões. Quantas casas populares poderiam ser contruídas com o concreto de um só estádio de futebol? Quantas pessoas poderiam comer com os salários milhonários dos grandes craques? muitas com certeza.

    Não vejo diferença entre as torcidas que vão aos estádios e os romanos recém saídos das cavernas que frequentaram o coliseu. Virão o episódio esta semana com integrantes da torcida organizada do Palmeiras, verdadeiros animais.

    Os animais das torcidas organizadas não sabem torcer com amor, nem sabem o que é isso. Tripudiar em cima da tristeza dos torcedores de time adversário que perdeu é horrível, bestial mesmo. Agora mesmo, gauchos torcem contra gauchos só pra que o time adversário, de uma mesma cidade, não tenha chance de ser campeão... ora, isso é ridículo.

    Vá ao futebol mas não me chame!

    Parabés a comissão do TPM que se fez ser ouvida pela ALEP!

    ResponderExcluir
  15. Ana Carolina Fernandes Dias7 de dezembro de 2009 09:10

    Depois da guerra que se viu em campo após o Coritiba ser rebaixado ontem (e também entre os próprios flamenguistas nas ruas do Rio), fico imaginando que a luta pela paz das torcidas deve ser diária, sem dia para ser celebrada.
    Infelizmente, por hora só há o que lamentar.

    ResponderExcluir
  16. ESTAMOS FELIZES EM CASA. DESI PULOU, GRITOU, QUASE CHOROU E COMEMOROU BASTANTE. FEZ UMA MERECIDA FESTA COM SEU FLAMENGO. A SUA ALEGRIA ME ENVOLVEU E ME FEZ FELIZ TB. TORCI JUNTO E FOI UM OTIMO DOMINGO. CLARO QUE TB BRINQUEI COM OS 5 TITULOS DE SUA FLAMENGO MAIS OS OITO TITULOS DO MEU SANTOS SAO 13 TITULOS AQUI PRA CASA...
    MAS, INFELIZMENTE, DE NOVO, OS EMPACA-ALEGRIAS VIERAM E LA SE FOI A ALEGRIA E A PAZ. O QUE FOI AQUILO NO COUTO?
    FICAMOS TRISTES PELOS QUE PERDERAM, MAS FICAMOS INDIGNADOS COM OS NOVOS CAPITULOS DE HORROR E VIOLENCIA... o QUE FOI AQUILO NO COUTO?
    A BARBARIE E A LOUCURA MAIS UMA VEZ
    INVADIRAM A NOSSA CIDADE.
    SERÁ QUE JA ESQUECERAM O ATLETIBA PASSADO ?
    SERA QUE NAO ESCUTAM OS CHOROS DAS MAES?
    POR QUE ACHAM QUE UMA BRIGA RESOLVE A INCOMPETENCIA DE DIRIGENTES? OU A PERFORMANCE DO ADVERSARIO?
    PERDER E EMPATAR FAZ PARTE DO JOGAR...
    OU NAO?
    O QUE VCS EMPACA-ALEGRIA ESTAO FAZENDO COM NOSSO FUTEBOL?
    SORTE A COMPETENCIA É UMA ESTRADA A SER PERCORRIDA SEM ATALHOS...
    MAIS UMA VEZ NAO HA DESCULPA,
    NAO SE PODE COMPACTUAR COM O DESRESPEITO A VIDA...
    NAO ACEITO A BANALIZACAO DA VIOLENCIA
    NAO TOLERO E O POUCO CASO DAS AUTORIDADES.
    E HA OS QUE ACHAM DEMAGOGIA O PROJETO DO CAITO...
    CHEGA DE VIOLENCIA.
    QUERO DE VOLTA O FUTEBOL ARTE E A TORCIDA DE VERDADE, QUERO DE VOLTA O SARRO NA ESCOLA, A APOSTA EM CERVEJAS, O ABRACO COM PROMESSA DE TROCO, A VINGANÇA INOCENTE NO FUTEBOL DE MESA OU IR COM A CAMISA DO VENCEDOR NO FUTSAL OU NA PRAIA, QUERO DE VOLTA O APERTO DE MAO DE QUEM ENTENDE QUE O JOGO FAZ PARTE DA VIDA E QUE A VIDA ESTA ACIMA DE TUDO.

    SARAVÁ CAMPEOES, VITORIOSOS OU NAO QUE ACIMA DE TUDO CELEBRAM A VIDA EM TODO MOMENTO! PARABENS AOS FLAMENGUISTAS!
    ABRACOS
    SIDNEY

    ResponderExcluir