Assine aqui para receber atualizações deste blog

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

CAPOEIRA E UMBANDA

O Kiko, futuro Pai de Santo do TPM para abrir um terreiro em São Paulo, escreveu e transcrevo:

CAPOEIRANDA E UMBANDOEIRA.
IDEIA BASICA DE UM MEDIUM CAPOEIRISTA, OU DE UM MESTRE UMBANDISTA.
Capuera – capoeira é pura e simplesmente o guarani – caá-puèra – mato que foi – mato miúdo que nasceu no lugar do mato virgem que se derrubou.
É necessário responder a pergunta indagando se os africanos trouxeram a capoeira da áfrica, especificamente de angola, ou a inventaram no Brasil.
Tomando como base, poucos e raros documentos conhecidos, afirmam como sendo de angola os primeiros negros aqui chegados, assim como ter o grosso de nossos escravos escoados dos portos de são Paulo vindos de Luanda e benguela. Sobretudo os capoeiras falam o tempo todo em capoeira angola somente quando querem distingui-la da capoeira regional. Não existe documentação precisa que afirme com segurança terem sido os negros de angola os que inventaram a capoeira, ou mais especificamente a capoeira angola. Muitas cantigas citam não só angola, como Luanda e benguela. Há registros que especificamente os negros de angola, eram demasiadamente insolentes, loquazes, imaginosos e sem persistência para o trabalho. Porem férteis em recursos e manhas. Tinham mania por festas, pelo reluzente e pelo ornamental. E foram nas festas que surgiu a capoeira.
Portanto a minha tese é a de que a capoeira foi inventada no Brasil, com uma serie de golpes e toques comuns a todos que a praticam que os seus próprios inventores e descendentes, preocupados com seu aperfeiçoamento, modificaram-na com a introdução de novos golpes e toques, transformando uns e extinguindo outros, associando isso ao fator tempo, que se incumbiu de arquivar no esquecimento alguns deles, ou transformar outros. Há também o fator do desenvolvimento sócio econômico de onde se pratica a capoeira.
Outro fator importante é o que se refere à capoeira em si e suas ligações com o candomblé. De inicio tenho a dizer que entre a capoeira em si e o candomblé existe uma independência. O jogo da capoeira para ser executado, não depende em nada do candomblé, como ocorre no folguedo carnavalesco chamado afoxé, que para ir às ruas, há uma serie de implicações de ordem místico-liturgicas. Apesar de muitas cantigas falarem sobre mandinga e mandingueiro, não existe nada de religioso neste termo quando usado na roda de jogo.
O texto acima resumido foi extraído do livro – capoeira angola – ensaio sócio etnográfico – de waldeloir rego.
Tudo bem bacana, mas... Aqui vai o que aprendi na pratica.
Sou mestre de primeiro grau, pela federação paulista de capoeira, formado pelo mestre grande e graduado com a corda verde e branca, pelo mestre pata de leão.
Ótica umbandista de kiko.
A farda branca veio em dois sons, tudo junto e misturado.
O mesmo atabaque que girava os caboclos me fazia soltar os pés. Aos treze anos, a capoeira entrou em minha vida juntamente com o terreiro da tia Matilde.
Como na umbanda, o que o mestre fala não se discute. Eis aqui o que me foi passado pelo meu mestre, a respeito do inicio da capoeira. E é no que acredito.
O culto afro brasileiro dito como Candomblé teve inicio nas roças ou senzalas, em momentos de musica, dança e devoção. Debaixo do altar com santos católicos ficavam os amalás criando assim o nosso simpático e amável sincretismo brasileiro.
Eis que os mais bad boys, cansados de levar na cara daquele bando de branquelos, despertam o espírito guerreiro e arrumam uma forma de reagir a tanto mau trato, pois a cada tentativa de fuga, na hora do mano a mano, quem tinha arma se dava bem. Os caras começaram a pensar em como imobilizar, ou derrubar um capitão do mato, ou capataz de maneira rápida, facilitando a fuga.
Começaram a reparar em movimentos de animais, arvores, e tudo mais que agia de forma brusca na natureza
Como usar o coice da mula? O rabo da arraia era longo dizia os que vieram pelo mar, e se mexia velozmente. O que na forquilha caia, de pé não parava. A inchada que quanto mais alto subia, mais forte descia para rachar o chão. A natureza ensinava.
As primeiras tentativas tiveram sucesso. O revide pensado era inesperado pela soberba dos capatazes. Era fato que tinha mais chance quem tinha o ímpeto de atacar de surpresa.
E onde atacar de surpresa? Onde eles só olham para frente. Quando estão correndo na CAPOEIRA, só olham para frente, e nunca para baixo. (capoeira como aprendi com meu mestre, é o mato baixo que vem depois da seca ou coisa parecida. É onde só da para se esconder se estiver deitado, o que virava o elemento surpresa).
Mas como praticar? Como se todo tempo era lavoura, e mesmo sobre a festa da senzala, merendando os assim ditos santos católicos, existam capatazes na vigília.
Como treinar?
É ai que a religião se funde com a capoeira.
Um mais esperto espalhou a idéia, vamos juntar a fome com a vontade de comer. Vamos aproveitar enquanto estão todos dançando para os santos, e no meio da dança, soltamos nossos golpes e como se estivéssemos dançando, vamos treinando.
E foi assim que a capoeira virou dança. A dança de se defender. A dança que esquiva e que ataca. Da ginga de corpo e da malandragem.
O culto dos orixás deu alma para capoeira. Para da alma capoeirista se fizessem grandes guerreiros.
Do culto aos orixás, nasceu a ginga, e é na ginga que se busca a cadencia da respiração, fundamental para se manter no jogo, e na gira. É a engoma pessoal.
A capoeira esta totalmente ligada ao movimento de libertação dos negros, e toma forma de esporte 100% brasileiro ao passar dos anos, sem perder o elemento que mais deixa claro o vinculo entre o esporte e as religiões que usam do som, do canto e do movimento, sua base e suporte de subsistência.
100% brasileira e com alma africana. Isso é fato.
Sem muito lero, lero, faço aqui minha declaração que esta simples versão veio dos meus mestres, o mestre grande e mestre pata de leão, que me deixaram a historia da capoeira mais pé no chão que já li ou ouvi.
Acima do telhado passo informações recebidas do meu amado baiano e grande amigo Antonio ribeiro, o Sarara, ao longo de 24 anos de convívio e boa prosa.
É fato que seu gosto pela capoeira, esta no DNA do espírito baiano. Sempre que podia, sarara estava do meu lado nas rodas. Sempre foi muito mais fácil encarar rodas de formados, ou batizados na periferia de são Paulo quando ele estava junto. Em suas incorporações sempre havia uma saída de rolamento, ou na negativa já saudando o exu logo no meio do movimento.
Eram nítidas as investidas dele em momentos distintos. Para me descarregar vibrando comigo no pé do berimbau e no jogo. Para se divertir à custa do meu corpinho. Para me socar via meu oponente quando eu saia da linha, e coisas parecidas.
Ele Tb fala que as rodas de capoeira no astral rolam sempre que possível, e que tem muito preto velho que chega corcunda no pé da roda, para logo depois voar com os dois pés no peito dos mais ansiosos.
O movimento constante e ciclico do jogo criam uma liberação de energia muito forte. No terreiro quando incorporam, algumas entidades costumam gingar, e esta cadencia marca a vibração. O baiano Sarara que é um filho de ogum apaixonado por Jorge, sempre soube usar como uma vantagem, o fato do cavalo saber jogar.
Esta mesma capoeira que Tb é usada pelos espíritos nas ações de investida contra trevosos e lugares obscuros no astral, e usada nos momentos em que no terreiro, incorporado no médium ou não, esta sempre em alerta para cuidar se preciso de algum espírito, ou encarnado, desavisado ou sem noção. A mesma capoeira que desenvolve sua visão periférica, e seus reflexos, aguçando seus sentidos.
Resumo e sou convicto que capoeira e umbanda, é tudo farinha do mesmo saco.
Amo muito tudo isso.
Sarava toda nação brasileira.
Axé.
Kiko Codina – TPM são Paulo.

FMG

23 comentários:

  1. Bom dia!

    Epa, epa epa!

    Fiquei feliz d+ com o q eu acabei de ler.... TPM em SP EEEEEEEEEEEEEEEEE, viva!!!

    Eu e o Kiko, no dia que o conheci pessoalmente e peguei meu presente rsrs, conversamos muito sobre esta possibilidade, nossa que maravilha... será uma realidade...
    futuro pai Kiko (será que vai ser assim o nome dele???) conforme lhe disse conte cmg pra o que precisar, lembra da conversinha???
    Tio Fernando, tendo um TPM aqui me sentirei mais próxima do Sr e de todos dos TPMs existente...
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Andréa Destefani-Colombo-Pr19 de outubro de 2009 12:36

    Olha gente a Lipca me passou um vídeo do lançamento do filme BESOURO, que fala da capoeira e mostra o envolvimento de entidades http://www.youtube.com/watch?v=W2QgxB5xw-k Devo falar também que pai Fernando já respondeu aqui no blog que os pretos eram envolvidos com a capoeira e se me lembro bem ele não ia perguntar pro Pai Maneco pois arriscava ele querer mostrar,hehehe. Sei que me impressionei muito com o trailer deste filme, pois além de tudo mostra a verdadeura cultura brasileira, que não é de forma alguma aquela relacionada aos campos de batalha do tráfico de drogas. Saravá a todos!

    ResponderExcluir
  3. Ai Rodrigo... so falta nossa querida Santos!!!
    Afinal, a cidade ja "exportou" 2 ou 3 Umbandistas pra cá (risos)
    abraco
    Sidney

    ResponderExcluir
  4. uhu!
    saravá a capoeira, saravá a nossa Umbanda!
    tou torcendo aí TPM SP 2010.
    vai que é tua, Kiko!
    bjo

    ResponderExcluir
  5. Hum...

    O que escrever...?

    Primeiro F-A-N-T-Á-S-T-I-C-O o texto!

    Agora fico pensando...

    Terreiro pai Maneco vem dando frutos.
    Frutos de pessoas boas
    Frutos de Umbanda pés no chão
    Então de onde vieram esses frutos?
    Vieram de uma semente, de uma muda...
    E que hoje se tornou uma árvore!!!
    Que embaixo dela está sentado Pai Maneco
    E ao lado,e em cima está Seo Akuan...E sua águia ao céu.
    Então pra quem receber essa árvore, honre-a!!!
    A árvore está pronta
    Tem suas raízes em solo fértil e seguro.
    Então o segredo é:

    O adubo...
    Amor, dedicação, fidelidade, respeito, fé e acima de tudo trabalho! Muito trabalho.

    Não adiantará enfeitar essa árvore. Ela é o que é! E na sua simplicidade dá seus frutos de forma que sacia a fome.
    Porêm com essa simplicidade visual, encontramos a força de quatro seres que um dia lá atrás fizeram-na crescer...
    Seo Akuan
    Pai Maneco
    Pai Fernando
    Mãe Lucilia

    Portanto, para quem essa árvore for...Que a receba com a sabedoria de pai Maneco e a força de Seo Akuan!

    Kiko, Fiquei bem feliz!
    Não se esqueça nunca do que te falei...Ela já vem pronta!
    Saravá, e estaremos aqui pertinho.
    Estamos juntos!!!

    Luna - RJ

    ResponderExcluir
  6. Pai Fernando, mucuiu!

    A pergunta tem um por quê.

    Primeiro porque o Kiko tem negócios em Camburi, linda praia. Vai saber se de repente, estaríamos em mais uma cidade do litoral.

    Segundo, porque São Paulo tem como capital São Paulo, mesmo nome. Daí a possibilidade da dúvida.

    Como disse o Sidney, santista como eu, só falta nossa querida Santos. E, para informar o irmão caiçara do Gonzaga, na gira de 5ª feira somos em 4 santistas. Um sinal?

    Pai Fernando, e assim caminha a humanidade e o TPM. Transpondo fronteiras.

    Para que estejamos além-mar, tão logo saia minha cidadania espanhola me coloco à disposição para ser Pai de Santo do TPM em Sevilha.

    Ah, levo comigo Marilu, além de minha mulher que sonhava casar com um espanhol. Destino? Coincidência? Os guias sabem o que fazem! Quem topa?!?!?!

    Brincadeiras à parte, sabemos que o TPM é a escola da Umbanda Pés no Chão que é difundida Brasil a fora.

    Um fraterno saravá cheio de graça!

    Rodrigo Fornos - Curitiba/PR

    ResponderExcluir
  7. Saravá Kiko! Salve O Terreiro do Pai Maneco em São Paulo! O destino da Umbanda é crescer, e nós estamos juntos nesse caminho.
    Um grande abraço.
    Leo.

    ResponderExcluir
  8. Estamos com vc Kiko!!!
    Ah! O filme Besouro é imperdível, além de ser uma super produção de Daniel Filho, além de tratar-se de uma história de negros, fé e luta/dança. Temos o coreografo das lutas nada menos que o mesmo cara que fez as coreografias para o Kill Bill. Como fala um pedaço do filme...o negro avôa!
    Lucilia

    ResponderExcluir
  9. Salve irmão Kiko!

    Fiquei sabendo que foi tu quem tocou aquele lindo Berimbau durante a primeira parte da Gira de Sábado passado... Lindo demais!

    Treinei capoeira por dois anos, com o Mestre Samuca da Berimbau de Prata... Embora não treine mais, trago a Capoeira em meu coração, com toda a sua ética, honra, agilidade... e Brasilidade...

    Saravá!

    ResponderExcluir
  10. Rodrigo entrega o povo ai...
    Quem sao os outros santistas?
    Se contar comigo e com Junior
    e outros que moraram em Santos
    podemos dizer que nos estamos fazendo
    o caminho inverso...
    Invadindo o TPM central (risos)...
    Qual sera a trama (risos)?

    Falando mais a serio
    Tudo isso sao frutos
    que exigiram e exigem
    mais trabalho e dedicacao.
    Mas nao esqueçamos de comemorar as vitorias.
    Que nos sirvam de inspiracao...
    Estamos no caminho certo,
    mas o caminho se faz caminhando!
    abracos
    a todos e a todas
    Sidney Oliveira, ctba

    ResponderExcluir
  11. http://www.youtube.com/watch?v=W2QgxB5xw-k

    Link do filme Besouro.

    Lucilia

    ResponderExcluir
  12. ...E os bonequinhos estão se formando...
    Partindo para o terceiro...rsrs
    TPM
    Floripa
    Rj
    Sampa - SP

    Oh orgulho de ser dessa casa!


    Saravá!!!

    Luna - RJ

    ResponderExcluir
  13. Salve Koki!
    Não falei! Tá aí!
    É isso aí meu amigo do coração, teu caminha agora está na dimensão da tua alegria! Nunca perca ela, é isso que dá a você o seu "dendê"!
    "Tamo junto"! o povo da praia, do surf, da capoeira, do coração!
    Estou orgulhosa!Parabéns!
    Beijuuuu

    ResponderExcluir
  14. até me arrepiei! segunda feira mesmo começaram aulas de capoeira aqui na minha Universidade na França e agora me deparo com este post!
    A energia que senti jogando capoeira foi incrivel! Longe ja há 7 meses do meu querido TPM foi como reencontrar minhas raízes! Até comentei com amigos mais próximos ai do TPM como fiquei feliz com a capoeira!
    Assino embaixo: é tudo farinha do mesmo saco!
    Saravá a capoeira e a Umbanda =)

    ResponderExcluir
  15. ate me arrepiei! senguda feira mesmo começaram aulas de capoeira aqui na minha universidade na França e agora me deparo com este post! A energia que senti jogando capoeira, a musica, tudo, foi incrivel! Longe há 7 meses do meu querido TPM foi como reencontrar minhas raizes! Ate comentei com amigs mais proximos do TPM como fiquei feliz de ter encontrado a capoeira aqui do outro lado do oceano.
    Assino embaixo: é tudo farinha do mesmo saco
    Saravá a capoeira e a Umbanda =)

    ResponderExcluir
  16. Ah que jóia!!! TPM em Sampa, pelo menos fica mais perto para eu ir =)
    Parabéns a todos desta grande família!!!
    Abração!!

    ResponderExcluir
  17. Kiko,lindo texto, adorei!
    Saravá!

    ResponderExcluir
  18. Mucuiu Pai Fernando.
    Sarava a todos.
    Estou desde ontem pensando em algo para escrever.
    Como expressar o que sinto agora. Mas esta bem difícil por em palavras. Então vou por enquanto só agradecer.
    A mãe Alice de ogum, minha amiga do coração, minha madrinha e minha irmá mais nova.E ao Seo Ogum da espada, por acreditar em mim, e me apresentar pessoas que em pouco tempo se tornaram presença constante em meu coração e na minha alma. Likinha, nunca vou esquecer isso.
    Ao meu Pai de santo, Pai Fernando de Ogum. Que apesar do pouco tempo, sentiu minha necessidade de cumprir minha missão. Adotou-me, e com carinho e atitudes, se propôs a me ensinar a umbanda mais linda que vi em 32 anos de roupa branca. Afirmo que muito mais que a umbanda, observar o velinho traz muito em conhecimento. És hoje em dia minha referencia como Pai de santo e como ser humano. Obrigado pela confiança, e pela oportunidade de fazer a minha parte com a alegria de ser um filho do TPM.
    A Mãe Lucilia de iemanjá, minha Mãe de santo e amiga. Sem ela nada disso estaria acontecendo. E muuuito mesmo ao Seo sete ponteiras do mar. Nunca vou esquecer aquele abraço no meio da praia em floripa e suas palavras. Filho, Poe o branco e vem com a gente.
    Pai Leo de Oxossi, pelo carinho comigo e com Seo Mata Virgem. A guia mais linda que ele já teve. Valew parceiro. Tamo junto.
    Tom,Caboclo pena roxa, Caboclo Ubirajara peito de aço, zé pinguinha e todos os seus pelo impulso.
    Ao Seo Mata Virgem, o Caboclo de Oxossi que morou no pé do meu ouvido e nunca descansou até me ver no batendo cabeça no conga de Akuan. Seu tatá caveira que me deu todo suporte para isso. A baianada Sarara, Decinho e mestre Valadares. Pedro Henrique, Marujo sete ondas, pai Cipriano, Seo João sete laços, Lucinho, cigano Gabriel pontes e Meu novo mentor, Seo Ogum Rompe Mato. Pessoas do lado de La que amo mais que tudo. Meu time.
    A Mãe Cris Mendes, Robinson, Mãe dede, Mirtes, Pai beco, Mãe Fernadinha Garcez, Renato, jurema, Henrique, Pai Bitty, Joyce, camilinha, Pai Lolo, Pai Jussaro, Pai mauro e Mãe luna, Marilu e cuca, Mãe Rita, João, Joyce de Guarulhos, e todas as pessoas que torcem pela nova casa do pai Maneco.
    Ao Pai Maneco, Seo Akuan e todas as entidades da casa. A minha fé, meu amor e minha determinação de seguir em frente.
    Estou muito confiante, e sinto na verdade o conforto de estar sob o comando de gente tão especial.
    Creio que escrevi tudo que podia, pois daqui para frente, trabalho para que o tempo fale por si mesmo.
    Conto com o axé de todos para mais este braço do terreiro do pai Maneco.
    PS – Vi o link do filme Besouro. Já estou na fila do cinema. deemas/ Laura, obrigado pelo elogio ao berimbau./ Aos santistas, gostaria de informar que o TPM são Paulo estará localizado a mais ou menos 50 minutos de santos, pois será de fácil acesso chegando pela bandeirante. E uma vez por mês pretendo fazer uma gira na praia de camburi.
    Axé.
    Kiko Codina – TPM São Paulo.

    ResponderExcluir
  19. Grande Kiko
    Giras no José Menino, Gonzaga, Embaré, Boqueirão, Aparecida ou na Ponta da Praia...
    Ou qeum sabe no Itararé, Pintagueiras, Indaia, Tupy, Central...
    Sem falar em Toc-Toc, Maresias, Boiçucanga, Ilha Bela, Ubatuba...
    Praias a vontade e com sua alegria, garra e irreverencia acontece em qualquer uma delas.
    Axé

    Sidney

    ResponderExcluir
  20. Sou capoeirista , gostei muito do que li a gira da capoeira é a gira da umbanda, onde a ancestralidade esta em constante presença, movimento e evolução

    AXÉ A TODOS]

    Rafael dos Santos

    prof. de Capoeira Angola

    ResponderExcluir