Assine aqui para receber atualizações deste blog

quarta-feira, 8 de julho de 2009

TEMA LIVRE - 9 -

Estamos abrindo novo tópico. Peço que postem aqui, sob pena de eu não ter condição de responder. FMG

181 comentários:

  1. Boa tarde pai Fernando.
    Boa tarde blogueiros do mundo!

    Então minha perguntinha...Se eu tenho uma uma linhagem religiosa, o senhor pode me dizer de quem o meu avô era filho??? Só aqui no blog para eu ter tantos parentes..rsrsrs
    Axé me pai.

    ResponderExcluir
  2. Pai Fernando, ví Que Camila postou para o senhor. Ela é nova na Umbanda e está conhecendo o TPM, através de nós aqui. Talvêz ela vá conosco para Curitiba em Setembro. E ela é uma das pessoas que estão esperando abrir o terreiro do Pai Maneco aqui.
    Gostaria muito que ela se juntasse a nós,nessa corrente. E tenho certeza que ela estará num bom caminho.
    Saravá.

    ResponderExcluir
  3. Como ainda não postei a relação das entidades com as quais trabalho, com a sua permisão Pai Fernando,postarei agora.

    Preto Velho - Pai Jacó e Vovô Catarina
    Ogum - Caboclo Guarni
    Oxosse - Caboclo Cobra Coral
    Xangô - Caboclo Sete Cachoeiras
    Ere - Joãozinho
    Boiadeiro - Juvencio
    Cigano - Manolo
    Exu - Veludo e Kaminaloá
    Exu mirim - Calunguinha
    Oriente - Monge Damião e Dr. Silas
    Baiano - Zé

    ResponderExcluir
  4. Seo Fernando

    Ainda estou montando meu entendimento sobre os elemementais. Por isso, ainda restam questoes, por exemplo: a salamandra se utiliza da energia do fogo no campo da quimbanda ou é a própria energia (do fogo) no campo da quimbanda?
    abraços
    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  5. Pai Fernando, um Caboclo de Oxossi pode incorporar fazendo 'birra'? Sonolento? Apático?

    Obrigada, Beijinhos,

    ResponderExcluir
  6. Sidney, dos elementais eu só conheço para consumo comum, mas a salamandra é criado e vive dentro do fogo. FMG

    ResponderExcluir
  7. Denise, isso que vc está falando é um absurdo. Claro que não. FMG

    ResponderExcluir
  8. Legal Jackson... Se se sentir à vontade, podia falar algo sobre o Exú Kaminaloá e o Caboclo Guarni? São nomes diferentes...

    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Ah! Vai ter a Gira de Boiadeiros então! Muito legal mesmo Pai Fernando, fiquei feliz demais mesmo sem saber ao certo porquê! Obrigada!
    E Saravá Seu João Boiadeiro! ("não tem boi que seja bobo de faltar-lhe com o respeito...")

    ResponderExcluir
  10. Jackson, desenvolver audição eu não sei como possa acontecer. Fico devendo. FMG

    ResponderExcluir
  11. Carlos Lima (Portugal)8 de julho de 2009 19:16

    Pai Fernando sua bênção, gostaria de saber pela sua experiençia o seguinte: ARUANDA é uma cidade de luz etéria ou designada a vibração energética de determinada falange espiritual do grupamento de espíritos que operam na Umbanda? Qual a sua opinião.

    Muito Axé
    Carlos Lima (Portugal)

    ResponderExcluir
  12. Carlois, vou dizer o que imagino, pois tratando-se de Aruanda tudo passa por uma criatividade interior de cada um. Como eu já tive oportunidade de visitar em saidas astrais o lugar que vivem os Pretos Velho e por ter sido levado pelo Caboclo Akuan para o Humaitá, acho que tudo isso, onde vivem os espiritos, é o céu deles, a Aruanda. FMG

    ResponderExcluir
  13. Hum...Boa noite pai Fernando.
    Estava vendo as postagens e me deparei com uma dúvida! Pelo que estou vendo os médiuns daí tem vários caboclos em sua coroa.
    Ex: Eles trabalham com caboclos de Oxosse, de Xangô, de Ogum...Por isso que as pessoas daí perguntam tanto de que linha são os caboclos x!
    É isso?
    Então por aqui é um pouco diferente. Geralmente são o feminino de um caboclo e um masculino. O casal.
    Por isso que um médium ai tem tantos caboclos diferentes...É isso pai Fernando?
    Axé.

    ResponderExcluir
  14. Então quando eu começar a trabalhar assiduamente na corrente do TPM, eu posso vir a ter outras entidades, das quais aqui a cultura ainda não tem?
    E tem espaço pra todas essas entidades pai Fernando?
    Todas elas conseguem trabalhar de uma forma que nenhuma fique de fora?
    Axé.

    ResponderExcluir
  15. Luna, antes de responder fui até conferir as entidades que vc incorpora para trabalhar. Quando vc recebe um Ogum, Xangô ou Oxossi, cada linha tem um caboclo que incorpora. Ao menos aqui nós adotamos esse sistema. Quando vc falou que as pessoas querem saber os nomes das entidades e têm um curiosidade enorme sobre isso, ocorreu-me um exemplo. O maior herói do cinema, com direito até a versão americana, foi o Zorro. Nunca ninguém quis saber quem era ele. O que importava eram seus atos heroicos e em favor do povo. FMG

    ResponderExcluir
  16. Luna, deixe que nós damos um jeito. Aliás conversei com a Lucilia e alguns médiuns daqui, acho que no começo de agosto voiu para aí com guias e tudo para fazermos uma gira juntos, ou conversarmos só, não sei. FMG

    ResponderExcluir
  17. Seo Fernando, Luna e Carlos

    As vezes um aluno meu fica parado no titulo empaca no nome que quer dar ao trabalho. Dai, fica cada vez mais tenso e nao escreve uma linha...
    Ai, conto uma historia que ocorreu quando comecei a escrever meu primeiro conto:
    Escrevi e so um tempo depois que terminei fui dar um titulo.
    Deixei a palavra vir depois vi seu caminho...
    abracao e otima semana
    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  18. Sidney, vc está comprovando que o importante é o conteudo o nome é só um titulo. FMG

    ResponderExcluir
  19. Pai Fernando,
    se um consulente desesperado por algum motivo resolve mentir pra entidade uma mentira grave? este medium envolvido pelo sentimento diga ao consulente que um trabalho vai ser feito pela pessoa, a entidade se sentira obrigada e fará??
    neste caso cedo ou tarde sob a lei da causa e efeito este trabalho se voltará contra o medium, o consulente e tb contra a entidade mesmo o medium nao sabendo que era mentira??

    é so uma sugestao mas acho que deveriamos alertar aos consulentes desavisados e havidos de uma soluçao imediata que numca mintam as entidades.
    Acho que por isto sr. Akuan sempre diz "vou ver o que posso fazer" e talvez analisar a historia da pessoa antes de fazer.

    LAILSON

    ResponderExcluir
  20. Lailson, fique tranquilko que isso não acontece porque o espirito sabe quando é mentira. Até ele pode deixar o médium se enganar, mas espiritualmente o trabalho com certeza não acontecerá. FMG

    ResponderExcluir
  21. Boa noite a todos!
    Oh pai Fernando... o senhor sabe mais do que ninguém que não me importo com linha das entidades. Só quis dar um exemplo. Pois agora entendi o porque das pessoas perguntarem sempre sobre esse assunto. Pra mim o que vale é o trabalho feito, como sempre aconteceu aqui.
    Estava vwendo as entidades dos pais de santo e entendi o porque das pessoas perguntarem, já que os médiuns trabalham com vários caboclos. Mas nada contra...Imagina.

    Poxa amigo Sidney, olha eu sou péssima com metáforas. Nunca soube decifrar uma piada...rsrsrs
    Sempre ria depois de 5 minutos das piadas contadas.
    Fica um pedido...Quando for assim fale...Luna, é isso, isso ou aquilo. Sou diretíssima, não sei decifrar as coisas as vêzes. :)

    **************************************


    Pai Fernando, to sabendo da novidade!!Tô feliz igual pinto no lixo...rsrsrs
    Nem acredito que o senhor virá!
    Vai conhecer a Manú, minha casa e meus cachorros...rsrsrs
    Eu falei para a Lú que vou ficar tão nervoza que nem vou incorporar...hehe
    Brincadeira! Vai ser muito bom. Muito mesmo!O seu Axé nos trará sorte para começarmos com o pé direito. O seu e da Mãe Lucília.
    E salve as entidades!
    Saravá.

    ResponderExcluir
  22. Gostaria de contar uma pequena história sobre o Cigano que trabalha comigo. Muitas pessoas que vinham consultá-lo ao fim perguntavam o nome dele. Ele olhava nos olhos da pessoa e perguntava: Qual o seu nome preferido? A pessoa dizia Paulo ou Marcos ou Fulano e ele então dizia que ela tinha acertado o nome dele. Se isso era importante para a consulente então que ele tivesse um nome significativo para a própria. Assim teria mais significado para ela e não esqueceria mais.
    Depois de um tempo, certa vez ele se apresentou como Cigano Yaresh.

    Aproveito o ensejo para contar com quais entidades trabalho:

    Oxosse: Caboclo 7 Flechas
    Ogum: Caboclo Jacurundá
    Xangô: Caboclo 7 Pedreiras (pelo menos uma vez trabalhei com ele)
    Erê: Embora muitos outros erês deram um monte de outros nomes para ele, se apresenta como Farofa.
    Boiadeiro: Seo Zé do Taio
    Marinheiro: Juvencio
    Exu: Exu Gira Mundo
    Preto Velho: Pai Tinga

    ResponderExcluir
  23. Lendo os temas anteriores li algo sobre duas pessoas trabalharem com a mesma entidade no mesmo terreiro, na mesma hora. Em primeiro lugar isto é absolutamente normal, não há problema algum nisso. Apenas no caso das Entidades que trabalham com o dirigente do terreiro, apenas por uma questão de ordem e hierarquia.
    Bom, eu, a Sheila e provavelmente mais alguns mediuns no TPM trabalhamos com o Caboclo 7 Flechas. Um dia ela me falou: "Lolô, sabe que nós dois trabalhamos com Seu 7 Flechas, mas eu sinto ele velho em mim, ao passo que em vc ele vem muito jovem, curioso isso." Claro, uma entidade do gabaritoe do tamanho do seu 7 Flechas pode se apresentar de muitas formas, trazer sabedorias diferentes de cada fase dele, de cada reencarnação. Uma entidade como ele ter mais de um médiun só enriquece um terreiro. Só nos traz mais conhecimento. Entidades com tanta luz merecem ter seus clones. rsrs

    ResponderExcluir
  24. Mucuiu, Pai Fernando.
    Sou filha de Oxum com Ogum da gira de sábado. A última gira foi de preto e aconteceu uma coisa muito estranha... Antes da gira eu estava super tranqüila, um tanto quanto empolgada para o trabalho. A gira começou, vieram os oguns, teve trabalho de cura, chamaram a cabocla Jurema, tudo relativamente normal na primeira parte. Quando deu intervalo eu estava meio triste com vontade de chorar (o senhor poderia pensar: ah, uma filha de Oxum... não é nada muito anormal chorar. rs! mas estava esquisito). A primeira coisa que fiz, como o senhor já orientou, foi me "analisar". Eu tô numa fase muito positiva, sem motivos para choros e tristezas sem razão. Enfim, Pai Bitty pediu para eu bater cabeça antes de começar a segunda parte. Assim o fiz, mas aquele sentimento ainda continuou. Teve o batizado de nossa irmã Laura e eu continuei chorando. Sua madrinha espiritual foi a Cabocla do Mar... quando cantaram o ponto, aí sim eu solucei de chorar. Sem entender. Acabou o batismo e os pretinhos começaram a descer. O que aconteceu de mais estranho foi que veio uma outra preta trabalhar comigo. Eu percebi pelo modo como ela trabalhava e, principalmente, pela postura: enquanto a outra vinha completamente corcunda, essa veio quase que totalmente ereta (confesso que, por ser médium iniciante, desconfiei que talvez não fosse uma preta, mas logo me fazia confiar novamente pra minha mãezinha continuar seu trabalho). Tinha umas horas que ela até dava uma choradinha. E não falou nada. A gira continuou, chamaram os baianos, Iemanjá e erês... As entidades vieram tranqüilas e felizes, nada fora do normal. A gira acabou e a mesma coisa que eu sentira no intervalo, voltei a sentir e assim fui embora pra casa. Pedi proteção antes de dormir. Acordei normal, tranqüila... Mas enquanto dormia, sonhei que a minha guia de proteção diária e minha guia de Oxum haviam arrebentado, a do anjo da guarda permaneceu intacta.
    Acho difícil o senhor saber o que pode ter acontecido. Mas uma pergunta, pode ter vindo outra preta pra trabalhar? Agora que eu estava começando a criar mais afinidade com a outra pretinha... na outra gira de preto, descobri que ela trabalha com a água (algo que percebi, mas sem muita certeza ainda, em comum com a pretinha que veio sábado agora). Quem sabe um dia eu descubro isso, mas queria saber um comentário seu.
    Saravá, meu pai. Sua benção.

    ResponderExcluir
  25. Com sua licença Pai Fernando...
    Lailson eu já presenciei um fato assim...uma tia minha desesperada para ter o marido de volta distorceu a história pra entidade...eu q conhecia os fatos sabia das mentiras...mas por algum motivo não desmenti ela...a entidade disse q iria trabalhar...e o fez...só não exatamente como ela queria q fosse...na verdade trabalhou para equilibrar ela tirar a angustia e ajuda-la a aceitar os fatos da vida...ao menos é oq me foi dito...e no final ela não teve o casamento desfeito de volta, mas conseguiu aceitar um pouco as coisas e esta sobrevivendo...da melhor forma possivel...eu acredito nas entidades...e acredito q eles sempre fazem o melhor pela gente...e o melhor nem sempre é oq a gente quer ou espera...no final é sempre melhor...
    Abraço
    Isamara

    ResponderExcluir
  26. Raquel, embora possa ser outr entidade, também existe a possibilidade, principalmente em médium novo que a entidade esteja incorporando cada vez mais ajustada aos fluidos do médium e fique parecendo diferente. Muitas vezes, e isso também é normal, os médiuns pela história dos pretos velho acham que eles obrigatoriamente são velhos e curvados. Não significa que um velho, só por ser velho, tenha que andar corcunda. FMG.

    ResponderExcluir
  27. Luana querida! Faço questão, se vc me permite, em ajudá-la a formar uma nova casa do Pai Maneco por aí.
    Pai Fernando, depois que o senhor for pra lá (se eu não for junto...) me comprometo a ir ajudá-la de tempo em tempo. Ficaram de fazer isso aqui, sempre vir um dirigente tocar e nunca deu pra acontecer, mas eu tenho a possibilidade de ao menos uma vez por mês ir a Curitiba.
    Então está aí, quando precisar Luna, grita que a mainha aqui vai com Ogan e tudo!!

    Quanto ao nome das entidades, aqui pelo fato de termos poucos médiuns chamo os espíritos que são necessários para o trabalho que está sendo feito. Ninguém tem entidade firmada fora a hierarquia. O desenvolvimento tem sido muito bom, afinal nesse caso o que importa é a energia do trabalho que está sendo feito.
    Por eexemplo: existem entidades que são "necessárias" para a segurança da gira. Se essas não tem cavalo e preciso delas, os médins em desenvolvimento incorporam. Isso já aconteceu com Seo João Caveira, Pai Joaquim,... o que importa é o axé, não a "umbanda show"

    Está errado esse procedimento Baba?
    Beiju

    ResponderExcluir
  28. Alice, é uma novidade essa de chamar as entidades que são necessárias sem se preocupar com os médius. Gostei, vou pensar no assunto com bastante carinho. Quanto a firmar entidade, eu não sei o que é isso. FMG

    ResponderExcluir
  29. Pai Fernando, uma filha minha me fez uma pergunta que eu não soube responder...
    Na gira de Exú, quando não se tem entidade firmada, pode carregar as duas medalhas(de exú e pomba gira) na mesma guia?

    ResponderExcluir
  30. Quando digo entidade firmada é aquela que deu nome e riscou seu ponto com firmeza! não?

    ResponderExcluir
  31. Pai Fernando, olá!
    Sucedeu algo ontem à noite com uma pessoa que conheço. Ela teve um AVC... Como poderei ajudá-la? É possível pedir ajuda ao TPM para suas melhoras? Tenho Fé em vcs todos (Médius e entidades. Este comentário é um SOS...
    Obrigada. Abraço.
    Ana, de Portugal.

    ResponderExcluir
  32. Mucuiu, Pai Fernando. Eu havia pensado nessa possibilidade também. Talvez se a pretinha viesse ereta nessas primeiras vezes, eu não acreditaria que fosse uma preta-velha. Bom, de qualquer forma, melhor pra mim... pelo menos não vou ficar com dor nos "quartos" quando ela subir. rsrsrs!
    O engraçado foi que, diferente das outras vezes, beeem diferente, ela veio tristonha. Vai saber da vida dela, né!
    Saravá os pretos e pretas que trabalham na Umnbanda.
    Saravá o Terreiro do Pai Maneco.
    Saraváo senhor, Pai Fernando.

    Sua benção.

    ResponderExcluir
  33. Pai Fernando eu li o comentario da Raquel, e eu tbm tenho essa duvida...logo qnd entrei no terreiro eu incorporava um Ogum q vinha girando mt...mt msm e ficava de joelho no chão batendo no peito...dae no trabalho de mata do ano passado ele veio mt diferente em pé sem girar e batendo com a mão aberta no peito, dae gira passada veio girando denovo...pode ser 2 entidades diferentes?
    Ou ele muda a maneira de incorporar conforme o trabalho?
    Abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  34. Pai Fernando, bom dia!!
    Gostaria inicialmente de esclarecer que entrei para a corrente há muito pouco tempo para assim já explicar o nível primário da minha pergunta, mas que várias vezes me vem à cabeça. Considerando que a grande maioria dos médiuns são consciente, é possível que um médium, estando incorporado, fale o que ele quer e não fale apenas o que a entidade está falando? Quero dizer assim, pode a entidade estar quieta e o médium por sua vontade pedir um banquinho por exemplo? Obrigada! Abraços, CArolina.

    ResponderExcluir
  35. Pai Fernando mucuiu
    Li a historia do cigano do Lolo e resolvi postar essa passagem da boiadeira com quem trabalho.
    Sempre que ela atendia alguém da assistência normalmente alguém queria saber o nome dela.
    Ela dizia sempre a mesma coisa pode me chamar do que quiser Maria, Sonia, Joaquina, Tânia, Bertolina, cada encarnação tive um então pode me chamar do que quiser: não é o nome que vai a mudar vibração e a energia do meu trabalho.
    E demorou muito tempo até que ela resolvesse dar o seu nome .E com o tempo acabou dizendo seu nome Maria Homem.

    ResponderExcluir
  36. Alice, só por lógica, as guias devem ser separadas. Volto a perguntar o que é entidade firmada e se é firmada por quem? FMG

    ResponderExcluir
  37. Pai Fernando, com a sua licensa, posso responder à Laura?

    Laura, desculpe a demora da resposta.
    Bem o Seu Kaminaloa é, muito sério, pouca fala, vem quando chamado faz seu trabalho e vi embora, não gosta muito de dar consultas.
    É chefe da linha de Mossurubi que é uma linha formada por espiritos de negros, ao contrario dos outros exus gosta de usar roupa branca, capa preta e bengala por ser bem curvado.
    eximio feiticeiro, gosta muito de corujas por seu habito noturno e seu jeito misterioso, trabalha na linha de cemitério, e sua atuação é mais relacionada com doenças mentais.
    Seus elementos de trabalho são sementes diversas, pedras,corrente penas de coruja.
    Observação: como não gosta de dar consultas não trabalha no toco apenas faz o trabalho solicitado e vai, eu particularmente só trabalhei com ele umas 5 ou 6 vezes, sua incorporação é bem forte e pesada, porem rápida.


    Seu Guarani é um caboclo de Ogum, vem na linha de rompe mato, sua incorporação é firme, não costuma girar como a maioria dos Oguns, trabalha com elementos de Ogum como cobre, aço, espada, e de oxosse como ervas, folhas, sementes, atua mais no campo vibratório e mental, fala pouco mas é direto.

    ResponderExcluir
  38. Alice, a pergunta que fiz acima fica prejudicada por esse e-mail. A força da palavra de um pai ou mãe de santo é muito forte. Vou firmar a entidade quando falado dá a impressão que foi selado um compromisso. Vou por uma situação, coforme vc falou: uma entidade trabalha com vc e eu, eventualmente,recebo a entidade. Ele risca o ponto e dá o nome. Esta firmada comigo? E o que eu tenho que fazer para eu dizer que aceito essa situação? E se eu não quiser trabalhar com a entidade, fica cerceado o meu livre arbitrio? Não estou recriminando vc., mas essa resposta é para o blog. FMG

    9 de Julho de 2009 12:50

    ResponderExcluir
  39. Aninhas, mande o nome, idade e endereço dele (onde está agora) e vou pedir a todos do blog, quando isso acontecer, que faça uma oração em favor dele. FMG

    ResponderExcluir
  40. Isamara,a resposta que dei para a Raquel vale para vc. FMG

    ResponderExcluir
  41. Pai Fernando,

    Boa tarde!!! Aura é o mesmo que Corpo Etéreo? Caso não seja, onde a Aura "se encaixa" entre corpo, corpo etéreo e perispírito?

    Obrigadinha, beijinhos,

    ResponderExcluir
  42. Carolina, claro que isso pode acontecer,mas em absoluta invalida a qualidade da incorporação. FMG

    ResponderExcluir
  43. Pessoal do blog, vejam a importancia dste nosso contato: um pai pequen (Lolô) e uma mãe de santo (Mãe Rita de Oxum|) dizem a mesma coisa. FMG

    ResponderExcluir
  44. Denise, o conjunto do corpo fisico, o duplo etéreo, o perispirito e a alma, chama-se Aura. FMG

    ResponderExcluir
  45. Andréa Destefani9 de julho de 2009 13:29

    Bom Sidney, estive pesquisando sobre as salamandras e exponho aqui um resumo do que aprendi.
    Em livros protocristãos, ou seja lá do início do cristianismo, as salamandras são citadas como seres que são pertencentes a emanações divinas, não sendo nem bons nem maus, fazendo parte da natureza.São chamadas também de vulcanos, por terem surgido,como o próprio nome diz, no interior de vulcões.Em alguns locais da Europa são vistos como seres gelados que tem completa condição de manipular o fogo e em alguns locais quando o fogo se apagava diziam que havia passado por ali uma salamandra e absorvido o fogo.
    Na renascença, Paracelso acreditava que cada um dos quatro elementos primários conhecidos dos antigos — terra, fogo, ar e água, era constituído de dois princípios: um sutil, vaporoso [metafísico]; outro, de substância corporal grosseira [mundo físico], ou seja, cada elemento tem representatividade no plano físico e no plano astral, assim como “tudo o que está acima é igual ao que está abaixo.”
    Assim como o plano físico é habitado por um infinito número de criaturas vivas, de acordo com Paracelso, também o astral, contraparte espiritual da natureza física é habitado por seres peculiares chamados ELEMENTAIS ou Espíritos da Natureza. Paracelso divide estes seres em quatro grupos: gnomos — ondinas — silfos e salamandras.
    Em alguns livros, principalmente nos dicionários de símbolos, fala-se que Paracelso dizia que as salamandras são os unicos elementais que não têm a semelhança com o ser humano, como as ondinas teriam.
    Sei muito pouco sobre as salamandras na Umbanda, mas acredito no princípio de Hermes Trimegistro, que tudo que está em cima é como o que está embaixo.Pai Fernando por favor me corrija se estiver falando bobagem,acho que o nosso fogo é correlato a essencia de algumas energias que não vemos e o trabalho das salamandras seria vir e trazer o equilibrio natural destas energias, sob o comando das entidades ou até talvez sob o comando direto dos Orixás.O que o sr. acha Pai Fernando?

    ResponderExcluir
  46. Andréa Destefani9 de julho de 2009 13:47

    Quando se monta um terreiro, necessariamente devo fazer a segurança com as armas do pai de cabeça e a entrada com a proteção do seo Tranca Ruas. Mas e o roncó? deve ser sempre atrás do congá? E o congá tem uma disposição conforme os pontos cardeais? Tipo ter que ficar voltado pro Norte?
    E mais uma coisa em qualquer terreiro a segurança Com as armas do Pai de cabeça deve ser feita como no TPM, digo ali bem no meio em frente ao congá?

    ResponderExcluir
  47. Olá Pai Fernando!
    Tenho uma dúvida: meu Ogum fez algo diferente na gira: foi aos 4 cantos de terreiro, depois no meio... Isso quer dizer cruzar o terreiro certo? Para que serve? Qualquer Ogum pode fazer isso?
    Obrigada! Silvinha

    ResponderExcluir
  48. Não tinha pensado em nada disso, na verdade quis dizer "médium de toco" pode ser?
    Imagina Baba, se pergunto aqui é porque quero ouvir a resposta e esta é para todos!
    Estou aqui humildemente para aprender com o senhor e gosto de dividir com ou outros minhas dúvidas, acho importante.
    Não tenho vergonha de errar também...com o senhor me ensinando eu chego lá!
    Beijuu

    ResponderExcluir
  49. Saravá Pai Fernando. Recentemente fui atendido por uma preta-velha muito caridosa e sábia. Na ocasião ela me disse que seu nome é Vovó Severina. No entanto, tenho buscado conhecer a história dessa entidade, mas não consigo muitas informações. Aonde posso encontrar ?

    Grato.

    ResponderExcluir
  50. Muito obrigada.... Pai Fernando. Saravá o TPM. Para a semana informarei como estão as coisas...

    ResponderExcluir
  51. Carlos Lima (Portugal)9 de julho de 2009 17:22

    Pai Fernando eu só pedi que o senhor desse uma visão para toda a gente que frequenta o Terreiro soubessem o
    que está por trás de cada gira para pensarem duas vezes quando dá preguiça ao Médium ou quando não há respeito por parte do consulente.Nas minhas pesquisas na internet encontrei este testemunho.
    Vou ter que dividir o testemunho em várias partes porque é longo:

    1ªParte

    São 19h30 o espaço físico do Templo está tranqüilo, alguns médiuns chegando, arrumando o necessário para a gira, alguns na cozinha, outra passando pano com extrato de ervas no chão sagrado e o sacerdote firmando o Congá e demais assentamentos. Tudo dentro da rotina tradicional parecia mais uma gira de preto velho. A energia do ambiente até então dentro da normalidade. Quando o relógio aponta 19h48, do lado espiritual começa uma grande movimentação, na rua alguns cavaleiros montado em cavalos brancos de um porte superior aos mais superiores do plano físico firmavam sua posição e ronda nas quadro esquinas do quarteirão em que se encontra o Templo. Não é normal este tipo de escolta, porém nada diferente apontava por ali, quando um portal se abriu na porta de entrada do Templo e muitos Guardiões e Guardiãs começaram a chegar e tomar seus postos frente ao Templo. O Guardião chefe da casa chega após os outros, cumprimenta a todos e adentra ao Templo com mais dois
    companheiros e uma companheira, posicionam na consulência, ele vai até os médiuns verificar qualquer
    anormalidade, em alguns poucos que estavam emocionalmente enfraquecidos ele irradiou uma energia de coloração vermelho claro, por alguns instantes a aura destes médiuns vibrava a cor, depois pareciam que eram absorvidas a exemplo de um creme hidratante usado entre os encarnados, passo seguinte estes membros sentiam-se mais animados. Feito isso dirigiu-se a Tronqueira. Lá estava seu médium, o Sacerdote do Templo, ele se faz presente e inspira que naquela noite algumas coisas “estranhas”ocorreriam, mas que ficasse tranqüilo, pois nada estava fora do planejamento de atuação.Continua

    ResponderExcluir
  52. Carlos Lima (Portugal)9 de julho de 2009 17:38

    2ªParte
    Os médiuns já começam sentir uma energia estranha no ambiente, alguns sentiam irritação e outros sonolência, é importante compreender que neste caso é uma reação orgânica que os médiuns manifestam em contato com energias não habituais, e neste sentido cada qual reage de uma forma. Apesar disso todos mantinham-se em seus lugares concentrados para a manifestação dos Preto-Velhos.
    Na consulência uma Pomba Gira irradiava sua vibrações nos visitantes, alguns ali chegando com grandes tormentos psíquicos e emocionais, no entanto, no geral a maioria estavam em ótimo estado espiritual, vindo ao
    Templo únicamente para exercer a sua religiosidade.
    A sineta toca, badalada pelas mãos do Sacerdote, algumas faíscas são espargidas da sineta no momento e um clarão se faz presente sobre as velas acesas na mesa dele. Uma esfera se forma desta luz e começa a absorver os pensamentos e vibrações de todos os membros da corrente mediúnica. É possível observar com
    clareza um cordão saindo desta esfera e se ligando no chakra frontal do Sacerdote enquanto ele procede com a defumação e desta forma ele vai sendo informado sobre o estado emocional e espiritual da sua equipe de trabalho nesta noite.
    O Sacerdote ministra sua palestra inicial falando sobre auto-iluminação e a linha de trabalho da noite. A consulência atenta ouve com prazer e começa o processo de reflexão que ajudará muito o trabalho dos guias espirituais.
    Após as etapas litúrgicas da abertura já os Pretos Velhos ao lado de cada médium, o guia chefe incorpora no Sacerdote e instantaneamente o ponto riscado na força dos Guardiões, firmado na porteira que separa a consulência da corrente mediúnica dispara um clarão do seu centro e um disco girante paira um metro de altura. Algumas energias densas ligadas ás pessoas da consulência começa a ser atraída pelo disco, um fenômeno muito parecido com um imã grande e potente.
    Um a um os guias vão tomando conta de seus médiuns sob as vibrações emanadas pela curimba.
    Os atendimentos iniciam e tudo vai correndo com normalidade, hoje vou falar do trabalho que uma médium
    desenvolve sem saber. Cada pessoa que seu preto velho atendia vinha com um ou outro obssessor ou cascões
    muito grosseiros no corpo astral. Após o atendimento os obssessores se mantinham amarrados ao lado dela, os cascões e demais dejetos energéticos eram jogados dentro de um saco grande. Logo mais aconteceria algo.
    Num determinado momento, o ponto riscado do lado direito da porteira interna para a força de proteção da linha da direita começou a irradiar uma intensa luz azul escuro que formou um imenso portal por onde começou a chegar muitos espíritos dementados, machucados, dilacerados e alguns revoltados. Foram todos posicionados no centro do salão, alguns médiuns
    em desenvolvimento sentiram uma energia estranhíssima no ambiente e sem perceber doava ectoplasma para os guias trabalharem e naturalmente iam ficando cansados. Então três dos cavaleiros de fora entraram correndo
    no salão sob o toque de um ponto cantado a Ogum. Eles circularam estes espíritos com correntes grossas no chão, esta corrente em círculo também abriu outro portal que recolheu estes espíritos, tudo supervisionado pelo espírito guia responsável em promover um trabalho de Socorro Espiritual.
    Pai João espera a última atuação da gira. Lembra da médium? Então, ela após a desincorporação do Preto Velho, sente a presença do Exu Gira Mundo e tenta fingir para si que não é com ela. Mas ele vai minando suas defesas e incorpora, estabilizando assim suas energias e repondo o que foi sendo esgotado ao longo dos atendimentos, quando desincorpora, acorrenta todos os espíritos que estavam em volta dela, coloca o saco
    com os dejetos energéticos nas costas e ainda aproveita para fazer incorporar um dos necessitados mais necessitados que as outras dezenas de obssessores em volta. Após ele se recolhe e tudo fica tranqüilo.
    Pai João se despede, fim de mais uma gira.
    Saravá!


    Cumprimentos
    Carlos Lima (Portugal)

    ResponderExcluir
  53. Andréa, como eu disse antes meus conhecimento sobre elementais é muito pequeno, mas quando vejo uma vela acesa eu converso com a salamandra e o calor do fogo abranda bastante. O Exu Tranca Ruas quando algumas vezes incorporei no mato ele pegava a farofa do trabalho e jogava para os pequenos da mata. Ondina de Oxum é uma das coisas mais lindas que eu vi na minha vida. Seus movimentos parecem feitos em um computador. Tem a semelhança de uma mulher, uma cor clara dificil de descrever, corpo, pernas, braços, cabeça, rosto e cabelos tudo feito de luz. FMG

    ResponderExcluir
  54. Andréa, não acho que exista uma ordem para o congá quanto aos pontos cardeais. As armas do Orixá mandante fica nomeio do terreiro que é a segurança. Quanto ao roncó pode ser feito em qualquer lugar do terreiro, até mesmo em construção separada. FMG

    9 de Julho de 2009 18:37

    ResponderExcluir
  55. Silvinha, se ele fez isso é porque tinha permissão, pois caso contrário não faria nada. Não se preocupe que eles sabem o devem ou não fazer. FMG

    ResponderExcluir
  56. Alice, como falei minhas observações são para todos. Dizer isso não é errado, mas perigoso porque o médium pode achar que está commpromissado e na verdade não está. Eu não sou ninguém para ensinar, mas tenho experiencia para perguntar. Fique fria loira. FMG

    ResponderExcluir
  57. Fernanda, estou repetindo aqui porque vc postou no tópica 8 quando devia sert no 9. Adorei o nome de ANJO DAS ALMAS para o grande Exu.

    Olá Pai Fernando!
    E salve saravá a todos!...como são tantos os pensamentos e questões que nos passam pela cabeça em relação ao MUNDO ESPIRITUAL, sempre me lembro do q o GRANDE MASTER BLASTER TUUUDO DE BOM, MUITO AMADO POR TODOS PAI DE SANTO FERNANDÃO diz:
    "A UMBANDA É UM GRANDE QUEBRA CABEÇA"

    Eu sou muito nova na Umbanda, mais quero escrever sobre como eu comecei a me relacionar com a entidade q recebo na linha esquerda, Dona Maria Navalha.
    (desde menina eu adoro navalha, para mim a prova de amor q um homem poderia me dar é a que ele deixe q eu faça a asua barba, com NAVALHA!!!
    rsrsrsrssrsrs...o único q deixou quando eu era menina pequena foi meu pai!)

    No começo(nas giras de esquerda)era bem complicado para mim...descia um Exu( q me parecia ser vibração do lodo) e dizia
    -EU GANHEI EU GANHEI!!
    para todos q vinham falar com ele.
    Eu ainda(incorporada)não riscava ponto, não trabalhava dando consulta.
    Até q um dia eu comecei a receber uma entidade a qual eu não conseguia destinguir.

    Por intuição minha, pensei em fazer um colar para essa entidade e quando finalmente a gira de exu aconteceu fui lá eu pedir uma axé para
    Dona Maria Padilha das Almas e ela me disse:
    -deixa aqui e vai incorporar, vai trabalhar no meio!...
    e eu fui.
    Inncorporei.
    E meu corpo foi direito para o ponto de Dna Maria Padilha e ela disse para mim e para a entidade q estava comigo, botando o colar no meu pescoço:
    -seu nome é Maria Navalha e vc vai botar um lenço preto na sua cara e vai começar a trabalhar aqui!!!..daquele jeito q eu particularmente adoro de quando os exus dão ordem!!!

    Depois disso foi só alegria!!
    (apesar de chorar e me comover muito,quando a noite eu conversava com Dona Navalha ela me contava a história dela)

    Que felicidade poder ajudar e principalmente ser não só ajudada mais acolhida como sou e já fui por uma entidade tão maravilhosa como ela.

    Foi ela q me ensinou as leis do terreiro até pq eu sinto e sei q ela trabalhava em lugares não tão de luz, vamos dizer assim.. ela disse q quem 'liberou' ela foi Seu Tranca Ruas das Almas q ela chama de Anjo das Almas.
    ela me ensinou a ser direita comigo mesmo.

    E ela usa o lenço na cara pq ela tem várias cicattrizes.
    As quais eu espero um dia, que se encham de luz.
    Espero eu estar no caminho certo.
    então boto aqui um email q mandei para o Pai Fernando sobre o q aconteceu num dia na gira de esquerda:

    9 de Julho de 2009 18:32

    ResponderExcluir
  58. Pai Fernando

    Sobre a gira de Exu, tenho uma dúvida BEM pessoal. :o)
    Na última gira de Exu, estava eu toda feliz e faceira cantando os pontos q eu conhecia, qdo começaram a cantar o ponto do Seo Tranca da Encruzilhada, não precisou nem muito, qdo falaram "O sino" já tonteei. Mas novamente não consegui identificar nada. Eu perguntava se era Pomba Gira ou Exu pq não sentia feminilidade nenhuma, mas ao mesmo tempo levantava um lado da saia. Na vibração do meio, tb não agiu como os outros q estendem as mãos, tinha uma postura de corpo diferente, um jeito diferente, percebi que estava trabalhando, mas era diferente do que normalmente acontece com outras entidades que já tive a felicidade de sentir. Por vezes a saia me parecia q incomodava em outras parecia que não incomodava.
    Sei que comecei a pedir para ir embora, msm sabendo que não era o correto, eu pedi pq tava me agoniando. Só que estavam tocando p/ Maria Mulambo, e eu pedia p/ ir embora e sentia como se respondesse assim "Eu não vou em ponto de mulher". Sei que chegou um momento que foi, nem me lembro ao certo o ponto que estavam tocando, mas foi.
    No começo dos atendimentos deste dia, Seo Capa Preta me chamou para me ensinar como era sentir um obsessor e no final da gira passou por mim e perguntou se estava td bem. Eu expliquei minha dúvida e ele me respondeu que eu não tenho que saber.
    Mas... não tenho mesmo? É para "deixar vir" sem saber 'quem' é? Eu sei que os outros eu tb não sei quem são, mas eles não me deixam tão confusa. :o)

    Obrigadinha, MUITO obrigadinha..

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  59. ...eu vi q postei errado só depois de ter postado!!!rsrsrsrss....vai aí o resto da postagem!
    um beijão
    Fernanda

    Então!, começo o email agradecendo muito a vc por ter me acolhido na Umbanda.
    O q foi para mim revelado e descoberto foi muito mais do que ganhar uma família, a qual eu estava buscando e sentindo falta desde q os meus pais se separaram.

    E quero contar o que aconteceu em relação a Dna. Maria Navalha nessa última gira de Exu.

    (sempre q começa a gira, eu, nos cantos, desejo que a luz daqueles trabalhos espirituais cheguem em determinda pessoa, minha mãe, meu pai, meu irmão, a vó, os amigos, os espíritos e por aí vai......, e então nessa última gira de exu desejei para a Dona Navalha.

    ...depois q vislumbrei uma das vidas, fiquei emocionada.
    Por ela ter levado uma de suas vidas de maneira tão difícil, de 'sombra' por assim dizer, pedi para que no plano espiritual, ela encontrasse a luz, o amor, a alegria e o q fosse de direito dela, nem mais nem menos.

    passou a primeira parte, segunda parte as consultas:

    Simplesmente TODOS os consulentes q chegavam para falar com Dna. N. falavam q como eles estavam gratos pelos 'desejos' alcaçados e, desejavam q ela (d.N.) conseguisse chegar na luz, deram presentes por agradecimento, só palavra de amor, eu lá dentro do meu corpo eu , rsrsrss, chorava de emoção e ela séria, só ouvindo.
    foi gratificante ver como realmente as peças vão se encaixando!

    Depois, voltando da gira para casa eu vejo a lua e na mesma hora vem aquela ponto de mujer:

    De vermelho e negro, vestindo
    À noite o mistério traz,
    De colar de conchas,
    Brincos dourados,
    A promessa faz...
    Se você quer ir,
    Você pode ir,
    Peça o que quiser...
    Mas cuidado amigo,
    Ela é bonita, ela é mulher.
    E num canto da rua,
    Zombando, zombando,
    Zombando tá...
    Ela é moça bonita,
    Girando, girando, girando lá, oi...
    Oi girando lá, oi...
    Oi girando lá, oi...


    Mais me aparece uma mujer tão bonita, tão vermelha, deslumbrante, ela não ficava no chão como eu, ela parava no ar, e me disse:
    - Eu gostei do que vc fez pela Navalha....e foi perguntando se eu queria algo..q ela me concederia...eu pedi.rsrsrssrs
    Que mujer que brilhava meu Deus, q sentimento de ternura me deu.
    FOI MARAVILHOSO!!

    ResponderExcluir
  60. Denise, deixe as coisas acontecerem e não se preocupe com segurança que nas giras as entidades e os dirigentes cuidam com muito zelo. FMG

    ResponderExcluir
  61. Olá a todos.
    olá carlos lima.
    demais esse depoimento da gira. lendo me passou um filme na cabeça.

    muito bacana.

    abs.

    kiko.

    ResponderExcluir
  62. (Afrânio)

    Olá gente, muita paz para todos!

    Mucuiú Pai Fernando!

    Gostaria que o senhor, se possível explicasse, um pouco mais sobre as armas que se encontram enterradas no Terreiro ao qual dão segurança aos trabalhos.
    E uma pergunta: essa segurança seria de que tipo? Haja vista na entrada no Terreiro já possuir a tronqueira, que me parecer realizar um espécie de "filtração" das pessoas que vão ao Terreiro, com suas possíveis companhias (espíritos obsessores) que no momento não poderão adentrar junto com a pessoa no Terreiro.
    Desculpe se falei besteira, rs
    Aguardo.
    abraços!

    ResponderExcluir
  63. Dedê Zanchetta
    Nossa Pai Fernando e amigos blogueiros fiquei uns dias afastada e as postagens dispararam,este meu Pai de Santo é o máximo mesmo....

    Já estou me convidando , não perco a viagem do Rio de Janeiro....ou seja viagem nenhuma, com esta umbanda maravilhosa por este Brasil à fora..

    Falando em entidades ,trabalho no toco à quatro anos , e passava muito mal na gira de cigano, um dia me escondi na cantina para não dar consulta, aparece a Mãe Lucilia e pergunta:o que vc esta fazendo ai? Pode ir dar consulta, me levou para o meio do terreiro senti aquele bailar e veio uma entidade muito séria nada haver comigo, fiquei surpreendida com sua firmeza ...ciganas são alegres, ela de poucas palavras,foi logo no ponto do cigano Ramon , seu tratamento com ela foi de uma grande ternura, descobri pela conversa deles que são marido e mulher...hoje os consulentes perguntam seu nome ela fala: Para lembrar dela se lembren sou a mulher de Ramon , os consulentes saim feliz da vida com sua resposta.
    Eu até hj não tenho curiosidade em saber seu nome, pq fico muito feliz em saber que ela é mulher de Ramon.
    Um grande abraço
    Dedê

    ResponderExcluir
  64. Mucuiu Pai Fernando.
    Agora vou tentar de novo em duas partes.
    Primeira:

    Estou passando os nomes dos meus amigos que trabalham comigo. E gostaria, se o senhor permitir, de falar um pouquinho sobre time que me acompanha e que eu amo muito. Se não der para postar eu entendo, mas não da para ser curtinho.

    OGUM - Senhor Ogum da estrela.
    Homem serio, focado e pratico. Diz estar a pouco tempo exercendo novas funções devido a minha entrada no tpm, e ao maior campo de ação que novos parceiros proporcionaram. Me pede calma e atenção em tudo.

    OXOSSI - Caboclo Mata Virgem.
    Tenho na casa do meu pai um assentamento dele feito há 18 anos, pois depois que sai da casa onde trabalhava, fiquei atendendo sozinho durante 13 anos na casa do seu Nelo, meu pai, que todo dia ao acordar vai saudar o caboclo. São 18 anos de coisas maravilhosas que ele sempre faz, sem nunca ter nos acontecido nada de grave, sem faltar nada, nunca dentro de casa, e com muita saúde na família toda. Escrevi isto a respeito dele a um tempo atrás depois de uma conversa com o baiano sarara, que tb trabalhou comigo 23 anos, e no ano passado se despediu deixando muita saudades.
    O caboclo mata virgem - nosso querido e amado mestre. Esguio, cabelo no ombro, às vezes solto, às vezes com uma trança para o lado sempre com três penas. O homem cheira bem sempre. Tem um olhar que parece ligado com o sorriso. Alegre, divertido, bom ouvinte e bom conselheiro. Um poder de manipular energias que a gente brincava (eu e sarara), seu mata 1000 volts. Uma flexa certeira, não errava uma (dizia o sarara). Um jeito especial de unir e angariar almas para caminho da luz usando sempre uma boa linha de raciocínio e o bom senso. Tudo isso aliado a um abraço que desmancha qualquer marra e amolece qualquer coração. Meu guia, minha luz.

    BOIADEIRO - Sr. João sete laços.
    Nunca tive tanto contato, pela falta de giras de boiadeiros no ceeic. Sinto na incorporação um homem muito simples. Espero trabalhar melhor com ele a partir de agora.

    ERE - Pedro Henrique.
    Cabelo de tigela, mais parece um curumim. Quando ele resolve dançar eu trinco de vergonha,, e ele não ta nem ai,, pula como um cabritinho e parece estar com o dedo na tomada.

    PRETO VELHO - Pai Cipriano.
    Resmunga, resmunga e resmunga. Gordo, bonachão, mandingueiro. tb preciso afinar meu trabalho com ele. Fala-me que não entende porque mandam ele tomar banho antes de ir para o terreiro.

    MARINHEIRO - Marujo sete ondas.
    Sempre depois da gira que ele ia embora eu me sentia só. Não conseguia entender, até que pedi esclarecimentos. Ele foi direto. Sei que tu és surfista, e gosto de saber que tu és um homem do mar tb., mas esse negocio de ficar falando muito alto com seus amigos dentro do mar, e fazendo comentários sobre coisas pertinentes ao oba, oba de vcs na vida terrena, me deixa triste contigo, pois sempre sai uma palavra CHULA. Tu esquece que esta no meu campo de força. MAIS RESPEITO POR FAVOR. Mudei a atitude e ele esta mais carinhoso comigo. Junto com isso veio um bem estar maior ainda nos meus momentos de surf, e principalmente no trabalho com ele. Tamo indo cada vez melhor.

    CIGANO - Gabriel Pontes.
    Nunca incorporei, pela falta de gira de ciganos onde trabalho em Sampa. Ele já conversou comigo algumas vezes, mas não tenho nem idéia de como ele é ou trabalha. Disse que estas coisas a madrinha esmeralda vai direcionar no momento certo.

    Kiko Codina.

    ResponderExcluir
  65. Agora sim padrinho.
    segunda parte:

    BAIANOS - Decio e Mestre Valadares.
    Decinho trabalha comigo menos de um ano. Filho adotivo do Sr Zé pinguinha, que dirige a gira de baiano do CEEIC, veio substituir o baiano sarara, que como já disse ficou comigo 23 anos. Tive sérios problemas com meu APEGO E COSTUME com ele. No final do ano passado quando ele me deu a noticia de sua mudança passei mal. foi um mês chorando toda hora, pois era ele que botava a mão em tudo, era quem organizava as coisas a mando do seu mata. E acabei sendo grosso e frio com o menino Decio no começo. Hoje estamos melhorando nossa sintonia e o menino é gente boníssima. Só acaba com minhas pernas quando trabalha, pois não para um minuto. Tamo indo bem.
    Mestre Valadares diz que esta fora da crosta a muuuito tempo. (muito mesmo). Tem no CEEIC a permissão do Sr pena roxa, chefe da casa, para incorporar em qualquer gira sempre que for necessário. Mas vem pouco. Literalmente um doce de velinho, e que sempre me lembra - FILHO, EM TUDO QUE HA NO MUNDO E EM TUDO QUE ACONTEÇA, TEMOS DUAS MANEIRAS DE OLHAR E ENTENDER. TUDO TEM DOIS LADOS. Amo muito o veleenho.

    EXU - Senhor Tatá Caveira.
    Este é o mais paizão. NUUNCA me deixou na mão. e na verdade não lembro de algum pedido que não tenha sido atendido. POR OUTRO LADO - UM EXEMPLO DE COMO FUNCIONA.
    Estou na pista de skate fazendo minha linha bem veloz, quando um garoto de oito anos atravessa na minha frente na parte mais rápida da pista. Quase cai feio, e minha reação na hora foi,, PO MULEKE,,SE LIGA,, QUER SE MACHUCAR?
    Dei três passos e senti o bafo no pescoço.
    TA LOKO,, PERDEU A NOÇÁO,, ONDE JA SE VIU FALAR ASSIM COM UM GAROTO DESTA IDADE SEU IDIOTA.
    Em um segundo voltei para o guri e pedi mil desculpas.
    E ai de mim se eu sair da linha. O bicho pega sem dó.

    EXU MIRIM - lucinho.
    Só conhecendo. Educadíssimo. Nem parece exu pela vibe tranqüila, mas não é tão novinho assim,, vibra Tb junto com os adultos, e odeia charuto.

    Não são MINHAS entidades. São nossas entidades. Não são MEUS guias. São nossos guias. São as pessoas que me chamaram e me deram a felicidade de fazer parte de um TIME. Meu time do coração.

    Sabe padrinho. Sei que o pai Bit trabalha com seu mata virgem. Morro de vontade de ir a uma gira dele, mas tenho até medo. Se for o mesmo espírito, e ele me chamar para o abraço, caio duro e seco de emoção. Seria um sonho realizado falar abraçar ele. Da até tremedeira,,,brbrb.

    É isso.
    Forte abraço padrinho.
    Axé a todos.
    OS: Likinha, agora só vou ser puxa saco de minha mãe Lucilia, e tu vai mooorrerr de ciúmes. Há Ha, há.

    Kiko Codina.

    ResponderExcluir
  66. Afrânio, no meio do terreiro tem um ponto de segurança, de onde flui uma energia muito intensa para ajudar nos trabalhos, proteger os médiuns e a propria Casa. Na entrada é como vc falou muito bem. FMG

    ResponderExcluir
  67. Voltando ao assunto nomes de entidades trabalhei alguns anos com as minhas na consulta sabendo apenas o nome do Caboclo Caçador porque foi identificado pelo Pai Fernando no ponto riscado.
    Quanto as outras entidades foi mais lentamente... como eu tbém trabalhava na gira de quinta e lá a Eli volta e meia passava anotando ponto riscado e perguntando o nome ...foram revelando aos poucos, algumas até para minha surpresa deram nomes que eu nem sonhava rs já que presumia erroneamente saber.
    A entidade que trabalhou comigo alguns anos na gira de cura nunca revelou seu nome, uma noite o Dr José Carlos depois de ouvir infinitas vezes as pessoas perguntando o nome dela disse é “Dra Elizabete” ...ela então respondeu: “Dra Elizabete está bom” rsrs...e assim ficou.

    Depois de sete anos de corrente alguns nomes já revelados:
    Pomba Gira: dona Rosa do Cruzeiro
    Cigana: Zahra
    Preta Velha: Mãe Maria de Benguela
    Caboclo de Oxóssi: Seu Caçador
    Boiadeiro: seu Zé Tropeiro
    Erê: Tiziu
    Marinheiro: seu João Canoeiro

    Axé

    ResponderExcluir
  68. Pai Fernando,

    A quiromancia é usada na Umbanda tbm...

    Monique

    ResponderExcluir
  69. Monique, as entidades conhecem, podem veladamente mas a Umbanda não a usa porque as entidades não têm necessidade de seu uso. Uma curiosidade com as entidades que trabalham comigo que eles analisam as linhas da mão e algumas vezes com a ajudo do ponteiro criam linhas novas. Eles explicam que cada seis mneses as linhas da mão se modificam e como a vida da pessoa não está boa, para acelerar o resultado, eles antecipam a modificação das linhas. FMG

    ResponderExcluir
  70. Nossa adorei a explicação da mudança das linhas essa ainda não sabia, eu já sabia da temperatura, da cor, do tamanho das mãos e largura dos dedos... mais da mudança de linhas adorei saber... me lembro uma vez sentei na frente do cigano que o senhor trabalha (MUITO COMPLICADO ESCREVER O NOME DELE RS) e ele pegou a mão do Carlos e com ponteiro começou a mexer e eu tbm fique olhando e fui eu mesma olhar a minha ai ele parou e disse oq vc ta vendo ai na sua rsrsrsrrsrsrs.

    Monique

    ResponderExcluir
  71. Pai Fernando eu queria saber se é normal perder a consiencia durante o momento da incorporação?
    Não ficar inconsiente, mas sumir por 1 ou 2 seguntos e não ter controle e não ver oq acontece no momento q incorpora, pergunto pq no trabalho de mata ano passado qnd Ogum q trabalha comigo mudou a forma de incorporar eu vibrei mt e mt forte, e por um breve momento não sei dizer exatamente oq aconteceu, e na gira de desenvolvimento terça agora aconteceu isso com Xangô, não vi e não consigo lembrar o momento q ele bateu a mão no chão, só esse momento, segundos, mas suficiente para me deixar em panico, é normal acontecer isso?
    Pq como a maioria eu sou consiente o tempo td...
    Isamara

    ResponderExcluir
  72. Monique, resta saber se deu certo para o Carlos. FMG

    ResponderExcluir
  73. (Afrânio)

    Mucuiú Pai Fernando; obrigado pelas respostas!

    Segundo a nossa amada Umbanda, os astros exercem alguma influência em nossas vidas? ou esse assunto estaria restrito somente a astrologia e suas ciências correlatas?

    Eterna gratidão....

    ResponderExcluir
  74. Para a pesquisa sobre os nomes de entidades q o Mauro Monteiro esta fazendo, vou postar os nomes das entidades q trabalhavam com a avó do Claudinei (meu marido)
    Oxossi - Caboclo Tronco de Ipê
    Xangô - Caboclo Cachoeira Branca
    Ogum - Caboclo Flecha Ligeira
    Preta Velha - Mãe Maria da Bahia

    Hj ela não trabalha mais pela idade e saúde debilitada, mas trabalhou com eles mais de 20 anos...

    Isamara

    ResponderExcluir
  75. Afrânio, se os astros não tivessem influencia em nossas vidas a Umbanda não ia escolher lua para trabalhar. Eu tenho vontade de construir uma cela reforçada para prender por durante a Lua Cheia todas as pessoas Lunáticas, ou seja, aquelas que recebem influencia direta da Lua. Eu que trabalhei em balcão e cuidei de alcoolatras, toda entrada de Lua Cheia os calmos ficavam nervosos, os nervosos ficavam irritados e os irritados ficavam agressivos. Os viciados se en tregavam ao vicio direto nesse periodo. FMG

    ResponderExcluir
  76. Com toda certeza deu, estamos no melhor momento de nossas vidas, trabalho que ele queria indo de vento em poupa e as coisas aqui estão indo muito bem estamos muito feliz... e muito grato tbm.

    Monique

    ResponderExcluir
  77. Pai Fernando,

    Vou ajudar na pesquisa e dizer o nome das entidades com quem trabalho.

    Pomba-gira: Pomba gira cigana das sete saias
    Caboclo: Cabocla Jandira
    Preto-velho: Tia Maria da praia
    Ere não sei ainda
    Cigana: A cigana da mãe ritinha disse ser Margarida
    Boiadeiro: não sei
    Marinheiro tbm não sei.

    Monique

    ResponderExcluir
  78. Luna usei a metafora em um sentido geral tentando destacar que apesar das duvidas sobre nomes e linhas havia muita coisa valiosa na acao e no depoimento que Alice, Carlos e Vc, além de outros amigos nos deram. Ou seja, Ha algo de bom sendo feito! Ha de se curtir isso com peso, no minimo, igual ao das dúvidas...
    Sem falar na Vovó Maria Quitéria que espero conhecer.
    abracao do amigo
    Sidney

    ResponderExcluir
  79. Ai gente...Meu computador virou uma carroça!!!
    Estou há 40 minutos tentando ler as últimas 25 postagens...rsrsrs. Eu mereço mesmo!

    Gente que maravilha! Vcs estão inspirados hoje!
    Mae Rita postou. Lôlô :)

    A postagem do rapaz de Portugal! Se eu voltar lá pra cima pra ver o nome dele, vou levar mais 10 minutos...Aff!
    - - MAS FOI MARAVILHOSO HEIM!

    E a postagem da Fernanda? Linda!

    Olha Pai Fernando, estava aqui pensando com os meus botões...O terreiro do Pai Maneco tem muitos jovens, e isso é uma grande alegria para a nossa Umbanda. Pois nós seremos o futuro da Umbanda sem mistificações e misturas.
    Eu eu faço parte disso!!!

    Mãe Alice , vc será muito bem vinda ao Rio! E estarei aberta a toda a ajuda necessária, não só de vc como de todos!
    Precisamos da nossa casa fixa. Mas se ainda não a temos, temos nosso trabalho e amor ao próximo. Amor a religião e amor ao TPM.
    E quando conseguirmos nossa casa, teremos a responsabilidade de fazê-la crescer...Através dos trabalhos, da cantina, da mensalidade, das festinhas beneficente.
    Daqui a pouco tento perguntar. Pois essa postagem foi um parto para poder sair.
    Saravá!

    DÊdeeeeeee, estou esperando vc aqui heim!
    Bjs e bjs

    ResponderExcluir
  80. Andrea muito boa sua fala sobre os elementais. Mais uma otima contribuicao. A do seo Fernando tb ... Até me lembrei de alguns principios da alquimia (a original, nao a de hollywood)...
    abracao
    Sidney

    ResponderExcluir
  81. Luna depois me conte se Vovo Maria Quiteria curtiu o ponto ou a letra...
    abracos
    Sidney

    ResponderExcluir
  82. (Afrânio)

    Foi muito bom saber disso Pai Fernando, pois em meus estados de paz e outras vezes tristeza, principalmente a noite, minha mente me apontava algumas vezes que era a lua agindo sobre mim. Não é por isso que a partir de agora irei sair culpando a lua por minhas variações de humor, mas uma coisa fiquei certo: a intuição tava certa.

    Muito grato Pai.

    Fraterno abraço!

    ResponderExcluir
  83. Pai Fernando, posso perguntar se o Caboclo Águia Branca dá consulta através de algum médium no TPM? Se sim, em que dia da semana?
    Esta entidade está associada a qual Orixá?
    Abraço. Ana.

    ResponderExcluir
  84. Boa dia gente. Bom dia Pai Fernando!

    Sidney, já está pronto o ponto???

    ResponderExcluir
  85. Bom dia Pai Fernando. Desculpe pelo grave erro de não se identificar, pois não atentei para os bons modos. Então postarei meu recado novamente, mas agora assinado.

    Recentemente, fui assitido por uma entidade na linha dos Pretos. Tenho só elogios para essa entidade, como para todas as outras, no entanto, a Vovó Severina me despertou a curiosidade. Estou pesquisando sobre a história dessa entidade, mas não consegui muitas informações. O Senhor tem alguma dica?

    Grato, Alex.

    ResponderExcluir
  86. Boa tarde pai Fernando. Gostaria de tirar uma dúvida...A entidade pode pegar algumas caracteristica positivas e negativas do médium?
    Tipo usar as caracteristicas pessoais do médium?
    Um exemplo: lembrando das incorporações , percebo que as minhas entidades sejam elas, os pretos e os caboclos são amorosos...E até de vêz em quando o seo Tranca rua ( mas não gosta de brincadeiras) Mas a maioria das entidades que trabalham comigo são inclinadas a grandes benevolência...Menos a Padilha que é curta e direta.
    Isso pode acontecer? Dessa terceira energia absorver parte de nossas características? Sendo elas positivas ou negativas?
    É por isso que tbém temos as características de nossos Orixás e de algumas entidades?
    Ou estou redondamente errada?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  87. Olá pai Fernando, meu nome é Joyce e fiquei muito feliz em ver o blog do TPM, que eu não sabia da existência, sou médium há 6 anos, nasci, cresci e me criei na Umbanda, minha mãe biológica é minha mãe de santo....AMO A UMBANDA, mas o motivo que me leva a escrever - te é o agradecimento pelo belíssimo site que há tempos consulto, leio e releio para levar novidades ao nosso terreiro e mostrar as coisas lindas que vcs fazem, deixa eu contar umas coisinhas que o TPM já fez pra nós, pra os nossos últimos Amacis usamos o ponto criado por vcs para Amaci, pois antes era feito sem ponto cantado, mudamos alguns amalás que facilitaram nossa vida nas ofertas de mesa aos orixás e são utilizados sempre, sempre, sempre que necessário. Pontos cantados maravilhosos que não conhecíamos foram incluídos aos nossos. Aproveito para salientar a minha paixão pelo ponto Águas de Oxum que conheci através do site.
    Muito obrigada Pai Fernando, pela diferença que o TPM fez em nossa casa, que é simples mas é de muita força e que nos aumenta a fé a cada dia.
    Um abraço à todos irmãos na fé do TPM, aos dirigentes da casa e tb um beijo enorme a minha Mãe Rosa que hoje passa por um momento difícil mas se Oxalá permitir será superado. Seria uma grande emoção se o Sr me mandasse um apenas oizinho! Abraços

    ResponderExcluir
  88. Andréa Destefani10 de julho de 2009 12:54

    Pai Fernando eu nunca vi uma filha de Iansã chorar tanto como eu. O pior é que estou numa lan house com os olhos cheios de lágrimas. Todas as minhas entidades trabalham com as linhas das mãos!!!!!!!! Exatamente como o sr. descreveu. Só não uso as ponteiras porque,como tremo bastane devido à hipoglicemia, tenho medo de machucar as pessoas. E é exatamente isto que me dizem: mudança das linhas em 6 meses e as minhas linhas da mão mudaram bastante desde que entrei no terreiro. O seo Beira Mar muda as linhas com água e o fogo de sua energia.Só que, o que a pessoa determinou como importante aprendizado em seu caminhar não pode ser modificado.É tão bom saber que alguém trabalha da mesma forma!Agora o sr. abriu um leque de possibilidades pra eu fazer novas perguntas. Até porque tinha medo de confessar isto, por meu pouco e restrito entendimento.Obrigada meu Pai!

    ResponderExcluir
  89. Andréa Destefani10 de julho de 2009 13:25

    Pai Fernando aqueles cabos de ferro que tem no teto do terreiro é algo somente estrutural ou tem haver com a gira?

    ResponderExcluir
  90. Andréa Destefani10 de julho de 2009 13:40

    Pai Fernando hoje estava vendo um rabino falando na tv sobre a necessidade do espirito de se "recarregar", motivo pelo qual ele realizaria as saídas do corpo enquanto dormimos e em estado de coma.Pois bem, várias vezes em sonhos e em visões que tive, os espíritos desencarnados após o desencarne "dormem" por um tempo. Não consigo entender bem isso, mas seria como um momento de tratamento, de restabelecimento do espírito. Até onde eu sei estes espíritos ficam neste estado de sono sob os cuidados de outros espíritos. Fiquei pensando que se os recém desencarnados que ficam vagando sem saber de sua situação vão perdendo forças e assim vibrando mais baixo chamam a atenção de outros espíritos de baixa vibração? O sr acredita que esta situação seja também um aprendizado?

    ResponderExcluir
  91. Ah! Pai Fernando tb gostaria e colaborar com a pesquisa das entidades se ajudar em alguma coisa abaixo seguem os nomes das entidades que eu trabalho

    Caboclo de Oxóssi - Sr Pena Dourada
    Baiana - D. Zeferina
    Preta - Velha - Vó Rosa de Angola
    Erê - Mariazinha
    Linha de Cura - Sr Yussef
    Marinheiro - Sr Otávio (só veio até dizer seu nome e nunca mais voltou)
    Boiadeiro - Nunca disse o nome mais sinto ser uma entidade muito "brava"
    Exú: Sr Tranca Rua das Encruzilhadas
    Pomba - Gira: D. Maria Mulambo

    Ah! Se não ajudar por favor desconsiderem
    Bjs - Joyce

    ResponderExcluir
  92. Luna,já estamos numa boa turma para o Rio. Fernandão, Joicy, Dede, Kico...Alice vai agora?
    Sei que o lugar que escolheram para a primeira gira não é do agrado de vcs mas é o primeiro ponta pé, não é?
    Lucilia

    ResponderExcluir
  93. Andréa Destefani10 de julho de 2009 14:16

    Sidney eu acho que a Umbanda usa um processo alquímico muito forte:a de transformar nossos pensamentos e nosso conhecimento em favor do nosso crescimento pessoal(o que acaba refletindo em todo mundo). Nos eleva de poeira de estrelas a diamantes, se soubermos ter entendimento como fala o Pai Fernando e se soubermos ter paciência, porque como já disse uma vez, os melhores e mais profundos milagres acontecem bem devagar.Saravá!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  94. Pai Fernando, eu levei uma amiga ao terreiro num momento bem complicado da vida dela e as entidades (Pomba Gira) a atenderam. Hoje ela me procurou pq gostaria de fazer um agradecimento à Pomba Gira, me perguntou se podia levar umas rosas vermelhas e colocar lá no jardim na encruzilhada da Pomba Gira. Pode ser assim mesmo?

    Beijinhos e muuuuuuuuuito obrigadinha, Dê

    ResponderExcluir
  95. Lendo o que o sr. escreveu ao Afrânio e como filha de alcóolatra confirmo o que o sr. disse e quero lhe fazer uma pergunta.Nós que sofremos com isto(todos os filhos de alcóolatras que eu conversei até hoje) acabamos por desenvolver uma aptidão muito específica espiritual: a de antever o dia em que haveria discussão em cas por causa da bebedeira. Sabe que era uma coisa irracional mesmo, mas sentíamos quando iria acontecer. E muitos dos que passaram pelo que eu passei, tiveram este mesmo sentimento de saber antecipadamente.Isso meu pai, influenciou a minha mediunidade e de todas estas pessoas? Vejo como um reflexo instintivo ,mas à medida que foi tão "treinado" o sr acha que possa ter modificado nosso potencial mediunico?

    ResponderExcluir
  96. Mucuiu Pai Fernando
    nossa Jurema q bom lembrar dessa historia desses dois espiritos queridos q nos acompanham na linha de cura....sarava
    aproveitando vou postar os nomes das entidades q me acompanham
    cab Ogum seu Sete Ondas
    cab Oxossi Jurema
    cab Xango seu Guajajara
    preta vo Maria do Rosario
    ere RITINHA DA Praia
    exu dona Rosa Caveira
    cigana Estela
    marinheiro Avelar
    bjo
    Allayne

    ResponderExcluir
  97. Pai Fernando

    Boa Tarde à todos blogueiros

    Num sábado a tarde o Pai Fernando disse que ia trabalhar na gira a noite, tive a grande oportunidade de cambonear ele,tinha uma médiun da gira de quarta que não estava nada bem, eu disse para ela vou ver se o seu Akuan lhe atende, conversei ele mandou chama-la olhou...olhou...pegou sua mão e disse que iria trocar umas linhas da sua mão , para os problemas de sua vida melhorar..fiquei impressionada quando ele passou a mão dele na dela as linhas sumiram, ele pegou um ponteiro e começou a riscar novas linhas e disse que tudo iria melhorar....realmente foi feitas novas linhas.....e passou uns dias e ela veio me agradecer por eu ter levado até o seu Akuan
    que as melhoras estavam sendo incríveis...Saravá Seu Akuan

    ResponderExcluir
  98. Aninhas, tem médiuns que trabalham com o Caboclo Aguia Branca, da linha de Oxóssi. Vou verificar e oportunamente publico. FMG

    ResponderExcluir
  99. Alex, que bom que vc postou com nome. Não sei nada sobre a Vovó Severina, mas fica aqui registrado e é provavel que alguém mande um comentario. FMG

    ResponderExcluir
  100. Luna, a terceira energia criada pelos espiritos do médium e da entidade pode manifestar algo só do médium, mas isso não deve ser levado em consideração. FMG

    ResponderExcluir
  101. Pai Fernando postei hj msg para o Sr, estav muito ansiosa para vê-las e com o meu tão sonhado oizinho mas acho que não fui aceita- Joyce

    ResponderExcluir
  102. Andréa, foi idéia do nosso arquiteto, o meu capitão Gustavo. FMG

    ResponderExcluir
  103. Andréa, eu já sou mais pé no chão. Acho que o espirito (ao menos o meu) recarrega com as entidades do terreiro, não só pelas vibrações mas, principalmente, pelas incorporações. Quanto ao estado dos desencarnados é como sofressem uma cirugia e esivessem anestesiados. FMG

    ResponderExcluir
  104. Joyce, vc me alertou que as pessoas não estão revelando seus orixás de cabeça. Seria interessante para verificarmos as entidades que em maior número trabalham com os médiuns. FMG

    ResponderExcluir
  105. Ai Pai esquece o que eu disse pq o meu PC tá horrível,desculpa é que a vontade de falar com o Sr é enorme fiquei mt emocionada em ver sua resposta, muito mesmo, estou chorando é uma alegria imensa perceber que pessoa de tamanha bondade me deu atenção então.... como o Sr perguntou o nosso terreiro fica em Guarulhos - SP, a minha maezinha há 8 meses perdeu a mãe pequena do terreiro, que era cunhada dela, portanto minha tia e ficou muito abalada e agora há 21 dias perdemos minha avó mãe dela, sabemos que para as duas foi melhor voltar à casa do Criador mas a mamy, tá muito, muito, muito triste, precisando de consolo de colo, mas as coisas vão melhorar a força dela é enorme e peço gentilmente que o Sr possa fazer uma prece por ela o nome dela é Rosa Maria Regattieri, Amei muito ser lembrada um beijo enorme meu mais novo e querido tio - JOYCE

    ResponderExcluir
  106. Denise, sem nenhum problema. Pode dizer para sua amiga que nosso terreiro está à disposição. FMG

    ResponderExcluir
  107. Joyce, que bom ler textos tão carinhosos assim. Muito obrigado por tudo que vc falou do Terreiro do Pai Maneco e seja bem-vinda a este blog. Vc não disse onde fica o Terreiro de suas mãe. Estou me colocando a disposição para discutir os assuntos que vc quiser. Vou dar o endereço do meu e-mail "fernandoguima@terra.com.br" Quem sabe eu possa ser util para o que a Mãe Rosa precisar. Escreva-me sem enenhum constrangimento. FMG

    ResponderExcluir
  108. Luna

    Desculpe a demora. Estou em ferias no interior. Em uma das reunioes com o Bitty lhe passei a letra. Mas, sei que esta bem ocupado estas semanas com gravacoes, Umbanda dos Pages, Giras e tantas outras atribuicoes familiares e profissionais que tem. Mas nao deve tardar.
    abracos.
    Sidney

    ResponderExcluir
  109. Joyce, não entendi. Vc onde que vc não foi aceita? Aqui neste blog se postar mais de um já fica sócio. E vc já excedeu esse número. Mais uma vez seja bem-vinda ao blog de todos nós. FMG

    ResponderExcluir
  110. Pai Fernando e pessoal do blog.
    Há tempos que estou apenas me lendo as perguntas e as respostas rapidamente, por absoluta falta de tempo. Mas tenho adorado todas as histórias escritas. Não consegui ler alguns dos posts pois se ficamos 2 dias sem ler, vixe aí já era, pq tem mais de 50 postagens e é fácil de se perder...
    Eu tenho muito a agradecer por ter a umbanda na minha vida e ter o pai Fernando como meu pai de santo.
    Tenho uma perguntinha que não sei se já foi feita, pois não consegui ler todos os posts anteriores:
    Quem são as entidades que nos acompanham no dia a dia? Exus, pretos velhos, caboclos, erês...? Imagino que todos, mas tem algum em especial?

    Pelos posts que vi o Mauro está fazendo uma pesquisa sobre o nome das entidades, é isso?
    Bom, lá vai a minha contribuição:
    Sou filha de Oxóssi e trabalhos com as seguintes entidades (pelo menos as que sei o nome):

    Ogum - Ogum das Matas
    Caboclo de Oxóssi - Vira Mundo (que me contou que ele é da tribo dos Karipuna)
    Preto Velho - Tio Tonico de Angola
    Exu - Vira Mundo
    Erê - Kiko
    Cigana - Mama Rosa
    Boiadeiro - ele diz que é boideiro dos pampas (gaúcho que só ele!)

    É isso!
    bjs

    ResponderExcluir
  111. Aproveitando que estou aqui fazendo perguntas, lá vai outra:

    Trabalho com o Caboclo Vira Mundo e com o Exu Vira Mundo. Existe alguma correlação nisso? Ou seja, há algum motivo pelo qual eu trabalho com duas entidades distintas com o mesmo nome? Mera curiosidade...
    bjs

    ResponderExcluir
  112. Fabiana, respondendo dois em um, ao que tudo indica a relação Caboclo Viramundo e do Exu Viramundo é muito forte. Todos imaginam, como o Caboclo da Pantera e o Exu Pantera, que são a mesma entidade. Eu não acho. Penso que o Caboclo Viramundo e que já comprovamos que ele é um indio
    da Tribo dos Karipuna, é um e o Exu é outro. O mesmo acontece com os dois Panteras. O Caboclo é muito mais violento que o Exu da Pantera. FMG

    ResponderExcluir
  113. Tio / Pai Fernando óia eu aki de novo, mas por enqto não é pra perguntar e sim pra terminar de responder.... o Sr. me perguntou sobre o meu pai de cabeça ele é o meu caboclo Sr Pena Dourada.
    Deixa eu contar uma coisinha... Eu estou trabalhando hj até agora, liguei pra mamy pra contar a felicidade de estar neste Blog, ela tb ficou muuuuito feliz e agradeceu muito que o Sr e os demais irmãozinhos farão preces à ela, que inclusive hj era um dia que iríamos ter gira mas devido a tal tristeza da mamy estão suspensas, mas tenho fé que logo voltarão. Tô com uma saudade de trabalahr com meu povo aiaiai. Ela pediu pra postar as entidades dela pra ajudar na pesquisa Ela mandou um abraço enorme e cheio de respeito. Bom aí vão as entidades da Mamy:

    Cabocla: 7 Penas Vermelhas
    Baiana: D. Januária
    Boiadeiro: Sr Gumercindo
    Caboclo de Ogum: Seu Beira Mar
    Cigano: Acho que ele se chamava Ramiro ele não vem mais.
    Preto-Velho: Vó Catarina
    Erê: Dolores, mas ela não gosta do nome e a chamamos desde sempre de Preta, apelido dela quando encarnada.
    Exu: Sr Caveira
    Pomba- Gira: D.Maria Padilha
    Ela tb trabalha coma D. Maria Pelintra que vem na linha dos baianos e com uma entidade que era por assim dizer trevoso, pediu uma certa vez pra trabalhar na Umbanda e está caminhando para ascensão à luz, seu Zé 13 que só vem nos dias de gira qdo é 13, 26 ou 31, ele é maravilhoso e emociona ver seu crescimento, com o amor que ele foi aceito em nossa conseguiu ganhar luz e nos ajuda muito nos momentos de maior aflição, o agradecemos sempre podemos dizer que ele trabalha como o Sr. Zé Pelintra.
    Ah! Uma perguntinha o Sr não ficou bravo que o chamei de Tio, já que o Sr. é irmão na fé de minha Mãe? Espero que não!
    Bjos e bom fim de semana. Joyce

    ResponderExcluir
  114. Joyce, já está adotada como sobrinha. Que bom que o futuro da Umbanda está na mão de pessoas como vcs. FMG

    ResponderExcluir
  115. Não sei o nome das entidades com as quais trabalho, somente de um, o erê Gabriel
    :)

    ResponderExcluir
  116. (Afrânio)

    Querido Pai Fernando, Mucuiú!

    Qual a função do adejá nas giras de Umbanda? pq se utiliza ele?

    Muito obrigado

    ResponderExcluir
  117. Hum...
    Juro que não vou exercer meu lado Yemanjá!

    Mãe Lucília, claro que está de ótimo tamanho!!! Estaremos aguardando todos vcs com muita felicidade.
    É verdade ...Não é ainda a casa fixa do TPM. Mas já seremos a corrente de aço que ai tem! E com certeza os trabalhos começando a espiritualidade se encarrega de nos orientar melhor.
    Saravá.

    ResponderExcluir
  118. Olá Pai Fernando,
    Por enquanto são só intuições, todas as entidades riscaram ponto e estão trabalhando mas somente uma deu o nome.
    O que fazer, a resposta já sei: paciência, sem pressa, tudo tem seu momento.
    Um abração, CHC

    ResponderExcluir
  119. Bom Dia !!!

    Pai Fernando

    Já que estão postando os nomes das entidades que trabalham conosco...estes são os que me escolheram para fazer esta umbanda maravilhosa.

    Meu Pai de Cabeça (OGUM) CABOCLO CARIRI

    OXOSSI: CABOCLO UBIRAJARA

    XÂNGO: CABOCLO SETE VENTANIAS

    PRETA VELHA: VÓ CHICA

    BOIADEIRO: DELEGADO LOURENÇO ( esta entidade conta a história da sua vida, ele era boiadeiro levava sua boiada pelo Rio das Antas no RS, quando chegou na cidadezinha Monte Bérico ali se instalou e o povo elegeu ele delegado da cidade, o ponto dele cantado é a história dele feito pela Mãe Eli.

    MARINHEIRO: CEARÁ

    ÊRE: BIBI

    CIGANA: (SÓ SEI QUE É ESPOSA CIGANO RAMON)

    EXU: SEU MANGUEIRA

    Um ótimo sábado
    Beijos
    Dedê

    ResponderExcluir
  120. mucuiu Pai Fernando
    meu Orixa e OXUM e meu pai de cabeça e OXOSSI
    Caboclo Tupinamba
    bjo Allayne
    esqueci de falar o nome da baiana Maria Rosa....

    ResponderExcluir
  121. Afrânio, o adejá é usado para chamar a atenção da corrente e da gira para modificações em seu curso, é um tipo "atenção". O seu som parece ser um tipo de mantra quando tocado para os espiritos. FMG

    ResponderExcluir
  122. Claudio Henrique, acho que vc está enganado. Se vc já teve intuições e os pontos riscados, eles já deram os nomes. É só uma questão de analisá-los. FMG

    ResponderExcluir
  123. JOÃO EMERSON DA COSTA11 de julho de 2009 10:23

    PAI FERNANDO.ACORDEI CEDO,CUIDEI DA CACHORRADA...AI COMEÇOU CHOVER...ME VEIO UMA VONTADE DE COLOCAR AS GUIAS NA CHUVA...AI COLOQUEI...ISSO NÃO VAI TIRAR A ENERGIA BOA DELAS NÉ?OBRIGADO.....

    ResponderExcluir
  124. Mucuiu Padrinho.
    Olá a todos.
    Oi luna. tudo bom contigo ?
    Falei com pai Fernando, e ja me escalei para participar da gira TPM RIO. Tenho certeza que vai ser uma vibe fortissima, e estou bem feliz de poder ir.
    Eu moro no litoral norte de sáo paulo, e náo estou táo longe. Vc deixando vou virar fregues, rsrs.
    Li sua postagem a respeito da influencia da essencia do medium na terceira energia. Se me permite : Acho que por mais forte que seja a entidade, ela só consegue se manifestar intensamente, e vibrar intensamente, se dentro do medium existir um coraçáo bom e caridoso. Que quando aliado a maturidade e ao bom senso, fazem
    no meu ver, o que ha de melhor na mediunidade.
    Parabens.
    Te vejo ai.
    grande abraço.

    kiko.

    ResponderExcluir
  125. Padrinho.
    Li sua explicaçáo acima a respeito do vinculo entre caboclo e o exu vira mundo. entendi.
    Sobre o comentario dos panteras, o sr fala que o caboclo da pantera é muito mais "VIOLENTO" que o exu.
    Fiquei na duvida sobre o sentido exato do "violento".
    Seria na incorporaçáo ? na maneira de trabalhar, tipo: direto na ferida ? no tratamento com trevosos ?
    Gostaria de entender melhor.

    Abraço padrinho.
    Mucuiu.

    kiko.

    ResponderExcluir
  126. João, quanto as guias de contas de cristal, a chuva só pode fazer bem, mas as guias que tem sementes cuidado porque elas podem brotar, abrir ou se estragar. FMG

    ResponderExcluir
  127. (Afrânio)

    Pai Fernando, Mucuiú!

    O senhor sabe me explicar a diferença (se existir) entre cháckras e hemisférios (esses centros de captação de energia que fazem ligação entre nosso perispírito e a matéria, eu acho)?
    Estava lendo uma apostila de Reiki e não me foi muito claro.. será que significam a mesma coisa?

    Desde já grato.

    ResponderExcluir
  128. Kiko, não é violento de coração, mas de atitudes. Para quem assistiu o filme do Mel Gibson Apocalipto pode ter uma idéia do Caboclo da Pantera. Embora só trabalhe do lado do amor, ele é fechado, rispido, cabeça coberta com pele de onça. Quanto ao Exu, é uma entidade dura mas calma, simpatica e carinhosa. FMG

    ResponderExcluir
  129. Salve Baba!
    Mas essas duas linhas (caboclo Pantera, Exú pantera) trabalham "vinculadas", tem algo em comum fora o nome (que medo das palavras...),?
    Tenho grande afinidade com linha das panteras, mas praticamente desconheço Seu Exú da Pantera...
    bjuu

    ResponderExcluir
  130. Afranio, publiquei para alguém responder porque eu não entendo nada de Reiki. FMG

    ResponderExcluir
  131. Pai Fernando, voltando ao assunto “nome de entidades” rsrs vou contar para o Sr como o Marinheiro me contou o nome dele.
    Acordei uma manhã com uma melodia na cabeça... era só um refrão assim: João Canoeiro vem lá...João canoeiro vem lá...
    A Manhã inteira isso...depois de um tempo ficou assim: João canoeiro vem lá...João canoeiro vem lá...trazendo do Mar os segredos de Mamãe Iemanjá...rema o barquinho pra cá...rema o barquinho prá lá...
    O dia todo...até que eu fiquei intrigada pensando onde eu teria ouvido isso.
    Baixo muitos pontos na net e fui procurar se tinha algo do tipo e nada.
    Vasculhei o Google e nada...
    Mas apesar de eu ser lerdinha ele foi persistente rsrs...aquela melodia ficou por dias na minha cabeça até cair a ficha, porque no final ele disse “ Marinheiro tá chegando...tá querendo trabalhar”
    Bem, passado um tempo foi chamado Marinheiro no terreiro, Ele desceu, se juntou com os Marinheiros da Carol e da Sheilla ( muito tímido por sinal) e foram perguntar ao Marinheiro Martinho (não sei se o Sr se lembra?) quando eles teriam uma gira só deles.
    O Marinheiro Martinho respondeu: pede para os cavalos de vcs irem falar com o meu depois da gira.
    Bom, resumo da ópera ... eu, a Sheilla e a Carol Wanderley ficamos intimidadas... com vergonha ou medo sei lá rsrsrs...e não fomos....passamos semanas uma empurrando a responsabilidade para a outra e nada rsrsrs
    Aproveitando agora que me lembrei dessa história vai a pergunta:
    Existe a possibilidade de ter uma gira só de Marinheiro na segunda feira, como a Cigano e Boiadeiro?

    Ah...sou filha de Oxóssi e meu Pai de Cabeça é o Caboclo Caçador.

    Axé!

    ResponderExcluir
  132. (Afrânio)

    Tá bem Pai Fernando

    muito obrigado!

    ResponderExcluir
  133. Alice, como eu falei antes entendo que eles são espiritos diferentes. Eu trabalho com o Caboclo da Pantera e também com o Exu Pantera, e não vi ligações profundas entre eles. Mas não sei e nem vou procurar saber porque isso não nos leva a nada. O importante e saber trabalhar com eles. FMG

    ResponderExcluir
  134. Jurema, fica dificil uma gira para cada um. A unica possibilidade e fazer uma junto com a outra. Primeiro chama os boiadeiros e depois os marinheiros. Vamos ver. FMG

    ResponderExcluir
  135. Pai Fernando queria comentar um acontecido, na noite de quinta pra sexta eu passei a noite td sonhando q riscava um ponto, riscava um pedaço e acordava, voltava a dormir e riscava mais um pouco, assim foi a noite td, de manhã eu tinha o ponto td riscado na cabeça, mas fiquei um pouco com medo de mostrar e não ser ponto coisa nenhuma, só um desenho da minha cabeça, mas o interessante msm é q qnd enfim criei coragem e risquei pra Mãe Ritinha no fim da gira, era o ponto q o Caboclo Da Manhã tinha riscado no trabalho de sexta, passei a noite sonhando com o trabalho?
    Isamara

    ResponderExcluir
  136. Isamara, é issom, vc deve ter tido alguma participação em trabalho à noite. Não sei, mas pode ser isso. ACho legal quando vcs dizem que depois do trabalho sonhei a noite inteira. Eu depois do trabalho não sonho porque não durmo... FMG

    ResponderExcluir
  137. Anonimo, para eu responder a respeito do ponto riscado, peço vc repetir a postagem no Tema Livre -9- e dar o seu nome. FMG

    ResponderExcluir
  138. (Afranio)

    Pai Fernando.

    Os centros kardecistas daqui utilizam ainda a desobsessão através de reuniões internas (somente entre os médiuns que trabalham naquele centro), ao qual os mediuns que irão receber os espíritos desencarnados ficam numa mesa onde estes recebem mensagens de espiritos sofredores e que estão precisando de ajuda, estes são doutrinados por médiuns que também estão participando da reunião, chamado os doutrinadores - estes não incorporam, estão ali somente para, através de aconselhamentos à luz da Doutrina Espírita encaminharem estes espíritos a um local de paz, resumindo eles são doutrinados, conforme o que nos é repassado pelos kardecistas.
    Bem, isso era o que eu via quando frequentava as reuniões mediúnicas.
    Uma pergunta Pai: nesse trabalho de desobessão,como se chama nos centros espíritas, há algum "perigo", no sentido de, como os centros kardecistas não possuírem uma segurança, pelo menos visível, diferente do nosso Terreiro que tem a tronqueira com o Exú, realizando o trabalho de segurança pra gira e impedindo acesso de alguns irmãos obsessores. Na visão do senhor, por não haver essa segurança, os médiuns podem está sendo expostos a adquirir alguma obsessão? é um trabalho perigoso?
    Certa vez eu tava numa reunião espírita assistindo uma palestra e no andar de cima tava havendo a reunião mediúnica interna; eu só ouvi uma pancadaria e algumas pessoas subiram correndo, me pareçe que era um espírito obsessor violento,que tinha incorporado, eu particularmente achei perigoso trabalhar com a desobsessão sem ter um Guardião; depois de uns instantes a pancadaria acabou.
    O que o senhor pode me explicar sobre isso meu querido Pai?

    Um fraterno abraço!

    Mucuiú!

    ResponderExcluir
  139. Eu tbm não consigo dormir depois do trabalho, eu sonhei antes, tinha o ponto na cabeça sexta de manhã...depois do trabalho chego eletrica demais para dormir rsrs
    Isamara

    ResponderExcluir
  140. Claudinei Oliveira11 de julho de 2009 13:43

    Pai Fernando.

    eu nao entendo a diferença entre um Exu e Exu feminino..

    no caso D.Maria Padilha das Almas é uma Pomba-Gira ou um Exu feminino?..qual é essa diferença?

    pra mim na minha visão por ela ser Feminina é uma Pomba-Gira...

    qual é a diferença..

    obrigado...

    ResponderExcluir
  141. Afrânio, a grane diferença que senti quando entre na Umbanda é exatamente essa defesa que na linha do espiritismo tradicional não existe. Eu era o que encaminhava os espiritos sofredores e maus, e passava um tempão sofrendo essas influencias. Sempre tive muito viva a lembrança de saidas durante o sono. Apanhava mais que mulher de bebado. Depois não, tudo se acalmou. Então são sessões perigosas sim. FMG

    ResponderExcluir
  142. Claudinei, vai fazer diferença se da. Maria Padilha das Almas é Pomba Gira ou Exu Feminino? Em todo caso por ser entidade da Quimbanda ela é Exu, e no caso feminino. FMG

    11 de Julho de 2009 13:50

    ResponderExcluir
  143. Claudinei Oliveira11 de julho de 2009 13:53

    pai fernando

    fazer diferença nao vai nao...

    é pq essa duvida eu sempre tive pq todos falam e eu nunca entendi..hehehe

    mas todo caso obrigado..

    ResponderExcluir
  144. Bom sábado meus irmãos blogueiros.
    Boa tarde Pai Fernando.

    Pai Fernando o que o senhor acha de nós já comprarmos os atabaques? Como se compra? Pode ser qquer um?
    Já temos dois Ogãns...
    Kiko, olá. Que bom vc virá tbém. Será mais um para a nossa corrente. E claro está pertinho de nós.
    Ficaremos todos esperando e muito satisfeito pela presença de todos vcs!
    Vai ser um girão!
    Saravá.

    ResponderExcluir
  145. fiquei mto emocionada com o texto da Pavão sobre D. Maria Navalha.
    já a vi trabalhando diversas vezes, ali do ponto da D. Maria Padilha - que tive a oportunidade de cambonear por algum tempo.
    e gostaria de contar aqui uma conversa muito bacana que ouvi das duas numa gira de Quimbanda.
    quando D. Maria Padilha pediu a D. Maria Navalha que ela trabalhasse uma vela, esta virou-se para dizendo que não poderia negar-lhe nenhum pedido.
    (e aí pra frente, ouvindo as duas, foi difícil segurar as lágrimas.)
    comentaram sobre a chegada de D. Maria Navalha na Umbanda e sobre a ligação que têm essas duas entidades incríveis.
    ao final da conversa, D. Maria Padilha disse a D. Maria Navalha que chegará o tempo em que ela virá ao terreiro sem lenço em seu rosto. que a luz de seu trabalho tirará as marcas de navalha de sua face.
    D. Maria Navalha respondeu agradecendo... e complementou que estava praticando o 'desrisco'!
    heeh.

    como diz meu pai de santo: saravá todas as Marias!
    saravá os exus-mulheres, as nossas pombas-giras!

    ResponderExcluir
  146. Pai Fernando,

    O que vem a ser "desdobramento"??? Esses dias estava conversando com um amigo e contei que praticamente todas as vezes que dormia (ñ digo noite, pq quase sempre vou dormir às 05:00 da manhã, hehe) eu voltava ao terreiro, de branco, em sonho. Até comentei que foi um dos motivos de eu entrar na gira, pq se ia dormindo, pq não ir acordada, não é mesmo????
    Daí esse colega me falou assim "Ah! Então vc faz desdobramento". Perguntei para ele, mas ele não soube me explicar adequadamente...
    Em outro dia que estava camboneando uma Pomba Gira eu comentei isso com ela e ela me disse que alguns médiuns voltam ao terreiro para ajudar na finalização dos trabalhos, pq a gira não termina qdo a encerramos e q as entidades continuam trabalhando e alguns médiuns vão lá ajudar.
    É por aí, mesmo? O desdobramento é estar "na cama" e ao mesmo tempo "no terreiro"???? Já aconteceram tantas coisas nessas 'visitas', hehehehehe

    Beijinhos e obrigada,

    ResponderExcluir
  147. Pai Fernando, preciso mandar um e-mail para o sr.
    Em qual posso mandar?

    ResponderExcluir
  148. Denise, desdobramento ou saida do espirito, é tudo a mesma coisa. Na verdade não é ir no terreiro, é sair do corpo que está dormindo e o espirito ou pode ser levado por outra entidade para dar explicações e aulas, ou voltam ao terreiro conforme vc disse. FMG

    ResponderExcluir
  149. (Afrânio)

    Bom dia Pai Fernando, Mucuiú! bom dia todos os irmãos do blog.

    Pai Fernando, é sabido que na sabedoria popular, utiliza-se contra os mau-olhados, patuás, figas (para sorte), amuletos, ferradura, pé de coelho, orações, santinhos etc.
    Gostaria de saber do senhor se esse procedimento tem algum fundamento, dentro da nossa Umbanda?

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  150. Claudinei Oliveira12 de julho de 2009 10:54

    Pai Fernando

    no caso pode acontecer de nos trabalharmos desdobrados..?

    eu ja tive varios sonhos em que eu estava sempre em terreiros que eu nunca vi pessoalmente nao tenho a minima ideia de onde fica e as veses reconecer só uma pessoa..

    isso pode acontecer? e se for mesmo geralmente são nossos guias que nos levam pra trabalhar?

    abraços

    ResponderExcluir
  151. Carlos Lima (Portugal)12 de julho de 2009 12:24

    Pai Fernando a sua benção, ontem teve gira de caboclos no Terreiro que frequento. Pela 1ªvez foi trabalhar um caboclo que gostei por demais depois de falar eu agradeci como agradeço sempre a todas as entidades e "todas dizem não agradeça não meu filho" mas eu enquanto for vivo e mesmo depois de morto vou agradecer todo o conhecimentos transmitido pelas entidades pois são de valor Incalculável. É com grande emoção que escrevo estas palavras em agradecimento a todas as entidades que me acolheram na sua Casa universal que é UMBANDA. Quando me perguntam porque escolhi a UMBANDA eu digo: não fui eu quem escolhi mas sim a UMBANDA é que me acolheu.
    Sempre vou agradecer por tudo o que recebo pois é a minha postura na vida.

    Salvé Caboclo Ventania
    Salvé Jesus o Médium Supremo
    Salvé a UMBANDA

    Muito Axé
    Carlos Lima (Portugal)

    ResponderExcluir
  152. Luna, vcs já vão comprar os atabaques, será que lá no terreiro não existem atabaques para as giras? Na Umbanda se utilizam tres atabaques, o Rumpi, Lé e o Rum, a função de cada um o Bitty pode falar aqui que eu não sei bem mas acho que podemos começar com um tranquilamente.
    Ontem mas pessoas daqui se interessaram para ir na gira. O Gu,Henrique a Heloisa. Acho que o Lolo vai tbm, né queridão?
    A corrente esta crescendo...
    Lucilia

    ResponderExcluir
  153. Afrânio, os amuletos que vc mencionou evitam o mau olhado. A Umbanda não costuma mandar usar esses amuletos, mas manda usar guia de proteção que no fundo é a mesma coisa. Já contei em outro comentário que o Hercilio Maes, o médium do mestre Ramatis, contava que o mau olhado é como uma bolsa de veneno de cobra, quando fixado joga essa energia negativa e leva algum tempo para recompor as bolsas. Enquanto isso o veneno fica pendurado nos amuletos. FMG

    ResponderExcluir
  154. Claudinei, é mais ou menos como vc falou. Sobre isso temos varios tópicos já postados. FMG

    ResponderExcluir
  155. Boa tarde a todos.
    Oi Mãe Lucília.
    Não, minha madrinha...Aqui é um enorme galpão. Na frente um pequeno terreiro com um congá,atrás é um quintal grande e depois esse galpão. Que no máximo tem cadeiras e mesa grande.
    Mauro irá nessa segunda para ver como funciona a gira de outros terreiros agregados a União.
    Mas acredito que cada terreiro tenha que levar seu material. Pois não fica nenhum disponível.
    Mas lhe darei certeza essa semana.
    Axé.

    ResponderExcluir
  156. Boa tarde pai Fernando...Estava eu fazendo as coisas aqui em casa e me veio uma dúvida.

    Na verdade são duas perguntas...

    Na assistência. As pessoas que não são vinculadas a Umbanda e vão a uma gira frequentar ou até mesmo conhecer e derrepente sentem vibração e começam uma pré incorporação. O que os responsáveis da gira fazem com elas? Qual o procedimento do TPM? E se porventura isso for frequente nop consulente?


    Outra: O que o senhor acha dos encontros para o estudo da Umbanda no terreiro?

    Obrigada.

    ResponderExcluir
  157. Luna, isso é muito comum acontecer.Eu não deixo incorporar afastando a entidade e cuidando que a pessoa saia bem. É muito comum pessoas da assistencia irem nos terreiros só para incorporarem e não assumirem compromisso com a religião. Todo estudo, seja onde for, sempre será bom e necessário. FMG

    ResponderExcluir
  158. JOÃO EMERSON DA COSTA12 de julho de 2009 15:48

    PAI FERNANDO,ÑÃO VOU PROCURAR NA NET...SE COM O SENHOR POSOS TER A RESPOSTA MAIS CORRETA....ESTA NOITE,O S ENHOR ME LEVOU...NUM CELEIRO,ONDE TINHA, UM FORNO DE ASSAR PÃO,D E BARRO,UM CAVALO...OS ENHOR DISSE PAI FERNANDO...ESTE É MEU GINETE CRIOULO,LINDO...BAIO DE CRINA E RABO CLAROS,...PELAGEM MAIS PRO AMARELO....DOURADO....NO SONHO O SENHOR PAI FERNANDO,DISSE QUE O CAVALO É IMPORTANTÍSSO PARA VÁRIOS TRABALHOS....MAS ESSENCIAL NA CURA,POIS VARIOS REMEDIOS SÃO CRIADOS APARTIR DO CAVALO...EFIM PAI FERNANDO...OS SENHOR ME DANDO AULA DE EQÜINOS..NO SABADO D E MADRUGADA,DEVE SER ALGO IMPORTANTE....SEGUINDO O S ENHOR PEGOU TRES TIÇOES EM BRASA DO FORNO E DISSE..TRES CHAMAS....AMARELA, VERMELHA E AZUL...NA CURA VC VAI USAR AZUL...DISSE TB...EU E MEU CAVALO JÁ SOMOS UM EM PENSAMENTO...ELE SABE OQUE EU SINTO ,E EU SINTO OQUE ELE SABE......NA VERDADE NO SONHO ME PARECE TUDO FAZER SENTIDO....MA S QUANDO ACORDO...TUDO CONFUNDE...TENHO UMA PERGUNTA...QUE ELEMENTO DA O FOGO AZUL?PINGA,ALCOOL OU OUTRA MISTURA....?PODE-SE USAR UM POUCO DO ELEMENTO PRA D EIXAR NO PONTO NA GIRA D E BOIADEIRO?

    ResponderExcluir
  159. João, de principio eu não ia publicar para pensar melhor no que ia dize. Mas resolvi postar para que todos opinem. FMG

    ResponderExcluir
  160. Mucuiu Pai Fernando!
    Achei super interessante o sonho do João e estou escrevendo porque tambem tive uma experiência curiosa. Na última gira de Preto Velho arrumando o material para as consultas meu cambone perguntou se o café era do jeito que tinha levado (frio) e respondi que deu vontade de trazer assim, quando o Preto Velho chegou e foi pro toco colocou o cambone sentado na frente e perguntou: Você sabe porque meu café é frio, a resposta foi não, dai ele respondeu: Porque eu era negro fujão e morava num quilombo, lá so se fazia fogo a noite porque a fumaça poderia denunciar onde era o lugar. Além disso contou mais algumas coisas.
    Ontem conversando sobre isso com um amigo ele me perguntou sobre qual era a comida deles no quilombo, na hora não soube responder e nessa noite sonhei que estava em uma casa muito simples e lá morava o senhor (Pai Fernando) estava na hora do almoço e a nessa estava pronta, sua esposa trouxe a comida e serviu o prato era carne de galinha cozida (uns pedaços grandes) e uma polenta mole. O senhor virou para mim e disse: Essa é a comida de preto!!!
    Achei bem diferente e contei pro meu amigo que falou: Nossa a resposta veio rápido! Já tive varias experiencias com sonhos relacionados a entidades(conversas, trabalhos e aprendizado), então acho que essa é uma forma de criar um canal de comunicação, por favor Pai Fernando me corrija se estiver falando bobagem.

    Elmano

    ResponderExcluir
  161. Mucuiu Padrinho.
    Olá a todos.
    Se o Sr me permite, gostaria de falar da importância do nosso trabalho desdobrado no Centro de Estudos Irmãos por caridade, onde trabalho em são Bernardo.
    Trabalhamos com poucos médiuns, de quinze a vinte pessoas, Que de certa maneira facilita a nossa comunicação. Sempre na gira são de cinco a sete pessoas incorporadas, sendo três entidades dando consulta, normalmente o Sr. Ubirajara peito de aço com meu pai tom, Sr. pena verde com meu pai pequeno Gustavo e o seu mata virgem comigo. As outras entidades ficam girando junto com as energias do terreiro todo, pois nosso espaço físico é pequeno, e a assistência fica próxima do começo ao fim da gira. Usamos da melhor maneira o que temos na mão.
    Sempre três dias antes da gira nos é passado um email com a mensagem do nosso pai de santo. Sempre uma mensagem forte e de muita fé, e que já nos deixa com a sensação de ‘oba’, vamos ver os amigos; Mas que já nos informa de qual maneira iremos vibrar, e com qual linha faremos isso.
    Um dia antes já me resguardo, evitando comidas pesadas, saidinhas e coisas assim. Sempre meu corpo reage, normalmente com idas ao banheiro varias vezes. Durmo cedo e durante a noite já me é passado em desdobramento a previa da energia, ou problemas que iremos lidar. Essa previa é conversada sempre uma hora antes da abertura da gira. Sempre nos reunimos em uma sala atrás do conga, e traçamos um plano de trabalho entre os que só vibram, os que dão consulta, as meninas do coro e Dudu nosso ogam. Como viramos uma linha em seguida da outra, a engoma fica quase que totalmente responsável por, na hora certa fazer o clima subir, (na maioria das vezes na virada de caboclo para baiano ou marinheiro), depois estabilizar, e descer novamente PARA UM FECHAMENTO TRANQUILO.
    A falta de espaço físico não impede de fazermos um trabalho forte, principalmente na condução de espíritos a postos de socorro, os quais em muitas situações já estão do nosso lado desde a noite anterior via desdobramento.
    Tudo feito com muito amor.
    Grande abraço.
    AXÉ.

    kiko.

    ResponderExcluir
  162. Elmano, vc vai ver que outras postagens vão definir esses sonhos. FMG

    ResponderExcluir
  163. HUM...Sonhos...
    Eu sonho dia sim e dia sim...rsrsrs
    Lembro de todos os sonhos. Ou a maioria.
    Os sonhos quando são estranhos e confusos tem muito haver com o que nosso subconsciente absorve durante o dia. Mesmo não vendo com os olhos tudo ao nosso redor. O cérebro capta todas as informações ao nosso redor. E com o sonho há o relaxamento do corpo e do cérebro. E com isso essas informações vão sendo liberadas. Como se estivesse jogando fora.
    Como um computador e sua lixeira...
    Claro que existem os sonhos, mas nem sempre são lúcidas as informações...
    O sonho do amigo João de Oxalá, tem haver com a força e a segurança. Os cavalos tem haver com a amizade, a força e a segurança...E acima de tudo a sensibilidade ( te lembra algo, João?)Quem tem esses quesitos...? Quem é seu amigo que te dá força, amizade e segurança? E quem pode ser representado por um cavalo, por ser filho de Ogum?
    Não preciso responder, né?
    E o fogo...? Ele varia a cor mediante ao oxigênio e a temperatura do ambiente.
    De resto não saberei responder.
    Mas lembre-se que os sonhos vêm como metáforas. E muitas da vêzes temos que decifrá-lo com mais profundidade. Além do que eles nos mostram.
    Ah! E o forno de assar pão tem haver com o alimento espiritual que essa pessoa lhe dá.
    É a minha opinião...Mas posso estar errada.
    Axé meu amigo!!!

    ResponderExcluir
  164. Pai Fernando, o Caboclo Ubirajara trabalha em qual linha - já li em alguns lugares que ele é um Caboclo de Oxóssi, mas também já li falando sobre um Caboclo Ubirajara da linha de Ogum?!?!?!

    Pergunto isso por que, há algum tempo, quando apareceu a questão sobre o pai de cabeça, no terreiro, comecei a pensar sobre as conversas que surgiam sobre isso, logo depois nasceu o ponto do Pai de Cabeça e eu fui tomada por uma vontade imensa de saber quem seria índio guerreiro que estava sempre ao meu lado a me guiar e iluminar?!?!?!?! Em meio a todos esses pensamentos, comecei a ter várias intuições ligadas ao Caboclo Ubirajara – desde um ponto cantado até uma linda história que explicava por que tinha ele era chamado de “peito de aço”. Foram situações que me emocionaram muito e, hoje em dia, por mais que eu não tenha certeza sobre o meu Pai de Cabeça, criei um vínculo e um respeito enorme por este caboclo. Haveria a possibilidade deste caboclo me passar estas informações querendo dizer que ele estava ao meu lado, para me guiar, iluminar, sendo assim o meu pai de cabeça???

    ResponderExcluir
  165. Saravá pai Fernando, com seu agô gostaria de enviar boas vibrações para a irmã Joyce e dizer que peço ao Seo Caveira que alivie o sofrimento da Mãe Rosa, que ela supere suas dificuldades e respire aliviada, podendo assim voltar ao trabalho em breve.
    Salve salve meu pai! Grande abraço e até breve.

    ResponderExcluir
  166. Fui pesquisar algumas coisas em relação ao sonho do João. O mais engraçado é que, tudo que eu li sobre sonhar com cavalos falava sobre questões relacionadas à saúde, mas, como não acredito plenamente no que esses livros e dicionários de sonhos falam, resolvi deixar de lado se é bom ou mau agouro.
    Mas, o que mais me chamou a atenção em tudo isso, foi a seguinte fala “eu e meu cavalo já somos um em pensamento...ele sabe o que eu sinto e eu sinto o que ele sabe...” se transpormos isso pra nossa vida de médium, acho que só inverteram os papéis – Talvez, não seja o Sr Fernando falando em relação a tudo isso, mas alguma entidade que utilizou a figura material do Pai Fernando para passar os recados necessários à vc, João, no entanto, um dos recados mais importantes que eu consegui entender com isso é que, com o passar do tempo, ficamos tão unificados com os guias que nos acompanham que nos tornamos, em alguns momentos UM – nós sabemos o que eles sentem/querem sem esforços e eles sabem o que sentimos/queremos.
    E, acho que sei por que usaram a imagem do Pai Fernando – cavalos em sonhos, principalmente baios, denotam a prova e a existência de sólido instinto de humanidade – acho que este é o maior exemplo que o Pai Fernando tem passado pra gente – a caridade, o amor, o respeito...

    Fica aqui uma pequena contribuição sobre o que pode ser seu sonho, João...

    ResponderExcluir
  167. João não sei se entendi bem...mas me pareceu ser sobre a importancia da sintonia entidade/medium(cavalo) "eu e meu cavalo somos um em pensamento...ele sabe oq eu sinto e eu sinto oq ele sabe"
    Mas sinceramente nem sei pq to opinando...so pessima em sonhos...sempre tenho...mas nunca entendo...nem os mais obvios rsrsr
    Axé
    Isamara

    ResponderExcluir
  168. Luna

    No TPM ja presenciei varias vezes Seo Fernando, Lucilia e o Leo atentos e preocupados com tudo que ocorre dentro e fora...
    Quem ja nao viu as voltinhas do Fernandao por meio da assistencia? Ou os olhares da Lucilia a "kilometros" encontrando pessoas... Ou o carinho do Leo antes , durante e dp de uma gira ?
    Pra ser justo tb vi capitaes e ate mediuns super atentos com a assistencia. Presenciei um olhar super atento e carinhoso (acolhedor)de muitos em varios momentos da gira. Muitos mediuns sabem a importancia e a responsabilidade desse cuidar.
    Sei que ha muitos que saem no intervalo, outros desfilam, conversam, procuram erros, sem falar nos que estao ali p incorporar e sair. Mas o que importa sao os que estao ali pela dor ou pelo amor. Saos essas pessoas na corrente e na assistencia que de modos diferentes acreditam que podem dar sua cota de energia para melhorar a vida de outros e tornar este mundo um lugar melhor.
    abraco e otima semana

    E essa gira carioca sera quando?
    abracos
    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  169. Oi Tio Fernando rsrsrs sua benção! Bom dia à todos!
    Estava ohando umas postagens aqui do Blog sobre como é a limpeza dos chacras, se me permite posso explicar algo... por ser reikiana
    Os chacras são como se fossem ventuinhas de energia onde quando estão livres, sem bloqueios "rodam" de acordo com a energia vital do indíviduo, Caso ocorra o entupimento causado pela carga energética negativa captada como mágoa, ressentimento, stress, ansiedade, medo etc... é necessário fazer a limpeza que só deverá ser feita por um reikiano, se caso qq outra pessoa não iniciada for fazer esta limpeza não dará efeito algum será só uma troca de energia entre pessoas e não terá a passagem da energia pela força do Universo, como dizemos o reikiano só é um "canudinho" que conduz a energia do Universo e a transfere para o indivíduo receptor da sessão. Primeiramente o reikiano deverá fechar os seus chackras que estão em comunicação para que não sugue as energias "ruins" de seu paciente. Deverá fazer a harmonização da áurea, daí então iniciar a limpeza, puxamos a energia em cada um dos chackras com as mão que é a principal participante no REIKI, aplicamos as energias, "rodamos a ventuinha", fazendo um círculo com a mão aplicadora, que até o momento se encontra nula de energia e parada, com a mão em concha acalmamos o chackra que estará acelerado e partims para o próximo até finalizarmos. Fazemos a harmonização novamente, finalizando o atendimento, retiramos a nossa proteção, agradecemos os mestres, o Universo e o paciente.

    Desculpem se não fui entendível, aprendi assim e estou em eterno aprendizado desta forma de cura, que realizei os cursos para entender melhor o trabalho de minha entidade de cura (Sr Yussef) realiza noa atendimentos. Quanto a pergunta de hemisfério e chackras estarei pesquisando uma resposta bem clara e objetiva pra poder ajudar.

    Pai / Tio , obrigada por permitir que possamos ajudar tb aos amigos daqui do Blog. Um abraço e espero ter ajudado - Joyce

    ResponderExcluir
  170. Grazi, vc tgeve uma informação errada. Caboclo Ubirajara é um legitimo filho de Oxossi. O fato de vc ter afinidade com ele não significa que seja o pai de cabeça, por isso tem que aguardar confirmação. FMG

    ResponderExcluir
  171. Tio Fernando queria fazer uma perguntinha....
    O meu irmão trabalha com um caboclo que se chama Cobra Verde, ele riscou o ponto e deu o nome, a cabocla da minha mãe que é a Chefe do Terreiro confirmou, mas nunca achamos nada em pesquisas sobre ele, nadinha mesmo, o Sr já ouviu falar nele... e o Boiadeiro dele é o Sr Zé dos Pampas, MARAVILHOSO, mas tb não o conhecemos e nos foi apresentado num momento de prévia substituição do Chefe de Falange no terreiro, nossos queridos amigos já sabiam é lógico da partida da Mãe - Pequena e nominaram este lindo Boiadeiro para substituir o Sr Lage Grande pois o cavalo ia desencarnar. Queria muito encontrar alguma informação sobre estas duas entidades maravilhosas que acompanham meu irmão e nos ajudam tanto nos trabalhos, o Sr sabe alguma coisa?

    Bjinhos e BOM DIA

    ResponderExcluir
  172. Querido Irmão Ronald, muito, muito obrigada pelo carinho, nossa tô emocionada.... Parece até engraçado ontem mesmo eu e a Mami estávamos conversando sobre a força do Sr Caveira, muito obrigada meu querido, estamos todos lá no terreiro e em casa morrendo de saudade de trabalhar, mas respeitamos a necessidade de nossa mâe, obrigada a todos q fizeram as preces, as coisas já estão melhorando pessoal! Valeu!

    ResponderExcluir
  173. Joyce, muito boa a tua explicação sobre a limpeza dos chacras. Quanto ao Caboclo Cobra Verde eu não conheço, mas quem sabe alguém possa falar sobre isso. Quanto aos boiadeiros, são nomes de grande importancia para nós, pois está bem claro que são boaideiros sulistas, não só pelos nomes Zé dos Pampas e Lage Grande. Muita gente tem nos boiadeiros só entidades do Norte e Nordeste brasileiro, mas agora o sul está se apresentando. Muito Bom isso. FMG

    ResponderExcluir
  174. JOÃO EMERSON DA COSTA13 de julho de 2009 11:12

    ...LUNA,GRAZZI,ISAMARA...OBRIGADÃO MESMO PELAS COLOCAÇÕES,VOU FAZER UM CADERNO PESSOAL,COM ESTES SONHOS QUE TENHO COM O PAI FERNANDO,ESTES TEMPOS LI AQUI QUE ELE DIZ QUE NÃO CONSEGUE DORMIR DEPOIS DA GIRA....ACHO QUE SEI PORQUE...RSRSR,CONTINUA VIGILANTE COM UM VERDADEIRO SOLDADO(ATLETA DE OGUM).ENTÃO FICO BEM FELIZ QUE ISSO SIRVA PRA TODOS NOS IRMÃOS E FILHOS DO PAI MANECO E PORQUE NÃO OS FILHOS DE OUTROS TERREIROS.JOYCE TENHA CERTEZA QUE SEO JOÃO CAVEIRA JÁ TA DANDO UMA FORÇA AI PRA MÃE ROSA.HOJE GIRA D E BAOAIDEIRO,TENHA CERTEZA QUE ELA RECEBERA IMENSAS VIBRAÇÕES DE TODOS OS ESPIRITOS QUE VEM TRABALHAR NO TERREIRO DO PAI MANECO.....ABRAÇOS FRATERNOS...DESSE FILHO DE OXALÁ

    ResponderExcluir
  175. Com a licença do pai Fernando opinando sobre a postagem do Joao, vc sonhou com o Sr Joao Boiadeiro usando a imagem do pai Fernando e qdo ele cita eu e meu cavalo somos um só em pensamento ele falava do pai Fernando, como cavalo de incorporaçao.

    Abraços

    LAILSON CORREIA

    ResponderExcluir
  176. BOA NOITE E SUA BENÇAO
    ....
    GOSTARIA DE SABER SE O SENHOR CONHECE A HISTORIA DO BOIADEIRO JUVENCIO E SEU PONTO
    ....OBRIGADO
    QUE DEUS ABENÇOE

    ResponderExcluir