Assine aqui para receber atualizações deste blog

sábado, 27 de junho de 2009

TEMA LIVRE -7-

Peço a todos que façam suas postagens nesse Tema Livre -7-, que o outro já está quase lotado. FMG

127 comentários:

  1. Pai Fernando, pensando sobre as entidades, ou espíritos, que trabalham numa gira, e considerando que alguns trabalham com a energia dos médiuns (incorporados) e outros sem esta energia... imagino que haja diferença entre a finalidade do trabalho. Se meu raciocinio está certo, podemos saber, quais os tipos de trabalhos são realizados mediante uma incorporação e quais não precisam desta segunda energia?
    Pai Fernando, sua resposta é importante, até pra saber se minha dúvida tem fundamento.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  2. Maura, não sei se entendi bem tua pergunta. Acho que vc se diz a entidade trabalhar incorporado e não incorporado. Acho muito dificil nós termos a capacidade de identificar que o espirito esteja trabalhando sem a energia do médium (ou dos médiuns) uma vez que essa energia material é fundamental para que eles possam criar campos de força e outros tipos de energias em favor dos proprios encarnados. A entidade incorporada usa a energia do médium, mas não incorporada ela também usa a energia que paira no proprio ambiente do terreiro que é uma energia doada pelos médiuns que não estão incorporados. Eu acredito que nenhuma entidade pode ter uma atuação na esfera da matéria sem o uso de uma energia material. Também não sei como poderemos avaliar os tipos de trabalhos que são necessárias essas ou aquelas energias. Quem sabe vc possa reformular a pergunta mais diretamente para o que vc quer saber. Estou no aguardo e à disposição. FMG

    ResponderExcluir
  3. Pai Fernando ,o que é realmente a firmeza de uma vela?É verdade que quando não conseguimos colocá-la em pé sem derreter um pouquinho do fundo (pra grudar )é porque estamos sem firmeza? E quando a chama fica pequenininha quando acendemos, é porque nossa fé também está pequena? Um caboclo me disse numa consulta que se soubéssemos a força que que tem a firmeza de uma vela usaríamos mais. O sr. pode falar um pouco sobre isso?
    Obrigada desde já.

    ResponderExcluir
  4. Miriam, todas essas coisas que vc está falando é tudo uma baita bobagem. Vela não se firma; se vc não consegue deixa-la em pé sem queimar embaixo é porque ou está torta (a vela) ou o lugar onde vc vai coloca-la; duvido que tenha alguém com mais fé do que eu e acontece constantemente da chama ficar pequena, mas pode ver que o pavio ficar deve estar com defeito, pois às vezes queima muito rapidamente; vela é feita em fábricas e aos montes e sempre elas acusam defeito; muitas vezes as velas de 7 dias não duram nem quatro horas, mas por culpa da má qualidade do produto; e com todo respeito a esse Caboclo, ele devia ensinar quando, como e onde uma vela por ser acesa, pois às vezes em lugares inadequados elas não funcionam como deviam. Quando digo falo velas, leia-se "fogo". As cores das velas têm só importancia para nós que as acendemos e nos ajuda a direcionar nossa atenção para o orixá daquela cor. Só para descontrair, uma vez uma pessoa telefonou-me assustada, dizendo que a vela de 7 dias que tinha acendido estava apagada. Queria saber o que ela devia fazer. Sem rodeios respondi:" feche a janela..." FMG

    ResponderExcluir
  5. Olá Pai Fernando,
    Gostaria de saber sua opinião sobre:
    1) Pode o ponto ser riscado e não necessariamente ter vela acessa e ponteiro? Esses elementos são imprescindíveis para se fazer um atendimento no terreiro?
    2) Quais trabalhos especiais (praia, mata etc.) são necessários e obrigatórios no calendário anual de um terreiro?
    3) Como lidar com a chamada mediumlatria ou espiritolatria, isto é, a fascinação por médiuns e espíritos com poderes "especiais"?
    4) Uma pergunta que ficou lá para trás, quando lhe falei de desenvolvimento que é feito da seguinte maneira: três ou quatro médiuns fazem um círculo e colocam o médium em desenvolvimento no meio, girando, para este poder incorporar, o que o Sr. acha disto!
    5) Como é feito o desenvolvimento e o atendimento de psicografia na umbanda ?
    Um fraterno abraço a todos, CHC

    ResponderExcluir
  6. JOÃO EMERSON DA COSTA27 de junho de 2009 15:56

    PAI FERNANDO A MICHELE QUE ESTÁ LÁ NO JAPÃO TAVA TRISTE PORQUE LÁ NÃO TINHA VELA COLORIDA....PRA ASCENDER,AI ME DISSE QUE ATRÁS DA CASA DELA TEM UM BANBUZAL,QUE TEM UM RIO PERTINHO,E O MORA ENTRE MONTANHAS....FALEI PRA ELA ACENDER A VELA BRANCA ,...POXA COM TANTO AXÉ ASSIM EM VOLTA...ACHO QUE O ORIXÁ NÃO VAI SE IMPORTAR JUSTAMENTE COM A COR DA VELA...É POR AI?

    ResponderExcluir
  7. Pai Fernando, tenho uma pergunta mas nem sei bem como elaborá-la...
    Assim, se eu trabalho com a Entidade X e num determinado dia, mais um médium na gira está trabalhando com a "mesma" entidade, a energia que eu vou sentir será diferente? Tipo, é possivel que eu tenha maior dificuldade em "sentir" a vibração da entidade ou isso é só da minha cabeça?

    ResponderExcluir
  8. JOÃO EMERSON DA COSTA27 de junho de 2009 16:42

    PAI FERNANDO POSTEI NO TEMA 6, DOCUMENTARIO SOBRE AS LAVADEIRAS E AS PARTEIRAS...SE O SENHOR ACHAR CONVENIENTE COPIE OS LINKS E COLE QUI NO TEMA 7...OBRIGADO

    ResponderExcluir
  9. (Afrânio)

    desculpe-me Pai Fernando,

    postei uma pergunta no TEMA LIVRE 6...
    não tinha prestado atenção antes que já tinha o sete e o seis tava quase lotado... mas se possivel gostaria que o senhor lesse e me repassasse um parecer em relação a pergunta


    Mucuiú!
    Saravá!

    ResponderExcluir
  10. Afranio, eu não conheço essas entidades e por isso pedi para o Mauro responder, ele que está fazendo um levantamento dos nomes de entidades. FMG

    ResponderExcluir
  11. João, como eu disse a cor da vela é para nós e a branca substitue qualquer uma. FMG

    ResponderExcluir
  12. Claudio, por ordem:
    1- Só o ponto riscado não tem efeito. Para ativa-lo é necessário o fogo e o ponteiro para firma-lo.
    2- Nada na Umbanda é obrigatório. O costume são os trabalhos de praia e mata,mas vale aqui uma explicação que acho bem oportuna. É costume em ambos os trabalhos chamar todas as linhas do terreiro, mas na verdade não seria nem mesmo necessário chamar alguma, pois ambos os trabalhos têm como significado o amalá coletivo dos memebros do terreiro à Iemanjá e às outras linha na mata. Isso é só para dizer que as incorporações vale como uma festa aos médiuns, mas elas não seriam necessárias.

    3- Isso são assuntos pessoais que não tem como intereferir, exceto através de conselhos.

    4- Eu particularmente não gosto. Fazer girar é tentar deixar o médiumn tonto para facilitar a incorporação. Eu prefiro que os médiuns fiquem tontos através da respeiração rápida e nasal.
    poder incorporar, o que o Sr. acha disto!
    5- Não existe tecnica para a psicografia. O médium que tem essa faculdade, recebe a entidade, pega um lápis ou caneta e escreve no papel uma mensagem para alguém em particular ou só uma mensagem geral. FMG

    ResponderExcluir
  13. Patricia, não existe nenhum influencia entre um e outro, principalmente porque normalmente apesar do mesmo nome são espiritos diferentes. FMG

    ResponderExcluir
  14. Pai Fernando eu queria saber se é verdade oq me disseram, q qnd criança pequena fica mt assustada e chorosa é pq ela esta atormentada, me disseram para acender vela para o anjo da guarda da criança e uma benzedeira à anos atras me ensinou a cruzar duas espadas de São Jorge em baixo do colchão da criança para acalma-la, isso td é verdade?
    Pergunto pq meu BB tem acordado varias vezes durante a noite gritando e chorando mt, inconsolavel e assustado, e já estou preocupada, com ele e conosco q não dormimos mais...
    Abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  15. Isamara, toda criança tem uma proteção natural pela sua propria idade e inocencia, entretanto ela é vulneravel quando os pais transmitem essa preocupação. Não quero afirmar, mas se se vc estiver nervosa pode transmitir indiretamente à criança. Cruzar duas espadas de São Jorge em baixo da cama ou colchão, não deixa de ser uma proteção, mas melhor será uma tesoura aberta embaixo da cama porque a ponta do aço tem o poder de explodir energias negativas. Em todo o caso, faça um exame de consciencia e veja se o problema não está com vc. Acho interessante vc postar uma respostas, porque isso pode ser de grande valor para todos os que participam desse blog. FMG

    ResponderExcluir
  16. Pai Fernando posso responder a Isamara?
    Sobre esses "pesadelos noturno?"
    Axé

    ResponderExcluir
  17. Pai Fernando
    Me diga uma coisa...Acho que essa coisa de ponto sempre será um tabú pra mim...Desculpe , mas é a verdade.
    Trabalhei por 15 anos direto em incorporação e posteriormente com consulta. Acho que depois de uns 5 anos na religião.
    Minhas entidades nunca usaram, bebidas, fumos, pontos riscados e outros elementos...Fora os que vinham da natureza como, erva, vela, água, sal grosso, carvão e ovo.
    Então lá vai a pergunta. Então porque nunca riscaram ponto ou solicitaram?
    Se uma entidade de Umbanda que não risca ponto, ela não será levada a sério? Ou simplismente é uma solicitação de cada casa? Claro que sabendo que o ponto riscado é a assinatura espiritual da entidade...
    Axé


    Só o ponto riscado não tem efeito. Para ativa-lo é necessário o fogo e o ponteiro para firma-lo.

    ResponderExcluir
  18. Hum...Vou perguntar...
    Bom, eu particularmente acho que o fumo é uilizado ainda na Umbanda devido aos seus efeitos de limpeza ( não vou me aprofundar)
    Blz...! Mas quem fuma é a entidade e não médium, não é? Pois bem, e quando vemos médiuns tragando seus cigarros como se estivesse fumando normalmente? Seria animismo ou não?
    Eu não presto atenção em ninguém numa gira, salvo quando se tem algo sério. Mas como consulente não tem como não prestar atenção.
    Sei que não sou mãe de santo, mas uma grande amiga que está começando estava incorporada com uma entidade da esquerda e essa mesma entidade fumava e fumava normalmente...E o médium fuma.
    Então numa conversa e outra falei que se visse novamente a Pombagira dela fumando e tragando o cigarro iria pedir que ela subisse gentilmente.
    Posso até tomar uma "saravada" do senhor Mas falei...Se estava errada ou não gostaria que o senhor me respondesse. Mesmo porque não gostaria que minha amiga começasse errado, ao meu ver.

    ResponderExcluir
  19. Pai Fernando,observo que todos os terreiros que ja fui,mediuns em desenvolvimento,não incorporam preto velhos ou cabloclos nas sessões,mas exu e pomba gira podem ficar incorporados muitas vezes se atender,mas permanecem na gira.Qual e a ordem correta para quem esta começando?

    ResponderExcluir
  20. Pai Fernando,

    é possível o medium estar trabalhando com um determinado espírito, um determinado caboclo por exemplo, já sabendo o nome da entidade, sua corimba, seus elementos de trabalho, e de repente, surgir uma outra entidade e o médium passar a trabalhar, ou ser determinado a trabalhar, com esta última entidade apenas ?
    Como saber quem realmente é a entidade "de frente" do médium? Ou é possível trabalhar com as duas, dependendo da situação ?

    ResponderExcluir
  21. Luna, riscar ou não o ponto depende do critério do dirigente do terreiro. Alguns dispensam isso. Não é a entidade que quer riscar o ponto, exceto se ela pretende se identificar. Veja como as coisas se encaixam. Todos sabem que existe a criação da terceira energia, a união dos espiritos do médium e da espirito, ambas com atuação nesta 3a. força. Todos sabem também que prego essa porcaria do fumo e a loucura da bebida. Agora vc confirma tudo que temos falado: quinze anos trabalhando sem nenhuma nenhuma necessidade de fumar ou beber, e, corretamente, usando os elementos da natureza. Parabéns e espero que todos se espelhem em vc. FMG

    ResponderExcluir
  22. Luna, quem fuma é o médium. O espirito devia no maximo espalhar a fumaça. Claro que quando a Umbanda foi criada havia um motivo e com certeza muito sério para o sr. Zélio de Morais ter permitido o uso desses elementos daninhos para a saúde com sérios reflexos na familia. Eu que estou com a qualidade de vida ruim por causa do fumo, e já perdi varias pessoas queridas pelo vicio do álcool, berro contra isso. No terreiro que eu dirijo eu não proibo o fumo e o álcool, mas tenho esperança que a Umbanda acorde e faça uma campanha contra isso. O fato da religião sempre ter admitido esses vicios, não significa que não possa mudar. Não vamos nos prender ao passado. FMG

    ResponderExcluir
  23. Alexandra, isso de proibir algumas liberdades para os médiuns novos depende do critério da direção do terreiro e a capacidade dos dirigentes saberem qual o médium que está em condições de ficar ou não incorporado. No nosso terreiro o médium pode ficar incorporado o tempo que quiser, desde que não extrapole seu limite ded ação. FMG

    ResponderExcluir
  24. JOÃO EMERSON DA COSTA28 de junho de 2009 11:55

    PAI FERNANDO....OS TERMOS...TIO,TIA...PAI,MÃE, VOVÔ E VOVÓ DADOS AOS PRETOS VELHOS É PRA INDICAR DIGAMOS ASSIM,FASE EM QUE O ESPIRÍRITO DELES QUANDO ESTAVAM NA CARNE DESENCARNOU?OU SERVEM PARA CONTAR UM PUCO DA HISTÓRIA DELES...QUE FORAM PAIS...MÃES... QUE TIVERÃO FILHOS E NEGOS,OU NÃO TIVERÃO FILHOS SÓ SOBRINHOS?ISSO MAIS COMO ESTUDO MESMO,SEI QUE PRO RITUAL ISSO TALVEZ NÃO IMPORTE,MAS COMO A HANNA FEZ UM ESTUDO DO SEO AKUAN,QUERIA SABER SUA OPINIÃO SE MINHA COLOCAÇÃO FAZ SENTIDO OU NÃO....OBRIGADO....

    ResponderExcluir
  25. Isamara bom dia.
    Já que pai Fernando autorizou eu responder essa questão vou te falar minha experiência...
    Tenho uma filhota de dois anos.
    Bom, como pai Fernando disse as crianças realmente tem uma proteção diferenciada até os sete anos. Quando se fecha a moleira e o contato direto com o mundo espiritual fica mais distante.
    Então...Os pesadêlo noturnos tem haver com muitas coisas.
    Primeiro: Saltos de desenvolvimento.

    No período que antecede os saltos o bebê de repente se sente perdido no mundo, pois seu sistema perceptivo e cognitivo mudou (segundo os autores, tudo isso pode ser observado neurologicamente), mas ele ainda não se acostumou, então o mundo parece muito estranho. O que acaba acontecendo é que ele quer voltar a base, ao que é conhecido, ou seja, a mãe. Então nessas fases eles ficam mais carentes, precisando de colo, e com frequência também comem e dormem pior, tem pesadelos. Depois de algumas semanas essa fase difícil passa e tudo volta ao normal.

    Salvo a possibilidades de variações entre bebêss, a cronologia observada (experimentalmente) pelos autores é a seguinte:

    Periodos de crise:

    5 semanas
    1 mês quase
    2 meses
    quase 3 meses
    4 meses e meio
    6 meses
    7 meses
    8 meses e meio
    quase 11 meses
    quase 13 meses
    quase 15 meses
    17 meses
    Depois de uma crise o bebê ‘de repente’ começa a fazer coisas que não fazia antes, dá um salto de desenvolvimento mesmo, e também fica mais feliz.

    Agora vamos falar da parte espiritual...
    Essas coisas geralmente acontecem porque o BB está muito vulnerável a todos os sentimentos da mãe...Eu disse todos!!! E qquer ansiedade passa para a criança.
    Claro que tem bebes muito mais sensíveis e quando levamos as crianças em determinados lugares que não há uma energia "segura" ele tbém sente.
    Com isso Isamara vc pode fazer algumas coisas...
    Essa coisa da tesoura é milenar mesmo. O aço tem como puxar a energia e reter de qquer ambiente, mas tbém não tem como descarregar...O descarrego geralmente é feito com água ou algúm material vegetal, que até pode ser essa espada, que seria a planta.
    Eu aqui em casa, quando vejo algo fora do normal, vou rezar a minha filha ( veja no tópico rezas no blog do pai) ou coloco um copo de água embaixo da cama dela. Pois tbém tem um efeito de limpeza energética.
    Mas antes de tudo veja sempre os sintomas orgânicos que é super natural e nosso comportamento. Depois sim o lado espiritual.
    Mesmo porque nem tudo é espírito...Muitas das vêzes somos nós ou o ambiente que fazemos em nossa vida.
    Um grande abraço e axé!

    ResponderExcluir
  26. Nilzo:
    Das situações mencionadas por vc a única que não pode é "ou ser determinado a trabalhar, com esta última entidade apenas". Isso seria um interfencia direta no livre arbitrio do espirito e do médium. Para saaber quem é o pai de cabeça fatos indicarão na sequencia qual é ele. FMG

    ResponderExcluir
  27. João, acho que é para dar uma situação de colocação vibratória. Veja que mesmo os pontos cantados fazem essa diferença. FMG

    ResponderExcluir
  28. Pai Fernando!
    Um ótimo domingo!

    Talvez o Nilzo não entendeu o que aconteceu,
    não surgiu outra entidade,ele pensava que trabalhava com o seu Pena Verde...Seu Pena Branca (com a sua meiguice e carinho no Pai Beco) pediu para cantar o ponto do Caboclo Guaraci e conversou com o caboclo...o caboclo falou para seu Pena Branca que o cavalo não deixava ele trabalhar porque quer trabalhar com o seu Pena Verde, seu Pena Branca chamou o cavalo do seu Pena Verde ...e disse pronto só assim teu cavalo agora vai deixar vc trabalhar Guaraci.Talvez o Nilzo gostaria de trabalhar com o seu Pena Verde e ficou decepcionado em saber que é outro caboclo.Mas o pouco que conheço das histórias dos caboclos" SEU GUARACI" é um grande caboclo. E tb chamou a cabocla Guaracira, foi uma corimba muito linda. Estou relatando este fato pq estava ao lado do Seu Pena Branca , ele explicou o que estava acontecendo. Saravá todos os caboclos.

    ResponderExcluir
  29. Pai Fernando, acho que não estou conseguindo me explicar direito porque muitas coisas que ainda não conheço estão acontecendo. Talvez falando de uma experiência que vivi fique mais fácil. Pouco incorporo e uma das vezes que isto aconteceu, numa gira de Pretos Velhos, o espaço físico do terreiro se transformou, apesar de estarem presentes muitos médiuns (duas correntes estavam reunidas numa gira) e ainda algumas pessoas sentadas no meio, a sensação é que tinha muito espaço sobrando.
    Incorporada, a vovó cumprimentou vários espíritos. Sou crítica e peço pra entidade que me dê sinais claros que está comigo, com o receio de criar situações não reais e naquele momento não questionei nada, tenho certeza que não gesticulava pro vazio, apesar dos meus olhos não enxergarem o que estava acontecendo. Muitos espíritos estavam ali, vários pareciam já conhecidos (da vovó). Num momento ela deu um “recado” para um espírito, dizendo mentalmente: “Mais fé meu filho, mais fé”. Senti como um recado rápido e tranqüilo, para um rapaz jovem e que tinha coisas a aprender. Tive a impressão que estava acontecendo trabalho não só para encarnados ou espíritos ligados a nós, e tudo isto com tranqüilidade e fraternidade.
    De qualquer forma, entendi sua resposta, todos estiveram reunidos no terreiro, porque este oferece condições de trabalho, e médiuns dispostos a ajudar, não é? Quanto a entender a finalidade de cada trabalho... vou esperar o momento certo, nem que for quando estiver do lado de lá, não tenho pressa rsrsrsrs
    Pai Fernando, como é bom viver a Umbanda e poder falar sobre ela. Obrigada.

    ResponderExcluir
  30. Pai Fernando,o que e a Quimbanda?Como e usada com que linha trabalha,sempre faço confusão,quando encontro alguma coisa que se refira a mesma,por favor me esclareça.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  31. Andréa Destefani28 de junho de 2009 17:35

    Gostaria de fazer uma pergunta baseada numa experiência recente que tive com o caboclo de Ogum Beira Mar. Ele pediu a uma pessoa que ele deu um passe que colocasse um copo com água sempre no ambiente que ele permanecesse mais. Essa pessoa veio falar comigo algum tempo depois dizendo que estava fazendo o que fora recomendado e até sua pele estava visivelmente mais hidratada. O senhor já viu disso? Tanto a pessoa(que já tem uns vinte anos de Umbanda) como eu ficamos sem saber a explicação.Algumas entidades com qual trabalho sempre dizem que o que serve pra um às vezes não serve pra outro,mas há algumas explicações que as vezes são úteis pra mais gente. Uma coisa que este caboclo repete incessantemente é que se as pessoas dessem mais importância à agua e à respiração teriam menos problemas. Gostaria de sua opinião Pai Fernando.

    ResponderExcluir
  32. Alexandra, quimbanda é a esquerda, onde trabalham os Exus e as Pombas Giras. São essas entidades que desmancham trabalhos negativos que nos são enviados. São os grande serviçais nos trabalhos desse tipo dos Pretos Velhos e Caboclos. Leia em nosso site www.paimaneco.org.br que tem explicações bem mais detalhadas. FMG

    ResponderExcluir
  33. Andréa, a água evidentemente é uma energia das mais potentes que existe. Ela imanta energias negativas dos ambientes (nesse caso as entidades mandam descarregar) e imantam fluidos positivos dos espiritos. Muito bonita essa forma de trabalhar. Acho que todos nós devemos tentar isso, inclusive eu. FGM

    ResponderExcluir
  34. Andréa Destefani28 de junho de 2009 18:33

    Sabe que quando foi pedido que parássemos de trabalhar no meio com charutos o seo Beira ficou (parece-me) feliz. Há dias que trabalha com a água e há dias em que a dispensa, mas sempre que há trabalhos com fio de cobre no meio ele vai lá e coloca água nas mãos de quem está segurando o fio, para potencializar a condução da energia. Várias vezes, pessoas diferentes já me falaram que mesmo com os olhos fechados sentem ele por perto porque parece que as ondas do mar batem em seus pés...Daí faço uma pergunta : a energia das entidades principalmente de entidades ligadas a Ogum ela não se limita ao médium não é mesmo? Seo Akuan a gente sente,logicamente, a energia transformando todo o terreiro, mas cada Ogum contribui também nessa mudança , nessa transformação energética, mas fico pensando que é proprio desta linha, não?

    ResponderExcluir
  35. Andréa, eu já disse e vou repetir: nunca trabalhei sozinho seja qual for a situação. Se for preciso uma emergencia eu a executo mas convoco o grupo para completar o trabalho. Seo Akuan também não trabalha sem todos os oguns e falanges correspondentes. FMG

    ResponderExcluir
  36. Andréa Destefani28 de junho de 2009 19:03

    Entendi meu pai, mas o que pergunto é sobre a energia específica de Ogum. Cada Orixá nos remete um tipo de energia, e o que me refiro é a energia de Ogum transformadora. O que lhe peço é uma explanação sobre o que Ogum nos traz na gira, tendo em vista que o sr. tem anos de experiência e pode nos falar melhor sobre esta energia. Acho que me expressei melhor agora.

    ResponderExcluir
  37. Andréa, o que Ogum nos transmite é força, determinação, coragem, vontade de lutar contra nossas dificuldades. Eles tiram essas forças de todos os lugares, do ar, da mata, do mar, da terra, do fogo, dos rios, enfim, de todos os lugares. FMG

    ResponderExcluir
  38. Andréa Destefani28 de junho de 2009 19:33

    Amo Ogum! E amo o sr!Obrigada meu pai!

    ResponderExcluir
  39. Pai Fernando, boa noite.

    Gostaria de uma ajuda do senhor para uma divulgação.
    Mediante há inúmeros ataques a Umbanda e religiões afro aqui no Rio de Janeiro. Teremos Nossa SEGUNDA CAMINHADA EM DEFESA DA LIBERDADE RELIGIOSA aqui no Rio.

    Será: 20 de Setembro de 2009
    10:00 - Domingo
    Orla de Copacabana
    Concentração no posto 6
    Comissão de combate á intolerância Religiosa -RJ
    Fórum de combate inter-religioso - RJ
    www.eutenhofe.org.br
    Fomos hoje eu e minha família nesse encontro na Casa de Caridade e Irmandade Batuíra e Pai Miguel da almas. Minha ex e amada casa.

    Pai Fernando como o seu blog é ascessado por todo o mundo gostaria dessa força para continuarmos a levar a força de nossa Umbanda.

    Obrigada e Axé para essa caminhada.

    ResponderExcluir
  40. Luna, quero que uma semana antes vc me avise para eu renovar o convite. Só para vc saber, o Irmão Batuíra era o chefe espiritual do meu grupo no espiritismo tradicional. FMG

    ResponderExcluir
  41. Olá Pai Fernando, gostaria de saber sua opinião sobre:
    1) Alguma vez o Sr. já presenciou materialização e desmaterialização de objetos ?
    2) No transporte de cura a pessoa que recebe o transporte precisa necessariamente estar em meditação?
    3) O que o Sr. acha da cura a distância com livro/internet e horário determinado para que as pessoas recebam as equipes espirituais?
    4) O que explica a reverência na umbanda, bater cabeça, beijar mãos e ficar de joelhos e a ausência dela no kardecismo?
    Obrigado e um abraço fraterno a todos!

    ResponderExcluir
  42. Sério? Que bacana heim! Conheço muito pouco de Batuíra, mas tenho a foto dele sempre no meu pensamento com aquela longa barba branca...Tá vendo como não sou sua filha por acaso?

    Pode deixar que uma semana renovo a postagem do convite. Obrigada.
    Boa semana para todos nós!!!

    ResponderExcluir
  43. Andréa Destefani28 de junho de 2009 22:15

    Gostaria de avisar mais uma vez sobre nossa primeira reunião sobre educação infantil no TPM. Será dia 01/07(quarta) às 19h. O ponto de encontro é ao lado da cantina do TPM,OK?
    Num congresso sobre vida sustentável,uma pergunta foi vencedora e repasso aqui como pergunta aos bloguistas e umbandistas:"Todo mundo pensando em deixar um planeta melhor pros nossos filhos...Quando é que começarão a pensar em deixar nossos filhos melhores para o planeta?" Uma semana maravilhosa a todos!

    ResponderExcluir
  44. Isamara:

    Alem das otuimas dicas da Luna mais algumas: Cantigas ou cancoes podem ajudar (Se vc cantava alguma durante a gestacao pode canta-la que a criança reconhecera). Massagens feitas pelo pai e pela mae tb podem ajudar. Existe um livro chamado "Shantala" que ensina otimas massagens. A palavra falada é igualmente fundamental. Converse normalmente com o bebe, explique o que vai fazer (ex: agora vc vai dormir, mas estou no quarto ao lado). Uma grande psicanalista francesa, Françoise Dolto, escreveu livros e livos sobre isso.
    abraços

    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  45. Pai Fernando,

    Sobre o Nego Gerson, eu estava de cambone do Pai Joaquim quando ele pediu para anotar o ponto para o Seo Zé Pretinho, e disse que o ponto era do Nego Gerson, mas que dava para adaptá-lo. :o)

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  46. Pai Fernando quis esperar para ver a evolução da coisa, bem fisicamente esta td ok, já é o meu 3° filho então conheço bem esses marcos do desenvolvimento, e por isso descartei, então como o Sr me indicou fiz um exame de consiencia, não estou nervosa, sou nervosa, tenho tido uns probleminhas aki e ali, nada mt fora dos problemas cotidianos, corriqueiros...fim de mes, compras acabando e contas chegando...como td fim de mes...normal...
    coloquei as espadas de São Jorge e a tesoura e a noite foi ótima...ele dormiu a noite td até as 9 da manhã...coisa rara...
    então estive analizando td...realmente ele fica mais agitado qnd tem alguma briga em casa...ou surgem problemas mais graves...mas tbm percebi q dependendo do lugar onde levamos ele a agitação é bem maior...
    e me lembrei tbm sobre quebranto, pq desta vez em especial ele ficou assim depois de uma visita a casa de uma amiga, dae não sei se foi o clima de lah...ou as mts pessoas q pegaram no colo achando ele lindinho...isso pega msm? ou é folclore?
    Abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  47. Isamara, quebranto é resultado de "olho gordo", como o povo o chama. O médium Hercilio Maes, do Mestre Ramatis, uma vez contou-me que o olho gordo é um pequeno depósito de energias negativas que fica localizado embaixo dos olhos. Quando a pessoa fixa o olhar ele solta essa energia. Por isso é que se deve usar uma fita de cor vermelha, porque o vermelho é o que mais chama a atenção e como ele olha primeiro para a cor é para lá que a energia é jogada. Donos de fazendas usam em suas porteira chifres pintados de vermelho. É igual veneno de cobra, depois que esvasia leva tempo para encher outra vez. FMG

    ResponderExcluir
  48. Luna, eu incorporava o Irmão Batuira, mas isso cinquenta anos passados. Conte um pouco sobre ele. FMG

    ResponderExcluir
  49. Então...
    O pouco que sei é que o senhor Batuíra era um homem na sua infância muito ativo e inquieto, por isso que lhe deram o nome de Batuíra. Que significa ave muito rápida.
    Ele era um defensor ferrendo a favor da abolição e ajudava todos os negros. Acolhendo na sua casa e conseguindo cartas de alforria. Era vegetariano, na sua vida.
    Ele conheceu a doutrina espírita em meados de 1890, porêm na época era espirita cristã e fundou a casa " Grupo espírita verdade e luz"
    O que sei dele era que acima de ser um homem de bens, ele dividia tudo que ele tinha. Sua casa, seus pertences e sua comida...
    É isso.
    Bjs

    ResponderExcluir
  50. (Com sua licença Pai Fernando!)

    Pai Bitty, Carol, Jurema e demais integrantes do grupo Umbanda dos Pajés! Enviei um email solicitanto a entrada no grupo, estou com umas idéias e gostaria de compartilhá-las... Como fazemos para conversar na web? É através de grupo de emails?
    Bom, me escrevam... laura_omshanti@yahoo.com.br

    Axé a todos!

    ResponderExcluir
  51. PAi Fernando, peço licença novamente!

    Pessoal do grupo Umbanda dos Pajés:
    ontem qdo conversamos soube da dificuldade na troca de emails, então criei um grupo de mails no yahoo, a princípio esotu como moderadora mas "passo o bastão" a quem quiser assumir!
    O email é umbanda_pajes@yahoogrupos.com.br !

    Outra idéia que tive foi criar um blog do grupo! Blogs podem ser individuais ou de grupos, ou seja, várias pessoaspodem publicar lá ao mesmo tempo! Pensei de colocar o PAi Bitty, a Jurema, a Carol, eu e mais uma ou outra pessoa como respons´vaeis... Aí nós vamos colocando os textos que pesquisamos, as visitas que vamos fazendo, as fotos... Comentando e juntando tudo, criando nosso arquivo Umbanda dos Pajés!

    E então, o qe me dizem? Estou num momento de grande inspiração e agitação mental, vou criar o blog agora mesmo!
    Espero não estar abusando!
    Axé! ;o)

    (Pai Bitty, tentarei te ligar ainda hj para combinarmos melhor! A visita de ontem foi mágica!)

    ResponderExcluir
  52. Pronto! Segue o endereço do blog:

    www.umbandadospajes.blogspot.com

    Yupy!

    ResponderExcluir
  53. Pai fernando, hoje Mauro me passou um e-mail de uma senhora que pedia socorro e auxílio para fazer uma amarração em seu amante. Como ela poderia na Umbanda receber esse benefício e quanto custava... - . .
    0


    Pois bem...Semana passada conversando com um grande amigo de anos, ele me vira e fala " Luna, porque vc insiste nessa religião...A Umbanda e o Blé são as religiões mais atrasadas que tem!!!"
    Mas ele esqueceu que eu ví ele fazendo um trabalho para Ogum, passando uma galinha viva e soltando, e ainda tomando banho de cerveja ( isso porque a mãe dele é ex mãe de santo, hoje está muito idosa)...
    Então vamos lá. Até ontem tbém tinha alguns pré conceitos sobre as religiões Afro...Mas ontem, vendo a comissão, a palestra, as pessoas vestidas com a roupa de suas religiões fiquei pensando sabe...
    Quem me grante que aquelas pessoas em outras vidas não foram de tribos? Feitiçeiros? Xamãs? Ou até mesmo que escolheram uma ou outra religião por sua afinidade vibracional...Porque geralmente estamos aonde devemos estar!
    E hoje estou com outros pensamentos...Respeitar e respeitar...Mesmo que eu não aceite ou faça o mesmo ritual que outras religiões milenares...
    Então lhe pergunto sobre Umbanda.
    Até quando seremos taxados como macumbeiros, do mal,pessoas atrasadas que serem isso ou aquilo?
    Qual postura devemos ter diante de tais palavras. ou até mesmo de "Umbandistas" que trabalham de forma errada?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  54. Afrânio...

    Nas minhas pesquisas sobre nomes de entidades me deparei com um fato bem curioso ; o de um Terreiro de um conhecido aí no Ceará.
    Nesse Terreiro a Umbanda oferece linhagens diversas e diferentes de tudo que conhecemos aqui pra baixo no RJ , vamos a elas :

    Eles trabalham com entidades ( Preto velhos, Crianças, Caboclos, ... e Exus ), todos nas suas linhas ou falanges de origem ou em outras... Como vocês sabem a entidade qualquer que seja, passa em qualquer linha ou falange. Só que no Ceará elas seguem uma diretriz variavel como segue abaixo :

    Na Linha do Mar

    Falange de Marinheiro.
    Falange de Maresia
    Falange de Santa Bárbara
    Falange de São José de Ribamar
    Falange de Princesa
    Falange de Príncipe
    Falange de Rei.
    Falange de Sereia.
    E algumas mais.


    Na linha da Mata

    Falange de Folha
    Falange dos Tupinambás
    Falange dos Aimorés
    Falange dos Caramurus
    Falange dos Tapinarés
    Falange dos Espinheiros
    Falange dos Guaranis
    Falange de coral.
    E algumas mais.

    Também com linhas ( Bahia, Pará, Ciganos, Légua, Mineiros, Maranhão e Codó ) Falanges de Junco e Mourão.

    Linha de Mineiro – Eram pessoas que garimpavam ouro. Pra não confundi com Tambor de Mina. Mas, existem entidades que nos seus pontos cantados falam em tambor de mina, de certa forma tem alguma ligação entre as duas religiões. Como existe a ligação da Umbanda com outros cultos.

    Para eles a Umbanda é um mundo REALMENTE ENCANTADO.

    Um mundo encantado, onde existem entidades que tem o nome de animais e entidades que são encantadas como animais.

    Por ex:

    Cumurupim entidade de ronda
    Boto vermelho, entidade de ronda
    Boto roxo, príncipe da linha do mar.
    Baleia entidade da linha do mar.
    Urubu passo Rei,entidade de curar ( pra afastar obsessor )
    Janaina Sereia
    Maria galega Sereia E outras que são os nomes nos pontos cantados.
    Zaíra, rainha das cobras.
    Rosalinda encantada com cobra entidade da linha de Oxosse
    Cobra Preta
    Cobra Verde
    Rei Tubarão da linha do mar
    Rei Dragão do mar
    Tamanduá entidade de ronda
    Saci Criança da falange de légua ( Légua é mais uma falange de Oxosse)
    Ponta de Ouro, entidade da linha de Légua encantada como Touro.
    Boi Preto, entidade da linha de Légua encantado como Boi.
    Carrota Malhada.
    Mestre Calango verde, Preto velho encantado como Calango.
    Rosinha Criança (curupira) da linha da mata
    Irá criança ( passarinho) da linha da mata
    Rei Puraquê ( Peixe elétrico ) Falange do Pará, pertecente a Oxosse.
    Pombo Roxo falange do Pará. ( pertence também a linha da Torre de Pombal)
    Safira, (pombo ) da linha de pombal
    Jaspe (pombo) Chefe da linha de pombal e outros
    Jacaré da linha de Junco ( falange pertencente a Xangô)
    Sapo Boi na linha de Exu
    Gia preta na linha de Exu
    Cururu Na linha de Exu.

    E ainda existe um Linha chamada de Pombal conforme citada acima.

    Portanto essas que vc citou Afrânio ( "Nego Gerson", "Simbamba", " Quebra barreira", "Rei do Oriton" ) existem e seguem alguma dessas linhagens acima, e assim como as outras, se devem a mistura dos cultos como catimbó, pajelanca, encantaria...é por aí.

    Expliquei de forma extensa para mostrar que por aí, a coisa é bem diferente do que estamos acostumados em todo o seu conjunto. Mas é considerado Umbanda. No Ceará.

    Espero ter ajudado,

    Saravá !!!


    Mauro Monteiro

    ResponderExcluir
  55. Laura, o blog foi uma otima ideia. Embora o compromisso inicial foi publicar aqui no cap sobre a India Yanomami. De todo modo, uma coisa nao anula a outra. Quanto ao yahoo grupo, havia sido criado, mas a maioria do grupo preferiu manter como estava, ou seja, comunicando-se por emails. A lista foi atualizada hoje.
    att
    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  56. Claudio Henrique, pela ordem:

    1- Varias vezes assisti trabalho de materialização, com espiritos materializado. inclusive com luzes acesas tive oportunidade de apalpa-los e pegar em suas mãos, aliás geladas parecendo cadaverica. Deamaterialização nunca assisti.
    2- Não necessariamente, mas se estiver concentrada é melhor.
    3- Acho que funciona muito bem porque temos feito isso com otimos resultados, inclusive até mesmo para o exterior.

    4- Tudo isso faz parte do ritual da Umbanda e cumprimos com muito amor e respeito essa parte ritualista. O kardecismo se gaba não ter ritual.

    FMG

    ResponderExcluir
  57. Luna, ainda hoje deletei dois e-mails que perguntavam quanto eu cobrava para fazer trabalho de amarração. Antes eu ficava bravo e respondia com grosserias, hoje só deleto. Eu tenho uma opinião muito definida com respeito ao preconceito contra a Umbanda. Assumi o posto de eu não ter preconceito contra as outras religiões. Outro dia alguém me disse que uma pessoa amiga minha era evangélica e eu disse que não tinha nenhum preconceito contra eles. FMG

    ResponderExcluir
  58. Mauro, que legal essa pesquisa. Isso é muito importante para que toda a nossa religião seja conhecida com suas culturas locais. Achei excvelente. Parabéns. FMG

    ResponderExcluir
  59. (Afrânio)

    Nossa Mauro que legal

    um aulão

    é assim mesmo

    só não sabia da existência ainda de alguns como urubu, jacaré, jaspe, safira etc. mas tudo é Umbanda em cada local.
    Que preguem o amor ao próximo e a fé seja bem vinda sempre!

    Salve a Umbanda no meu Ceará.

    Muito grato a vce ao Pai Fernando.

    Axé!

    ResponderExcluir
  60. Pai Fernando...

    Na gira de ciganos que teve no terreiro a algumas semanas atrás, lembro da cigana perguntando p/ Mãe Lucília se podia pedir uma saia maior e se não me engano ela disse que sim.
    Mas o Sr. não acha que é muito cedo p/ pedir coisas não??? O que o Sr. acha de médiuns iniciantes, assim como eu, que nem tem Amaci ainda e entidade 'pedir' coisas?
    Por exemplo, se chegasse e pedisse brincos, pulseiras, roupa colorida? Preto velho pedindo apoiador? Erê querendo chupeta, brinquedo... Sei lá, esses 'apetrechos' todos... como que funciona essa parte????

    Beijinhos e muuuuuuuuito obrigadinha

    ResponderExcluir
  61. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  62. Claudinei Oliveira30 de junho de 2009 08:41

    Pai Fernando..

    o Sr. sabe me explicar como que funciona a guarda do Exu que nos aconpanha?
    tipo eu imagino que ele nao fique em nosso lado 24Hrs por dia ( posso estar errado ) mesmo pq ele tenha outros trabalhos para fazer no lado de lá...
    e vem fazer nossa guarda quando nos preparamos para sair pra rua...

    isso segue com as outras entidades..preto..caboclo..etc..

    abraços

    ResponderExcluir
  63. Denise, a cigana agiu certo perguntando se podia à Mãe Lucilia. Ela disse que si, está decidido que sim. FMG

    ResponderExcluir
  64. Claudinei, se nós precisarmos das entidades 24 hs por dia, fique certo que elas estarão conosco. Agora, se a gente estiver bem, eles nos deixam e voltam na nossa necessidade. Muitas vezes acontece que nossa necessidade acontece pelo livre arbitrio de errar. Aí, então, não sei até que ponto eles podem ajudar. É o caso de um filho que se perde no vicio. O pai fica limitado muitas vezes. FMG

    ResponderExcluir
  65. Paulo Godinho, perdi uma postgagem tua, mas vc perguntou como funciona o calendário no nosso terreiro. Normalmente é sequencial com giras de Caboclos, neutra (ciganos ou boiadeiros), Preto Velho e Quimbanda. FMG

    ResponderExcluir
  66. Muito obrigada pai Fernando!
    Gostaria de pedir ao Senhor, algumas dicas p/ que eu possa me concentrar de uma forma que eu não tenha dúvidas sobre o que é meu pensamento e de minha Entidades? Existe alguma forma de melhorar essa sintonia? Já que me sinto confusa ainda e com certo medo.
    Forte abraço!
    SIlvinha

    ResponderExcluir
  67. Oi Pai Fernando... Boa noite!! :o)

    Então, mas assim, lembro que uma menina perguntou para ela se queria a saia com alguma cor e ela respondeu que eu tenho a saia dela (e tenho a anos) mas que eu não estava preparada para usá-la. Não entendi mas aceitei, blza...
    Por mim, a saia q eu tenho aqui (a q ela falou) é algo inexplicável... ñ sou mto apegada a nada material, mas aquela saia é minha paixão... se fosse pela minha vontade, ela já pediria p/ a Mãe Lucília p/ usar aquela colorida logo de cara, hehehe... mas não, ela quer branca só pediu que fosse mais rodada e ainda explicou que era só por ser a forma dela trabalhar.
    Mas e se o 'pedido' tivesse sido em sonho? Intuição? Antes de efetuar a compra e/ou mandar fazer é preciso conversar com o pai/mãe de santo para ter a autorização para o uso? Ou não? Não se corre o risco de misturar a vontade da entidade com a do médium?

    Beijinhos e obrigadinha...

    ResponderExcluir
  68. Silvinha, se vc estivesse na minha gira e eu soubesse o que vc está passando como agora eu sei, eu pediria que alguém do meio cuidasse de vc. e mandasse sempre alguém conversar com vc sem nenhum compromisso de consulta. Por outro lado iria saber se vc já serviu de cambone alguma vez, e em caso de não ia sugerir que vc camboneasse um tempo. FMG

    ResponderExcluir
  69. Boa noite pessoal!
    Boa noite Pai Fernando...Essa função de cambonar(tá certo?) deve realmente ser bem interessante e deve-se aprender muito nesse " trabalho".
    Eu gostaria de ter passado por essa fase. Porque dizem que se aprende muito com as entidades...

    Pai Fernando, estava vendo as postagens antigas e as novas. É sempre bom rever as antigas por que tem muitas dicas boas.
    Então, tbém venho conversando bastante com mediuns membros do Pai Maneco.
    Então gostaria da sua opinião. Já que mesmo o senhor sendo pai de santo e sabendo de tudo que ocorre no terreiro, gostaria que o senhor sanasse algumas dúvidas minha e de algumas pessoas.
    Então...Já que cada gira é responsabilidade de cada pai (mãe)de santo. Como são sanadas as dúvidas no meio da gira?
    Os médiuns iniciantes são direcionados dentro da corrente? Eles recebem as entidades e como ficam?
    Os pais de santo conhecem seus filhos de santo profundamente, ou somente no trabalho da gira? E quando acaba todos vão embora?
    Geralmente os médiuns sejam iniciantes ou não, existe um contato estreito entre os dirigentes ou não?
    Digo assim, os médiuns sejam eles novos ou antigos na religião, todos tem suas dúvidas...E existe uma boa abertura entre eles?
    Pergunto isso pai Fernando, mediante as dúvidas e pedidos de ajuda nas perguntas do blog.
    Sei que todos nós temos nossas responsabilidade cotidianas, mas quando aceitamos a responsabilidade se sermos pais de santos, não se resume a só direcionar as gira materialmente ou fisicamente.
    Falo isso tbém por muitos médiuns se sentirem meio que " abandonados" na caminhada espiritual e até em outras áreas procuram outras casas,h b e até trabalham em uma e são consulentes em outras.

    Já tive experiências como esta, de não ter um amparo maior ( amparo não é resolver a minha vida) e ter que buscar ajuda em outra casa. Um desses resultados foi que estou aqui e sendo sua filha...
    Obrigada e bjs.

    ResponderExcluir
  70. Outra pergunta Pai Fernando...Com relação a pergunta de cima.
    O QUE É SER PAI DE SANTO PARA O SENHOR? E O QUE É SER PAI DE SANTO NO PAI MANECO?

    obrigada.

    ResponderExcluir
  71. Baba, lendo as postagens li sobre o irmão Batuíra...
    Me veio fresco na memória, Tia Glaucia (dinda) e Tia Dirce (daida) me passando alguns ensinamentos (pena não me lembrar) do "Batuíra" quando eu via e sentia coisas que também não lembro...
    Ah, Tia Dirce subiu, mas Tia Glaucia te mandou um recado: Disse que o senhor está muito velho pra trabalhar na linha de frente!! Hahaha
    Salve o passado...
    ps: Essas duas senhorinhas são minhas tias avós e trabalharam anos com Pai Fernando no Kardecismo.

    ResponderExcluir
  72. Andréa Destefani30 de junho de 2009 23:10

    Pai Fernando tenho uma série nova de dúvidas. Um médium pode ter uma série de dons específicos até onde eu sei: psicografia,psicofonia, materializações, de efeitos físicos... Na Umbanda específicamente sinto que as vezes as entidades conseguem (através da famosa mistura café com leite) intensificar esses dons e utilizá-los. O meu dom da escrita é mais notável quando sinto a presença do seo Beira Mar, nas psicografias que fazia na terça-feira ele sempre estava ao meu lado independente da gira(pois eu fazia sempre na segunda parte).Já em outras incorporações, por exemplo com seo Capa Preta, vejo que é mais o desenvolvimento de efeitos físicos, como já descrevi algumas vezes para o sr.
    O senhor acha que as entidades se utilizam não só do que sabemos,mas também do potencial que as vezes temos e não conseguimos acessar sozinhos?
    Pergunto ao sr. porque o meio material somos nós e isso que formulei achei que tem uma certa lógica, o que não quer dizer que esteja correto.
    Dentro da Umbanda poderíamos então ter todos estes dons desenvolvidos com o auxílio das entidades?Axé!

    ResponderExcluir
  73. Pai Fernando,boa noite!
    1) O sr. falou que há trabalho de irradiação, contudo isto não está na página do terreiro, como as pessoas podem ter acesso a este trabalho de cura e irradiação a distância ? remetendo e-mails ao terreiro com endereço, nome e o problema que buscam resolver ? Para quem?
    2) Gostaria de saber sua opinião sobre os tipos de passes, qual é o mais eficaz, o que toca nas pessoas ? O que passa sobre os chacras, enfim, há um modelo a ser seguido ?
    3) E outra pergunta neste mesmo assunto, dos passes, é porque a gira de esquerda não faz a vibração do passe coletivo.
    Um fraterno abraço a todos, CHC

    ResponderExcluir
  74. Pai Fernando, tive alguns problemas, fora do centro por ter uma certa facilidade de "atrair energias negativas" e hoje depois de algum tempo, alguém no terreiro que frequento percebeu que preciso de ajuda! Estou camboneando atualmente, mas na hora de dar passagem tudo se perde... Obrigada Pai.
    Silvinha

    ResponderExcluir
  75. Pai Fernando, bom dia.
    Gostaria de lhe falar algo...Muitas das minhas perguntas que posto aqui no blog, não são minhas...Tem muitas pessoas ai que tem conversado comigo. E mediante as dúvidas delas ou questionamentos eu reformulo a pergunta e mando para o senhor. Mesmo porque essas perguntas e dúvidas podem estar na cabeça de outros irmãos.
    Eu prego muito a liberdade de comunicação entre médiuns e dirigentes. Sempre fui muito clara em todas as minhas dúvidas. Porque nunca existiu em mim vergonha de perguntar, mesmo que eu levasse um fora. Pelo menos saberia o certo ou a verdade. Entende?
    Por isso que as vêzes me excedo nas perguntas.
    Mas não é por mal...E sim para tirar as nossas dúvidas. Porque assim trabalhamos com mais clareza e sem medos. Porque o medo e a vergonha em um médium, paraliza e impede que ele cresça ( eu tbém)
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  76. Andréa Destefani1 de julho de 2009 11:05

    Pai Fernando mais uma pergunta: na linha de exu mirim quando incorporada eu sinto uma vontade imensa de comer pimenta crua. Seria uma coisa legal se eu não odiasse o gosto.Diferente do fumo e da bebida, a pimenta é um elemento extremamente benéfico para nosso organismo.
    Num trabalho que estava sendo feito no meio,havia farofa e o seo Capa pediu pra que eu comesse quando estava incorporada , o gosto para mim foi completamente diferente, quanto mais comia aquela farofa apimentada ,mas sentia necessidade.Além de fazer parte de todo o ritual, será que neste caso específico não seria um elemento que meu organismo precisasse?

    ResponderExcluir
  77. Luna, eu quando comecei na Umbanda fui cambono e aprendi muito.
    As duvidas são sanadas pelos dirigentes da própria gira. Dificilmente entre os dirigentes existem choques com a filosofia do próprio terreiro.
    Quando os médiuns novos recebem entidades eles têm toda a liberdade dentro do terreiro, claro desde que não extrapolem. Os capitães ficam cuidando deles.
    A intimidade entre os médiuns e os dirigentes às vezes existem, muito embora eu não goste disso. Mas os pais e mães de santo conhecem seus filhos inclusive o desenvolvimento de suas mediunidades. Sempre acontece uma rápida entre os médiuns depois da gira, mas não pode ser muito tempo porque o terreiro tem que ser fechado e as pessoas profissionais que trabalham têm que ir embora.
    Quanto a abertura de conversa, perguntas e duvidas aqui não se tem segredo. Tudo se fala abertamente e se precisar falar na frente das mais ou menos 400 pessoas da assistência, não tenha duvida que isso não será obstáculo.
    Gosto de ditados populares e um deles que uso muito é “quem corre de graça não cansa”. Os pais ou mães de santos têm obrigação de atender todas as dificuldades de seus filhos de corrente, e se não quiserem essa tarefa, devolvam suas guias no congá e vão para casa. Vou dar um conselho: se o médium tiver constrangimento de perguntar e os dirigentes se negarem a falar, mudem de terreiro. FMG

    ResponderExcluir
  78. Luna, quando eu me assumi a idéia de ser pai de santo, tinha a consciência plena e total que teria pela frente uma tarefa muito difícil. Equilibrar o desempenho da direção de um grupo espiritual sem misturar com minha vida familiar, profissional e social pareceu-me a tarefa mais difícil. Mas existem outras responsabilidades maiores. As dificuldades que os filhos de corrente passam em todos os sentidos, inclusive familiar e financeiro, e vc ter que ampara-los só com o colo e conselhos. As brigas por ciúmes entre os médiuns, a prepotência de alguns e a vaidade de outros, a intromissão de pessoas de fora dentro da tua área espiritual, sei lá quantas mais assuntos que tenho que enfrentar. Para me sair bem usei o conselho que o Vovô Conrado me deu quando praticamente se despediu de mim em seu cavalo Edmundo Ferro que ia desencarnar. “Careca, quando vc for pai de santo, guarde teu coração no cofre”. Ele quis dizer que nós não podemos nos envolver com o sofrimento dos outros, porque se isso acontecer não teremos condição de ajudar a pessoa. Com muita dificuldade eu não me envolvo, mas dou tudo de mim para ajudar quem precisa.
    Não sei dizer o que representa ser dirigente no Terreiro do Pai Maneco, mas acho que deve significar muito. FMG

    ResponderExcluir
  79. Muito obrigada pelas respostas, Pai Fernando.
    Axé.

    ResponderExcluir
  80. Andréa Destefani1 de julho de 2009 12:34

    Meu pai fiquei pensando aqui na frase sobre guardar o coração num cofre...Acho que diz respeito também aqueles momentos que nos achamos muito bacanas por termos ajudado alguém ou que nos sentimos impotentes por não ter podido ajudar...Porque esta questão é complicada também né?

    ResponderExcluir
  81. Luna, se o Pai Fernando me permite, vou dizer o que é ser Mãe de Santo do Terreiro do Pai Maneco, ao menos para mim, que estou começando..
    É receber os ensinamenots de cima para baixo (quem resolve tudo são os guias, principalmente Pai Maneco e Seo Akuan, que posso ouvir) quando não sei o que fazer,... não faço, ligo para o Fernandão (nunca liguei), pois quem faz são os espíritos.
    Me sinto forte, privilegiada, mas com uma grande responsabilidade. Eu em especial não trabalho lá no mesmo lugar, mas quando fecho os olhos é lá que me sinto.
    Tenho como uma busca pessoal levar a Bandeira da Umbanda Pés no Chão por gratidão, acho o Pai Fernando um grande sábio, o único que conheço que faz a realidade ser leve, justa e livre.
    Não seguimos regras, sim bom senso. A lei é uma só, verdade cada um tem a sua, e tudo na vida tem consequência.
    O Pai Fernando conseguiu delimitar a Umbanda sendo uma religião clara, Cristã e do povo. quem conhece o Terreiro do Pai Maneco sabe o que é a Umbanda. Do povo brasileiro.
    Para mim, ser uma dirigente do Terreiro do Pai Maneco significa vibrar. Vibrar o axé feito alí para o máximo de pessoas que queiram receber. Está aí o Blog, nos levando ao resto do mundo!
    Aposto que se alguém fizer uma pesquiza vão ver que o Pai Fernando está no mesmo patamar que o grande Chico Xavier, em questão de número de pessoas, atendidas com suas palavras, axé e sabedoria.
    Saravá "O" Pai de Santo Fernandão!
    Obrigada por tudo Baba! Sou quem sou por seus ensinamentos...

    ResponderExcluir
  82. Aproveitando a ocasiao...
    Quantas guias usa um pai de santo? Ha alguma guia que é feita apos ter sido pai de santo?
    abracos
    Sidney

    ResponderExcluir
  83. “quem corre de graça não cansa”.

    Pai Fernando, pode explicar, não conheço esse ditado, e não soube decifrar...
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  84. (1) - "As dificuldades que os filhos de corrente passam em todos os sentidos, inclusive familiar e financeiro, e vc ter que ampara-los só com o colo e conselhos. As brigas por ciúmes entre os médiuns, a prepotência de alguns e a vaidade de outros, a intromissão de pessoas de fora dentro da tua área espiritual, sei lá quantas mais assuntos que tenho que enfrentar..."



    (2)- “Careca, quando vc for pai de santo, guarde teu coração no cofre”.


    (1) resposta:

    Bom Pai Fernando, diante do que o senhor escreveu e eu lendo duas três vêzes, não tem como não ver as dificuldades...E acredito que com amor elas vão se melhorando ou acabando.
    Parabéns, agente acha que por ser uma casa muito grande as coisas passam despercebidos...E o senhor acabou de provar que não!

    Saravá.

    (2) resposta:

    Muito certo...Muito certo! É o melhor para todos.

    Obrigada mais uma vêz.

    ResponderExcluir
  85. Sr Fernando , gostaria que o senhor nos dissese mais sobre a quimbanda . Sua formaçao , a exemplo o Sr Tranca Rua das Almas , Tranca rua da encruza,tranca rua de embaré . Pq todas essas variaçoes? E pq na sua casa somente o senhor pode trabalhar com essa falange e ninguem mais pode incorporar nessa linha tendo em vista q sao outros espiritos e outras falanges ? Oque são exus coroados , espadados , exaltados ?
    Quem são os exus das encruzilhadas , pelo menos os principais para nos ilustrar .

    ResponderExcluir
  86. Pai Fernando, qual a diferença do Caboclo da Pantera para o Exu da Pantera? Apenas a linha de trabalho (Umbanda e Quimbanda)?

    Obrigadinha, beijinhos,

    ResponderExcluir
  87. Denise, é isso um e Caboclo e o outro é Exu. FMG

    ResponderExcluir
  88. Luna, quer dizer que a pessoa participa de uma corrida sem receber nada por livre e expontanea vontade, não pode se queixar que está cansado. FMG

    ResponderExcluir
  89. Alice, devagar. Eu estou aqui e o Chico está bem acima. Em todo caso obrigado. FMG

    ResponderExcluir
  90. Mandar o que meu pai???

    ResponderExcluir
  91. há sim...As dúvidas das pessoas?
    :)...Ou não?

    ResponderExcluir
  92. Obrigada Alice...Gratidão é uma das maiores virtudes do ser humano.
    Axé

    ResponderExcluir
  93. Andréa, qualquer mediunidade, seja ela que for e no grau que estiver, sem os espiritos vira em nada. Claro que é importante o apoio das entidades. FMG

    ResponderExcluir
  94. Claudio Henrique, na ordem:
    1- Vc tem razão que não está no site do terreiro os endereços dos dirigentes. Como o meu está recebo os e-mails, pelo nome, endereço e idade e entrego nas 2as. feiras para o Caboclo Akuan, que trabalha na irradiação além de serem os nomes colocados do jarrão de barro para essa finalidade. Vamos então aguardar que os dirigentes passem seus endereços no nosso site.
    2- O passe correto é aquele onde as mãos são colocadas para doação da energia na periferia do perispirito.

    FMG

    ResponderExcluir
  95. Silvinha, acho que vc está quase chegando lá. Fé e determinação são os segredos. FMG

    ResponderExcluir
  96. Andréa, até pode ser uma necessidade do organismo, só que não precisa comer no terreiro. Quando sentir essa intuição coma em casa. FMG

    ResponderExcluir
  97. Sidney, guias dos dirigentes ou mesmo dos médiuns podem ser feitas em qualquer momento, dependendo das ordens dadas pelas entidades. FMG

    ResponderExcluir
  98. rsrsrsrsr...xá cumigo!
    Saravá.

    ResponderExcluir
  99. Pai Fernando

    Na listagem de entidades que o Mauro relatou,qd frequentava a gira de sexta presenciei a entidade de nome " Nego Gerson" incorporou num médiun,arriou e foi direto numa capitã cantou o ponto no qual vinha em outro cavalo á 25 anos atrás, perguntou pelo pai pela mãe dela, se referindo a eles como " nhô" e disse a" nhá"ANA( avó da capitã esta bem e á trabalando no mundo do espiritual.A capitã reconheceu na ora,pelo ponto, pela forma de falar ,e disse que nunca ele tinha arriado em outro terreiro,e e que ela estava muito emocionada por toda istória que o Nego Gerson tinha com ela e a familia dela!

    Achei muito lindo a afinidade do espirito com ela,pq no médiun que incorporou não tem nenhuma ligação com a família.

    O Senhor pode me explicar como e pq acontece a ligação do espirito com o médiun que não há conhece.

    ResponderExcluir
  100. João Pedro, a bem da verdade não gostei da tua ironia falando de coisas tão belas e sérias como os Exus. No Blog vc vai encontrar bastante comentários sobre os Exus e também no nosso site. Vc está completamente desinformado alegando que só eu trabalho com a Linha da vibração do Exu Tranca Ruas. Eu trabalho com o Exu Tranca Ruas das Almas e ele por ser o dirigente de toda a linha da quimbanda no terreiro só incorpora em mim por razões obvias. Mas varios médiuns incorporam o Exu Tranca Ruas da Encruzilhada inclusive na mesma gira que eu comando. Quanto aos Exus exus coroados , espadados , exaltados vc deve perguntar para quem qualificou-os assim. Garanto que não fui eu. FMG

    ResponderExcluir
  101. Seo Fernando
    Alem dos emails dos pais/maes de santo nao poderia estar no blog e no site o nome das entidades que pais/maes de santo do TPM recebem?
    abracos
    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  102. Andrea Destefani:

    Confesso ter ficado (muito) interessado na história do "seu" Zé Pretinho.
    Se puder, a envie para meu e-mail: pmaximo@gmail.com

    Obrigado.

    Bêjo

    ResponderExcluir
  103. Claudinei Oliveira2 de julho de 2009 08:28

    Pai Fernando..

    pq na linha de Ogum existe varias falanges...

    tipo..Ogum Beira-Mar, Ogum Iara, Ogum mege...e assim por diante...e na linha de Oxossi ou de Xangô nao tem essas falanges..
    tipo..Oxossi Tal...Xango..tal..?

    abraços..

    ResponderExcluir
  104. Me desculpe mas não foi ironia , não fazo parte de sua casa , apenas conheço como sendo uma bela casa de amor e caridade, tenho um amigo que frequenta a casa na assistencia e me disse que somente o senhor incorpora nessa linha , exatamente dito por um "capitão" . Mas gostaria de saber da historia do Sr Tranca rua das almas , Suas falanges . Qual a diferença . Entre o Tranca Rua das Almas e o da Encruzilhada ?
    Assim como na umbanda existem as 7 linhas da quimbanda correto ? Pode nos detalhar elas ? A casa que frequento em Mg a mãe de santo sempre q vou nos dias de quimbanda quando estou no meio manda chamar ponto de encruza , nunca de cemiterio, por isso queria saber o pq da linha de encruza . Seu Tiriri por exemplo trabalha na encruza ? Capa preta ? Sr Meia noite ? Exu Toquinho ? Exu Sete liras ? Marabô ?
    Entendeu ? Não foi ironia foi apenas uma pergunta malei-me , o senhor entendeu errado .

    João Pedro .

    ResponderExcluir
  105. Bom Dia, Pai Fernando,
    Fiquei sabendo de uma notícia muito boa a seu respeito e fiquei feliz!
    Um abraço fraterno !

    ResponderExcluir
  106. Pai Fernando, mucuiu!
    Fiz uma lista faz uns 2 anos com todas as entidades dos Pais e Mães de Santo. Passei pro Caco.
    Posso procurar aqui e mandar para o senhor. Que tal?
    Abraços,
    Rodrigo

    ResponderExcluir
  107. Foi o recado que minha criança ontem deixou pra mim: fé em papai Oxalá e em mim!
    Pai, uma dúvida para não perder o costume:
    Quanto á gira de esquerda: qual a necessidade de realização dela? Sei que são extremamente necessárias mas digo por exemplo, se deve haver um compromisso: todo final de mês por exemplo ou só quando necessária? Pergunto, pois no terreiro que frequento, está "temporariamente suspensa".
    Aproveitando, no mesmo contexto, a determinação do tipo de gira deve vir dos dirigntes?
    Tipo gira de baiano semana que vem, caboclo na outra etc...
    Silvinha

    ResponderExcluir
  108. João Pedro, que bom vc ter feito esse esclarecimento. Não ligue mas às vezes sou rabugento. A diferença do Exu Tranca Ruas da Encruzilhada, também conhecido como de Embaré, e do Exu Tranca Ruas das Almas, também conhecido por Exu das Almas, é que o campo de ação deles fica exatamente nos seus nomes, ou seja, da encruzilhada e da cruz das almas, na calunga pequena ou cemitério. Mas eles são bem diferentes. Dá para perceber falando com um e com outro que seus genios e comportamentos diferem. O da Encruzilhada e mais grosseiro para falar e agir, e o das Almas é gelado, frio e irrevereente. Mas os dois são simplesmente maravilhosos e amigos dos umbandistas. Os Exus das Almas trabalham na Cruz das Almas e os Caveiras no cemitério e Portão do Cemitério. Os outros trabalham nas encruzilhadas. Só não leve muito a risca o que estou dizendo porque às vezes eles mudam suas ações de acordo com a necessidade. Quanto aos exus rabo de encruza, coroados, pagãos, de lei e outras denominações, são nomes dados por alguns autores a entidades que tentam se passar por exus, são os mentirosos e mistificadores. Os outros nomes quie vc deu trabalham na encruzilhada. O capitão que te informou devia saber mais sobre nosso terreiro. Venha nos conhecer um dia e me procure que será umn prazer conhece-lo. Axé, Fernando

    ResponderExcluir
  109. Grande Rodrigo
    Tinha que se duplamente santista!
    abracos meu amigo
    Sidney

    ResponderExcluir
  110. Andréa Destefani2 de julho de 2009 13:41

    Hoje aconteceu um fato aqui que acho pertinente contar. Resumindo a história um senhor amigo nosso, cuja família inteira é católica veio me procurar pra aconselhar o filho dele, a pedido do padre! O rapaz na empolgação dos estudos bíblicos resolveu junto com amigos tirar um "encosto" de uma menina e sua mãe num sítio afastado.A menina(com 16 anos e 1,60m) incorporada deu uma surra nele(20 anos e 1,90m) que nunca mais vai se esquecer. Além de escutar um sermão do padre sobre responsabilidade e que o próprio padre não tinha preparação para tal coisa, e que os espíritas sabem mais. Fui procurada no intuito de que eu explanasse como pessoas com obssessores são tratadas no terreiro e que temos que ter toda uma segurança da casa pra fazer isto.Expliquei também que podiam não ser obssessores, mas apenas um quadro clínico que com certeza as entidades lá detectariam isto. Gostaria que vissem os hematomas deste menino, parecia até que uma manada de elefantes havia pisoteado ele. A família já procurou um terreiro, talvez até o nosso mesmo, não sei.
    Que este relato sirva de exemplo aos incautos que resolvem fazer as coisas sozinhos ,achando que já tem experiência suficiente pra tal.E outra: somos umbandistas fora do terreiro também, então temos que ter conhecimento para dar informações seguras e não aumentar o misticismo.Agradeço ao senhor pai Fernando por tudo que tem me ensinado, de coração!
    E.T.: Mais uma coisa: não vou comer a pimenta sozinha aqui em casa, portanto, convido o senhor(depois que os problemas do meu sogro acabarem) a vir comer um barreado aqui, com pimenta se quiser!Axé

    ResponderExcluir
  111. Vejo que o senhor interpretou a 1º pergunta com ironia e por isso de a resposta em tom de ironia .
    Bom quanto a informaçao, meu amigo tirou com um capitão ja com idade avançada na gira que ocorre no sabado , que por sinal ainda a pouco tempo foi feito o ritual de cruzamento para ele e mais alguns na qual tive a oportunidade de ver um video. Talvez nao seja desinformaçao mas sim um tanto q despreparado , peço desculpas pelo fato. Quanto a ser rabugento eh algo que tem q ser pois responder tantos questionamentos fica realmente dificil .
    Quando o senhor diz rabo de encruza , seriam os quiumbas ? O que disser sobre os exus batizados? Seriam esses os que trabalham na lei ? Estes espiritos de exus , sao brasileiros ? Pode nos contar a historia do Sr Tranca rua das almas ? De onde ele veio ? O pq de seu nome ?

    ResponderExcluir
  112. Pai Fernando, em conversa com um pessoa de outro terreiro e de outro estado sobre obi, esta me falou que em seu terreiro não se joga obi, mas sim se faz a magia das velas par se saber o Orixá, e segundo esta pessoa, poreste método é revelado todosos Orixaspor ordem de filiação, eu já tinha ouvido falar sobre isto antes, e gostaria que o senhor falasse um pouco sobre esta magia e o que o senhor acha deste método.
    Axé

    ResponderExcluir
  113. Pai Fernando, boa noite.
    Esse fim de semana fui visitar uma casa de Umbanda de uma amiga. A casa dela é bem silmples e está formando sua junta de médiuns agora.
    Então... Era gira da esquerda, e particularmente eu de fora acho esquisito uma incorporação ( Eu acho isso, desde nova)Bom, então tinha alguns médiuns que não conhecia. Sendo que um ao incorporar um Exú, que não sei quem é, colocou uma vela no pé, e essa vela foi se queimando até o final, e foi trocada essa vela queimando o pé do médium...
    O senhor se lembra que não gostava de Exú que vinha torto, com as mãos feito garras etc...?
    Então, porque ainda existem esses tipos de incorporação? Que além de dar um certo medo ( ainda mais nas pessoas leigas) dá até medo de quem já é da Umbanda!

    ResponderExcluir
  114. João Pedro, é rabo de encruza se diz para os quiumbas ou entidades que não são exus e querem se passar por eles. Vc sabe que a Umbanda tem como seu ponto mais forte a diversidade. Cada casa trabalha de uma forma, e no fundo todas são iguais. Enquanto uns analisam os Exus de uma forma eu faço de outra, mas todos nós estamos certos. Eu acho que o Exu é Exu, de uma só qualidade. Se não for entidade boa, correta e poderosa, não é Exu. Eu não faço diferença entre eles. Se vc for ver no nosso site www.paimaneco.org.br as histórias de alguns Exus, vai perceber que a maioria tem origem européia. Eu tenho um texto que o seo Tranca Ruas justifica seu nome. Vou achar e publicar oportunamente. FMG

    ResponderExcluir
  115. Silvinha, a Umbanda não pode existir sem a esquerda, porque são os Exus que fazem os trabalhos para desmanchar o mal feito. Uma vez uma entidade mandou uma pessoa segurar uma cadeira só com a mão direita, depois só com a esquerda e depois com as duas mãos. Ele quiz mostrar que a esquerda e a direita juntas tem mais força. Tudo que acontece em um terreiro é por ordem dos dirigentes, que por sua vez recebem ordens dos espiritos. FMG

    ResponderExcluir
  116. Luna, é o famoso exibicionismo. Acho que os médiuns têm necessidade de passar por isso. Eu também já tive essaa fase de me mostrar. FMG

    ResponderExcluir
  117. Jackson, pela vela vc vai fazendo uma contagem a medida que elas apagam. O meu Orixá foi revelado dessa forma,no terreiro do Edmundo Rodrigues Ferro. Só que vc tem que ficar sentado e concentrado até as velas queimarem totalmente e isso sem que possa haver influencia do vento. É demorado e por isso prefiro o Obi. FMG

    ResponderExcluir
  118. Andréa Destefani disse...
    Necessariamente tem que haver o ponto do exu bordado na capa?

    Resposta: quem pede a capa é o proprio Exu. Só ele pode dispensar o ponto. FMG

    ResponderExcluir
  119. Adorei a história da cadeira! Simples assim!
    Pai, isto serve tanto para o terreiro quanto ao médium?
    Isso porque, nós, médiuns mirins não podemos dar passagem 'a esquerda ainda... Como postei aqui algumas vezes e o senhor já conhece um pouquinho da minha "vida de médium iniciante" , minha esquerda vem meio que pegando no meu pé e me atrapalhando em algumas coisas... Será por esta falta de equilibrio que é conseguido com as duas trabalhando?!

    ResponderExcluir
  120. Anonimo, reenvie o comentário para Tema Livre -8- Quando vc escrever o texto tem uma pergunta na postagem selecionar perfil, vc escolhe a opção nomeURL e aí vc põe teu nome que eu respondo com o maior carinho. Combinado? FMG

    ResponderExcluir
  121. Pai Fernando, como vai?
    Eu gostaria de ler o texto que o senhor tem, onde o sr. Exú Tranca Ruas justifica o nome que tem. O Pai Fernando poderia publicar, quando tiver oportunidade, por favor? Eu gostaria de ler! Obrigada.
    Bjs.
    Ana, de Portugal.

    ResponderExcluir