Assine aqui para receber atualizações deste blog

domingo, 5 de abril de 2009

ENTIDADES DA UMBANDA EM CENTROS KARDECISTAS

Este texto foi editado e por um engano deletado. Vai novamente para constar na lista de temas editados. Peço o especial favor de quem enviou comentários, que repitam, se possivel.

“Gostaria de saber se um médium frequentador e desenvolvido na doutrina kardecista pode incorporar e trabalhar em sessões de mesa com preto-velho e boiadeiro.”

Minha resposta:

Receber e trabalhar com entidades da Umbanda não tem nenhum problema, mas só para trabalhos de cura e vibração, e nunca de desobsessão. Quanto acontece de entidades da Umbanda se manifestarem em centro espírita tradicional, é porque encontraram uma brecha na filosofia do grupo, que demonstra liberalidade para trabalhar e desapego da rígida linha kardecista. Quanto a desobsessão não é aconselhável porque grupos espíritas não têm a segurança firmada com elementos como nos terreiros.Isso pode permitir algumas infiltrações de espíritos indesejáveis. FMG

20 comentários:

  1. E quanto a entidades do candombe na umbanda???

    ResponderExcluir
  2. Marilise, eu de Candomblé conheço muito pouco, por isso não posso responder a pergunta. FMG

    ResponderExcluir
  3. Andrea Destefani6 de abril de 2009 09:27

    A minha pergunta é a seguinte: como se protegem as benzedeiras? Algumas delas aqui em Colombo trabalham com imagens de pretos-velhos...

    ResponderExcluir
  4. Andréa, lembrei-me da resposta deletada. Eu disse que as benzedeiras têm um mundo às parte, sem nenhuma mistura com a Umbanda ou kardecismo. Elas são mágicas. Costuram e benzem mal olhado de uma forma inexplicavel e maravilhosa. Ainda brinquei que estou atrás de uma benzedeira para costurar meu braço machucado. FMG

    ResponderExcluir
  5. Perdoe-me continuar a reflexao Pai Fernando... talvez não seria também a brecha encontrada nos terreiros, no momento de cura, após os momentos de descarrego e ainda nos toques dos atabaques??? e se isso acontecer o que deve ser feito??? O comandante deve saber conduzir a subida da energia deste ORIXA adequadamente? mesmo não sendo um terreiro de candomble??
    grata, e desejo uma maravilhosa semana a todos!! muito axe!!

    ResponderExcluir
  6. Penso que muitas vezes é a mesma entidade, que se apresenta sob uma roupagem no centro espírita, e sob outra no Terreiro - haja vista o próprio querido Pai Maneco, antes conhecido como "irmão Maneco"... Assim, se a entidade deixa de se apresentar, no centro espírita, como "irmão", apresentando-se como preto velho, ou caboclo, ou a linha que for, algum motivo especial ela tem, se não não haveria necessidade de fazê-lo... Confiemos em nossos amigos espirituais...

    ResponderExcluir
  7. Remontando...

    Em uma de suas respostas havia breve citação da firmeza do terreiro... penso que lhe pedi para falar um pouco mais sobre isso e sobre o papel dos dirigentes nessa firmeza. Diga-se de passagem que as conheci pessoalmente e pude sentir toda sua energia.
    abraços
    Sidney

    ResponderExcluir
  8. Laura, é isso mesmo. Não devemos nos preocupar com nomes e troca de nomes. O que vale são as mensagens e os trabalhos de caridade. Mas só um fato quero esclarecer, que pensei com esse texto de tua lavra. Se a Umbanda não fosse boa, eu estaria até hoje trabalhando com o Irmão. FMG

    ResponderExcluir
  9. Marilise:

    Fique certa de que entidades da Umbanda e do Candomblé não precisam ser chamadas para subirem. Eles descem e sobem sempre no momento adequado e certo. O problema nunca está nas entidades, mas nos médiuns. FMG

    ResponderExcluir
  10. Com certeza Pai Fernando, se a Umbanda não fosse boa eu ainda me diria Espiritualista... Mas hoje me assumo Umbandista praticante, com "filosofia Espiritualista"...

    ResponderExcluir
  11. Grata pela resposta Pai Fernando!!! achei que eu estava ficando louca. rsrsrs!!! é o que penso tbem.

    ResponderExcluir
  12. Sidney, vou aproveitar a questão de segurança e vou fazer um texto à parte. Isso será oportunamente. FMG

    ResponderExcluir
  13. Olá Pai Fernando, tudo bem!!!
    Minha irmã mais nova desde pequena que é benzedeira, mas ela não quer nem ouvir falar no termo, pois não acredita, nem na Umbanda, nem o espiritismo, se diz católica, convicta, mas tudo que se pede para ela benzer, um ou dois dias depois está pronto.
    Agora quanto ao seu braço, qual deles que esta machucado, tem um benzedeira ótima lá Palmeira, ligo para ela te costurar.

    ResponderExcluir
  14. Paulo, agora eu já estou quase curado, mas é bom saber que quando precisarmos vc tem um endereço e uma irmã. FMG

    ResponderExcluir
  15. Bom dia!Estou num processo de desenvolvimento mediúnico.Frequento e estudo sobre o Kardecismo, mas dou passagem a uma linda preta velha, 1 criança, 1 cigana(oriente), mas minha mentora é minha avó paterna,que não cheguei a conhecer, mas que veio trabalhar comigo.Também terminei as 7 correntes da Umbanda,pois coneço um centro e seus dirigentes...estou esperando a resposta sobre onde devo trabalhar. Então eu gostaria de saber, se posso trabalhar na Umbanda(c/ suas entidades) e na mesa branca dando pasividade aos irmãos desencarnados que necessitam de ajuda?Muito obrigada e fique com Deus!

    ResponderExcluir
  16. Regina, eu tenetei fazer isso e acheimelhor não misturar. É muito dificil vc trabalhar em um centro de espiritismo tradicional e não levar as energias da Umbanda. FMG

    ResponderExcluir
  17. e muito bom ter pessoas dispoastas a esclarecer duvidas alheias ,sou pai d santo umbandista,neto d medium mesa branca,fui criado no kardecismo mas aos 14 anos conheci a umbanda e nunca mais me afastei,ja tentei trabalhar nos dois lados ,porem e quase impossivel trabalhar em alto nivel de espiritualidade,acho q temos q escolher onde seremos mais uteis,pois a muitos necessitados. salve OXALA

    ResponderExcluir
  18. Nilton, tomeia liberdade em postar a resposta no tópico Tema Livrez 24. FMG

    ResponderExcluir
  19. uma pergunta:

    um espaço kardecista tem intenção de um dia da semana trabalhar com alguns poucos trabalhadores que queiram dar oportunidade a seus mentores pretos velhos e caboclos ....isso será possivel ?? quais cuidados devem ser tomados ???

    ResponderExcluir
  20. Anônimo,
    Pode pode, mas é arriscado por faltarem seguranças normais que tem em um terreiro e faltam em centros kardecistas.
    Axé,
    Camila

    ResponderExcluir