Assine aqui para receber atualizações deste blog

quarta-feira, 1 de abril de 2009

FRASES SOLTAS

Trecho de uma frase do Rubem Alves sobre o diabo.

“De vez quando o diabo me aparece e temos longas conversas. Em nada se parece com o que dizem dele: rabo, chifres, patas de bode e cheiro de enxofre. Cavalheiro de voz mansa e racional, bem vestido, apreciador de desodorantes finos, me surpreende sempre pela lógica de seus argumentos.”

9 comentários:

  1. A COMPLEXIDADE NEM SEMPRE É MAIOR NA DIFERENÇA!

    abraços


    Sidney

    ResponderExcluir
  2. Se a "maldade", personificada na figura do "diabo", fosse realmente algo apavorante e assustador, seria mais difícil as pessoas se renderem a ela...
    Mas não, ela justamente se apresenta de "cara limpa", com pequenas insinuações / tentações, como (num exemplo bem simples) aquela grana que caiu do bolso de alguém no ônibus e você rapidamente precisa decidir se devolve ao dono ou se fica pra você... Ou como aquele político mui simpático que te oferece algo bem legal em troca de algo "tão simples quanto um voto"...

    ResponderExcluir
  3. Como deixar aproximar da gente aquela figura que tanto tememos; só se vestindo de Lord falando bonito mesmo rs.Eu Monique tbm acho que ele seja igual a nós e na verdade tbm acho que exista muitosssss dele pertinho de nós.Afinal ele pode se apresentar como qualquer coisa...
    Eu que não quero cruzar com nenhum nem bonito muito menos chifrudo rs.

    Monique

    ResponderExcluir
  4. Andrea Destefani3 de abril de 2009 09:45

    A igreja católica, em seus intermináveis concílios de "organização" da bíblia, deixou passar a história de Jó. Lá é falado que em uma reunião celestial estava Satanás e a conversa, pra quem teve oportunidade de ler é bem interessante. Deus pergunta a Satanas por onde tem andado e começam a conversar sobre um ser chamado Jó. O diabo ali não parece mal.E essa frase do Rubens Alves retrata talvez isto. Meu filho,como toda criança hoje tem excesso de informação, olhando a vela dos pretos-velhos diz que parece com a figura do Ying e Yang, do equilíbrio entre o bem e o mal, simbolo da sabedoria, e que a gente sempre tem que ter um diabo do lado porque é necessária a representação do mal, como tambémter que ter um anjo,representação do bem. Não sei se ele sabe do que está falando e qualquer um que der a oportunidade aos filhos de conversarem sobre o que pensam ouviram pérolas semelhantes. Mas o foco aqui é o seguinte: a importancia do "diabo". Alguém teve a oportunidade de ler uma das lendas da criação do seu tranca ruas? Diz mais ou menos assim: um exu ficou 16 anos ao lado de Oxalá para ver como ele moldava o ser humano. Ali quietinho prestando atenção no que ocorria para aprender, foi conquistando Oxalá. Este por sua vez recebia a visita de outras entidades só pra lhe pedir favores. Exacerbado de serviços então Oxalá resolveu que nenhuma entidade chegaria a ele sem falar antes com aquele exu, que sabia como as coisas funcionavam pela observação. Então ele se postou na encruzilhada e ali ficava "trancando" o acesso a Oxalá pra que este pudesse trabalhar e somente ele ,a partir daquele dia Exu Tranca Ruas, poderia levar os pedidos a Oxalá. Seu Tranca Ruas é tão chique e inteligente quanto o "diabo" do Rubens Alves. Sinceramente? Eu gostaria sim de ter uma conversa destas...Afinal, o "diabo" não é tão feio quanto pintam por aí....Axé!

    ResponderExcluir
  5. Pois é Pai Fernando, definitivamente, o diabo veste Prada rs.
    O mal é sedutor e por isso encontra na alma humana terreno fértil. Na medida em que nos tornamos fracos espiritualmente, nós o fortalecemos.
    Cativa o homem para convertê-lo em seu próprio cativeiro. Neste sentido, o diabo (mal) é muito sedutor, uma vez que diminui os limites e torna complementares as relações com o Mal.
    O poeta Charles Baudelaire disse que o maior truque do diabo é fazer a gente acreditar que ele não existe....será?
    Eu não acredito nessa figura do diabo criada pela Igreja católica, do ser criado por Deus e que tem o mesmo poder que ele....acho que seria burrice Divina criar um antagonista com os mesmo poderes.
    A crença no Diabo surgiu do interesse de Roma em manter os cristãos sob controle.
    De um lado criaram uma religião em que SÓ JESUS é o caminho, e do outro o INFERNO para quem não segue a religião deles.
    Acredito que tudo no universo tem um propósito.
    Da menor à maior de todas as coisas tudo tem razão de ser...O diabo somos nós...encarnados ou desencarnados.
    A energia criativa não é positiva nem negativa.
    Somos nós quem usamos essa energia para o bem ou para o mal. Portanto a conseqüência dessa ação é de nossa inteira responsabilidade e não de um ser maligno.
    Na verdade o bem e o mal é uma polaridade da vida, é como aquele ensinamento cherokee sobre a batalha que existe dentro das pessoas:

    “Existem dois lobos dentro de nós. Um é mau. É raiva, inveja, ciúme, tristeza, arrependimento, arrogância, culpa, ressentimento, mentiras e ego. O outro é bom. É alegria, paz, amor, esperança, serenidade, humildade, generosidade, verdade, compaixão e fé.”

    “Qual deles ganha?”

    “Aquele que eu alimento mais.”

    Axé!

    ResponderExcluir
  6. olha amei esta pagina e espero encontrar muito mais de agora em diante..........
    Muito Axé a todos......

    ResponderExcluir
  7. Obrigada Sr. Fernando por me aceitar........Gostaria de participar sempre com o Sr.

    ResponderExcluir
  8. adora umbanda mais eu amo de paixao sao os orixa
    karolzinha filha de iemanja

    ResponderExcluir