Assine aqui para receber atualizações deste blog

sexta-feira, 8 de maio de 2009

INCORPORAÇÕES DOS EXUS

Estou abrindo um novo tópico: Incorporações dos Exus. Vou falar sobre a incorporação do Exu Tranca Ruas das Almas quando iniciei na Umbanda e em um trabalho de desenvolvimento mediúnico. Foi chamado e ele incorporou ereto, calmo e firme, de uma imponência ímpar e que não me pareceu próprio dos Exus. Pensei em desistir, pois não conseguia me entortar e nem gesticular ou dar gargalhada. Fiquei esperando as considerações finais do pai de santo. Para meu espanto, ele disse que dos Exus a única incorporação certa e correta foi do Exu Tranca Ruas das Almas, ou seja, a minha. Escrevi isso para dar inicio à postagens. FMG

194 comentários:

  1. Patricia Sabadin8 de maio de 2009 22:12

    Pai Fernando, mas por que então a maioria dos Exus se curvam no momento da incorporação?

    ResponderExcluir
  2. Pai Fernando, ainda bem que o senhor postou isso. Sempre que vou incorporar Seu Tiriri peço para que ele venha de maneira mais "Exu", assim por dizer.

    E, para minha decepção, ele sempre vem ereto, forte, firme. Parace um bloco gigante de concreto tomando conta do meu corpo. Sinto ficar com mais de 2 metros de altura.

    Fico pensando: cadê a gargalhada, a mão para trás, o arquear?

    Agora, depois deste post, ele deve estar rindo da mnha cara e dizendo: "É só confiar, meu filho, é só confiar!"

    Laroiê!

    ResponderExcluir
  3. Pai Fernando,
    Então se minha incorporação não é ereta, ela é errada?
    Minha primeira incorporação foi um Exu e lembro que fiquei curvada. Então incorporei errado? Como eu nunca havia sentido nada, tão pouco achava que seria médium de incorporação, me deixei levar pela sua energia. Não fiquei pensando em bodes, como já falamos anteriormente.
    Apenas deixei que ele fizesse o trabalho necessário. Quando ele subiu parecia que eu tinha uns 20kg a menos, foi maravilhoso. Mas se foi errado porque ninguém me disse que estava errado?
    Devo fazer uma incorporação ereta porque essa é a forma correta?
    Sds

    ResponderExcluir
  4. Patricia, nunca reparei. Não tem explicação lógica mais vou ficar atento. FMG

    ResponderExcluir
  5. Rodrigo, não dá para imaginar seu Tiriri da forma que vc descreveu. FMG

    ResponderExcluir
  6. Marcele, acho que vc entendeu errado. Eu inclusive falei que ia postar esse tema exatamente para falarmos das varias formas e tipos de incorporações dos Exus. Não sei qual o teu Exu, mas pela descrição da incorporação pode serda linha dos caveiras. É só um chute. FMG

    ResponderExcluir
  7. Assim: cadê a gargalhada, a mão para trás, o arquear? FMG

    ResponderExcluir
  8. Das duas uma: ou estou incorporando mal, ou seja, duro, ou não trabalho com Seu Tiriri.

    Em um caso ou no outro, quero apenas acertar.

    Saravá!

    ResponderExcluir
  9. Opa, então, estou no caminho certo.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  10. Patricia Sabadin8 de maio de 2009 22:48

    Pai Fernando....
    assim, eu não posso falar por mim, porque nunca senti vibração na gira de esquerda, mas falo pelo que a gente observa...
    E, entidades como S. Exu Veludo, S. Caveirinha, S. Tata Caveira, e muitos outros, se curvam no momento da incorporação.
    Não quero dizer que eles se mantenham dessa forma o tempo todo que estão incorporados, mas apenas quando "chegam".
    Será que o fato deles se curvarem não acontece porque a energia deles "entra" pelo chakra localizado na base da coluna?


    ps.: uma curiosidade, por que o Sr. não consegue imaginar S. Tiriri daquela forma?

    ResponderExcluir
  11. Patricia Sabadin8 de maio de 2009 22:53

    Pai Fernando, não digo que eles se mantenham curvados o tempo todo que estão incorporados, apenas no momento da incorporação... como é o caso do Sr. Exu Veludo, do Sr. Caveirinha, entre outros.
    Será que esse "curvar" na chegada não acontece pelo fato da energia deles "entrar" pelo chakra localizado na base da coluna?

    ResponderExcluir
  12. Patricia Sabadin8 de maio de 2009 23:00

    Pai...
    faz três anos e meio que entrei na gira e até hoje as unicas vibrações que sinto na linha de esquerda são quando chamam S. Omulu e quando chamam a Linha das Almas.
    Será que há algum motivo pra que eu não sinta Exu ou Pomba-Gira?

    ResponderExcluir
  13. Ai...Ai...Ai...
    Boa noite meu querido Pai Fernando.
    Agora o senhor me pegou!
    Bom, esses anos todos incorporando Exus, indo a inúmeros terreiros aqui no Rio, vai a pergunta.
    Tudo bem que...Não vou falar da gargalhada que os meus não dão. Mas vou lhe falar da forma de se apresentar. Trabalho com 3 Exus. Tranca rua da almas, Maria Padilha do Cabaré e josé caveira do cemitério...Ok! Mas todos vem esteriotipados.
    Todos na chegada se manifestam de mãos para trás ( menos a moça), o corpo fica bem enrijecido. E de primeira emitem um som meio estranho...Mas depois que ficam em seus pontos para consulta,conversam normalmente.
    Por aqui nunca ví um exú vir diferente.
    Particularmente não gosto das gargalhadas meio que diabólicas( rsrs), mas me diga meu pai...Não vou dizer que é certo ou errado, mas porque alguns vem dessa forma?
    Será que ao longo dos anos os médiuns, como eu acabaram aceitando esse esteriótipo e agregando inconscientemente nas incorporações?
    Pai Fernando desejo que o senhor me dê uma resposta macro sobre isso.
    Obrigada e saudades!

    ResponderExcluir
  14. Pai Fernando,

    Só de pensar já arrepia rsrsrsrrsrsrs, mais então eu trabalho com a Pomba Gira mais volte e meia sinto a vibração do Exu e confesso é muitooooooo forte, sabe aquele bambeia mais não cai rs então eu mais caio que bambeio rs.
    E tbm sinto que "ele" quer vir arcado pq ele tende meu corpo para o chão sinto a vibração me puxar para baixo e eu tento não deixar ele me levar para baixo, já consegui dar passagem acho que 1 vez para ele e ele arqueou mais levantou depois... só sei que falo a vibração dele é muito mais muito mais forte que a dela, chego a até a enjoar... Na verdade me pergunto pq tenho essa dificuldade com ele, esse choque de energia.

    Monique

    ResponderExcluir
  15. Pai Fernando só para lembrar que não acredito em patas de bodes não tá? :)

    ResponderExcluir
  16. NÃO ACEITE ESSE RECADO rs, mais leia e responda com carinho minha pergunta do Exu não briga comigo pq ele EXU para mim esta sendo um grande aprendizado, algo que sinto medo por tamanha vibração mais que aprendi a respeitar mesmo sem incorporar apenas de sentir ele ao lado.

    PS:Pode parecer frescura mais só eu sei oq sinto quando ele ta perto... e o quanto sonho com ele o sinto em meu quarto. Desde o começo que recebi dona sete saias ele sempre vinha ao lado e eu sempre tive medo da vibração dele e sempre falava isso para rita.
    NÃO ACEITE A MENSAGEM TÁ... APENAS QUIS CONVERSAR RS.

    Monique

    ResponderExcluir
  17. Pai Fernando, certa noite dessas estava tendo gira de Exu e o rapaz incorporou e venho nos cumprimentar (eu e miha mãe), não vi o momento da incorporação. Mas o rapaz, incorporado, andava pelo terreiro ereto e apenas com as mãos viradas uma p/ a outra com os dedos encolhidos... No DVD da sua primeira conversa, o Sr. diz q a entidade vem trabalhar... mas nesse caso específico, apesar de ter trabalho no meio, o médium andava atrás dos outros médiuns (tb incorporados) como se tivesse 'remendando', imitava a forma de andar, parecia o "sombra" da XV... hehe...
    Achei uma atitude curiosa p/ um Exu. As atiudes deles depende da linha que pertencem?

    ResponderExcluir
  18. rodrigo, acho que está havendo um mal entendido. Não estou criticando em nada a incorporação.FMG

    ResponderExcluir
  19. Patricia, é verdade. O seo Tiriri não incorpora curvando-se,mas ereto. O Exu Veludo também não se curva, mas já é mais solto, rindo muito. Agora o seo Caveirinha é diferente. Quando incorpora vem no chão e levanta depois. Ele é assim com todos os seus cavalos,ao menos os que já vi. FMG

    ResponderExcluir
  20. Patricia, é mais uma maneira do médium, nada com entrada de energia pela base da coluna. Essa forma é dos pretos velho. FMG

    ResponderExcluir
  21. Patricia, não consigo entender um médium não sentir vibração na esquerda, uma vez que sente nas outras giras. Acho que é muito timida. Na gira, quando chamarem os Exus ou as pombas giras para a incorporação vc feche os olhos e faça aquela respiração rápida só pela nariz. FMG

    ResponderExcluir
  22. Luna, acho que os médiuns assumem posições que aprenderam. Nada errado, entretanto o Exu Tranca Ruas das Almas pode algumas vezes incorporar falando e corimbando, mas as mãos para trás não tem necessidade. Existe uma diferença dele e o Exu Tranca Ruas da Encruzilhada, que é exatamente o comportamento de fidaldo dele para o tipo mais pesado do Exu Tranca Ruas da Encruzilhada, embora ambos sejam maravilhosos.Tenho que considerar que comigo nunca um Exu vai dar gargalhada porque eu não sei fazer isso. Então vamos aguardar que outros façamseus comentários sobre os dois Exus para voltarmos a falar sobre suas incorporações. FMG

    ResponderExcluir
  23. Monique, está faltando as energias se harmonizarem. Esse tipo de choque é comum, masd com na continuidade ele desaparece. FMG

    ResponderExcluir
  24. Denise, esse é um comportamento errado e que deve ser corrigido pelos dirigentes. FMG

    ResponderExcluir
  25. Não aceite vc aceitouuuuuuu a mensagem que pedi para não aceitarrrrrrrrr

    ResponderExcluir
  26. Pai Fernando só para completar...As mãos para trás não é feito garras endurecidas não. São os dois dedos indocadores apontados e limpando as pernas. Nada amedrontador!
    Axé...Mas irei aguardar as outras postagens.

    ResponderExcluir
  27. Monique, não vi nenhuma razão para não postar. Ao contrario, pode ser util para alguém, com frescura e tudo. FMG

    ResponderExcluir
  28. Ola Pai Fernando!! Boa noite a todos!! foram poucas as vezes que trabalhei com Exu que denominou-se na época como Exu Marabo. Trabalhei pouco não pq. não sinta vibração, (muito pelo contrario, é muito forte), mas muitas vezes e na maioria delas por pensar o que os outros vão pensar? será que é Marabo mesmo? apenas uma vez ele ficou em pé em todas as outras ele ficava sempre no chão e sempre fui puxada pela vibração para o chão. Poderia me orientar Pai Fernando!!

    ResponderExcluir
  29. Pois é Pai Fernando, a 1° vez q senti vibração de Exu, eu estava iniciando na Umbanda, e ainda não tinha essa coisa de tds vem assim ou assado, pra ser sincera eu até imaginava q por ser mulher teria q ser uma Pomba Gira (dããa), bem o fato é q veio um Exu e ele curvou mt minhas costas, a impressão q tenho é q ele tira meus ombros do lugar, trazendo pra frente, e ele se curva um pouco pra o lado tbm, e já tentei me levantar por achar a posição incomoda, e qnd vejo esta arcado de novo, mt mais para o lado q pra frente, porém ele segura as mãos nas costas como se estivesse descansando as mãos, e as solta livremente, isso pode ser coisa minha? da minha cabeça?

    ResponderExcluir
  30. ahhh...e uma coisa q por mt tempo me perguntei pq o Exu q trabalha comigo não da gargalhada nem fala palavrões como a maioria, eu até gosto disso (q ele não faça), mas as vezes acho q é pq eu não me solto com ele e por isso ele não é mais alegre e brincalhão...pode ser q ele seja mais fechado msm ou eu q devo tentar me soltar mais?

    ResponderExcluir
  31. Bom diaaaaaaaaaa! Bom sabado para todos!
    Hoje é gira do pai Bity!
    Bom dia Pai Fernando.Minha perguntinha...O que o senhor acha de nomes que são dados aos Exus que "simboliza" o lado Ruim. Tipo: Lucifér,Maria Padilha dos infernos...?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  32. Marilise, dificilmente um exu das categoria do Exu Marabô iria para o chão. Entendo como obrigação minha ter que falar o que penso, mas isso, à distancia, é só um palpite. Existem só três possibilidades: erro ou precipitação da tua incorporação, ser um Exu Mirim ou Exu do Lodo, que só anda no chão. Fale com os teus dirigentes e depois me conte. FMG

    ResponderExcluir
  33. A todos: estou indo para o trabalho de mata e só vou assumir o blog provavelmente amanhã. FMG

    ResponderExcluir
  34. Boa Tarde, Pai Fernando,
    1) Vi muitas incorporações impressionantes, em que o médium incorporava de frente para uma porta ou parede e que batia nela com muita força com a cabeça e os pulhos, mas nada de ferimentos ao médium (Exú Tranca Ruas), de uma entidade que o médium subia (um pulo em câmera lenta), parecendo realmente levitar e depois abaixava (Exú Maioral), mas o que chama a atenção é a possibilidade de transfiguração do rosto, comum na quimbanda. Mas a pergunta é a seguinte, as características da incorporação, sendo a mesma entidade, devem ser parecidas e se forem muito diferentes?
    2) Caso o médium não assuma as características
    da entidade, isto é, mudança na voz, certa transfiguração facial, o tipo de incorporação, gargalhada e as maneiras de falar: vois mecê, pataco, ó xénte etc..., isto tudo interfere na fidelidade das mensagens do astral, isto é, existe uma incorporação melhor que a outra e consequentemente uma mensagem melhor?
    Um fraterno abraço, CHC.

    ResponderExcluir
  35. Andrea Destefani9 de maio de 2009 15:58

    O exu que recebo, seo Capa Preta, vem de uma forma muito forte e acho que ele bate a cabeça no chão, como uma reverência, porque é um momento que me dá meio que uma "dormência" e não lembro muita coisa. Rir nem pensar, e até achava que nas incorporações eu estava errada,pois também não é da minha natureza rir alto. Meu humor muda radicalmente e também ele não fala grosso(porque eu não falo e não sei falar também, e acho que se eu me preocupar com isso não consigo fazer o que tem que realmente ser feito). Outra coisa é a questão de palavrões. Até agora ele não falou nenhum,porque sinto não ser da natureza dele(devo confessar que eu mesma falo bastante).Muitas pessoas ,nãosei porque,tem muito preconceito quanto a este exu. Fora o seu ,não sei nem se é este o termo mas, mal humor não vejo nada de errado nas consultas, a não ser uma preocupação muito grande quando alguém vem pedir justiça. Ele fica extremamente irritado e manda a pessoa pensar muito antes de pedir tal coisa. Tenho muitas dúvidas e peço-lhe gentilmente que me esclareça. Gostaria também de saber se todas as pombas giras vêm girando,que apesar de ser uma pergunta quase que óbvia, pode não ser.Grata pela atenção.

    ResponderExcluir
  36. Olá Pai Fernando!Olá pessoal!!!
    Durante alguns meses incorporei somente Pomba-gira, um certo dia desencorporei e comecei sentir uma energia bem pesada (ruim até) parecia que ia desmaiar ou até vomitar, e resolvi me jogar no chão pois vendo que os capitães estavam ocupados com outros filhos de corrente achei naquele momento que alguém iria me ver lá jogada!Só senti aquela capa passando por mim (rsrsrsr alguem me viu) e era o Seo Lalu, perguntou se Eu estava melhor e pediu que Eu voltasse para a corrente e incorporasse direito (Nossa!que vergonha, achei que fosse quiumba!e não era) voltei a corrente e imediatamente incorporei EXU, putz me torci inteirinha, com as mãos para tras horriveis e babei pelo terreiro inteiro, não deu 5 minutos mandaram ao ló. Que mico!!!!!
    Hoje incorporo 80% do tempo Exu e 20% Pomba Gira, ele chega bem pouco arcado e imediatamente já sai da corrente ereto ficando o tempo todo assim. Saravá a esquerda que Eu tanto amo!!!!
    Abçs Paizinho.
    Marcia Cinto

    ResponderExcluir
  37. Querido Pai Fernando. Grata pela orientação. Gosto muito da verdade acompanhada do conhecimento e experiencia. E isso o Sr. faz com muita sabedoria. Bjs no coração! e um belo dia das mães a todos. Vou conversar com o Pai Bitti, sim. Talvez possa ser precipitação minha sim, na medida em que agregamos muito do que vemos (corrigindo.. vimos nas nossas andanças...)parece que li algo assim em uma das mensagens acima.

    ResponderExcluir
  38. Patricia Sabadin9 de maio de 2009 22:49

    Pai Fernando... não vi o Sr no trabalho de mata, por acaso se escondeu? heheheh

    ResponderExcluir
  39. Tenho grande carinho pela esquerda, e ao mesmo tempo muito a aprender sobre ela. Desde de que comecei minhas giras, o primero exu a se manifestar se denominou Tiriri. Eu tenho por ele grande respeito e carinho, e sei que não é ele o exu que comanda minha gira, pois ele mesmo diz que veio de "entrometido", como costuma dizer brincado, ou seja, ainda não sei quem está por vir, e porque não se manifestou ainda. Outro dia, pela primeira vez, após seu Tiriri se despedir, o seu Tata Caveira passou por mim e sem pestanejar me pegou pelas mãos e senti uma vibração dfererente, fui ao chão, e quando entendi, estava ali o exu-mirim. Fiquei meio sem entender o porque? Bem, ja que veio, ali ficou, mas na sequencia, o comando da gira chamou pelos mirins, que vieram em grupo. Gostaria se saber quem são os exus mirins e qual o posiocionaento destes entre os exus. Obrigado.

    ResponderExcluir
  40. Patricia Sabadin9 de maio de 2009 22:56

    Pai Fernando, tenho algumas dúvidas com relação às incorporações de Omulu e do trabalho que essa linha faz no início da gira de esquerda.
    1. Por que o S. Omulu e as Pombas-Giras dele se apresentam (incorporam) daquela maneira?
    2. Por que vem o Sr. Omulu e todas aquelas Pombas-Giras, qual a finalidade? O que elas fazem?
    3. Por que S. Omulu é levado ao roncó (dos Exus)?
    4. Pode vir, junto com S. Omulu, tambem S. Abaluaê? Se sim, quando isso ocorre?

    acho que é isso, por enquanto...

    ResponderExcluir
  41. Salve, salve Pai Fernando !

    Incorporação de Exú...

    O Exú que trabalha comigo ( Seu 7 Encruzilhadas ), " desce " sempre de joelhos e usa as mãos pra tras, e anda torto. Eu já tentei interferir nesse processo, animicamente. Qdo tocava o ponto dele, eu fazia força de concentração para que ele viesse em pe. Nas duas vezes qye tentei fazer isso, ele rodou duas vezes me confundiu e veio de joelhos. Não tenho nenhuma duvida de que vem assim porque é caracteristica dele ( não saberia explicar porque ) e não faço nenhuma questão de mudar mais essa situação. Afinal são quase 5 anos juntos.
    Bom... essa é minha experiencia .
    Saravá !!

    ResponderExcluir
  42. JOÃO EMERSON DA COSTA9 de maio de 2009 23:56

    PAI FERNANDO:MAIS UMA VEZ O SENHOR NA FRENTE,PRECISAVAMOS DISSO IM LINK DIRETO COM O SENHOR.BEM NO COMEÇO DAS INCORPORAÇÕES O EXÚ QUE TRABALHA COMIGO,ARRIAVA,IA PARA O CHÃO E DEPOIS FICAVA QUASE ERETO,DIFÍCIL REGULAR A ENERGIA.AGORA ELE VAI AO CHÃO BATE A CABEÇA,E FICA EM PÉ NORMAL,DE POUCOS SORRISOS,SEM ENTORTAR DEDOS,SÓ QUANDO PRECISA FAZER CORIMBA9NÃO SEI SE É ISSO),ELE ENVERGA....PARABÉNS...

    ResponderExcluir
  43. Claudinei Oliveira10 de maio de 2009 10:50

    Pai Fernando..

    no caso do Exu Mirim..vem no chão certo?..

    quando trabalho com ele ele vem no chão mais as vezes ele levanta e sai andando é normal??

    abraços

    ResponderExcluir
  44. Isamara, talvez seja a forma de incorporar que esteja precisando se ajustar. Quanto a nomes,palavrões, gestos agressivos, é uma concordancia do médium. FMG

    ResponderExcluir
  45. Quero que o Lucifer fique no inferno desta Maria Padilha. Não concordo em absoluto, acho isso uma baita bobagem de gente que quer se mostrar. FMG

    ResponderExcluir
  46. hehehehehe...Eu tbém pai Fernando...Eu tbém...
    Axé.

    ResponderExcluir
  47. Pai Fernando, boa noite.
    Gostaria de saber a sua posição com relação aos Exus que fazem prova de fogo.
    Ex: Exus que anda em brasas
    Que apagam cigarros com as mãos
    Que quebram copos com os pés

    O que o senhor acha pai Fernando?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  48. Pai Fernando, então o senhor acha que palavrões e excesso de sensualidade tem haver com o médium e não com os Exus?

    ResponderExcluir
  49. Claudio Henrique:

    Eu também já vi muita coisa, mas isso é mais um exibicionismo do que propriamente necessidade. Queimar pólvora na mão, sentar em vidros quebrados e outras situações, já vi e nunca dei importância e muito menos demonstrei assombro porque já presenciei coisas mais admiráveis. Eu que já peguei em espírito materializado e com luz acesa, não vou me impressionar com isso. Quanto ao nome Maioral, não sei como cultuar uma entidade que se diz o Diabo, o chefe de todos. Vou dizer bem claro, trabalho e amo os Exu Tranca Ruas das Almas, o Exu Morcego, o Exu Tranca Ruas da Encruzilhada, o Exu Pantera. Agora se o Maioral, o Diabo, for o chefe deles vou pedir a conta... Sabe Claudio, eu sinto que vc é muito lido, conhece a Umbanda e acima de tudo eu te conheço e seu da tua capacidade cultural. Pense bem em tudo que falei. E mais, vou pedir a todos que estiverem lendo esse blog e que saibam que é o Maioral, que me informe. Vai ver eu estou pensando na pessoa errada. Pode ser que esta resposta não agrade vc ou outros, mas peço que me perdoe e não deixe de postar teus comentários sempre inteligentes. FMG

    ResponderExcluir
  50. Senhor Fernando, eu preciso de sua ajuda. Por favor, será que existe um espaço(e-mail) para que eu possa escrevê-lo.

    Uma pessoa amiga chamada Afrânio, seu seguidor, orientou-me a procurá-lo. Por favor ajude-me!

    ResponderExcluir
  51. Pai Fernando ,existem alguns médiuns que utilizam a mediunidade para satisfazer seus desejos.
    De que forma o senhor vê alguns médium bebendo em excesso, fumando em demasiado e utilizando de grande sensualidade para aparecerem ou para encantar os consulentes? Pode entrar um quiumba nesse processo?
    Bjs.

    ResponderExcluir
  52. Pai Fernando na minha concepção entidade é para trabalhar! E trabalhar! E trabalhar...Não tem um outro objetivo na terra, a não ser o trabalho.
    Sabe aquela coisa de entidade ficar abraçando,brindando, conversando e papeando? Pois então...Já ví muitas ou centenas de incorporações que Exus agiam dessa maneira. Qual postura tomar com relação a essas atitudes?
    Obrigada meu pai ( feliz dia para sua madrecita)

    ResponderExcluir
  53. Pai Fernando, não sei se essa pergunta cabe aqui, mas e os Exus Mirins?? Como eles são? "O que" são? Como se apresentam? (Pergunto pq já ouvi falar deles, mas ainda não presenciei nenhuma incorporação deles).

    Muuuuuuuuuuito obrigadinha!!! Feliz dia das Mães p/ a D. Yedda!!! Beijinhos...

    ResponderExcluir
  54. Salve Pai Fernando, Axé.

    Estou passando mais uma vez por aqui, polêmico este tema hein.., gostei. Vamos lá.

    Como comentei sempre tentei levar a caminhada da forma mais natural possível, não fui atrás de informações e também sem rodar terreiros para conhecer como as coisas aconteciam, no tempo em que comecei a incorporar Exú, fazia parte de um terreiro no qual o pai de santo incorporava da forma que o Sr. descreveu, ereta, silenciosa. Porém certo dia senti uma energia muito forte, neste momento comecei a ouvir e tentar entender o que ocorria a minha volta, foi quando comecei a escutar ( abrir um espaço aqui, ocorre até hoje ) o badalar de sinos como se estivessem atrás de mim, logo que começo a os ouvir tenho a clara impressão de alguém estar vindo em minha direção, quando então ao mesmo tempo que sou tomado por uma força realmente descomunal “focada”na minha região abdominal, começo a ouvir uma gargalhada e quando noto estou curvado, gargalhando e com as mãos para trás, sem “garras”mas com elas para trás, neste instante já “esta na terra o Sr. Meia Noite”, desde o principio sem nenhum exemplo somente tentando ser natural e não lutar com os sinais que meu corpo me dava, curvava pela sensação fortíssima em meu abdômen e meus braços, ( sinceramente ) involuntariamente são estendidos para trás. Até este momento acreditava ser natural, porém agora com a colocação que o Sr. fez fiquei instigado !
    Com o passar dos anos, o Sr. Meia Noite continua apresentando a mesma forma de aproximar-se e o momento de nosso contato ocorre desta forma , logo após ele dirige-se sempre ao conga, parece estar conversando com eles e toma sua posição normal, andando normal, porem com um humor próprio que beira o 8 ou 80, pois ao mesmo tempo que está extremamente alegre transmuta-se para uma posição imparcial e executora quando é necessário, já ocorrera uma experiência onde ele simplesmente chegara sem realizarmos tal “ritual”, porem neste dia senti muito desconforto, como se não tivesse ocorrido algum tipo de “descarga”.
    Mas fiquei intrigado, estou errando? Entendi pela colocação que esta é uma forma errada de estar sendo incorporado exu, hoje depois de ter caminhado um pouquinho mais dentro da religião, parei de cobrar-me tanto e me dei a chance de observar e conhecer outros lugares e mesmo religiões “coligadas “ (sempre cobrei de mim que fosse autêntico e genuíno o que acontece-se, por isso optar pelo natural e não pelo imposto, sem buscar em livros ou outros médiuns que tivessem a graça de poder trabalhar com espíritos da mesma linha) , que então pude observar ser uma “característica”(por mais que não goste pessoalmente de classificar nada deste astral ) em praticamente todas as casas tais comportamentos e outros ainda nos momentos de incorporação, acreditava fielmente que talvez fosse uma forma de “evolução”, chegar ao ponto em que os sinais e atitudes do momento da incorporação fossem sendo minimizados pela “cumplicidade”entre médium e espírito. Obrigado
    Abraço
    Jimmy

    ResponderExcluir
  55. Andréa, a zanga do Capa Preta com pedido de Justiça é porque querem sempre que a justiça seja em seu favor, ou seja, em favor de quem pede. FMG

    ResponderExcluir
  56. Marcia, se vc já está recebendo o Exu de forma normal, sem distorções fisicas, é sinal que logo vc vai estar recebendo com tranquilidade tanto o erxu como a sua companheira a pomba gira. FMG

    ResponderExcluir
  57. Andrea Destefani10 de maio de 2009 21:13

    Pai Fernando:
    É exatamente isto que entendo, mas entendo também quando ele pede que as pessoas reflitam sobre o sentido exato de justiça, ou seja, não se pode pedir dos outros justiça e perfeição se pelo não tentamos ser assim. Eu pessoalmente acho todos os exus muito inteligentes e acho também que eles todos pensem assim.Axé.

    ResponderExcluir
  58. Boa Noite, Pai Fernado,
    Citei as incorporações que presenciei, há muito tempo atrás, para tentar entendê-las não prestando atenção quanto a pretenso domínio de entidades sobre outras ou polêmica sobre seus nomes.
    Concordo plenamente com o Senhor quanto a incompatibilidade entre exibicionismo e religião.
    Mas, por favor, gostaria da sua opinião quanto ao que perguntei sobre as características da incorporação, sendo a mesma entidade, devem ser parecidas e se forem muito diferentes?
    E caso o médium não assuma as características
    da entidade, isto é, mudança na voz, certa transfiguração facial, o tipo de incorporação, gargalhada e as maneiras de falar: vois mecê, pataco, ó xénte etc..., isto tudo interfere na fidelidade das mensagens do astral, isto é, existe uma incorporação melhor que a outra e consequentemente uma mensagem melhor?
    Um fraterno abraço!

    ResponderExcluir
  59. Pedro, os Exus Mirim estão para os exus como as crianças estão para o Pretos Velho. Eles normalmente fazem a limpeza dos detritos espirituais que ficam no terreiro, Eles diferem em idade, que são mais moleques que as crianbças, tanto que sempre pedem para fumar. Mas se dá cigarro para eles. FMG

    ResponderExcluir
  60. Patricia, seo Omulum tambe´m conhecido como Abaluaiê sempre vêm no inicio das giras de quimbanda para dar força nos trabalhos. Eles são levado na casa dos Exus para exatamente fazer isso. Seo Omulum gosta de incorporar em mulheres de cabelo comprido, porque ele esconde seu rosto atrás deles, por seu deformado por doença da pele. E também se cobre seu rosto com o pano. Ele fica sentado no meio para que todos os dirigentes possam cumprimenta-lo. FMG

    ResponderExcluir
  61. Mauro, isso não muda em absoluto a qualidade da incorporação. Nós falamos para explicar nosso entendimento. Como vc já está acostumado, nada deve se alterar. FMG

    ResponderExcluir
  62. Luna, talvez seja para provar a alguém, mostrar ao proprio médium, ou se exibir para a platéia. Eu não acho isso certo, ao contrário, depõe contra a harmonia da Umbanda. Prefiro que a entidade se mostre fazendo uma cura em alguém, porque para isso que as entidades são chamadas. FMG

    ResponderExcluir
  63. Esse tipo do Exu dizendo palavrões faz parte do folclore e acho que eles dizem até menos que as TVs e teatros. FMG

    ResponderExcluir
  64. Anônimo, veja o site www.paimaneco.org.br. Lá tem meu e-mail.

    ResponderExcluir
  65. Luna, eu vejo esses médiuns como inimigos da Umbanda. Umbanda não é isso e acho que está na hora de separmos o certo do errado. FMG

    ResponderExcluir
  66. Luna, na gira que eu comando eu não permito isso. Papo é para gente da terra. Falar em mãe, soube que a minha veio ontem no nosso trabalho de mato, aliás no momento que eu tinha saido. A Umbanda tem esse espaço para amigos e familiares conversarem conosco. FMG

    ResponderExcluir
  67. Denise, respondi isso em outro comentário (acima) FMG

    ResponderExcluir
  68. Patricia Sabadin10 de maio de 2009 22:20

    S. Fernando... to achando q o Sr. foi disfarçado no trabalho de mata... heheheh
    pena que não o vi...
    mas olha que coisa curiosa, teve um momento que a entidade que estava comigo (não me recordo agora qual era) disse pra cumprimentar o "chefe da casa", que era o Sr., e eu juro que o procurei, mas ele não me mostrou onde o Sr. estava.... o Sr. foi mesmo? rss

    ResponderExcluir
  69. Jimmy:

    Vamos deixar claro um assunto, pois quando falo em mãos ao invés de patas, não significa que as mãos para trás seja esse caracteristico. Levar à mão nas costa, gargalhar e fazer escandalo quando incorpora, faz parte do Exu. Isso não é errado, errado e mancar porque exu tem patas. O Exu da Meia Noite é das entidades mais dificeis de lidar. Como vc mesmo disse ele é 8 ou 80 e dificilmente um médium se submete à sua força e gênio. Vi uma vez esse Exu incorporar em um médium que nunca tinha recebido nem vibração, arrancou sua camisa e o deixou de peito de fora, e no mesmo instante o pai de santo jogou-lhe uma pemba e ele riscou corretamente seu ponto cabalistico, cujo ponto, no chão tinha mais de metro de diametro. Sabe o que aconteceu com o médium? Abandonou a Umbanda. FMG

    ResponderExcluir
  70. Claudio Henrique:

    As incorporações não precisam necessariamente ser iguais em dois médiuns diferentes, porque cada um tem um lado e comportamento. Igual é só a energia do Exu. Acima de tudo acho que a incorporação deve ser autentica e verdadeira. Eu sempre digo que o Cab. Akuan no mesmo tempo que tem seu lado índio, ingênuo a ponto de roubar uma caixa de fósforo do cambone para ele mesmo riscar e acender o fogo, às vezes prega o verbo em português finissimo e fala de ciencia, filosofia e outros temas de grande profundidade.
    Acho que o médium que incorpora se entregando ao espirito, vai acontecer a mesma coisa, pode gritar, berrar e gargalhar e de repente vai falar coisas maravilhosas. É dificil dois médiuns serem iguais com a mesma entidade, muito embora a sua essencia permanece. Em nenhuma condição a mensagem vai melhorar, piorar ou ser desmerecida. Espero que tenha respondido a tua pergunta, se não mande outra comentário. FMG

    ResponderExcluir
  71. Acredito realmente que a explosão de energia que é o Sr.Meia Noite possa levar uma pessoa ao descontrole, porém graças jamais tive más situações assim, tive somente a citada anteriormente, porem nesta mesma noite, ele como corriqueiramente atendera com carinho alguns, e duresa outros, mas sempre tive com ele e nele um grande professor, impressionantemente por vezes debaixo de um sensação de fúria, traz uma doce palavra para passar para uma pessoa, e me impressiona com o conhecimento que jamais poderia imaginar que algo ou alguém tivesse acesso ao mesmo, acredito que não somente ele mas todos nossos saudosos exus tratam-se de uma chave para uma "dimensão" que trata de energias que por vezes não são tão "salutares", ai sim cabe a nós enquanto "parceiros"de trabalho deles, orai e vigiai, e ainda atentar a nossa missão e sabendo dela, nos esforçarmos para manter a coerencia e o controle, que afinal esta em nossas mãos. Saudo o Sr. Meia Noite e todos os exús, espero poder aprender muito com eles, e poder ser um bom companheiro de trabalho deles, para poder dar a chance de outras pessoas também de poderem os conhecer e por fim ter a chance de telos em suas vidas como pais, amigos, protetores. Há , não acredito em pés de bode tbm, pude ver que eles não os tem.
    Obrigado Pai Fernando.

    ResponderExcluir
  72. Anônimo (outra vez, pô) o problema não está em ninguém, apenas no tempo e talvez um melhor entrosamento com o meio que dirige a gira. FMG

    ResponderExcluir
  73. Legal Jimmy,acho mesmo que aquela pessoa que falei estava merecendo isso. FMG

    ResponderExcluir
  74. Pai Fernando , poderia comentar um pouco sobre o relacionamento dos exus nesse "astral". Eles dividem-se por "reinos"como certos autores e terreiros pregam? Formam-se em linhas para o combate ao "mal"? O respeito entre eles, o senhor já pode observar como se desenrola, pois pude notar algumas vezes que fazem trabalhos em conjunto, e que cada qual traz consigo um conjunto de "ferramentas"próprias que juntos , colocam no trabalho e o realizam , pode nos falar um pouco sobre suas impressões. Abraços Jimmy

    ResponderExcluir
  75. Que bom sua mãe foi visitá-lo.Pena que o senhor saiu...Uma mãe é sempre uma mãe. Encarnada ou desencarnada.
    Axé.

    ResponderExcluir
  76. Desculpe ter repetido a pergunta, apesar de ter lido as postagens uma a uma não vi a do Pedro.
    Os Exus Mirins fumam??? Eles ficam na linha dos Exus por conta da idade ou é aquele mesmo lance de afinidade energética? E o comportamento deles? E as incorporações? Eles tb ficam no chão como os erês ou correm como os curumins?

    Beijinhos e obrigadinha!!!

    ResponderExcluir
  77. Caríssimo Pai Fernando,
    1) Porque em algumas incorporações somente após se colocar a capa a entidade se levanta?
    2) É possível a mesma entidade ter mais de um tipo de incorporação no mesmo médium, bastantes diferentes?
    3) A dimunição do "impacto" da incorporação tem haver com a sintonia com o chacras coronário ou o perispírito do médium ?
    4) Para que a desincorporação seja completa, sem resquícios energéticos, como deve proceder o médium?
    Um abraço fraterno!CHC

    ResponderExcluir
  78. Jimmy:

    Houve se falar muito em reinos, separações, falanges, sub falanges, chefes ou comandantes. Eu imagino diferente. Cada terreiro tem um modo de trabalhar, muitas vezes diferente dos outros, o que caracteriza bem a diversidade da religião. A maior aula que tive sobre isso, foi quando o Caboclo Akuan respondeu a uma pergunta feita pela médium do seu Rompe Mato, que seu filho queria saber quem mandava nele, o Cab Akuan, e a resposta foi: o Rompe Mato na casa dele! Cada casa tem seus orixás que determinam os trabalhos. Perguntar qual o Exu mais categorizado, é ofender toda uma estrutura espiritual. Todos os Exus são chefes em suas casas e um não é melhor que o outro.Por isso é que existem os pontos riscados nos trgabalhos dos exus, ou seja eles estão solicitando, para aquele trabalho, outras falanges. E eles chegam, pegam o trabalho dentro do princípio escrito no ponto pela Exu desta casa. Não sei se me fiz entender, mas não concordo, embora evite polemizar, nessas linhas de hierarquia dentro da espiritualidade. Quanto a linha para combater o mal, claro que existe, como acabei de falar no pedido de ajuda de um Exu para outro. FMG

    ResponderExcluir
  79. Andréa Destefani11 de maio de 2009 00:02

    O senhor e o Jimmy tocaram em um ponto bem interessante. Nunca vi uma entidade falando em hierarquia espiritual fora da gira,pode ser até pelo meu pouco tempo de terreiro, não sei. Há todo um respeito com a entidade dirigente, mas cada um cumpre a sua parte e dificilmente se vê entidades incorporadas brigando. Há um código de ética entre eles seguido à risca. Não somente entre exus. Então aí podemos ver que há uma hierarquia perfeita, porque ocorre de forma natural.Porque há um propósito maior.
    Não me lembro de ter prestado atenção nas giras de ogum no ponto que fica no meio na segunda-feira, mas seo Tucuruvu colocava no ponto do trabalho do meio vários elementos riscados que diziam respeito à linha do oriente, à linha de Yemanjá, Oxum,Yansã.
    Ora, como forma de reflexão ,deveríamos pensar neste tipo de procedimento. Entidades de energias diferentes pedindo ajuda umas as outras de uma forma natural. Nós médiuns somos todos diferentes e únicos. E precisamos uns dos outros,afinal uma gira somente acontece pelo esforço e a cooperação mútua.
    Desculpe ter fugido do assunto principal ,mas achei bem relevante esta forma de atuação das entidades. Axé!

    ResponderExcluir
  80. + uma perguntinha...eh normal eu nunca ter incorporado Pomba Gira, e só ter incorporado o Exu?

    ResponderExcluir
  81. Pai Fernando, esta pergunta trata-se de um acontecimento geral cmgo. Antes de encorporar sinto a vibração muito forte com a linha quae vou trabalhar, inclusive o Exú, porém, quando eles descem sinto vontade de fazer algumas coisas como bater no chão, andar, no caso do caboclo, porque acho que é isso que eles querem que eu faça. No entanto após dar passagem peço que eles se manifestem e falem cmgo entende? Pra mim ter certeza que ele está cmgo e para que ele me diga claramente o quer fazer. Acredito que talvez eles não se manisfetem dessa maneira porque ainda sou um médium muito inexperiente e novo, assim mesmo que o Sr. pode me dizer sobre isso?
    Agradeço desde já,
    Guilherme.

    ResponderExcluir
  82. Boa noite Seu Fernando, um abraço ao Sr. e a Lucília.
    Gostaria de saber o nome da entidade quando à sinto, qual seria o meio?

    ResponderExcluir
  83. Claudio Henrique:
    Imagino que a capa e coloicada em um médium incorporado com entidade sem luz, e por isso o exu passa a sua capa, que é um campo de força com que ele trabalha, fazendo com que ele desincorpore. O médium com a mesma entidade não deve ter incorporações diferentes, a não ser uma pequena alteração pelo estado naquele momento do espirito do médium. Claro, essa sintonia que dimunue o impacto. É dificil depender do médium para que a desincorporação aconteça sem deixar nada da energia do espirito. Mas se isso acontecer, poucos instantes depois que o espiritgo subir as energias desaparecem FMG

    ResponderExcluir
  84. olá pai fernando!
    queria saber por que só duas pombas giras usam capa (pelo menos na gira de segunda): dona rosa caveira e a velha do cemitério.
    será que, de alguma maneira, as que usam lenços não os usam como capas???

    ( e o senhor fez muita falta no trabalho de mata, aliás que estava muito bonito!)
    obrigada!
    beijos!

    ResponderExcluir
  85. Andrea Destefani11 de maio de 2009 10:29

    Pai Fernando eu havia feito uma pergunta se as pombas giras vem girando porque acredito que a dona Maria Molambo e a Velha do cemitério acho que não vem. É assim mesmo?

    ResponderExcluir
  86. Lourenço Guimaraes11 de maio de 2009 12:07

    Salve Pai Fernando. Salve todos!
    Tenho 2 perguntas:
    1) Você acha possível Exus terem alguma parte de animal em seu cascão? Nao me refiro a patas de bode, chifres ou nada que se refira ao diabo, mas algum animal que o represente e que ele representa. Me explico: o senhor mesmo quando incorpora o Sr. Exu Morcego fica curvado com as mãos para trás, braços dobrados e para trás. Visualmente lembra um morcego com as asas abertas. Poderia comentar isso?
    2) É possivel um Exu se transformar ou transformar sua energia / cascão conforme o que se demande dele na gira. O Sr. Exu Gira Mundo, com o qual trabalho, sempre vem e permanece ereto, nunca emite ruídos e suas gargalhadas nunca são assustadoras, pelo contrário, mais parecem refletir sua felicidade em estar trabalhando ali. Porém, por várias vezes, durante um trabalho no meio ele pediu que virasse a capa dele, colocando o lado preto para fora. Neste momento sinto uma transformaçao completa dele que se coloca em posiçao muito parecida ao do Exu Morcego, toda sua energia se altera, sua voz, postura tudo. Se puder me esclarecer um pouco isso, agradeço.

    Um beijo, Lolô.

    ResponderExcluir
  87. Pai Fernando,
    Se me permiti ir para outro tema, respeitosamente, tenho dúvidas quanto aos elementos dos pontos cabalísticos que no final das contas tem haver com a incorporação:
    1) Há elementos mínimos nos pontos que devem constar para demonstrar a firmeza da entidade ?
    2) Pode uma entidade começar a atender sem riscar o ponto corretamente ?
    3) O ponto riscado corretamente demonstra necessariamente a fidedignidade da entidade?
    4) Após o ponto riscado a entidade tem que dar o nome, o chamado Orixá maior e Orixá menor para uns, para outros a vinculação dela no astral?
    Um fraterno abraço, CHC

    ResponderExcluir
  88. Pai Fernando, eu já tinha perguntado em outro tópico se incorporação tem padronização e vou insistir na pergunta rsrs

    Por que dona Rosa do Cruzeiro a PG que trabalha comigo foge um pouco do padrão das outras quando desce.
    Ela vem com as mãos para trás (não como garras) e é muito pesada quase não consigo girar com ela e quando paro eu desequilibro o que faz ela sempre dar uns passos para trás...juro pro Sr que tento segurar mas as vezes não consigo...daí quando para ela arqueia até o chão e só depois fica ereta...
    No começo ficava meio decepcionada achando que ela devia descer rodopiando lindamente rsrs, mas não acontecia...ela é muito séria, sorri mas não gargalha, nunca gostou de champanhe prefere trabalhar com bebidas mais fortes, tbém não gosta de enfeites...brilho na roupa, pulseiras, etc...
    O que eu devo fazer?
    Deixo ela vir com as mãos para trás, se arquear ou devo tentar corrigir isso?
    Outra coisa...eu nunca incorporei Exu...não sinto vibração nenhuma...nadica de nada rsrs

    Axé!

    ResponderExcluir
  89. Guilherme, não crie muita dificuldade sem ter a necessidade disso. Receba a entidade, ele que faça o que quiser, e se não for certo ou inconveniente sempre existirá alguém do meio do terreiro que lhe dará assistencia. FMG

    ResponderExcluir
  90. Paulo, com o tempo isso vai acontecer. Não adianta atropelar, calma. FMG

    ResponderExcluir
  91. Ana, é provavel que as entidades ainda não pediram o uso da capa, ou quem sabe a tua observação possa ser a causa. Mas não ha proibição para as pombas giras usarem capas.FMG

    ResponderExcluir
  92. Andréa, é o tipo delas, pois não são de danças, rodas ou carinhos. São austeras e vêm trabalhar. FMG

    ResponderExcluir
  93. Lolko, temos que entender que muitas vezes os exus têm que ser austeros com o mundo espiritual que estão em demanda, por essa razão, às vezes, eles mudam de energia e, obviamente, de comportamento. Isso que deve ter acontecido com o seu Giramuno. Quanto ao seu Morcego, ele é assim mesmo. Anda comigo igual um morcedo, como se eu fosse um jovem de 30anos. Ele não repara nisso. Faz parte do folclore. Eu adoro o seu Morcego porque pouca gente sabe como ele é sensivel e carinhoso com as pessas que ele gosta. Ao mesmo tempo, se ele não gosta, nãoliga a minima. Sempre digo que ele é o Exu, ao menos com que eu trabalho, de maior sensibilidade emotiva. FMG

    ResponderExcluir
  94. pai Fernando, uma vez no final de uma gira de quimbanda cantaram para Nanã.
    a incorporação que tive foi arrebatadora e pesadíssima - como se levantasse os mares sobre as costas.
    gostaria de saber que entidades vem neste caso. é pomba-gira mesmo? fiquei em dúvida pq parecia alto muito antigo, uma entidade bastante velha, arcada.
    obrigada!
    bjo!

    ResponderExcluir
  95. Pai Fernando. É possível acontecer o que o Lolô falou?
    Tipo: Sabemos que os Exus trabalham na Umbanda com trabalhos de limpezas e desobsessões. Como tbém de resgates. Então como os Exus são os "policiais" do astral podemos dizer que eles trabalham diretamente na zonas Umbralinas, resgatando...E algumas das vêzes eles podem mudar sua roupagem périspiritual para alcançar determinadas zonas ( geralmente as mais inferiores)e mudar sua fisionomia? ( no caso que o Lolô falou...)Se sim, então eles tbém podem num trabalho de Umbanda se apresentarem como querem, Para um trabalho específico?
    Obrigada meu Pai.

    ResponderExcluir
  96. Claudio Henrique:

    Acho realmente que os pontos riscados não deviam fazer partedeste blog, principalmente os cabalisticos que não deixa de ser do interesse unico da entidade. Nenhum deles usa esse ponto para trabalho.


    1) Há elementos mínimos nos pontos que devem constar para demonstrar a firmeza da entidade ?
    R. - Obviamente, que a constgruçãodo ponto tem muita importancia para sua identificação, mesmo porque os dirigentes sabem que nem sempre a entidade por usar o médium com essa clareza mental, ou seja, ricar a assinatura do espirito.

    2) Pode uma entidade começar a atender sem riscar o ponto corretamente ?
    Sem nenhum problema. Aliás, nem todos os terreiros têm essa exigencia. Até mais, muitos terreiros não exigem nem o nome da entidade. OP que vale é a qualidade da mensagem e do trabalho.
    3) O ponto riscado corretamente demonstra necessariamente a fidedignidade da entidade?
    Demonstra, porque uma entidade não pode usar o ponto de outra,mesmo os enganadores.
    4) Após o ponto riscado a entidade tem que dar o nome, o chamado Orixá maior e Orixá menor para uns, para outros a vinculação dela no astral?
    Não sei o que pode significar Orixá Maior e Orixá Menor. Muito complicado para a minha compreensão. FMG

    ResponderExcluir
  97. Luna, inclusive com a roupagem que caracteriza seu folclore. Uma vez seo Tranca Ruas na consulta disse ao cambone, enquanto a consulente ia chegando, que ia se transformar e que a entidade que acompanhava a consulente ia sair correndo de medo. E foi isso que aconteceu, porque depois a conversa foi amena e a pessa saiu muito bem. FMG

    ResponderExcluir
  98. Jurema, isso realmente pode ser controlado. Na próxima vez que vc for incorporar a pomba gira peça para alguém do meio cuidar de vc.,fazendo-a rodar suavemente. Depois me conte. Quanto ao Exu, quando ele quiser ele virá. FMG

    ResponderExcluir
  99. C.Lipca, Nanã Buruquê é entidade da esquerda, trabalha no fundo das águas. É ondina e não teve corpo fisico, por isso não é pomba gira. FMG

    ResponderExcluir
  100. Pai Fernando, eu ouvi diversas vezes assim "Filha, tem que vestir o branco, as entidades estão tds aí querendo trabalhar!!" Ontem a noite pensando nisso surgiram algumas dúvidas, um médium que trabalha com vários Exus, vários Caboclos, etc.... e opta por incorporar apenas um deles como ficam os outros? Eles vão para outro médium trabalhar? Pode ser no mesmo terreiro? Na mesma gira? Como fica o trabalho da entidade nesse caso? E o médium?

    Beijinhos e obrigadinha, Dê

    ResponderExcluir
  101. Pai Fernando Nanã Boruquê é a avó dos Orixás. Mãe das mães? Que no sincretismo representa nossa senhora do Desterro...É isso?
    :)

    ResponderExcluir
  102. Ai... Pai Fernando...Esse negócio de riscar ponto me deixa bem insegura!

    ResponderExcluir
  103. Então P.Fernando, nanã é vibração assim como Iemanja,oxum e Iansã?
    Desde que estou no terreiro incorporei duas vezes nanã (as duas que foi chamada) e realmente vc se sente no fundo das águas sem conseguir levantar a cabeça (testa) do chão. Confesso que é uma das vivração mais deliciosa que já senti e que parece que tira qualquer dorzinha do corpo e leva embora!!!

    ResponderExcluir
  104. Ahhhhh P.Fernando!!!! será que o Sr não ficou no trabalho de Mata porque não estava bem? ou porque não gostou?Que peninha!!!seja qual for o motivo........ o respeito muito......Abçs

    ResponderExcluir
  105. O problema de se ler mt eh q nem sempre lembramos onde vivos isso ou aquilo...mas enfim, eu li em algum lugar que quando é chamado Nanã, vem um espirito, uma preta, e td as outras são vibração...Essa afirmação esta errada então?
    abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  106. Denise, na verdade não é o médium que vai escolher uma entidade entre tantas. O comum é o médium receber uma entidade de cada linha. FMG

    ResponderExcluir
  107. Luna, pela minha fixação em umbanda pés no chão, não entendo Nanã Buruquê como avó dos Orixás. Nanã Buruque na verdade é a esquerda de Iemanjá. Não sei no sincretismo se ela é nossa senhora do Desterro. Nanâ Buruquê é que trabalha no fundos das águas, não só na água salgada como também na doce, nos lagos, tanto que seu amalá deve ser feito na lama. De tudo o que eu sei é que quando vc pede socorro para ela, as coisas se resolvem. FMG

    ResponderExcluir
  108. Luna, faça assim: quando a entidade quiser riscar o ponto (só que vc deve ter a tábua e a pemba à disposição) não risque, memorize e me mande como é que eu de informo. Isso só para te dar segurança. Por outro lado, não tenha mede de riscar e vc vai ver como aontece fácil. FMG

    ResponderExcluir
  109. Marcia, adorei o trabalho na mata, mas não fiquei só porque eu estava de passagem até Paranaguá e precisa chegar lá antes das 14:00 hs. FMG

    ResponderExcluir
  110. Isamara, eu não sabia disso, mas como vc leu em algum lugar, nada errado considerar essa hipótese. Não vejo nada errado em acreditar em fatos diferentes do que tradicionalmente se diz, exceto se isso for alterar a sua essencia espiritual. FMG

    ResponderExcluir
  111. Bom diaaaaaa!!!!
    Hoje está um sol lindo!
    Pai Fernando, uma coisa...O senhir respondeu para a Denise sobre várias entidades da mesma linha que trabalha com o médium.
    Então, eu trabalho com seo Tranca rua das almas há cerca de 16 anos; Com seo José Caveira há cinco anos e com Maria Padilha há dois anos. Mas percebo que dependendo do trabalho fica somente um. Mas nos pontos respectivos eles descem para saudar e fica somente um para os trabalhos.
    Tá errado meu pai?
    Pode deixar que eu mandarei um ponto riscado...Mas o Caboclo Roxo já riscou o ponto...
    É uma estrela no meio, duas luas parecendo uma fatia de melância nas extremidades, duas flexas apontadas para o lado direito(uma em cima do ponto a outra embaixo)...Só! Não sei o que significa.
    Abção e obrigada.

    ResponderExcluir
  112. Andréa Destefani12 de maio de 2009 09:47

    Olha Pai Fernando eu concordo por experiência própria que a energia de Nanã se parece com o das pretas ,mas eu sinto dez vezes maior. É de fato uma experiência única e maravilhosa, como deve ser também o de incorporar a energia de Omulu.É inevitável meu pai que a gente faça comparações de energia com algo vivo que tenhamos como referência. A primeira vez que foi chamada Nanã eu incorporei uma energia maravilhosa ,mas fiquei curvada e quando desencorporei e vi uma pessoas incorporadas em pé pensei imediatamente: pronto vou levar bronca por que estou fazendo a coisa errada! Mas a gente aprende as coisas aos poucos. Um dia estava falando pra Denise o quanto gostava de Nanã lá no jardim dos orixás e de repente apareceu uma menina e me perguntou se aquela imagem da moçacom a espada era Yansã ou Nanã. Como fala o sr. entendimento é tudo. Levei como uma advertencia boa. Sou filha de Yansã e a energia de Omulu na gira de esquerda basta, porque Nanã já protege quem trabalha com seriedade e honestidade .Saluba Nanã, Atotô seo Omolu. Axé a todos!

    ResponderExcluir
  113. Luna, não foi isso que a Denise perguntou e nem o que eu respondi. Ela falou receber varias entidades e escolher uma. No teu caso é comum, nada é exagerado e não está por tua conta a escolha. Sobre o ponto do Caboclo Roxo, vou examinar e depois eu digo. Fica aberta também a possibilidade de outros médiuns que trabalham com o Caboclo Roxo se existe alguma semelhança. FMG

    ResponderExcluir
  114. Pai Fernando,
    Fui cambone por 1 ano e nesse período cambonei o Caboclo Roxo. Há semelhança nos elementos (flexa estrela, lua); porém a disposição dos elementos é diferente. No meio não havia uma estrela e sim um machado.
    Aproveitando o gancho, pergunto: Existem elementos essências no ponto riscado? Por exemplo em caboclos o elemento flecha deverá estar sempre presente? E a que está associada a presença de outros elementos? Por exemplo, varia de acordo com o orixá do médium ou a energia que ele irá utilizar?
    Sds,
    Marcele

    ResponderExcluir
  115. Pai Fernando,

    Lendo o comentário da Andréia fico eu aqui tbm na dúvida se errei antes eu não tinha mais agora lendo fiquei rs... Quando uma vez foi chamado Nanã tbm veio curvada... e a sensaçãoq ue tive foi a mistura de Omolu com Ondinas... na verdade ondas mesmo...

    Monique

    ResponderExcluir
  116. Pai Fernando mudando um pouco o foco, da prosa de vcs, mas ainda falando sobre exús...

    O Exú que trabalha comigo, não usa capa, nem cartola, nem se sente bem com nada disso.
    A unica coisa que ele realmente pede é calça preta e camisa vermelha. Os punhais ele já mandou extinguir; agora tem apenas um tridente de ferro no ponto riscado.
    Ele bebe água com gás , com varios cravos.

    Diferente não ?

    Salve Seu 7 Encruzilhadas, salve a nossa banda !!

    Saravá !!

    ResponderExcluir
  117. Boa Tarde, Pai Fernando,

    Minha duvida não é exatamente sobre incorporação, mas lendo este topico fiquei com uma duvida e/ou curiosidade, porque saudamos os Exus e Pombas Giras com as mãos fechadas ou meio fechadas e cruzando os punhos?

    Obrigada

    ResponderExcluir
  118. Mauro, na Umbanda nada é diferente. Sempre uma novidade puxa outra. A roupa está perfeita, trocar ponteiros por tridente de ferro não deixa de ser novidade e não beber água também se encaixa perfeitamente com o habito de muitos terreiros. Isso deixa claro que vc já é um médium experiente. FMG

    ResponderExcluir
  119. Fabiana, nada de diferente, apenas é um ritual de cruzar três vezes os punhos, mas sem necessidade das mãos estarem fechadas. FMG

    ResponderExcluir
  120. Patricia Sabadin12 de maio de 2009 22:26

    Pai Fernando..
    dias atrás fui visitar a Tenda Espírita São Sebastião e lá observei que as giras de Exu são em ambiente separado, ou seja, em outra sala.
    Por que algumas casas fazem essa separação?
    O Sr. acha que a energia fica diferente tendo um lugar onde apenas haja gira de esquerda?

    ResponderExcluir
  121. Patricia, eu sei bem como é a Tenda Espirita São Sebastião porque foi lá que comecei na Umbanda com o Pai de Santo Edmundo Rodrigues Ferro, e por isso nosso terreiro é registrado oficialmente como Sociedade Espiritualista Edmundo Rodrigues Ferro. Terreiro do Pai Maneco é o nome fantasia. Realmente as energias podem ser mais bem definidas quando dois ambientes são separados para Umbanda e Quimbanda, mas nada significativo. FMG

    ResponderExcluir
  122. Patricia Sabadin12 de maio de 2009 22:55

    Então Pai Fernando, eu fui lá conhecer justamente por saber que foi lá que o Sr. iniciou sua caminhada na Umbanda.
    Obrigada pela explicação.

    ResponderExcluir
  123. JOÃO EMERSON DA COSTA.12 de maio de 2009 23:22

    ...PAI FERNANDO SE O SENHOR ACHAR RELEVANTE,É DE MEU CONHECIMENTO,QUE EXISTE UMA LENDA AFRICANA,QUE CONTA QUE NUM PERÍODO DE GRANDE ESTIAGEM,FIZERAM UMA ENTREGA MUITO APIMENTADA PARA EXÚ.QUE ERA GUARDIÃO DAS TORNEIRAS.ENTÃO DEPOIS D E COMER A FAROFA APIMENTADA ELE ABRIU TODAS AS TORNEIRAS DO REINO PARA SACIAR SUA SEDE,ENTÃO QUANDO O POVO VIU QUE DA SECA IRIA LOGA PRA INUNDAÇÃO,FIZERAM UMA ENTRAGA SEM PIMENTA ,NA MEDIDA,ENTÃO EXÚ FECHOU AS TORNEIRAS, O GESTO SERIA O DE ABRIR E FECHAR UMA TORNEIRA,TENTE AI NO AR.(IMAGINE SÓ PAI FERNANDO SE NÃO FOSSE TORNEIRA DE RODAR..E FOSSE DE ALAVANCA)BEM ISSO É LENDA..AXÉ

    ResponderExcluir
  124. Não posso afirmar q acrediiitooo...eu leio mt coisa e fico meio no pé atrás...
    mas eu queria perguntar pq qnd eh chamado Omulu, vem varios, mas só um é escolhido, como é feita essa escolha? oq é levado em conta?

    Abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  125. Pai Fernando esses dias estava pensando sobre as falanges e entidades q se apresentam com o msm nome, fiquei imaginando como uma familia...eu sou Raab...e mts outros parentes meus tbm...tds somos Raab...mas não somos a msm pessoa, mas tds podemos nos apresentar assim...seria mais ou menos assim ou viajei agora? rsrsrsr

    Abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  126. P. Fernando, mucuiú!
    Sobre o que a Isamara diz:
    Aprendi que Omulu vem UM SÓ, e todas as outras são as Pomba Gira dele, não é? Nunca soube que todos eram Omulu!!! E tbm elas descem antes dele e sobem antes dele. É isso?
    Abçs Marcia Cinto

    ResponderExcluir
  127. PAI FERNANDO ME CHAMO EMERSON GOMES/RS E TENHO O SETE DA LIRA COMO MEU EXU MAS ATE AGORA NÃO RECEBI ELE AINDA SO SINTO SUA VIBRAÇÃO SERA QUE VAI LEVAR TEMPO PARA PODER TRABALHAR COM ELE E OQUE EU POSSO FAZER PARA ABRIR PASSAGEM PRA ELE CHEGAR EM MIM E SIM SE CONCRETIZAR A INCORPORAÇÃO JA FAZ DOIS ANOS QUE ESPERO E NADA DELE CHEGAR ATE IMAGEM EU TENHO DELE E CULTUO ELE ACENDO VELA E TUDO MAIS ATE UM GALO VOU DAR PRA ELE PELAS AJUDA QUE ELE ME DEU .

    ResponderExcluir
  128. Emerson, seo Sete da Lira é um Exu maravilhoso, forte e amável. Fale com o dirigente do teu terreiro e peça que ele insista para acontecer a incorporação, mesmo que seja sutil. Na continuidade ele vai firmando. Só dois conselhos:nunca chame uma entidade sem o tratamento respeitoso de "seo" e não faça matança que isso não faz parte da Umbanda. FMG

    ResponderExcluir
  129. então me expliqyue senhor pois na minha cidade para acentar um exu como seo sete da lira eles matam um cabrito então isso não e correto? e que eu trabalho na quimbanda com seo sete da lira por favor me oriente pois acho que estou fazendo a coisa errada, queria saber saber se ha maneiras de se acentar um exu sem precisar fazer corte e tbm o exu não perde a força senão haver o corte.

    ResponderExcluir
  130. pai maneco no seu blog tem uma imagem do seo sete da lira e um mes antes de eu conhecer o seu blog eu tinha sonhado com seo sete e por incrivel que parece e realmente a mesma imagem do meu meu sonho não precisa tirar nada e nem colocar e identico. muito axe para o senhor

    ResponderExcluir
  131. pai fernando queria saber se tem como acentar um exu sem precisar do corte e se depois do acentamento pode dar o que de comer a um exu sem que seja animal pois na minha terreiro so fazem assim , e a respeito da imagem do seo sete da lira que esta esta no seo blog a exatamente um mes atras eu sonhei com ele e era exatamente a mesma imagem o mesmo retrato, e olha que eu não conhecia o seu blog ainda ele e maravilhoso. muito axe para o senhor . EMERSON/RS

    ResponderExcluir
  132. Emerson:
    Não é questão de vc estar fazendo errado, mesmo porque muita gente usa o sacrifício dos animais em nome da Umbanda e isso eu não acho certo. Uma religião que prega o respeito à vida não pode matar em nome dela. O mais importante é que não precisa fazer isso. Assentar exu também é uma questão que não se faz necessária. Eu costumo fazer uma obrigação com a entidade, seja exu ou outra qualquer, mas depois que o médium já estiver trabalhando com ele já há algum tempo. Fica difícil eu explicar como se faz, mas é bem simples, vc fica no terreiro, as pessoas cantam o ponto de chamada e ele incorpora, sem cabrito nenhum. A Umbanda é simples. Seria um absurdo aceitar a idéia que a força do exu vem do sacrifício. Não é assim. Exu e espírito nenhum come alguma coisa. Nós fazemos nossas oferendas de modo simples (veja no nosso site www.paimaneco.org.br) para criar um campo de força. Leia nosso site, acho que vc vai gostar. A revelação da figuro do seo 7 da Lira a vc e ao Jimmy é uma forma carinhosa talvez de fazer que vc pratique uma Umbanda mais simples. FMG

    ResponderExcluir
  133. JOÃO EMERSON DA COSTA23 de maio de 2009 16:19

    ...PAI FERNANDO(SEI QUE AS ORIENTAÇÕES QUEM DÁ É O SENHOR,MAS SENTI QUE SERIA PERTINENTE EU COMO MÉDIUM DE CORRENTE E COM ISSO APRENDENDO TB,SE O SENHOR ACHAR RELEVANTE PODE POSTAR).SOUBE QUE FOI O SENHOR QUE CONCEBEU OU RECEBEU O PONTO DO SEO 7 DA LIRA,ENTÃO EMERSON,SE O PAI FERNANDO FOI O CANAL ESTREITO DO PONTO DE CHAMADA DO EXÚ,E QUE O JYMMI,FOI O CANAL DA IMAGEM,A ALGO AI PRA SE VER NÉ...ENTÃO A ORIENTAÇÃO VEIO TB POR ESTE CANAL...MAS ENFIM,EM ATRITOS,OU CONFLITOS COM SEU DIRIGENTE,POIS A INTENÇÃO DO PAI FERNANDO É PACIFICAR E RESPEITAR AS DIFERENÇAS...MAS VC PODE FIRMARA CABEÇA,E COM O PONTO E COM IMAGEM...TENTAR UMA CONEXÃO MAIS HARMONIOSA COM SEO 7...SARA PAI MANECO...FONTE INESGOTAVEL DE SABEDORIA E AMOR...

    ResponderExcluir
  134. Pai Fernando, qual a diferença entre seu Tranca Rua das Almas e o seu Tranca Ruas das Encruzilhadas,pois o qual eu estou trabalhando, ele passa para as pessoas acenderem um charuto na casa dos exus na encruzilhada D`ele,ñ riscou ponto ainda mas eu sinto que ele tem vontade,deixo isto para ele decidir quando ou falo p/ meu pai de Santo esta questão?????
    Silvio

    ResponderExcluir
  135. Silvio, a diferença o nome já diz, um trabalha na encruzilhada e o outro na cruz das almas no cemitério. Seria interessante vc falar com seu pai de santo.Qual o terreiro que vc pertence? FMG

    ResponderExcluir
  136. Olá Pai Fernando e "colegas de blog", após um ligeiro período de férias, estou podendo voltar a visitar o blog...

    Gostaria de saber pq não chamam Exú nos trabalhos de praia e de mata?

    Abraço!

    ResponderExcluir
  137. Boa tarde Pai Fernado!
    Onde eu poderia encontrar mais informações sobre o Exú das 7 Calungas, ele poderia se aprensentar como " 7 das Calungas"?
    obrigada!

    ResponderExcluir
  138. Boa tarde pai fernando, sempre fui adepto ao kardecismo, e tem 1 mes comecei a frequentar a umbanda,aonde ao pisar ao terrero senti uma sensacao na giria de preto velho, peso na costa e meio que apaguei, na outra semana comecei a desenvolver e participar da corrente; desde de então sinto os fluidos do exu caboclo e outras, porem estou com uma duvida cruel, Quando estou na corrente sinto na giria de caboclo mesmo sem concentrar eu comeco rodar e caio no chao como se tivesse uma flexa na mao, derepente isso passa, como saber se isso nao e uma coisa que eu me induzi a fazer ou se e do proprio caboclo, e certo eu escuta tudo, senhor pode falar um poco sob o que as pessoas nas primeiras incorporacoes?

    muito brigado que deus sempre continue iluminando vc

    ResponderExcluir
  139. Pai Fernando qual o local de origem do exu da meia noite?Ele e ordenança de qual orixa?

    ResponderExcluir
  140. Xangô, não é ordenança de ninguém e os Exus têm a liberdade de incorporar sem a visão dos Orixás. Não comheço a história do seo Meia Noite. FMG

    ResponderExcluir
  141. Salve pai Fernando tenho um pouco mais de 3 meses de gira e gostaria que voce me desse uma dica pra que ocorra uma boa incorporaçao sem tanta interferencia minha pois sou medium consciente?

    ResponderExcluir
  142. Antonio José, sugiro que vc fale comos dirigentes e peça que alguém fique conversandocom vc. Pode ser um pouco só, mas ajuda o medium a desviar suas preocupações enquanto estiver incorporado. FMG

    ResponderExcluir
  143. Quero parabenizalo pelo seu trabalho de divulgaçao da nossa querida Umbanda e ainda tirando as duvidas do pessoal sarava!!!

    ResponderExcluir
  144. PAI FERNANDO GOSTARIA DE SABER MAIS INFORMAÇOES SOBRE A ENTIDADE TRANCA RUAS DAS ALMAS,POR TRABALHO COM A MESMA, E GOSTARIA DE SABER MAIS SOBRE ESSE EXU,PARA PODER ME AJUDAR NO DESENVOLVIMENTO, E NO CUIDADO DIARIO,COMO TRATAMENTOS QUE SE DEVE TER,E SE O SENHOR TIVER A ORAÇAO DO EXU DR CAVEIRA PEÇO QUE ME ENVIE TAMBEM,EMAIL WELLINGTON_FM@HOTMAIL.COM
    ABRAÇOS FRATERNO QUE O PAI CELESTIAL VOS GUARDE EM SEUS DOMINIOS DE LUZ
    AXE

    ResponderExcluir
  145. Sarava pai Fernando estou na gira ha pouco tempo e queria saber quais sao os fluidos mais comuns de exu?

    ResponderExcluir
  146. Xango ou Antonio, não se pode esxplicar qual a vibração que antecede a incorporação do exu porque varia de médium para médium. FMG

    ResponderExcluir
  147. Pai Fernando o senhor poderia me explicar como assentar imagens e como cultuar exus como Seu Tranca Ruas da Encruzilhada, Sete Encruzilhada, Lucifer, bombo gira Maria Padilha e bombo gira Cigana?

    ResponderExcluir
  148. Rafael, saia dessa de assentar imagens. Lugasr de imagem é no terreiro. E tire também o nome Lucifer do meio dessas entidades maravilhosas. FMG

    ResponderExcluir
  149. Pai Fernando boa noite. Gostaria da sua ajuda. Tive pela primeira vez a incorporação de Exu. Senti uma vibração muito forte, meu corpo todo começou a tremer, senti a respiração prender, depois com muita dificuldade fluia(a repiração),olhos fechados curvado para frente, cada vez mais sentia do coração para baixo incendiando cada vez mais, me curvei para trás muito para trás, uma forte pressão dentro de mim e cada vez mais eu sentia a sensação de fogo dentro de mim, meus braços ficaram juntos próximo ao peito e depois foi se soltando, minhas mão bem abertas e os dedos com força, não lembro se os braços estavam cruzados ou paralelos, acho q cruzados . Não senti nenhuma sensação de raiva ou qulquer sentimento ruim. Maria Padilha colocou a mão na minha testa e toda aquela sensação foi diminuindo, me curvei para frente, a respiração foi normalizando, se passaram alguns segundos e ele se foi,não bruscamente mas senti a saída. Fiquei tremulo durante vários minutos. Será q o senhor consegue pelo meu relato me dizer quem é esse Exu? Um forte abraço, Felippe.

    ResponderExcluir
  150. Felipe, ninguém pode conseguir identificar um espirito só por relato de sensações na incorporação,mesmo porque essa mesma entidade que deixou gravada essas sensações em outro médium pode ser diferente. Mas quero deixar um protesto: porque que vc iria sentir sensação de raiva ou de coisa ruim? Vá devagar quando falar nos Exus. FMG

    ResponderExcluir
  151. Pai Fernando talvez eu tenha me expressado mal ao falar da raiva, quiz dizer que ali comigo havia sim um Exu por eu não estar sentindo esses sentimentos negativos. Talvez se eu os tivesse sentido não seria Exu e sim um obsessor. De qualquer forma obrigado pela orientação.

    ResponderExcluir
  152. Pai Fernando o seu Marabo incorpora curvado ou ereto?

    ResponderExcluir
  153. Antonio, nenhuma entidade incorpora curvado ou ereto, o médium sim, conforme a entrada da entidade pode se curvar ounão. FMG

    ResponderExcluir
  154. Bom Dia Atodos e em Especial ao Pai Fernando meu nome é Jeferson .olha só estava olhando os debates de todos, e eu tenho uma duvida em relação as incorporações.
    pai fernado adimiro muito vc e leio muito seu blog, mas queria dizer algo que eu acho que todos deveriam em primeiro lugar conhecer o que é umbanda e depois disso procurar saber as energias e vibrações. eu trababalho na umabanda com preto velho e cigano o preto pai manuel de angola e o cigano pedro, e numca me preucupei em querer saber como é que eles viam e a formas deles se apresentarem, meu cabiclo que eu não sei quem é ainda pois ele esta em doutrina e meu cacique não fala nada pois, para não interfirir, assim é com meu exu esta só em doutrina ele horas vem de um jeito horas vemm de outro e nem por isso procuro saber quem ele é e deque forma ele vem se agaxado ou de pé. pois eu acho que toda entidade real mostrara ao seus cavalois escolhidos por ele amaneira e como vem.pai fernando posso estar errado mas é a maneira em que eu me sinto bem em não querer apuarar os fatos e nem interferir, pois sei que derrepente estas entidades caboclo e exu podem estar me dando passagem para outra entidade que realmente é a que vai permanecer, por isso não interfiro para que elas sejam firmes e realmente as que meu odu me resevou um grande abraço e gostaria que me corrigice se falei alguma bobagem a respeito deste fato. axé atodos e que o pai oxalá nos de muita paz espiritual e conhecimento.

    ResponderExcluir
  155. OLA PAI FERNADO EU ME CHAMO EVANDRO/RS EU TENHO COMO EXU O SR.7 DA LIRA JA FAZ 7 MESES QUE TENTO RECEBER ELE MAS EU NÃO ACHO UMA MANEIRA CERTA DE BUSCAR ELE E AI PEÇO A SUA AJUDA QUAL E A MELHOR FORMA DE INCORPORAÇÃO E FAÇO ASSIM: IMAGINO ELE NUM CRUZEIRO E TENTO ABRAÇALO BUSCALO NÃO SEI SE ESTOU ERRADO. E QUANDO ELE VEM EM MIM DA UMA FORMIGAÇÃO NA PALMA DA MÃO DIREITA MAS EU NÃO CONSIGO FIRMAR ELE E ACABO SEMPRE PERDENDO A SUA ENERGIA EU JA ESTOU ME FRUSTANDO.O SENHOR SABE QUE ATE CURAS POR ORAÇÃO ATRAVES DE MIM JA ACONTEÇEU.EU ATE SINTO A PRESENÇA DELE ATRAVES DOS SEUS FLUIDOS, MAS NÃO CONSIGO INCORPORALO. POR FAVOR ME DE UMA AJUDA MEU PAI.MUITO AXE E QUE A FORÇA DO SEO 7 DA LIRA O PROTEJAM A TODOS.

    ResponderExcluir
  156. Evandro, vc está trabalhando em um terreiro, correto? Acho que vc tem que falar com o dirigente e explicar o que está acontecendo. Ele pode resolver estando ao teu lado. FMG

    ResponderExcluir
  157. Pai Fernando saberia me dizer algo do exu marabo?

    ResponderExcluir
  158. Antonio, estou postando esperando que os médiuns que trabalham com seo Marabô possam esclarecer a tua pergunta. FMG

    ResponderExcluir
  159. ei eu , tenho Radiação sempre que chmão para exu mirin, e gostaria de saber em que devo me concentra, bom tenho so 15 anos sou novo nisso mas tenho quase todas as linha de todos os tipos de guia
    e ainda não incorporei,
    gostaria de me densenvolver o mais rapido possivel

    by meu nome é ygor

    se tiverem respostas add ai meu msn
    ygordidi@hotmail.com
    por favor se alguem poder me ajudar
    responda isso urgentemente

    ResponderExcluir
  160. Ygor, vc deve receber o Exu Mirim, mas antes fale com o teu dirigente. Explique para ele exatamente o que vc disse aqui no blog. Boa sorte para vc no inicio da tgua caminhada. FMG

    ResponderExcluir
  161. antonio
    vc trabalho com marabõ?
    bom eu conheço uma pessoa que trabalha com ele
    sei que ele é muito copetente
    pois sempre que estou na corrente ele bota eu pra rodar
    dependo de muitos guia
    mas sendo que seu marabo creio que deve se conçenytra em guerras ok
    meu consselho

    ResponderExcluir
  162. ola'' me chamo Margarida sou a mãe do ygor
    e pelo oq ele me disse esse blog é muito bom
    tenho algumas duvidas
    pois tenho radiação com cabloco e boiadeiros,
    tenho radiação com a mulanbo
    mas ainda não incorporei vc teria algumas dica de como recebe-los ou em que pensar quando sentimos a radiação?

    por favor gostaria de seus conselhos obrigada

    ResponderExcluir
  163. Maragarida, vou dar o mesmo conselho que dei ao Ygor, para vc falar com o dirigente. Mas, no fundo mesmo, vc tem é que incorporar e deixar que isso aconteça da forma mais suave e bonita possivel. No começo existem tropeços, mas com o tempo a sintonia aumenta e tudo se normaliza. Como disse ao Ygor, seja bem-vinda no blog. FMG

    ResponderExcluir
  164. bom aki é o ygor de novo e tenho uma pergunta muito seria
    certa vez eu tava numa gira de baiano e o baiano chico kibandeia disse pra me batiza numa cachoeira pois eu estava muito avançado
    vc acha que dps do batismo eu receberei o guia mais facilmente?

    ResponderExcluir
  165. Bom sou eu de novo o ygor estava lendo as postagens e o senhor disse que teria que se referir aos exus como senhor
    tenho que fazer isso ate msm com exu mirim?

    ResponderExcluir
  166. pai fernando pq exu veludo e serio e nao gosta de dançar

    ResponderExcluir
  167. pai fernando,queria tirar uma duvida que tnho se for possovel,a primeira vez que incorporei um exu foi quando o zé pelintra da casa me puxou pelo braço e mandou o tamboreiro tocar um ponto de zé pelintra,foi quando meu exu chegou pela primeira vez,fiquei achando que era o seu zé,ele dava uma gargalha muito alta,se curvava e as mãos eram como garfos,dai na segunda vez que ele chegou ele disse que era o Seu 7 encruzilhadas e tinha vindo para se apresentar,caminhava como um homem normal,fumava charuto ao contrario e talzss,na minha primeira incorporação meu exu dançava como um malandro e tudo,e depois venho esse exu diferente que n é muito de dançar não que deu seu nome 7 encruzilhadas,tem a possibilidade do seu zé estar mentindo o nome por algum motivo,ou é o seu 7 encruzilhadas mesmo?

    ResponderExcluir
  168. Ismael,

    fica dificil falar sem visualizar a incorporação. Sugiro que você pergunte ao seu dirigente.

    Saravá,
    Camila

    ResponderExcluir
  169. Anônimo,

    favor se identificar para poder responder sua pergunta.

    Axé,
    Camila

    ResponderExcluir
  170. pai Fernando , me explica uma coisa ! pontos riscados , os exús e pb giras riscam seus pontos
    qando tem 1 tridente e uma curva no meio desse tridente e em volta 7 estrelas e 7 cruzes esse exú e da onde ????, e otra coisa o sr sabe me dizer quem é o exú qe vem com as mãos p/tráz e a perna torta! ele nn é de rir alto !sabe me informar qem é?

    ResponderExcluir
  171. Lálá,

    ponto nós não podemos examinar assim. O melhor é você conversar com o seu dirigente, assim ele irá lhe orientar melhor.

    Saravá,
    Camila

    ResponderExcluir
  172. Pai Fernando, preciso de ajuda... comecei a trabalhar com o exu Tiriri há 3 anos, faz 2 anos que não incorporava mais, pois o terreiro que eu frequentava fechou e eu fiquei sem assistência, passando a receber dentro de casa. Só que em qualquer lugar que eu ia, sentia a vibração forte dele, a ponto de ter q sair de onde eu estava para ir p casa, com medo de receber no meio de todos. Ele vinha todo curvado, dedos tortos, olhar firme, sempre bravo. Sentia o lado esquerdo da face todo puxado.Fiquei 1 ano sem receber, só sentindo vibrações, e hoje recebi ele dentro de casa, com muita força. Senti que ele estava me cobrando por não participar mais da religião. Tenho dúvidas em relação a ser mesmo o Tiriri.Quando ele chegou, disse que é meu dono, que é ele quem manda. Como fazer para que essas vibrações intensas terminem??? Foi por conta delas que não quis ir mais a nenhum terreiro. Tenho medo de sofrer com tudo que eu passei, recebendo em casa, vibrações a todo tempo. Cheguei a pedir ajuda quando o terreiro fechou, mas mesmo trabalhando, sentia vibrações a todo momento.Grata desde já.

    ResponderExcluir
  173. Olá Pai Fernando , me chamo Leonardo e tenho 13 anos ! ainda nao trabalho , mas só por que a mae nao dexa pq se dependesse de mim !! rsrs
    Frequento um Centro à 1 ano e meio mais ou menos !
    mas desde o primeiro dia ja comecei a sintir coisas diferentes !
    Agora qndo tem Gira de Ogum , geralmente , minhas maos suam muito , e me da varios arrepios durante a gira , qndo houve gira de esquerda , fiquei com um peso nas costas , acho q isso é normal ,
    isso é um sinal de q eu ja deveria começar a trablhar ou nao ?

    ResponderExcluir
  174. Olá Leonardo,
    isso pode ser manifestação mediunica, contudo, não acredito que isso sirva de sinal, já que ninguém melhor que você para saber qual a hora certa de começar a desenvolver.
    Saravá,
    Camila

    ResponderExcluir
  175. Pai Fernando, boa noite!
    Por favor, gostaria de tirar uma dúvida. recentemente estou frequentando um terreiro de Umbanda e o que tem feito eu gostar muito é que eles não usam nenhum tipo de sacrifício com animais, no entanto, eum uma consulta com um médium que se dizia incoporado pelo Exu do Lodo, este falava muitos palavrões, isso procede?
    Muito obrigado!
    Flavio

    ResponderExcluir
  176. Tita,
    pela descrição da tua incorpo~ração, não me parece ser o Seu Tiriri. Exu não faz mal, não deixa as pessoas tortas. Quanto ao "cobrar" por participar da religião, também acho dificil vir por parte dessa entidade maravilhosa.

    Saravá,
    Camila

    ResponderExcluir
  177. Flávio Jr.,
    acho que escrevendo esse relato vou responder a tua pergunta. O meu vô (Pai Fernando) me contou que uma vez o seo Tranca Ruas das Almas, disse ao Pai Pequeno (na época era o Geraldo) que recriminou os palavrões dos Exus: “Geraldo, eu prometo a vc que no dia que todos os médiuns do terreiro se amarem eu paro de dizer palavrões”. Por isso o palavrão pode fazer parte dos exus, mas sem excessos.

    Saravá,
    Camila

    ResponderExcluir
  178. Alaroie Seu Tranca Rua das Almas. Que sirva de exemplo a todos, que um determinado dia, após sair de uma operação de visícula, fui chamado ao meu barracão, devido aos cortes não poderia incorporar, o Seu Tranca Ruas das Almas, simplesmente se aproximou de mim, e falou que eu estava triste porque não estava podendo incorporar, mas que o Seu Sete estava presente naquele gongá. Em seguida, Seu Tranca Ruas das Almas se dirigiu ao gongá e com surpresa ele dirigiu algumas palavras a Oxalá, e em seguida foi até a porteira e virou no Seu Sete e veio me dar um acalento. Foi muito lindo, as lágrimas veio aos meus olhos. Em seguida o Seu Sete foi oló e retornou o Seu Tranca Ruas das Almas no médium que ficou surpreso pois nunca tinha aquele tipo de incorporação. Salve Seu Tranca Rua das Almas. Salve Seu Sete Encruzilhadas.

    ResponderExcluir
  179. Anônimo, favor repetir a tua pergunta com identificação para que eu possa responder.

    Camila

    ResponderExcluir
  180. Incorporo seu marabô ele chega curvado mas logo em seguida fica ereto é muito sério não gosta de brincadeira nunca disse um palavrão mas como estou em desenvolvimento e sou uma médium consciente vejo tudo e ouço tudo e morro de medo de estar mistificando e fantasiando tudo na minha cabeça como é difícil você amar demais a umbanda dizerem que você é médium de incorporação mas você ter duvidas e um medo terrível de estar mistificando sinto as vibrações do exu e sinto que a minha feição muda e ele fica muito sério como faço para ter certeza que estou realmente incorporando o exu Marabô e assim acabar com as minhas duvidas...exu marabo me pediu uma capa preta com capuz para trabalhar mas estou em duvida entre vermelho e verde na parte interna da capa...
    axé e obrigado...

    ResponderExcluir
  181. Gilmara,
    como você disse que está em desenvolvimento, vou dar a seguinte sugestão: você não deve se prender ao nome da entidade, muito menos a capa que ele irá usar. A capa é um elemento que a entidade pede, depois que está trabalhando com o médium um tempo razoavelmente relevante. Portanto, acho que você deve tentar incorporar mais um pouco, sentir a entidade, ter certeza qual é ela.

    Saravá,
    Camila

    ResponderExcluir
  182. Anônimo, sem identificação não respondo, pois não gosto de responder sem saber a quem me dirijo.

    Camila

    ResponderExcluir
  183. Pai Fernando, sou nova no blog e venho acompanhando e lendo atentamente as demais postagens. Minhas dúvidas: atualmente resido no exterior e no Brasil fui medium rodante de casa de umbanda e candomblé por apenas 1 ano. Lá desenvolvia e já incorporava. Quando mudei para a europa comecei a ter experiências estranhas regularmente. Muitas vezes ao amanhecer eu fico imobilizada na cama, sem conseguir falar e algo tenta me tomar, sinto como um manto elétrico tentanto se acoplar em meu corpo, quando consigo falar e chamo por Jesus o fenômeno desaparece imediatamente. O prédio onde vivo está restaurado e é antigo com m ais de 200anos, já sofreu bombardeios na 2a guerra e soube que esse lugar era chamado de "campa do sangue" e está localizado em frente a uma encruzilhada em T onde muitas mulheres ali se prostituem. Estou confusa pois nao sei quem está querendo passagem. Grata pela atencao.

    ResponderExcluir
  184. Gostaria de saber se existe algum problema de a primeira incorporação ser um Exu.
    (ps: a função anônimo pode ser desabilitada se quiser posso passar um tutorial explicando)
    desde já agradecido.

    ResponderExcluir
  185. Felipe,
    não há problema nenhum, Exu é um espírito como outro.
    Obrigada por ajudar quanto a função de anônimo, mas fizemos isso uma vez e só pessoas com blog poderiam publicar, é assim que você deixa?

    Axé,
    Camila

    ResponderExcluir
  186. Sandra,
    estou respondendo a tua pergunta, mas tive auxílio do Pai Fernando. Vamos lá: existem lugares que às vezes ficam imantados com energias do passado, mas nem todos sentem ou percebem esse fenômeno.
    No teu caso, como iniciou um desenvolvimento e teve que parar, pode ser a sua mediunidade em ebulição. Nesse caso é bom dizer onde mora para ver se existem terreiros que possam ajudá-la e qual o seu Orixá.
    Também, se possivel dormir com uma tesoura aberta embaixo da cama ou com um ponteiro.
    Mas se não tiver o ponteiro, serve a tesoura, porque as pontas de aço fazem explodir energias negativas.

    Axé,
    Camila

    ResponderExcluir
  187. Saravá mais uma vez! Depois da minha última pergunta, em relação a incorporação de exus muitas coisas aconteceram, principalmente essa semana. Em duas giras (4ª e 5ª) tive minhas primeiras incorporações. Confesso que ainda estou meio assustado com o caboclo e maravilhado com a criança. Ainda assim, gostaria de saber se existe algum tipo de preparação antes da gira. Estive pesquisando em alguns sites e li que devem ser ingeridos alimentos leves, evitar álcool, fumo e sexo. Se isso proceder, existe uma explicação lógica?
    (Ps. Sei que esse não seria o local adequado para a pergunta, entretanto meu último questionamento foi feito aqui)
    Axé!

    ResponderExcluir
  188. Felipe, para facilitar nossa comunicação, peço que você publique o teu comentário no TEMA LIVRE N.35. Assim as outras pessoas podem ler o teu comentário e debatemos mais sobre isso, se não aqui fica esquecido.
    Axé,
    Camila

    ResponderExcluir