Assine aqui para receber atualizações deste blog

sábado, 23 de maio de 2009

TEMA LIVRE

Está aberto este tópico para qualquer pergunta relacionada com a Umbanda. Estou aguardando. FMG

205 comentários:

  1. Patricia Sabadin23 de maio de 2009 14:36

    Pai Fernando...
    li uma vez, numa apostila do terreiro (bem antiga) em que o Sr. dizia que explicava aos médiuns como proceder para "descarregar" uma pessoa na vibração.
    Poderia explicar?

    ResponderExcluir
  2. Sugestao: O transporte na Umbanda pés-no-chão.
    abraço
    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  3. Patricia, me empresta a apostila? Na verdade não sei se eu expliquei como deve se comportar o médium nessas ocasiões, ou dei dicas diferentes. Não dá para vc ser mais objetiva? FMG

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde Pai Fernando...
    Antes de entrar na gira, td fez q eu ia a uma e ficava na assistencia sentia mt dor nas costas, pricipalmente no ombro esquerdo... As entidades me falavam q eu sentia a vibração e dpois q eu entresse pra corrente(se quizesse) provavelmente não sentiria mais essas dores... E isso aconteceu msm na gira...
    Porem em dias diferentes de gira sinto a msm dor, que vem do nada... As vezes é até meio forte, e dpois passa do nada tb...
    O que isso pode ser??? Pode ser o lugar onde estou?? Estar mt carregado??? Ou seria alguma entidade???

    Keila

    ResponderExcluir
  5. Patricia Sabadin23 de maio de 2009 15:24

    Então meu Pai, eu não tenho essa apostila...era de alguem e eu apenas dei uma olhada...
    Mas se não me engano, o Sr. dizia como o medium deveria proceder.
    E como não lembro, gostaria que o Sr. explicasse.

    ResponderExcluir
  6. Outra sugestão: A importancia do encerramento dos trabalhos em uma gira e os cuidados necessarios.
    abracos
    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  7. Angelita Rynaldo23 de maio de 2009 15:28

    Mas concordo com esse tema! Me assustei muito com uma coisa que aconteceu com uma pessoa da corrente prá quem meu caboclo estava trabalhando durante a vibração. Desde então peço à ele prá subir pois ainda não me considero pronta prá "atender" ninguém em uma situação fora do comum, e eu não estou no terreiro prá brincar com a vida de ninguém, muito pelo contrário, quero trabalhar muito prá poder ajudar e recuei porque vi que dei um passo maior que a perna, como se diz...

    ResponderExcluir
  8. JOÃO EMERSON DA COSTA23 de maio de 2009 16:01

    ...PAI FERNANDO,NA SEGUNDA TEVE A GIRA DE BOIADEIRO,MINHA GUIA HAVIA ESTOURADO NA PENULTIMA GIRA,E EU ESTAVA SEM GUIA DE PROTEÇÃO DE LINHA NEUTRA.BEM DEVIDO A ENERGIA DESTA ÚLTIMA GIRA,É POSSÍVEL QUE A DOR QUE COMEÇEI A SENTIR NO FIM DA COLUNA(UMA DOR LANCINANTE),TENHA SIDO ORIUNDA DE ENERGIA ESPIRITUAL,JÁ QUE EU ESTVA SEM A GUIA DE PROTEÇÃO DA LINHA NEUTRA?AGORA ESTOU BEM NA GIRA DE QUINTA CONSULTEI COM PRETO DO LÉO,E QUANDO EU TAVA SENTADO ELE CHAMOU PAI JOAQUIM PRA TRABALHAR NAS MINAS COSTAS....E SUMIU A DOR...ENTÃO É POSSÍVEL ESTA DOR TER SIDO ORIUNDA DA FALTA DA GUIA DE PROTEÇÃO?OBRIGADO.

    ResponderExcluir
  9. Tambem gostaria de saber como descarregar alguem Painho...
    Ate que pego umas pessoas precisando de alguma ajuda imediata, um paliativo, ate que possa me comunicar contigo e buscar a ajuda efetiva...
    Mas preciso saber tambem como nao ficar para mim "o presente de grego" ...rsrsrsrs...

    ResponderExcluir
  10. Como funciona esta ajuda que a umbanda presta à distancia?
    Explico: Por exemplo, estas varias pessoas que o Terreiro esta ajudando atraves do "alguidar baiano de Pai Akuan", por nao estarem presentes fisicamente no TPM, como é prestado o socorro? Se proximo às pessoas necessitadas nao tem nenhum medium para emprestar seu ectoplasma, com quais elementos trabalham as entidades?
    Seria feito algum amala para ajudar estas pessoas?
    A minha curiosidade vem do fato de ter visto varias pessoas melhorarem bastante depois das giras, mesmo a distancia; e tambem de ter vivenciado a cura de uma amiga, que nunca colocou os pes em Curitiba.
    Gostaria de entender como os espiritos trabalham nestes casos, mas, claro que o mais importante na verdade é o resultado obtido.

    ResponderExcluir
  11. Se a umbanda esta constituida astralmente por espiritos afins, espiritos com passagem e atuaçao na historia de vida brasileira, aonde entra o estereotipo dos ciganos (nao conheço muito sobre eles) e dos orientais? Nada contra estas duas linhas!!!!So uma curiosidade, ja que o senhor deixou o espaço para perguntas...mesmo as mais bobas!

    ResponderExcluir
  12. Em relaçao aos chacras, tao bem falado pela irmanzinha Luna, como proceder para abrir ou fecha-los, de acordo com a necessidade da pessoa?
    Como podemos identificar se um dos nossos chacras precisa de atençao especial? Podemos trabalhar o chacra de alguem que precise de ajuda? Como proceder?

    ResponderExcluir
  13. Dos varios Oguns que trabalham na umbanda:
    1- Das varias qualidades, so existe Oguns ou outros orixas tambem tem suas diversificaçoes?
    2- Quantas qualidades de Ogum existem?
    3- Cada qual trabalha dentro de uma das necessidade dos encarnados?...de ronda, mege, da praia, etc...sao muitos, nao consigo bem esclarecer dentro da minha cabeça.

    ResponderExcluir
  14. Dr. Fernando, já ouvi muitas pessoas (inclusive que trabalham com a Umbanda) dizerem que quando um médium para de trabalhar na Umbanda a vida deles fica uma desgraça, que eles perdem tudo, que começa a aparecer um monte de problemas, enfim, que tudo começa a ir muito mal. Sei, pelo pouco que conheço, que isso não tem lógica, mas gostaria, por favor, que o senhor falasse sobre isso. Um abraço, admiro muito o trabalho de vocês todos do Terreiro Pai Maneco.Carolina.

    ResponderExcluir
  15. Sidney, não entendi bem a pergunta. Pode refaze-la com mais objetividade? FMG

    ResponderExcluir
  16. Pai Fernando

    Ainda existe médiuns com incorporação inconciente?

    ResponderExcluir
  17. Keila, em postagens anteriores falei bastante sobre dores nas costas e principalmente na base da coluna, normal sintomas de energias negativas. Talvez isso aconteça com vc. Tente ignorar que com o tempo tudo vai se equilibrar, mas se a dor for muito forte, peça ao dirigente para fazer um vibração nasa costas. FMG

    ResponderExcluir
  18. Patricia, para um médium descarregar as energias de uma pessoa, deve ser através de vibrações no lado da cabeça ou na base da coluna, mantendo sempre uma distancia de um palmo mais ou menos da pessoa. Se a carga for muito forte deve ser feita com uma vela também em volta da cabeça, dos braços e das pernas. O fundango, onde for permitido seu uso, também é um elemento muito bom para descarrego. FMG

    ResponderExcluir
  19. Sidney, essa foi uma boa pergunta. Uma vez uma pessoa amiga minha que tinha ido pela primeira vez no terreiro, após a vibração e atendimento para ele, disse-lhe que ele podia se retirar, se quisesse. Ele disse que nãoi ia porque no começo ouviu um ponto pedindo para o seo Tranca Ruas abrir o terreiro e fechar a rua, então ele ia esperar que a mesma entidade fechasse o terreiro e abrisse a rua. Foi, para mim, uma grande lição. Na verdade abrir a gira dentro de todo o ritual e cuidado, firmando bem todos os pontos e encerrar a gira da mesma forma é fundamental para o sucesso de um terreiro e o bem estar de todos. FMG

    ResponderExcluir
  20. Angelita, é bom, saber que tem pessoas como vc de bom entendimento com a religião, mas não menospreze a tua capacidade e a da entidade que está incorporada. Pedir para subir não é a solução, talvez fosse melhor aguardar que uma entidade da direção do terreiro desse as ordens.
    Mas sempre valeu a tua intenção e humildade. FMG

    ResponderExcluir
  21. João, tudo está concentrada a energia do chacra da base da coluna. Ele foi tratado e tudo ficou normal, mas será dificil dizer que foi pela guia que arrebentou ou ela já tinha arrebentado pela energia só agora descoberta. FMG

    ResponderExcluir
  22. Aline, já fiz uma explicação no comentário da Patricia, mas se vc não quiser correr o risco de ganhar um presente de grego, mande para nós o nome do paciente que daremos um jeito. FMG

    ResponderExcluir
  23. Aline, o ectoplasma é um nome muito usado por vcs todos. Para a cura e um bom resultado da pessoa carente, nem sempre o ectoplasma é usado. Não devemos confundir energia com ectoplasma. No caso das pessoas daí foi usada a energia dos médiuns do terreiro daqui e foi levado pelos espiritos na concentração de vcs. Não se esqueça que os espiritos usam o pensamento para fazerem ligações. FMG

    ResponderExcluir
  24. Aline, claro que a Umbanda não é exercida só pelas entidades comprometidas com a história do Brasil, mas por todos que quiserem se unir em torno da religião. Existem muitos espiritos que se agregaram e ainda vão se agregar a esse maravilhoso movimento espiritual. FMG

    ResponderExcluir
  25. Luna, essa pergunta da Aline fica por tua conta. FMG

    ResponderExcluir
  26. Aline, todas as entidades, de Ogum, Oxossi ou Xangô trabalham sempre dentro de uma especialidade de cada entidade, terra, ar, fogo, mar, mata, sei lá quantos campos existem. Disso devedmos ter consciencia, mas a importancia de saber isso não altera a pratica do espiritismo. FMG

    ResponderExcluir
  27. Carolina, seja bem-vinda no blog. Falamos sobre isso e por sinal com vários comentarios, no tópico Perguntas e Respostas - Conceitos". Se houver duvida após vc ler, escreva-me outra vez. FMG

    ResponderExcluir
  28. Para o anonimo: temos falado bastante sobre a incosciencia dos médiuns. Claro que alguns ficam inconscientes, mas são raros os casos. FMG

    ResponderExcluir
  29. Andréa Destefani23 de maio de 2009 21:15

    Pai Fernando gostaria de saber se há outras linhas de entidades além das quais a gente trabalha no TPM. Já ouvi até dizer que existe uma linha dos franciscanos...

    ResponderExcluir
  30. Andréa, eu não saberia identificar, mas existem várias linhas. É só chama-las que elas virão. Convém não esquecer que os espiritos vivem em agrupamentos afins, e o chamamento adequado motivará que eles se manifestem. Na linha tradicional do espiritismo nosso grupo costumava chamar a falange dos politicos brasileiros. Analise e veja como é viável a sua existencia e participação na direção de nosso Pais. FMG

    ResponderExcluir
  31. Oi Pai Fernando o anônimo da pargunta da inconciência na mediunidade sou eu o Afrânio do Ceará.

    Outra pergunta: pq quando a gente começa a trabalhar nossa respiração, no momento de antes da incorporação, a entidade tem mais facilidade em tomar o corpo? apesar de eu não ter incorporado, sinto isso muitaz vezes ao me concentrar na mata, na natureza em geral ou mesmo em casa. A gente vai sentindo aquele formigamento e força.

    Obrigado.

    Afrânio

    ResponderExcluir
  32. Andréa Destefani23 de maio de 2009 22:20

    Olha Pai Fernando, certo dia o Godoy falou pro Pai Jussaro que ele estava se sentindo na política tão de direita que estava quase incorporando o Golbery do Couto e Silva. Espero que isso nunca aconteça. Vou ficar com as nossas linhas tradicionais.

    ResponderExcluir
  33. Afrânio, seja bem-vindo. A respiração é realmente uma grande aliada para facilitar a incorporação dos espiritos. Através dela podemos alterar nosso mental, principalmente com a respiração rapida e nasal. FMG

    ResponderExcluir
  34. Andréa, direita ou esquerda, não importa. Acho que hoje os politicos desencarnados perderam a noção de seus partidos de origem e hoje são anarquistas, o regime da Aruanda...e do Pai Maneco... FMG

    ResponderExcluir
  35. Cadê a Luna com a minha resposta para os chacras?!!!!!

    ResponderExcluir
  36. Um medium ausente fisicamente do terreiro por qualquer motivo justo, tem condiçao de trabalhar com as entidades no astral? Durante o sono por exemplo...Caso afirmativo (espero que sim! rsrsrs), qual o procedimento para estar condizente com a responsabilidade?

    ResponderExcluir
  37. Andréa Destefani23 de maio de 2009 23:02

    Pai Fernando tem mulheres na linha dos boiadeiros?

    ResponderExcluir
  38. Pai Maneco é anarquista?!!! Graças a Deus!!!!

    ResponderExcluir
  39. Andréa Destefani23 de maio de 2009 23:05

    Boa resposta!

    ResponderExcluir
  40. Professores e psicanalistas, as vezes, esquecem a objetividade...

    O Sr, Lucilia, Leo, e, recentemente, Lolo (os que acompanhei) nos mostram um encerramento de gira que sempre me cativou. Um cuidar respeitoso e afetuoso de sua corrente e da assitencia. Perdem os que apenas tomam um axé e vao embora ou que simplesmente esperam terminar.

    Fui mais objetivo?
    abraço

    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  41. Andréa Destefani23 de maio de 2009 23:14

    Queria a sua opinião sobre a apometria. Participei há muitos anos atrás de duas sessões, na qual fui convidada para compor a mesa. Fui sem nenhum preparo e sem conhecimento, acho que por isto não guardei na mente muitas lembranças.
    A apometria seria um instrumento para a umbanda ou é uma nova vertente religiosa?

    ResponderExcluir
  42. Nunca tive um contato com a religião, então gostaria de saber como deve proceder a pessoa que busca aulíxio das entidades da Umbanda, para, entre outras coisas, entender melhor seu sofrimento, problemas e buscar por soluções, coisas do gênero.

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  43. Entendi que a objetividade se referia a segunda sugestao que dei, pois por minutos sumiu a segunda resposta do Sr no blog.

    Minha curiosidade é com o processo de transporte é que alguns autores o tratam com com fantasias e misterios demais.

    abracos

    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  44. Aline, nós trabalhamos bastante quando saimos de nosso corpo fisico durante o sono. Pena que nossas lembranças são poucas ou quase nenhuma. FMG

    ResponderExcluir
  45. Andréa, eu achava que não existiam mulheres na linha dos boiadeiros, mas na verdade muitas delas já se manifestaram durante as giras. Talvez fossem familiares dos boiadeiros ou mesmo mulheres que faziam esse serviço de campo. FMG

    ResponderExcluir
  46. Sidney, sempre pregamos que a assistencia também faz parte da gira. Para ser umbandista não precisa estar de branco, mas participando fora. Eles todos merecem nosso respeito. FMG

    ResponderExcluir
  47. Para o anônimo. Simplesmente acompanhar as giras oara entende-las. Parece dificil, mas não é. FMG

    ResponderExcluir
  48. Aline, por razões justas e com meu pedido de desculpas recusei teu último comentario. FMG

    ResponderExcluir
  49. Sidney, transporte de espirito ou de objetos materiais. Espiritos são transportados com a intenção de incorporarem em um médium para serem doutrinados, através da conversa do doutrinador ou do choque fluidico, ou seja, a consciencia que morreram, que nãoi devem mais estar na terra, que não devem ficar prejudicando ninguém e aí por diante. Objetos transportados fazem parte de um trabalho especial de efeitos fisicos. FMG

    ResponderExcluir
  50. Andréa Destefani23 de maio de 2009 23:59

    Estava meio receosa de falar, por causa das idéias pré concebidas que temos. Na segunda eu recebi uma mulher boiadeira e senti perfeitamente uma saia muito pesada e um facão. Ela chegou pra uma menina que estava no meio deu um passe. Eu estava na dúvida e sabia que não era o boiadeiro que venho trabalhando. De repente ela chega e pergunta pra esta mesma menina se ela, a entidade, deveria trabalhar ali com uma flor azul e verde no cabelo ou com uma vermelha. A menina espantada(e eu também) ficou pensando ,mais ou menos isso, que talvez o vermelho combinasse com ela. A entidade respondeu que estava na dúvida,mas que queria trabalhar bem bonita no meio de tantos homens e não poderia parecer com pomba gira porque não era a linha de ação dela. É lógico que uma entidade não tem essa vaidade, mas talvez tenha feito isso para demonstrar quem era e a que veio.Como o sr mesmo diz só resta esperar.

    ResponderExcluir
  51. Andréa, às vezes eu fico torcendo que não ma façam algumas perguntas. Uma delas era essa. Apometria no fim é o encaminhamento de entidades que estão ocupando um lugar indevido na terra, ou seja, aqueles obsessores. A Umbanda tem usado essa nova ciência e um deles, que eu sei, é o terreiro do Pai André, aqui em Curitiba. Eu não quero saber de apometria, porque já estou satisfeito com o que faço. Não gosto de nomes pomposos para encobrir o que um pé descalço fincado na terra sempre fez. FMG

    ResponderExcluir
  52. Pai Fernando, na gira de boiadeiro fui ficando estranhamente mal humorada, sentia um peso de boiada em cima dos meus ombros... em determinado momento fechei os olhos e vi um campo verde muito lindo, mas muito lindo mesmo... e alguém cavalgando de costas, os cabelos balançavam com o vento e tinham um brilho impressionante... que cena mais linda!!!! Nesse momento pensei "Meu Deus, será q é uma boiadeira? Será q existe??? (Lhe pergunto, existe?? hehe)
    Depois, a mãe Lucília me viu e percebeu q eu não estava legal, veio, auxiliou e incorporei (Primeira vez, hehehe)... não questionei nada, deixei rolar pq "a coisa" tava muito legal... Eu via tudo, mas não tinha controle dos movimentos e direções, a entidade foi p/ onde quis ir... fez a vibração no meio para o pessoal q estava sentado, em alguns mais que outros... Em determinado momento pensei na minha mãe, pensei assim "Putz, tá tão legal q eu bem queria q ela sentisse um pouquinho!"... como o Sr. sabe ela ñ entra no meio, mas não permitiram chegar até ela... msm assim percebi que foram mandadas energias meio q "escondido" pq não deixaram nem ficar no cantinho lá.... tb lembro que mandou vibração p/ a engoma... e voltou p/ o meio... legal, foi SHOW!!!
    Saí de lá com bte dor na perna direita, mas estava tão agitada q a última coisa q eu lembrava era q tinha perna, hehehehe.... Em compensação na terça eu mal conseguia andar.... passei terça e quarta assim... a princípio pensei ser 100% muscular, afinal uma criaturinha sedentária q passa dias e noites trabalhando no PC, com aquele agito todo de segunda... hehehe... Mas me perguntaram assim "Tá, se é muscular pq só a direita?"... Essa dor pode ter sido de energia???
    Brigadinha... beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  53. (Afrânio)

    Pai Fernando,

    Seo Zé Pilintra trabalha na linha de preto ou de exú? pode uma entidade trabalhar nas duas linhas?

    ResponderExcluir
  54. Andréa Destefani24 de maio de 2009 00:17

    Bom isso é um sinal de quanto o TPM é um lugar democrático, pois mesmo assim o sr. divulga este curso no site. Aliás, estava vendo recentemente uma entrevista no Jo Soares em que a entrevistada Cristine Miterrand certa vez falou ao seu marido ,quando era primeiro ministro da França, que ao conhecer os índios sulamericanos, e toda a sua história em visita ao Brasil, chegou à conclusão que somente estes índios entendiam e praticavam a verdadeira democracia e que os europeus deveriam conhece-la. Da forma que a Umbanda vem crescendo meu pai, e sei que já há uma série de terreiros na Europa, quem sabe não acabamos por influenciá-los? Fiquei pensando sobre esta coisa de linha dos políticos,e nesse comparativo, então a nossa é a mais séria que existe: a linha dos caboclos. Saravá nossa Umbanda!

    ResponderExcluir
  55. E é justamente oq eu estava pensando em perguntar rsrs, eu sempre tive um interesse mt grande em Apometria, em maiores detalhes sobre...no site do terreiro até tem um texto sobre um curso q pensei em fazer...
    Tem uma situação q sempre acontece qnd estou com a Vó que me deixa com medo, pq sei q os mediuns não devem "puxar" entidade na corrente, mas por varias vezes ela pedium a mão de alguem para ajudar a levantar e o médium saiu encorporando, ou foi colocar o pé inteiro no chão de pessoas no meio q estavam só com a ponta e a pessoa caiu ali msm, pq isso acontece?
    E queria saber sobre a linha dos Boiadeiros, eu sempre quis saber se existem Boiadeiras pq nessa linha nunca senti vibração de Boiadeiro, é smpre ela q vem, e sinto ela como uma moça mt bonita e alegre, dae uma vez me disseram q é uma Baiana, pode então essa mistura de linhas?
    Abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  56. Afrânio, seo Zé trabalha na linha da esquerda como exu, na de pretos velho e ainda na linha dos baianos. FMG

    ResponderExcluir
  57. Isamara, sem misturar linhas. Baiano é baiano, boiadeiro é boiadeiro. FMG

    ResponderExcluir
  58. Thiago, às vezes o pai de santo de engano ao jogar o obi, mais talvez pela aproximaação das entidades perto da pessoa. Existem outras situações e é bem normal jogar outra vez quando existe a duvida. Peça para jogar novamente. FMG

    ResponderExcluir
  59. Eita! Já tem isso tudo!!!! Tô atrasada.rs

    ResponderExcluir
  60. Boa Noite a todos!
    Obrigada meu pai...
    Aline minha irmã Baiana ( agora tenho uma irmã Baiana e duas Curitibanas...Todas agregadas..rsrs)

    Então falando de Chakras. Os Chakras que estão em desalinho podem somente serem regulados pelas próprias entidades.Ou pessoas que tem o estudo do Reiki ou da Cromoterapia. Essas pessoas tem toda a capacidade de alinhar os Chakras.
    Não recomento nenhuma pessoa que não saiba a tentar fazer esse trabalho( muito menos eu), porque ao invés de ajudar pode atrapalhar e muito!
    Saravá amiga e irmã.

    ResponderExcluir
  61. Demorei mas cheguei!
    Minha pergunta é bem objetiva.
    Pai Fernando, eu sou uma pessoa que vive com cada coisa em seu lugar. A familia em seu lugar, o trabalho em seu lugar, o lazer em seu lugar e a Umbanda em seu lugar.
    Porque algumas pessoas tem muitas interferências espirituais no seu dia a dia? Devido a essas interferências fora de hora larguei a Umbanda por duas vêzes...Ser macumbeira não é tão fácil quanto parece...Ufa!
    Será que é porque tenho tantas dívidas pretéritas assim?
    Eu por merecimento tive esclarecimentos de 3 vidas anteriores e posso dizer com toda prova que não fui nada, nada boa.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  62. Gostei da resposta sobre Apometria...Nada que as entidades não saibam fazer...
    AXÉ.

    ResponderExcluir
  63. mas oq faço então? pq soh sei q eh uma entidade feminina, e vem junto com os Boiadeiros, porém quando é chamado Baianos, dae vem outra entidade, vem um Baiano...eu trabalho com 2 Baianos? ele e ela? será q um dia vem um Boiadeiro?
    e qnt a Vó? "Tem uma situação q sempre acontece qnd estou com a Vó q me deicha com medo, por varias vezes ela chamou algum medium da corrente para pedir alguma coisa ou para ajudar ela a levantar, e o medium sai encorporado, e já aconteceu com pessoas da assistencia qnd estão sentadas no meio, de pegar nos pés para coloca-los inteiros no chão, e a pessoa cair, pq isso acontece?"
    e eu queria tbm refazer a pergunta do Clau, sobre Exu Mirim, se existe Exu Mirim feminino, e como eles são chamados então, Exu Mirim msm?
    nossa qnt pergunta junto rsrsrs
    Abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  64. Luna, as interferencias espírituais acontecem no dia a dia porque a pessoa é medium. Isso é normal. Aprendi com o Pai Maneco que o passado deve ser deletado. Não se preocupe com vidas anteriores. FMG

    ResponderExcluir
  65. Isamara, nunca vi exu mirim feminino, embora se existir não tem nada de anormal. Percebo que vc está atrapalhada com as incorporações. Fale com o dirigente e ponha as coisas em ordem. Eles, os dirigentes, estão lá para isso. Infelizmente o que responder sem ver, poderá ser errado. FMG

    ResponderExcluir
  66. Luna, meus cumprimentos. Saber é inclusive saber quando não se sabe. FMG

    24 de Maio de 2009 08:26

    ResponderExcluir
  67. Pai Fernando obrigada.Tenha certeza que não falarei algo que não saiba.
    To indo para praiaa!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  68. Olá Pai Fernando,
    tenho lido diariamente o blog e aprendido muito.Mas,lá vai duas perguntas bem simples.
    1.O que é jogar o obi?
    2.Para que serve?
    Abraços e um bom domingo.

    ResponderExcluir
  69. acho muito linda as guias que os médiuns usam.
    Observei que umas são bem simples,outras coloridas e com contas lindas.
    Quem determina as cores e "modelos"?
    Essas guias são como um escudo protetor.Precisam ser energizadas constantemente?Por que elas arrebentam?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  70. Georgiana, obi é uma semente de origem africana que a Umbanda copiou do Candomblé e serve para revelações, inclusive saber o Orixá que rege a pessoa. Quanto as guias elas servem para proteção dos médiuns e as cores variam de acordocom o orixá. Tem guias de caboclo, pretos velhos, ogum, xangô e assim por diante. FMG

    ResponderExcluir
  71. Olá Pai Fernando,

    tenho acompanhado o Blog desde o início, está maravilhoso! Parabéns por mais esta iniciativa.

    Adoro a Umbanda pés no chão, bem como a desmistificação da Umbanda, ou seja, um não aos mistérios e mistificações. Porém, por mais que seja uma dúvida simples, me perguntaram e eu não soube responder: Pq um padrinho (amaci, casamento, batizado) não pode ser de linha neutra ou quimbanda?

    Quando a pergunta é: Pq exú não pode ser padrinho? A minha resposta normalmente é: os padrinhos devem ser da Umbanda caboclo(a) ou preto(a)-velho(a). Mas esta pergunta já foi direta, sem me deixar escapatória.

    Obrigada,
    Lilian

    ResponderExcluir
  72. Pai Fernando,depois que é revelado a pessoa o Orixá que rege.O que a pessoa deve fazer?
    Estou com vontade de saber o meu.

    Beijos

    ResponderExcluir
  73. Dr. Fernando, agradeço muito pelas boas vindas.Li sobre a saída do médium na corrente no tópico que o sr. me indicou e entendi bem a resposta, que na verdade era o que eu imaginava, ou seja, uma religião tão maravilhosa, que trabalha com espíritos de luz e voltada para a caridade, não poderia mesmo trazer o mal a ninguém. Mas queria lhe dizer que eu fiz essa pergunta porque várias entidades já me disseram que eu tinha que trabalhar na corrente. Uma inclusive disse que era pra eu camboná-lo. Mas fico com dois corações porque eu admiro muito o trabalho que é feito na Umbanda. Frequento o terreiro há mais de um ano e acho que se faltei 3 segundas-feiras foi muito.ME SINTO INCRIVELMENTE BEM LÁ! Sinto inclusive uma baita gratidão porque já fui muito auxiliada quando precisei. MAs não sei se estou preparada... sei também que a minha família não ia aceitar muito bem, o que é contornável, até porque a liberdade de religião é até um direito garantido pela Constituição! Mas claro que é uma situação chatinha que eu teria que superar. Como o senhor vê os convites feitos pelas entidades? Como saberei se está na hora de trabalhar mesmo? Um grande abraço, Carolina.

    ResponderExcluir
  74. Pai Fernando, entrei há pouco tempo na corrente e ainda não sei muuuuita coisa, por isso, vou perguntar sobre o que estou em dúvida hoje:
    - Ultimamente, quando vou dar o passe a algumas pessoas, sinto uma tontura muito grande. O que acontece?
    - Eu me sinto protegida quando estou no terreiro, mas, às vezes, quando estou fora, parace que sugam minhas energias, eu fico fraca, dá tontura, enfim. Depois de um tempo, dependendo da intensidade, passa. Como acontece a proteção do terreiro? E dos médiuns, não só durante a gira?
    - Como trabalham as entidades nas linhas de Oxum, Iemanjá e Iansã?
    - Para uma entidade ter seu objeto de trabalho, é preciso que ela peça ao médium? Por exemplo, outro dia eu trabalhei a primeira parte do trabalho com uma entidade da linha de Iemanjá e ela queria uma agüinha pra dar os passes. Ela fez um concha com a mão esquerda e sempre passava a mão direita para dar o passe, como se fosse pegar água. Eu preciso esperar ela pedir um coité, um cadinho de porcela, etc, pra ela poder trabalhar com sua agüinha?
    Obrigada desde já!
    Mucuiu, meu pai.

    ResponderExcluir
  75. Pai Fernando, como posso fazer guias de proteção para o povo daqui de casa? Para Manuella e para Mauro?
    Tenho as minhas de médiuns, mas essas ficam guardadas para futuras giras.

    ResponderExcluir
  76. Lilian, agradeço o incentivo e seja bem-vinda ao blog que na verdade é de todos nós. No ritual da Umbanda quem toma a frente é sempre o Caboclo e o Preto Velho,e por isso eles é que têm que ser sempre as entidades que mandam. FMG

    ResponderExcluir
  77. Pai Fernando,peço licença para tambem chama-lo desse modo.Onde pode ser entregue uma oferenda para preto velho?

    ResponderExcluir
  78. Georgina, como os orixás têm grande influência no perfil das pessoas, é bom que vão entendo suas aptidões naturais e também se conhecendo vai modificando as marcas ruins. Leia no site www.paimaneco.org.br a influencia dos orixás nas pessoas. E também depois de conhecido o Orixá mandante a pessoa passa a lhe fazer o culto através de amalaás. FMG

    ResponderExcluir
  79. Pai Fernando

    no dia que fui jogar o Obi com Mãe Jô eu soube meu Orixá, mas o ajuntó não foi dito.
    No caso para eu saber o ajuntó necessásrio jogar mais uma vez o Obi, correto?

    Obrigado Pai!

    ResponderExcluir
  80. Andréa Destefani24 de maio de 2009 18:09

    Pai Fernando queria saber a sua opinião sobre uma questão mais filosófica do que prática. Qual o sr acha que deva ser o parâmetro pra nossa evolução espiritual? Pengunto ao sr isto porque fico pensando que talvez nosso propósito espiritual evolutivo seja em primeiro lugar o entendimento, palavra que o sr. mesmo incutiu de uma boa forma na minha cabeça, e depois a caridade. Será que evoluímos quando entendemos mais do que quando somos caridosos? Porque na caridade em si já há uma recompensa.Outra pergunta em cima disto, será que este mesmo padrão, se for este, se aplica à evolução das entidades? Será que elas também procuram um entendimento maior na Umbanda?

    ResponderExcluir
  81. Pai Fernando, o senhor viu minhas perguntinhas? :o)

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  82. Pai Fernando, o Orixá que rege a pessoa é sempre o mesmo do seu Pai de Cabeça?

    ResponderExcluir
  83. Carolina, é comum as entidades fazerem convites para entrar na gira, mas o livre arbitrio é sagrado. FMG

    ResponderExcluir
  84. Raquel, ficar tonta é pela vibração do Orixá, nada para se preocupar. No decorrer do tempo isso vai desaparecendo. As entidades de Iemanjá, Oxum e Iansã trabalham só com a energia dos Orixás. Seria bom falar antes com um capitão para ele atender vc durante a incorporação e ver o material necessário. FMG

    ResponderExcluir
  85. Alexandra, onode não tem um lugar preoarado, como no terreiro, para entregas dos pretos velho é em um campina. FMG

    ResponderExcluir
  86. Vc esqueceu de dar seu nome, em todo caso vou explicar: no nosso terreiro não costumamos dar muita importancia para os ajuntós, aliás um termop que eu particularmente não gosto. Se o Orixá for feminino, tem que jogar para saber o Orixá masculino. FMG

    ResponderExcluir
  87. Andréa, acho que para a evolução espiritual não existe cartilha. O entendimento antecede a caridade, mas o entendimento de Deus e do respeito ao semelhante. Da religião, pouco importa saber. As entidades, segundo elas contam, estão trabalhando sempre para evoluirem. FMG

    ResponderExcluir
  88. Denise, desculpe-me mas acho que me perdi. Da para postar novamente? FMG

    ResponderExcluir
  89. Boa Tarde Pai Fernando

    Gostaria de saber porque no terreiro do pai maneco, nas giras de exu, eh proibido homens receberem pomba giras e mulheres receberem exus.

    Existe diferença de trabalho da entidade so pq nao corresponde ao sexo (genero) da pessoa?



    Atenciosamente
    Fernanda Nycia

    ResponderExcluir
  90. Carlos, o pai de cabeça tem que ser sempre da linha do Orixá masculino que rege a pessoa. Se for Orixá feminino o principal, tem que saber o masculino. FMG

    ResponderExcluir
  91. Fernanda, vc está totalmente mal informada. Homens receberem pombas giras nãlo tem nenhum problema e quanto aos exus incorporarem em mulheres isso é bem comum. Pode dar uma vaia no teu informante. FMG

    ResponderExcluir
  92. Luna, as guias de proteção devem ser orientadas por uma entidade em um terreiro e elas devem ser imantadas pela entidade. FMG

    ResponderExcluir
  93. Patricia Sabadin24 de maio de 2009 19:20

    Pai Fernando, por que algumas entidades pedem determinadas roupas para trabalhar? As roupas tbem são consideradas elementos de trabalho?
    Vemos muitos Exus que trabalham com a energia do alcool e que bebem whisky, mas se o medium não quer beber e a entidade vai usar o alcool como elemento no ponto, tem necessariamente que ser o whisky ou poderia ser uma outra bebida?... não sei se me expressei bem... A entidade solicita pra trabalhar a bebida tal, mas se não vai beber e vai ser utilizada a energia do alccol, tem que ser aquela bebida que a entidade pediu, ou qquer bebida pode ser utilizada?

    ResponderExcluir
  94. Boa noite pai Fernando. Tenho uma dúvida...Tendo em vista que a mediunidade algo que todo ser humano tem. Porêm uns afloram de modo e outros de outro.
    Pode a missão mediúnica passar de pai para filho?
    Axé

    ResponderExcluir
  95. Pai Fernando, então é normal, por ex, por uma questão de equilíbrio do médiun, que ele seja regido pelo Orixá Oxóssi, e seu Pai de Cabeça seja um Caboclo da linha de Ogum?

    ResponderExcluir
  96. Acho que não fui muito clara no meu questionamento. Eu fico tonta quando já estou com a entidade, não durante a vibração. Não são com todos os consulentes que isso acontece, parece-me que são com aqueles que precisam de mais força.
    Vou repetir uma das perguntas: Eu me sinto protegida quando estou no terreiro, mas, às vezes, quando estou fora, parace que sugam minhas energias, eu fico fraca, dá tontura, enfim. Depois de um tempo, dependendo da intensidade, passa. Como acontece a proteção do terreiro? E dos médiuns, não só durante a gira?
    Não existem caboclas nas linhas de Oxum, Iemanjá e Iansã?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  97. (Afrânio)

    Prezado Pai Fernando,

    Na incorporação de Iemanjá, Oxum e Iansã os médiuns ficam rodando, como se tivesse numa ventania ou no chão tipo se banhando.

    No caso essas manifestações são de caboclos/caboclas ou de um elemental , se é que se trabalha na Umbanda com eles incorporando; tornando mais claro: quem são esses que se manifestam nos médiuns na incorporação dos Orixás ditos femininos?

    Obrigado pela atenção sempre!!!!

    ResponderExcluir
  98. Claro!!! Obrigadinha!!
    "Pai Fernando, na gira de boiadeiro fui ficando estranhamente mal humorada, sentia um peso de boiada em cima dos meus ombros... em determinado momento fechei os olhos e vi um campo verde muito lindo, mas muito lindo mesmo... e alguém cavalgando de costas, os cabelos balançavam com o vento e tinham um brilho impressionante... que cena mais linda!!!! Nesse momento pensei "Meu Deus, será q é uma boiadeira? Será q existe??? (Lhe pergunto, existe?? hehe)
    Depois, a mãe Lucília me viu e percebeu q eu não estava legal, veio, auxiliou e incorporei (Primeira vez, hehehe)... não questionei nada, deixei rolar pq "a coisa" tava muito legal... Eu via tudo, mas não tinha controle dos movimentos e direções, a entidade foi p/ onde quis ir... fez a vibração no meio para o pessoal q estava sentado, em alguns mais que outros... Em determinado momento pensei na minha mãe, pensei assim "Putz, tá tão legal q eu bem queria q ela sentisse um pouquinho!"... como o Sr. sabe ela ñ entra no meio, mas não permitiram chegar até ela... msm assim percebi que foram mandadas energias meio q "escondido" pq não deixaram nem ficar no cantinho lá.... tb lembro que mandou vibração p/ a engoma... e voltou p/ o meio... legal, foi SHOW!!!
    Saí de lá com bte dor na perna direita, mas estava tão agitada q a última coisa q eu lembrava era q tinha perna, hehehehe.... Em compensação na terça eu mal conseguia andar.... passei terça e quarta assim... a princípio pensei ser 100% muscular, afinal uma criaturinha sedentária q passa dias e noites trabalhando no PC, com aquele agito todo de segunda... hehehe... Mas me perguntaram assim "Tá, se é muscular pq só a direita?"... Essa dor pode ter sido de energia???
    Brigadinha... beijinhos!!!"

    + Beijinhos...

    ResponderExcluir
  99. Pai Fernando, peço licença p/ escrever para a Carolina... :o)

    Carolina, eu conheci o TPM ano passado, em julho, mais precisamente 24 de julho... cheguei lá por conta de um problema de saúde e desde então se faltei uma ou duas vezes foi muito, é mais fácil eu ir mais de uma vez na semana q faltar... hehe... Ainda no final do ano passado comecei a ouvir "Filha, tá na hora de entrar na corrente"... sempre tive convicção que entidades de luz nunca iriam querer meu mal mas como sou um tanto teimosa queria q acontecesse qdo essa vontade fosse de dentro p/ fora. E fui indo semanalmente... levando um amigo... uma amiga... e o tempo foi passando.
    Em uma aula da Mãe Jô eu perguntei p/ ela como a gente sabia que era o "tempo certo" de entrar na corrente, e ela me respondeu que o tempo certo é o tempo que nosso coração diz que quer estar lá, mas q temos que tomar cuidado para não passar do tempo. Um amigo muito querido me dizia q eu estava fazendo pós em assistência, hehehe...
    Praticamente todas as noites eu voltava (e volto) ao TPM, de branco, em sonho. Aí, tem umas 4 semanas, eu pensei assim "Pq ir dormindo se eu posso ir acordada? Pq não ir de branco se eu tô lá sempre de verde, azul?" No meu caso a cor da roupa era só um detalhe, pq me sinto umbandista desde sempre... meu coração escolheu a umbanda e meu espírito encontra alegria em estar lá (acordada e dormindo, hehe).
    Uma das coisas q mais me impedia de "ir de branco" era minha mãe, que AMA ir lá, mas é católica e por algum motivo irracional não aceita lá muito bem eu ir "de branco".
    Mas sabe, ouvi de um Preto Velho assim "Filha, a vida é tua!! A escolha é tua!!" e nossa, por mais q eu já soubese disso, como ouvir foi bom!!! hehehe...
    Tenho ido "de branco" nas giras de segunda feira, e é tãaaaaaaaaao bom, mas tão bom!!! hehehe...
    Tô falando por mim, tá? Ouvi diversas entidades falarem o mesmo q te falaram, quis esperar q a vontade fosse minha, quis esperar p/ fazer essa escolha pelo amor q tenho em estar lá e não pela "pressão" do "tem que"... e foi a melhor coisa, acho que foi no momento certo! No meu momento certo! :o)
    EU acho que esse "tempo certo" depende de nós... e como uma vez a mãe Lucília me falou "O importante não é o tempo que demora, mas sim que quando escolher, faça com segurança e amor".

    Desculpinha Pai Fernando, escrevi demais, né? :o))))

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  100. Olá Pai Fernando.
    Me tire uma dúvida:
    Um médium da corrente me disse que uma entrega, trabalho dado por uma entidade deve ser feito em até sete dias. Isso é verdade? Se não tive a oportunidade de realizar o trabalho por motivos externos no tempo de sete dias, não devo nem tentar mais? rs.
    Pergunto isso pois recebi a orientação do boiadeiro que trabalha com o sr. de fazer uma entrega no rio, mas infelizmente ainda não pude fazer a entrega. E agora?
    Abraço, Izabella.

    ResponderExcluir
  101. Patricia:
    As roupas fazem parte da construção da energia do médium com as entidades, mesmo a branca que só é usada nos trabalhos. Veja que quando a pessoa desencarna essa roupa deve ser descarregada pela imantação que ela tem. Agora quanto a bebida, o espirito pede a bebida que op médium gosta. Esquisito, não é? No toco o marafo é a bebida indicada. O resto é papo. FMG

    ResponderExcluir
  102. Luna, não creio que possa acontecer isso. A missão é individual,mesmo que duas pessoas tenham que cumpri-la juntos. Mas não é caso de tipo legado. FMG

    ResponderExcluir
  103. Carlos, talvez eu não tenha explicado bem. Se o Orixá regente for Oxossi, e desta linha que tem que ser o pai de cabeça, nunca de outra, como vc falou de Ogum. FMG

    ResponderExcluir
  104. Raquyel, eu expliquei como vc postou agora. Vc fica tonta com a entidade, porque a vibração dela deu um choque, o que, na continuidade vai desaparecer, inclusive quando é o caso que vc falou de estar fora do terreiro. Isso é comum, não tem consequencias ruins. As caboclas se manifestam nessas linhas femininas sem nenhum problema, sendo isso muito comum. FMG

    ResponderExcluir
  105. Denise, energia não causa dor. Ela com certeza é dor muscular causada pelos movimentos que a energia gerou em vc. Existem boiadeiras, a mais conhecida é o espirito da Maria Bonita, largamente chamada e eu não sei porque. FMG

    24 de Maio de 2009 23:03

    ResponderExcluir
  106. Denise, este blog já não é mais meu, é nosso. Imagine quando que vc poderia conversar com a Carolina se não fosse dessa forma. Acho que temos a liberdade de falar. Dificilmente eu deixo de publicar um comentário, o que me deixa feliz porque demonstra qualidade ética de quem dele participa. FMG

    ResponderExcluir
  107. Izabella, o número 7 é um limitador na Umbanda. Tudo tem que ser 7. 7 dias é marca de tempo e o tempo no espaço não existe. Sugiro que vc faça a entrega porque acho que vc tem um problema, sem o que a entidade não mandaria fazer o trabalho. E no rio é bom porque leva embora as coisas que nos incomodam. Então não é por ser 7 ou 10, mas o quanto antes vc fizer mais cedo vc ficará livre do problema. FMG

    ResponderExcluir
  108. Entendi Pai Fernando.
    Só queria tirar a dúvida, pois às vezes por motivos externos não consigo realizar a entrega nesse tempo, ainda mais sendo na beira do rio...mas farei o quanto antes.
    Obrigada e abraço.

    ResponderExcluir
  109. Rsrsrsrsr!!!
    Painho, sabia que correria este risco! Nao deu pra postar ne?!!!rsrsrsrs
    Mas fica o pedido...nao chama o cara de volta, viu?!kakakakakaka!!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  110. Denisinha!!!!
    Você nao me contou que deu este show de rodeio na gira dos boiadeiros!!!!rsrsrsrrs
    Beijinhos!!!!

    ResponderExcluir
  111. Sabe mesmo quando estou na Assistência fico feliz em algumas vezes perceber q minha ajuda é válida... na quinta estava com minha mãe na assistência, qdo veio uma moça e falou assim "Minha mãe pediu para te procurar, pq eu estou incorporando uma entidade atrás da outra com os pontos cantados"... peguei ela pela mão e pedi a uma pessoa da gira chamar um capitão para orientá-la... ou então alguém me vê e pede p/ mostrar onde é o Jardim dos Orixás, para quem acender a vela... Coisas q faço com todo carinho em qquer dia q eu esteja lá no terreiro... isso me faz um bem danado. Fico feliz em pensar q ajudo um pouquinho. Sempre me disponibilizo para ajudar no que eu posso... por msn, orkut, pessoalmente... é tão bom, né? :o)

    ResponderExcluir
  112. Mucuiu Painho!

    Entao sera que da para falar um pouco desta linha do cangaço sertanejo? Qual a finalidade destes espiritos? Eles trabalham voltados para qual necessidade dos encarnados?
    Lampiao e Maria Bonita...eles sao duas figuras que povoaram as minhas historias de infancia. Meu avô que viveu no sertao e era boiadeiro antes de casar com minha avo, me contava historias incriveis, povoadas de humor misturada à dor e sofrimento. Eles eram amados, odiados, mas acima de tudo admirados.
    Saber que hoje eles fazem parte da umbanda me deixa mais proxima do meu avô... nao sei bem explicar porquê. Ai, ai, gostaria de encorporar o povo do cangaço!!!!

    ResponderExcluir
  113. Pai Fernando, não sei pq, mas antes de procurar explicações espirituais para as coisas, sempre busco as explicações materiais (como no caso da dor muscular q eu achava ser isso msm, hehe). É muito errado agir assim????

    Quando uma entidade nos pede p/ bater a cabeça, faz diferença se a batemos no lugar que estamos ou no congá? Pergunto pq em 2 momentos diferentes aconteceu comigo... no primeiro a entidade pediu p/ bater ali msm aonde eu estava. E na segunda a entidade disse que queria q fosse no Congá.

    Obrigadinha. Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  114. Luna, obrigada pelo esclarecimento. Porem, diga-me: Tem alguma sensaçao diferente no nosso corpo, aonde possamos perceber se estamos ou nao com os chacras desalinhados? Alguma dica?
    Nao quero viajar na maionese, mas sinto que talvez esteja com o chacra laringeo com alguma deficiencia e meu corpo esta dando sinais...seria possivel isto, ou desencano?
    Beijos irma! Tambem sinto muita saudade!

    ResponderExcluir
  115. Pai, se um dia coincidir de estar em Curitiba e ter gira de boiadeiros, sera que eu poderia ter um contacto com meu avô? Pode parecer infantilidade e nao quero tomar tempo e espaço de outras pessoas que podem estar mais avexadas que eu...Mas tenho uma saudade do meu vô boiadeiro...e gostaria que ele estivesse proximo da linha da umbanda. Ja falei com ele em sonho, inclusive sobre nossa religiao, mas acabo sempre esquecendo um pouco do que se passou durante a noite. Você acha possivel realizar este sonho?
    Beijo

    ResponderExcluir
  116. Painho,
    Todas as linhas tem elementais, ou somente as linhas femininas?
    Pode explicar mais claramente o que sao e para que trabalham estes elementais?
    Beijo

    ResponderExcluir
  117. Painho,
    Voltando la em cima, nas perguntas sobre descarrego:
    Para descarregar alguem necessitado, precisamos estar no terreiro? Precisamos estar incorporados?Podemos somente pedir ajuda aos nossos guias e colocar "as maos à obra"?...Como proceder exatamente?

    ResponderExcluir
  118. Pai,
    Quando um medim começa a receber suas guias de Preto, Caboclo, etc...? Tem algum criterio, algum tempo de espera?
    Como se da esta trajetoria?

    ResponderExcluir
  119. Pai Fernando

    quero so fazer um comentário...

    estava lendo a msg da Luna - "Tendo em vista que a mediunidade algo que todo ser humano tem. Porêm uns afloram de modo e outros de outro" - lembrei que ha algum tempo estava assitindo, no programa do Jo, uma entrevista com a Ana Carolina (cantora) e ela falou uma frase que achei ótima..." mediunidade, homossexualidade e voz, todo mundo tem...uns desenvolvem e outros não!"
    Talvez seja um pouco radical rs, mas sempre quando falo da umbanda ou de mediunidade e alguem me pergunta "será que eu tb sou medium?" eu falo dessa entrevista pq pra mim é uma ótima resposta...eu acredito que todos são mediuns, podendo essa mediunidade se manifestar de diversas maneiras, mas vai de cada um desenvolver ou não.

    acho que meu comentário ficou enorme!!rs

    Mariana Meister

    ResponderExcluir
  120. Pai,
    Na minha primeira ( e unica por enquanto) incorporaçao na linha de pretos (as) velhos, tive uma vontade doida de dançar e brincar com as pessoas...Ate que dançei, porque é bem verdade que descobri ha algum tempo que gosto de dançar, mas na hora de brincar com as pessoas da corrente, segurei minha onda.rsrsrs
    Mesmo levemente envergada, senti uma força que de jeito algum parecia de um idoso. Porque sera que me senti assim? Tem uma explicaçao?
    De qualquer jeito, adorei!!!!

    ResponderExcluir
  121. Andréa Destefani25 de maio de 2009 00:32

    Pai Fernando gostaria que o sr. falasse um pouco das obrigações que temos que fazer no terceiro ano. Sei que temos que fazer um amalá ,mas a partir de que momento é contado esse tempo? Sei que devemos fazer amalás sempre que tivermos vontade e que for necessário,mas estas obrigações fazem parte da ritualistica. Depois desta primeira obrigação, de quanto em quanto tempo deve ser feita?

    ResponderExcluir
  122. Aline, os cangaceiros são chamados às vezes para limpar o terreiro,no caso os chefes Lampião e Maria Bonita. O povo brasileiro tem uma tendencia para cultuar nossos bandidos como heróis.Com todo respeito para nossa famosa dupla, acho melhor eles ficarem onde estão e deixar o terreiro para gente menos famosa. FMG

    ResponderExcluir
  123. Denise, eu só posso aceitar um fenomeno espiritual só depois de esgotadas todas as possibilidade materiais. Bater a cabeça é onde estiver, salvo se vc for bater a cabeça para o congá. FMG

    ResponderExcluir
  124. Mariana, bem interessante a frase que vc mencionou e é isso mesmo. Mediunidade é questão de querer desenvolver. Não ficou nada longo o texto, escreva quanto e quando quiser. FMG

    ResponderExcluir
  125. Andréa, eu naãao faço obrigações contando por anos. Ano é tempo e tempo não existe. Então, fazer o que e por que? Acho que a obrigação com nossos Orixás devem ser feitas todos os dias. FMG

    ResponderExcluir
  126. Aline,os elementais existem em todas as forças, desde a terra, o ar, o fogo e água. No caso das vibrações de Iemanjá, Oxum e Iansã, são as ondinas. FMG

    ResponderExcluir
  127. Bom dia a todos!
    Bom dia Pai Fernando. Percebo que tem muitas pessoas com medo da mediunidade ou da incorporação. Existe a possibilidade do pai de santo adiar algumas mediunidades para benefício do médium?
    Boa semana para todos nós!

    ResponderExcluir
  128. Pai Fernando existe no TMP cursos aberto para as pessoas da assistência? Tipo: cursos de mediunidade, como funciona entre outras...
    Pergunto isso porque quando participamos assiduamente de uma assistência de um terreiro geralmente é para posteriormente fazer parte da corrente. Mas muitas pessoas ainda tem seus medos e dúvidas...Por isso a pergunta.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  129. Pai Fernando uma pergunta... A mediunidade de cada indivíduo se manifesta de uma maneira. Um médium que está começando na sua caminhada espiritual deve começar de que forma?
    Porque pergunto isso...A minha mediunidade começou de uma forma muito violenta, e com isso me ví com a necessidade de logo trabalhar. O estudo e o aprendizado veio no dia a dia e com as esperiências vividas ao longo do tempo.
    Hoje com a religião mais aberta e mais divulgada vejo muitas pessoas em seu começo buscarem de uma forma acelerada respostas que não seria o tempo certo. Parece que pulam etapas. E com isso a quantidade de informação deixa a pessoa cada vêz mais confusa e até mesmo em conflito.
    O que o senhor poderia nos dizer a respeito desse começo?
    E eu mesma que estou aprendendo muitas coisas de uma Umbanda que estou vivendo agora.
    Obrigada meu querido pai.

    ResponderExcluir
  130. Pai Fernando;
    O Batismo (não sei qual o termo utilizado na Umbanda) está aberto à todas as pessoas; independentemente se estão na corrente ou não? Se sim, como é a realizada?
    Um abraço muito carinhoso.

    ResponderExcluir
  131. Aline:
    Para descarregar alguém deve ser feito no terreiro ou na natureza, mas nunca diretamente na pessoa. Começas que vc não deve chamar a atenção de ninguém para isso, salvo se a pessoa pedir, caso então que facilita recomendar um terreiro, ou fazer uma entrega, passear na mata,pisar na chão de terra, banhar-se no mar e aí por diante conforme o caso. FMG

    ResponderExcluir
  132. Aline, não existe critério para iniciar o desenvolvimento. As entidades incorporam independente de qualquer ordem.

    ResponderExcluir
  133. Luna:
    Muitas vezes deve ser controlada a incorporação em beneficio do médium. Isso é comum, mas não inibir a pessoa de forma inconveniente. Ao contrario, deve ser de forma sutil e delicada.
    Todos nossos cursos são abertos a todos, inclusive da assistência. Curiosamente muita gente da assistência faz os cursos, sempre estão presentes, mas querem entrar na corrente. Isso eu acho ótimo, porque para ser umbandista não precisa estar dentro da corrente. Como aqui no nosso terreiro não temos segredos e a pratica da nossa Umbanda é visível a todos, as pessoas sentem-se como se estivessem dentro da corrente. Inclusive no encerramento da gira, antes de fecha-la todos os presentes entram no terreiro para se juntarem aos médiuns.
    Cada\caso é um caso. Eu acho que atualmente as pessoas recebem mais atenção no desenvolvimento de suas mediunidades. Na verdade ninguém precisa apanhar para aprender. Acho mais corretovaprender para não apanhar. FMG

    ResponderExcluir
  134. Marta, a Umbanda está aberta para todos. Para combinar um batismo é só conversar com os dirigentes. FMG

    ResponderExcluir
  135. Com sua permissão meu pai...


    Aline amiga. Não se prenda a isso. Os sinais dos Chakras em desalinho podem se apresentar de diversas maneiras. Doenças constantes na mesma área...Se eu fosse colocar possíveis sintomas seriam muitos...Mas se vc está sentindo algo diferente no seu laríngeno faça uma harmonização.
    Veja no site do TPM no Chakras e a umbanda e veja a cor para harmonizar a área da garganta..
    Bjs nega!

    ResponderExcluir
  136. Andrea Destefani25 de maio de 2009 11:39

    Todas as religiões neste mundo, históricamente falando, tiveram um processo evolucionário. Os segmentos religiosos que assim não procedem ficam estagnados em seus radicalismos, o que se torna uma coisa perigosa até. Eu pessoalmente acredito que com nossas entidades e com os orixás acontece exatamente isto que o senhor descreveu: temos obrigações todos dias. Acredito muito que o sr. é uma pessoa visionária, até pelo que construiu até hoje. Pelo que o sr. presenciou até hoje, como que o sr. vê a Umbanda daqui a trinta anos?

    ResponderExcluir
  137. JOÃO EMERSON DA COSTA25 de maio de 2009 11:41

    PAI FERNANDO,DANDO UM TOQUE PRA A LINE E PRA QUEM MAIS QUISER,...ALINE INCORPORO UM PRETO CHAMADO PAI JOAQUIM DA PEDREIRA,ELE SEMPRE CHEGA ALEGRE RISONHO BRINCANDO COM TODOS QUERENDO ARRANCAR UM SORRISO DE TODO MUNDO QUE ELE VÊ,SEM ESTAR TRISTE OU CANSADO,É CARINHOSO E ME DA UM TRABALHO POIS QUER FALAR COM TODO MUNDO.QUANDO EU CAMBONEEI O PAI FERNANDO,UMA VEZ CONHECI O PAI LUIS DE XANGÔ,E VI ELE ALEGRE SORRIDENTE,E COM O RETRATO DELE ENTÃO NÃO FICA DÚVIDA NÉ,QUE BOM QUE O ESPIRITO DE PRETO VELHO QUE SE MANIFESTOU EM VC TEM SEMELHANÇA DE COMPORTAMENTO COM O QUE TRABALHA COMIGO,FICO ALIVIADO...AXÉ MINHA AMIGA/IRMÃ BAIANA..

    ResponderExcluir
  138. Andréa:
    Pessoas me cobram que eu quero mudar a Umbanda. Não é verdade, eu não quero nada, mas se ela não mudar vai acontecer o que vc disse, vai ficar estagnada. Eu não sou pessoa que possa mudar a Umbanda, nem tenho essa pretensão, mas alguns fatos ficam evidentes, principalmente o reconhecimento da diversidade na Umbanda. Pena que isso é falado mas não é respeitado. Eu sou umbandista de coração, não teria outra religião onde pudesse ter o contato com esses espíritos de luz. Não estou na Umbanda como um aventureiro, muito menos como curioso ou em busca de um conforto pessoal. Ao contrário, sou, sou e sou umbandista e isso ninguém pode me tirar. Mas, quando se fala em sacrificios animais, cobranças por serviços prestados, imposição do medo pelos dirigentes, fumar e beber, dois vicios que hoje eu não suporto, não só porque estou com péssima qualidade de vida pelo fumo como perdi montes de pessoas que eu amava por causa da bebida. Não sou um praticante descuidado, ao contrário, exijo erxplicações de tudo principalmente por eu as dou quando me pedem. Mironga de congá é papo de dirigente burro. Eu não sou assim e se a umbanda que eu pratico não pode ser enquadrada dentro odo direito da diversidade, com certeza eu estaria fora dela. Vc perguntou o que eu acho da Umbanda daqui trinta anos. Eu acho que ela ficou 100 anos parada, com seu umbigo preso na Africa, e eu não sei porque, considerada religião afro brasileira. Em menos de um ano ela tornou-se brasileira e dirigentes já não se sentem constrangidos em tentar modernizar seus conceitos. Então estou animado para prever que daqui trinta anos estaremos fortes e respeitados. Estou confiante. FMG

    ResponderExcluir
  139. Pai Fernando, ainda com relação as guias, gostaria de saber sobre a que chamamos de Guia Mista(multicolor). Acredito que tenha a função de termos em uma só as guias de diversas linhas, uma vez que fazer uma guia para cada linha não é algo muito barato além de deixar o pescoço muito pesado... Gostaria de saber qual cor corresponde a cada linha em suas 8 partes existentes? Obrigado pelo Blog!!!

    ResponderExcluir
  140. Andréa Destefani25 de maio de 2009 12:42

    Bonito.
    Eu acredito que a sua forma de pensar é um alicerce de padrões éticos da Umbanda. E isso não é um elogio, é uma necessidade. A Umbanda tem que crescer baseada em padrões morais bem estabelecidos. Nós médiuns não podemos ser, bem como as entidades, "formatados" para fazer amarrações, iniciar demandas, brincar de aprendizes de feiticeiros. Nossos pés na terra têm que nos lembrar de quem somos, quais são os nossos propósitos e quais as expectativas que temos com relação ao futuro.
    Eu como filha 'exclusiva' do TPM, porque não aprendi nada em outros terreiros, confesso que nunca ouvi este termo "mironga de congá". Desculpe minha ignorância, o que é isso?

    ResponderExcluir
  141. ...ACREDITO PAI FERNANDO QUE O SENHOR TA QUEBRANDO TUDO QUE ERA TORTO,ESCURO,MÍSTICO DEMAIS,E ESTÁ TRAZENDO ISSO PARA A LUZ.POR ISSO A UMBANDA PRATICADA NO TERREIRO DO PAI MANECO É CLARA,LIMPA E TRANSPARENTE.COMEÇA COM O TERREIRO BEM ILUMINADO,BEM AREJADO,AGORA POR SUA DETERMINAÇÃO SEM FUMACE DENTRO,OU O MÍNIMO POSSÍVEL,POIS QUEM VAI EM BUSCA DE SAÚDE,OU DE TENTAR TER AJUDA PARA DEIXAR VÍCIOS ,NÃO PODE ENCONTRAR UM AMBIENTE CHEIO DE OPORTUNIDADES PARA A MANIFESTAÇÃO DO DESEJO,SEJA BEBIDA OU CIGARROS,ENFIM...TENTO SEGUIR MUITO SUA LINHA,POIS SE COMIGO FUNCIONOU( A CURA DEFINITIVA DE UM TUMOR),SEM O SENHOR OU QUALQUER ENTIDADE SUA BEBER OU FUMAR,...VAI FUNCIONAR COM TODOS...POR FIM...A UMBANDA QUE SE TRANSFORME EM AREIA,QUE NINGUÉM CONSIGA PRENDÊ-LA MAIS EM CONCEITOS CENTENÁRIOS,QUE ELA ESCORREGUE SEMPRE DA MÃOS DE QUEM TENTE SEGURAR,AREIAS TB SÃO PEQUENOS FRAGMENTOS DE MONTANHAS,O GRANDE QUE SE TORNA PEQUENO PARA QUE POSSAMOS TOCAR,...ACHO ISSO DO SENHOR PAI FERNANDO...HOJE FINALMENTE SEU APRENDIZADO ESTÁ POR DIVERSOS CANAIS AO ALCANÇE DE TODOS....SARAVÁ PAI MANECO....

    ResponderExcluir
  142. Caramba! Quanto conhecimento aqui!
    Então, também tenho uma pergunta Baba:
    Médiuns que incorporam no Terreiro e têm atitudes contraditórias na vida como roubar, invejar, cobiçar, usar os ensinamentos da Umbanda para se beneficiar, entre outras coisas;
    Estes podem desequilibrar uma gira?
    beijo

    ResponderExcluir
  143. Andréa, quando perguntam alguma coisa ao pai de santo ele diz que é mironga de congá, ou seja, segredo que não pode ser revelado. Essa é a intenção do termo. FMG

    ResponderExcluir
  144. Normalmente a guia de proteção é feita com missangas miudas que custam barato e não pesam. FMG

    ResponderExcluir
  145. Alice, seja bem-vinda. Claro que os médiuns que têm uma vida cheia de vicios dificilmente podem ter um comportamento equilibrado dentro da gira, mas isso não quer dizer que eles não possam recuperar sua vida errada. Essas qujestões também são filtradas pelas entidades. FMG

    ResponderExcluir
  146. Pai Fernando, tenho uma pergunta, ou melhor, algumas, em relação a falange da Panteira. Pelos trabalhos, vemos que eles vem par fazer uma limpeza nos trabalhos, geralmente após trabalho de demanda. Porém, minha dúvida é: qual a diferença entre a limpeza dessa falange e por exemplo das iansãs, oxuns e iemanjás? elas também não têm essa mesma função? a limpeza das panteiras é para "descarregar" situações mais dificeis? beijo

    ResponderExcluir
  147. Pai Fernando...Esqueceu da minha resposta?
    Bjs

    ResponderExcluir
  148. JOÃO EMERSON DA COSTA25 de maio de 2009 13:56

    PAI FERNANDO,EM UMA GIRA DE CABOCLO,ENQUANTO SEU UBIRAJARA TRABALHAVA NUMA PESSOA,SEU PENA BRANCA E SEU ROMPE MATO DE OLHARAM.E NA HORA ,FORAMAJUADR NO TRABALHO DO OUTRO CABOCLO.PERCEBO QUE A INTEREÇÃO DAS ENTIDADES NO TERREIRO,E QUE ISSO AO MEU VER FORTALEÇE MUITO OS TRABALHOS.NÃO SEMPRE MAS VEZ OU OUTRA UMA ENTIDADE PEDE AUXILIO A OUTRA PARA UM PASSE,OU TRABALHAR UMA VELA,ISSO É BOM REALMENTE PARA OS TRABALHOS?OU CADA UM NO SEU PONTO?TENHO RECEIO QUE AO SOLICIDAR AJUDA DE OUTRA ENTIDADE SEJA MAIS RECEIO DE MINHA PARTE DOQUE MANFESTAÇÃO DA ENTIDADE.PERGUNTA:ENTIDADE PODE PEDIR QUE OUTRA AJUDE EM ALGUM TRABALHO?

    ResponderExcluir
  149. Fernanda, vou tentar fazer uma divisão, mas por dedução. os panteras fazem limpeza de espiritos pesados, ruins, conscientes que estão desencarnados e conscientes das coisas ruins que fazem. É tipo resto de demanda. A força de Iemanjá limpa os residuos de detritos energeticos que ficam no terreiro, como pequenas sobras. Oxum levam esses tipos de detritos.Iansã leva as entidades que não são más e estavam por um motivo ou outro apegadas às pessoas. FMG

    ResponderExcluir
  150. João, claro que as entidades trabalham juntas. Aliás quando são riscados pontos de trabalkho é exatamente para pedir a outras falanges que ajudem no trabalho. FMG

    ResponderExcluir
  151. rsrsrsrs...Etha blog bombando!!!

    Pergunto sim!

    Pai Fernando uma pergunta... A mediunidade de cada indivíduo se manifesta de uma maneira. Um médium que está começando na sua caminhada espiritual deve começar de que forma?
    Porque pergunto isso...A minha mediunidade começou de uma forma muito violenta, e com isso me ví com a necessidade de logo trabalhar. O estudo e o aprendizado veio no dia a dia e com as esperiências vividas ao longo do tempo.
    Hoje com a religião mais aberta e mais divulgada vejo muitas pessoas em seu começo buscarem de uma forma acelerada respostas que não seria o tempo certo. Parece que pulam etapas. E com isso a quantidade de informação deixa a pessoa cada vêz mais confusa e até mesmo em conflito.
    O que o senhor poderia nos dizer a respeito desse começo?
    E eu mesma que estou aprendendo muitas coisas de uma Umbanda que estou vivendo agora.
    Obrigada meu querido pai.

    ResponderExcluir
  152. JOÃO EMERSON DA COSTA25 de maio de 2009 14:27

    PAI FERNANDO,PSCICOLOGOS DIZEM QUE TODOS NÓS TEMOS UMA CRIANÇA INTERIOR,UMA FASE QUE VIVEMOS E ESTÁ LÁ.INCORPORAR É UM APRENDIZADO CONSTANTE,PERCEBO QUE O ERÊ QUE TRABALHA COMIGO,NÃO FICA CHORANDO,OU BERRANDO,OU MAIS PREOCUPADO COM DOCES DOQUE COM AS PESSOAS.ESTE É O PONTO COMO SABER NUMA INCORPORAÇÃO DE ERÊ QUE NÃO ESTOU DEIXANDO MINHA CRIANÇA INTERIOR SAIR AO INVÉS DE DEIXAR O ERÊ TRABALHAR?....OQUE SINTO QUE PARA ERÊ O TRABALHOE TÃO SERIO QUANTO PRA AS OUTRAS LINHAS...

    ResponderExcluir
  153. Luna, cadacaso é um caso. Eu acho que atualmente as pessoas recebem mais atenção no desenvolvimento de suas mediunidades. Na verdade ninguém precisa apanhar para aprender. Como vc disse bem hoje existe uma umbanda mais ao alcance das pessoas, muitos estudos e descobertas novas para lidar com a mediunidade, o medo do sobrenatural está desaparecendo e as pessoas buscam mais diretamente nas casas que trabalham com o espiritismo a explicação para seus problemas. E recebendo as explicações e orientações, os descontroles mediunicos são abafados. Acho que as informações confusas que vc menciona hoje já não são tão confusas assim. É uma nova época, a Umbanda está largando suas fraldas e vestindo a farda que defende seus filhos. E todos os brasileiros são filhos da Umbanda. Eu acredito nisso. FMG

    ResponderExcluir
  154. João, não se preocupe. Deixe as coisas acontecerem. FMG

    ResponderExcluir
  155. O Sr pode falar um pouco mais sobre o batismo na Umbanda? Principalmente quando ocorre antes do amaci.
    grato
    abraco
    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  156. Andréa Destefani25 de maio de 2009 15:29

    Eu pensava exatamente igual ao João. Até que o dia em que eu estava lá incorporada e veio uma senhora falar com o ere que eu recebo e ele se negou a falar com ela. Reclamou muito que aquela senhora vive pedindo a ajuda deles e quando chegam na casa dela se machucam muito porque tá tudo fora do lugar.Ele falou que eles iam ajudar ,mesmo estando de mal com ela. Ela começou a rir e disse que tinha que colocar os móveis no meio da casa porque estava pintando por dentro,mas da próxima vez que pedisse algo ia informar como estava a casa. O ere ficou mais calmo e a senhora feliz por saber que estava sendo atendida. E eu , eu vi que não era eu,hehe...
    Na dúvida, que eu acho normal, eles é que acabam por provar pra gente a força que têm(e a paciência conosco também).

    ResponderExcluir
  157. Paizinho! o peso que falo não é o correspondente a massa e sim a reponsabilidade. Ficou faltando responder qual cor corresponde a cada linha em suas 8 partes existentes? Obrigado.

    ResponderExcluir
  158. Na verdade são os sete Orixás e mais a transparente que em nosso terreiro simboliza o anjo da guarda. Então: branca leitosa, vermelha, verde, marrom, azul, amarelo escuro, amarelo claro e transparente. FMG

    ResponderExcluir
  159. Sidney, o ritual do batismo é para considerar a pessoa dentro da religião. Ele é parecido com o do catolicismo, e pode ser feito em qualquer pessoa, que não é o caso do Amaci, que é para abrir o chacra coronário e criar o alguidar que é alimentado pelo dirigente. FMG

    ResponderExcluir
  160. Patricia Sabadin25 de maio de 2009 23:15

    Pai Fernando, esse blog tá BOM DEMAIS.
    Adoro!!!

    ResponderExcluir
  161. Pai Fernando, ai que saudades do bloguinho!!! Vir aqui é uma rotina diária e um jeitinho de sentir o Sr um pouquinho mais pertinho!!! :o)))

    Então... hj estava eu cantando e me pediram p/ concentrar qdo vi já tava lá cumprimentando Seo Akuan... hehe... Apesar de toda minha teimosia assumida e princ medo das entidades virem e ficar naquele sobe desce "dando trabalho" p/ td mundo, tem sido bem diferente, sinto que estão chegando firmes e bem focados... mas tb percebi que hj qdo eu começava a pensar demais a entidade começava a girar. E meu "pensar" era bem específico... hehe... Pq tudo parecia tão firme, tão certo, tão claro q eu pensava "Nossa!! Será q assim mesmo?"... Lhe pergunto, é assim mesmo??? hehe... Sempre ouvi que numa incorporação a entidade chega e o médium "vai sentar num quartinho escuro"... é normal essa "naturalidade"? Aconteceu como se fosse uma coisa de anos... hehe... como se eu fizesse isso a tempos... e tirando a transpiração, percebi a respiração diferente da minha e essas giradinhas.... hehe... algumas q percebi claramente ser p/ me deixar tontona e outras q parecia ser devagar, como se estivesse trabalhando mesmo, não sei explicar....
    O q mais me surpreendeu (e enche de dúvidas, hehehehe) é essa naturalidade... caminhei pela vibração q foi outro ponto crítico pq perguntava o motivo de escolher um ou outro e não ir em todo mundo, hehe...
    A sensação é de q era alguém grande e forte, maior q eu... mas não mal humorado e nem carrancudo, parecia algo q era muito "nós", não consigo explicar bem em palavras... mas não era nem completamente eu e nem completamente "o outro"... mas um "nós" bem agradável de sentir e com uma naturalidade tão grande q às vezes eu pensava "Ai Senhor, será q ñ é fantasia da minha cabeça?" e dae... vinha uma energia e da-lhe girar....
    É por aí mesmo????? :o)

    Beijinhos e obrigadinha....

    ResponderExcluir
  162. Denise, são boas essas declarações de pessoas iniciantes para mostrar a todos que a incorporação é uma coisa que acontece com muita naturalidade. FMG

    ResponderExcluir
  163. Andréa Destefani26 de maio de 2009 11:07

    Já que o tema é livre e é um blog democrático tenho algumas coisas a dizer.Ontem o Pai Fernando testou todos os filhos de corrente, e aparentemente todos estão com uma saúde cardíaca boa,pois senão tinham enfartado.Fugindo de todas as regras estabelecidas na umbanda e seguindo o que ele tem escrito aqui fez com que todos os filhos da corrente colocassem a mão na sua coroa. Acho que foi o primeiro pai de santo no mundo a fazer isto.O Pai Fernando tem uma mironga de congá, que ele mesmo me ensinou aqui que é um segredo que não pode ser revelado, e eu não consigo entender: como é que um pai de santo pode ter TANTO amor pra dar pelos seus filhos? Mistério....

    ResponderExcluir
  164. Andréa, o meu segredo é não ter segredo. Tudo às claras envolve as pessoas no clima da confiança, do respeito e do amor. FMG

    ResponderExcluir
  165. Oi Joao!!!
    Que bom descobrir que tenho afinidade com mais uma das suas Entidades iluminadas!!!
    Diga-se daquele Exuzao maravilhoso da capa roxa, que fiquei "estacionada" uns cinco minutos observando-O e do Caboclo da Praia, carinhoso e amigo, que tenho gana de deitar no Seu colo...

    Confesso que nesta minha primeira passagem de Preto(a?) Velho, tinha duvida se nao deixei que a minha ansiedade de incorporar nesta linha (afinal, minha raiz é totalmente negra, estava vibrando de alegria pelo "reencontro"!!!!!), tivesse me levado à algum animismo. Esperava me sentir arqueado,ofegante, cansado...sei la, ja presenciei medium la no terreiro, que tinha de ser ajudado pelos irmaos corrente para caminhar! E eu la,com minha entidade querendo dançar, cheia de energia... Que bom que você relatou tuas experiencias, me tirou uma grande duvida.
    Beijao irmao e obrigada mais uma vez pela amizade!

    ResponderExcluir
  166. Pai fernando! Bom dia!
    Bom queria uma explicação!!
    Queria saber o pq de não comer carne vermelha nos dias de trabalho?! e o banho de descarrego serve pra limpar então ao meu entender o certo seria tomar pouco antes de começar o trabalho, mais aquelas pessoas (assim como eu) que tomam o banho de manhã pois não tenho tempo de ir para a casa antes de ir pra gira... o banho faz algum efeito? sendo que pegamos a carga do dia todo...

    ResponderExcluir
  167. Luna,
    Vou olhar com carinho este assunto da harmonizaçao pois ainda estou sentindo a garganta...mesmo com o mundo de medicaçao ja ingerida...Mas vou te ligar para ouvir sua opniao.
    Painho, se me permite comentar, essa menina "Lua", de Yemanja, sabe passar amor e confiança às pessoas. Que bom que ela é sua filha, sendo assim, é minha duas vezes, irma!
    Sarava!

    ResponderExcluir
  168. Pai Fernando, o Sr. poderia comentar sobre a Linha das Almas? Gostaria de saber como essas entidades se portam e qual sua principal área de atuação.
    Já vi um ponto onde chamam as almas cuja qual me despertou curiosidade.
    Agradeço desde já.

    ResponderExcluir
  169. Rafael, não se come carne para que sua energia não vá ficar depositada no perispírito do médium e vá atrapalhar durante o trabalho. Mas já que vc perguntou vou acrescentar ainda que o mesmo dano que a carne pode causar, o cigarro e o sexo também. O ceerto seria entãonão haver sexo 24 hs antes do trabalho e no minimo umas seis hs antes não ser fumado nenhum cigarro. FMG

    ResponderExcluir
  170. Bea, vou pedir licença para falar sobre a linha das almas sómente quando eu postar um comentário especial sobre ela. FMG

    ResponderExcluir
  171. Daniela Fernandes26 de maio de 2009 14:59

    Pai Fernando, aproveito este tema livre para tirar uma dúvida que fiquei depois do trabalho de mata. Chamaram o Cabolco Ventani, que sempre pensei ser um caboclo de Xangô, mas aí vieram todas as Insãs. Fiquei na dúvida se ele deveria então ser um caboclo de Iansã e não de Xangô
    Axé
    Daniela Fernandes

    ResponderExcluir
  172. Boa tarde Pai Fernando,
    Mesmo distante da gira, tive a nítida sensação de ter sido "atendido" na noite passada (enquanto dormia). Muito Obrigado!
    Como isso é possível..??

    ResponderExcluir
  173. Mucuiu, Pai Fernando!

    Apesar de acompanhar o blog desde o início, esta é a primeira vez que posto um comentário. Participo da corrente de sexta-feira desde novembro do ano passado, e o blog tem sido uma grande ajuda para entender e aprender sobre a Umbanda! Tenho uma dúvida sobre a energia da carne vermelha: eu percebi que no amalá para os Marinheiros no trabalho de mata havia carne seca; entendo que este era um alimento típico e necessário nas viagens longas, mas minha dúvida é: a energia da carne no amalá é diferente da energia que a carne deposita no perispírito do médium (e que deve ser evitada)?

    Muito obrigada, e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  174. Daniela, o Caboclo Ventania é da linha de Iansã cruzado com Xangô, e isso, considerando que Iansã é o feminino de Xangô, nem poderia ser diferente. FMG

    ResponderExcluir
  175. Paulo, não vá se acostumar com isso, mas às vezes quando os médiuns não vão no terreiro os espiritos vão em suas casas. FMG

    ResponderExcluir
  176. Amo você Pai Fernando, a forma com que nos apresenta essa religião, é perfeito, é apaixonante. Amo a Umbanda! Cada dia percebo que tenho algo a aprender, a entender, e isso devo ao senhor.
    Não consigo imaginar como seria se conhecesse a UMBANDA por outro meio (terreiro), vendo de perto a ignorância dos que à condenam. O Sr. parece que sempre tem uma explicação, tomando iniciativas como: criar um site, um livro, um blog,... Desculpe, estou motivado, isso é o que mais me aproxima e facilita a entender e até pensar porque a umbanda foi tão "perseguida" em seu passado... É emocionante, e quando penso nisso, me dá vontade de te abraçar... porque o Sr. faz isso? Trazer uma religião a um nível extraordinário, a perfeição, Obrigado. de coração!
    Saravá Seu Akuan

    ResponderExcluir
  177. eu aprendi q no minimo 24 hrs antes do trabalho(q o certo seria durante o dia anterior inteiro do trabalho) mas no minimo 24 hrs, não se deve comer carne, fazer sexo, tomar bebida alcolica ou qqr outro tipo de substancia q altere a consiencia, brigar ou discutir...alem do cigarro q o sr mencionou tem mais alguma coisa q se deva evitar??? to fazendo certo?
    abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  178. Maureen, seja bem-vinda ao blog. Na verdade houve um equivoco na construção do amalá dos marinhos no trabalho, mas isso não vai mais acontecer, muito embora issonãová causar dano a ninguém. O que predomina é o principio. Não posso dizer que é a mesma coisa uma carne em um amalá e o médium comendo, porque no amalá não existe a obrigatoriedade de seu uso, como acontece com o médium trabalhando em uma gira. Não acho, pois, que tenha a mesma importancia, eu achando que no médium o perigo d é muito maior. FMG

    ResponderExcluir
  179. Pai Fernando, boa tarde.
    A Umbanda é uma religião com muitos fólclores e algumas lendas. Claro que com muita magia e força. Te pergunto: O estudo da Umbanda pode ser atrelado aos ensinamentos Kardequianos? Não na sua filosofia, mas na parte física que a doutrina explica.
    Entendeu???
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  180. Mucuiu meu pai! Sou nova na gira e vi as perguntas sobre as guias.
    Eu trabalho ainda sem guia e isso causa algum problema em relação as energias?
    Pois, depois de toda gira eu gosto de tomar um banho de descarrego e sinto-me mellhor.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  181. Isamara, é isso mesmo. Seria muito bom se todos procedessem assim. FMG

    ResponderExcluir
  182. Luna, essa é uma pergunta bem interessante. Temos que iniciar imaginando que os espíritos são iguais, sejam kardecistas, do espiritismo tradicional ou da Umbanda. As suas evoluções, comportamentos e necessidades não têm nada com as doutrinas pregadas aqui na terra, a não ser usa-las para nos ajudarem e assim conseguirem melhorar seus resgates cármicos. Outra colocação importante é que a Umbanda exerce o seu grande poder exatamente em espíritos que não são da Umbanda, nos espíritos tradicionais como os obsessores, os espíritos agarrados nos vícios que deixaram ao desencarnarem, os sexuais, os inimigos, os que vivem na escuridão e aí por diante. Aqui quero fazer um espaço para dizer que os espíritos da Umbanda são todos esclarecidos, não pela religião, mas pelo principio dela ser nova e organizada por espíritos escolhidos como representantes da religião brasileira, todos, pois, conscientes de suas responsabilidades. Dessa forma o estudo da Umbanda se volta para dois lados: o que dizem, pregam e fazem os espíritos da religião da Umbanda e como vivem, fazem sua parte espiritual e suas aptidões e seus vícios dos espíritos em geral. De comum, espíritos da Umbanda e do espiritismo kardecista ou tradicional, é que eles são iguas, são espíritos com corpo, duplo, perispirito e espírito, ou seja, são almas iguais. Para um blog eu tentei reduzir a explicação no que foi possível e, para encerrar – acho que essa primeira parte, convém sabermos que as várias moradas que Jesus pregou são as várias camadas espirituais que os espíritos ocupam, mas, percebam, que todas elas estão imantadas ao planeta terra, por isso, ocupamos todos nós, encarnados, desencarnados, evoluídos e não evoluídos, a mesma Casa, o nosso planeta Terra. FMG

    ResponderExcluir
  183. Milena, provavelmente é porque vc ainda não fez o Amaci, ocasião em que vc vai ganhar sua guia. O banho realmente é muito bom para limpar nosso perispirito. FMG

    ResponderExcluir
  184. JOÃO EMERSON DA COSTA26 de maio de 2009 19:04

    PAI FERNANDO:BEM OXUM CHORAR,É NORMAL..MAS ONTEM FOI UMA EMOÇÃO SÓ,A CORRENTE PRECISAVA DISSO,VER QUE O HOMEM PODE SER CRIANÇA,VER QUE NÃO EXISTE DISTÂNCIA,NEM TABÚ QUE SOBREVIVA AO AMOR...ONTEM NA GIRA DE PRETO OXUM DERREMOU SEU AMOR DE TAL FORMA ,QUE FOI UMA INUNDAÇÃO DE CARINHO,FELICIDADE,E EQUILIBRIO...A MONTANHA SE FEZ AREIA,E ASSIM TODOS PUDERAM TOCAR UM POUQUINHO.QUEM VIU...VIVEU...APROPÓSITO PAI FERNANDO....UMA VEZ ESTAVA NA GIRA DE TERÇÃ,INCORPORADO COM O PRETO VELHO(PAI JOAQUIM DA PEDREIRA)...E DERREPENTE E LE CHAMOUA CRIS MENDES,QUE APARECEU POR LÁ E DISSE...OXUM QUER TE AJUDAR....AI ELA DISSE:NOSSA MEU PAI ESTOU COM PROBLEMA NA GARGANTA MESMO,E ELE FALOUPASSOU MA VELA AMARELA COM FLOR DE LARANJA E MANJERICÃO,E PEDIU PRA ELA CONFIAR....E PELO VISTO D EU CERTO,NÃO SEI SE OXUM TEM HAVER COMA GARGANTA...MAS SE A DICA FOR BA....VAI NESSA ALINE....

    ResponderExcluir
  185. A Coroa do "coroa"

    Dona Maria Redonda pediu pra eu cantar um chamado de cura
    Para que o povo aprenda
    Nem que não entenda, mais fique a chamar

    A primeira vez que me emociei com Dona Maria Redonda ela chorou em seu ponto me contando um pouco de sua história.
    A partir daquele dia, sempre a saúdo respeitosamente como minha madrinha.
    Minha ligação com as pretas velhas é anterior a minha chegada na Umbanda.
    Foi uma delas que me apontou o caminho pela primeira vez quando ainda era criança.
    Confesso que naquele momento não prestei muita atenção no que ela me disse.
    Sábia mãe brasileira. A semente estava plantada.

    Ontem, durante o nosso trabalho, novamente Ela me trouxe a emoção de viver na Umbanda.
    A Preta Velha riscou um ponto lindo e usou um elemento inusitado para arrematar a sua mandinga...
    O que eu vi, enquanto estava incorporado, foi o Pai Fernando sentado numa tina de madeira na beira de um rio.
    Uma falange de pretos e pretas velhas, todos sob o comando de Dona Maria Redonda,
    davam um banho de perfumadas ervas no nosso querido Pai de Santo.
    O correnteza do rio levava, o Pai Maneco sorria.

    A energia dos pretos e pretas velhas é realmente sedutora e arrebatadora.
    Tranquila. Limpa. Azul.
    Sinto que eles não se deslumbram e muito menos se amedrontam com nada.
    Eles sabem aonde pisam e são donos daquele momento.
    Se o tempo realmente não existe eles já sabem disso. A muito tempo.

    Se já não bastasse toda essa maravilhosa energia, minha madrinha, depois do Pai Fernando se secar do banho, ordenou
    que todos da corrente fizesem uma fila e tocassem na Coroa do "coroa". Sensacional. Mais uma fronteira se rompeu.
    Esse passo só poderia ser dado pelo simbolo maior de humildade e força da Umbanda.
    E só poderia ser acatado por um Pai de Santo um tanto iluminado como é o nosso.

    Emocionado depois de mais uma incorporação linda e singular, fui embora vibrando e pensando se tínhamos
    conseguido a cura que a preta velha queria. Imaginei que se tratatava de um trabalho exclusivamente para o Pai Fernando.
    Depois de um sono curto e sereno, acordei sabendo que a cura foi para todos nós da corrente.

    Tocar na Coroa do "coroa", nos traz luz e esperança de podermos cada vez mais nos ajudar.
    Cada vez mais viver a Umbanda.

    Dona Maria Redonda, eu tenho aprendido e entendido a cada dia. Por isso mesmo pra sempre vou te chamar.

    Salve o Terreiro do Pai Maneco!
    Saravá meu querido Pai Fernando.
    Saravá minha querida Mãe Lucília.

    ResponderExcluir
  186. Patricia Sabadin26 de maio de 2009 20:16

    Pai Fernando... o Rafael perguntou "o banho de descarrego serve pra limpar então ao meu entender o certo seria tomar pouco antes de começar o trabalho, mais aquelas pessoas (assim como eu) que tomam o banho de manhã pois não tenho tempo de ir para a casa antes de ir pra gira... o banho faz algum efeito? sendo que pegamos a carga do dia todo..."
    será que o Sr. poderia comentar, pois tbem é o meu caso.

    ResponderExcluir
  187. Patricia Sabadin26 de maio de 2009 20:19

    Pai Fernando, porque houve equivoco no amalá para marinheiros? Não podia ter sido colocada a carne seca? Porque?

    ResponderExcluir
  188. Patricia e Rafael, desculpe-me mas eu deixei essa pergunta em branco. Claro que o ideal seria tomar o banco e ir para a gira,mas por razões perfeitamente compreensiveis é melhor tomar o banho da erva antes do deixar de tomar. Quanto a pegar carga, isso não é bem assim. Não se esqueçam da lei de semelhantes, então se vcs se mantiverem em nivel bom nada vai pegar em vcs. FMG

    ResponderExcluir
  189. Pai Fernando
    Eu, Maura, sou filha de Ogum, nesta encarnação ou Eu, como espírito, sou filha de Ogum – independente de quantas encarnações tenha vivido?
    O que percebo em mim e em alguns amigos é que as características do Orixá principal , na maioria das situações, são as que mais precisamos desenvolver. Será que estou percebendo errado? Se percebo certo porque isto acontece?
    É muito bom saber que sou guerreira. Porque me sinto assim só depois que soube que Ogum é meu pai? Será psicológico? rsrsrsrs
    Obrigada pelo espaço para colocar minhas dúvidas e por sua paciência em respondê-las

    ResponderExcluir
  190. Patricia, é que eu tenho batido bastante que a carne deve ser abolida do ritual da Umbanda, já não faço feijoada para os Pretos Velho para não usar a carne, a rabada de Xangô eu determinei que o terreiro não faça mais uso. Claro que nada de ruim vai acontecer se forem colocadas as carnes nas entregas, mas não é o que eu gostaria. Por outro lado abri uma exceção para os Marinheiros quando pedi para por no site o amalá deles e deixei um peixe dentre tudo. Eu não faço mais entrega de peixe e carne. A bem da verdade, eu não sou vegetariano. Tentei ser e durante dois anos perdi mais de 5 kilos não recuperados até hoje. FMG

    ResponderExcluir
  191. Maura, eu penso assim: nós nascemos de uma centelha Divina de origem Cósmica. Se essa centelha vem de Ogum (claro que esse nome é dado por nós encarnados) a nossa essencia sempre será Ogum. Vamos desencarnar, reencarnar e tudo outra vez e nossa essencia divina vai continuar a mesma. Eu também sou Ogum, e fanático. Visto a armadura e vou prá luta com quem vier. Posso até apanhar, mas vou. O que mais me esforço é para ter cautela nas decisões, quase sempre repentinas e por isso inseguras. FMG

    ResponderExcluir
  192. Meu pai, eu tenho uma facilidade imensa em sentir a vibração e mais ainda de incorporar, lógico que existe uns momentos que eu demoro mais a incorporar, porém sei que é por minha concentração e o fato de eu me soltar. Há umas semanas atrás eu estava com aquela dúvida que vários mediuns tem nas encorporações em relação a ser eu agindo ou a entidade, pois estava ocorrendo mais sutilmente e fui seguindo minhas intuições sempre com cautela e percebi que realmente são as entidades trabalhando, sendo o negócio se soltar e deixar as coisas fluirem. Além de perceber que as entidades começam a trabalhar primeiro pelo corpo com os movimentos e depois com intuições, porém que para desenvolver a mediunidade são etapas, mas gostaria de pedir conselhos em relação as intuições que tenho quando encorporo, pois ainda é novidade pra mim. E as vezes quando a entidade está trabalhando eu sinto vontade de beber algo, como na gira de preto-velho sentia a boca seca e sentia vontade de beber água e eu não sabia o que fazer.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  193. Milena, isso não é nenhum mistériop. Se vc sentir vontade de fazer algo, com certeza é a entidade que está pedindo, então vc deve pedir autorização para os dirigentes para atender o pedido da entidade. É assim que funciona. Isso é muito bom e vc está no caminho correto. FMG

    ResponderExcluir
  194. Realmente Marcio...Foi poético!
    Parabéns lindo demais.
    Axé.

    ResponderExcluir
  195. JOÃO EMERSON DA COSTA26 de maio de 2009 21:13

    PAI FERNANDO,COMO O PROBLEMA DA ALINE COM A GARGANTA TA SE ARRASTANDO...O SENHOR PODE DIZER SE OXUM TEM ALGO A VER COM GARGANTA?...OBRIGADO...

    ResponderExcluir