Assine aqui para receber atualizações deste blog

terça-feira, 26 de maio de 2009

TEMA LIVRE - 2

Na postagem do tópico " tema livre" nós passamos de 200 comentários, razão pela qual abro agora mais um tópico para continuação do primeiro. Neste tópico vou responder a pergunta do João sobre Oxum. A pergunta está lá no Tema Livre. FMG

195 comentários:

  1. João, não acho que o Orixá Oxum tenha alguma especialidade em doenças da garganta. Temos que considerar que todos as entidades seja Oxum ou Exu fazem curas materiais através do perispirito dos doentes. Sei que Oxum é o Orixá que cuida das mulheres que não podem engravidar. Normalmente uma entrega com esse pedido dá excelente resultado. Oxum também organiza a vida das pessoas, daqueles que têm mal relacionamento em casa, brigas, confusões, doenças ou vida atrapalhada. Uma entrega para ela faz com que as coisas das pessoas se organizem e posteriores trabalhos eliminam os problemas, um a um.FMG

    ResponderExcluir
  2. Pai Fernando, qual o motivo dos médiuns de um dia não poderem visitar as giras nos outros dias? A mãe Jô na aula disse que não haveria problema se tivesse a autorização do pai de santo da sua gira e do pai de santo da outra gira, mas pelo que entendi é só se a pessoa for de branco, né? Essa orientação é só por organização ou há algum outro impedimento?
    E pq não podemos ir, na assistência, nos outros dias de gira?

    Obrigadinha, Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  3. Ontem foi de fato muito emocionante, lindo, maravilhoso, indescritível.... Mas posso perguntar quem era que esteve lá visitando o Sr e q lhe deu aquele abraço tão emocionado????

    Desculpe a indiscrição... mas foi tão, tão, tão único... sei lá... algo que p/ mim foi tão emocionante, algumas pessoas falaram em cheiros... eu não sinto cheiro... se fosse para descrever diria "amarelo"... tenho aprendido a descrever os cheiros q penso em cores, louco né? Mas é mais ou menos assim.... qdo desmaiava digo q o cheiro me parecia verde, pq é assim q sinto ele... verde.... Ontem, para mim o "cheiro" era amarelo, sei q parece louco... desculpe... :o)

    Beijinhos e obrigadinha, Dê

    ResponderExcluir
  4. Boa noite pai Fernando.
    Uma certa vêz estava eu lá trabalhando com a preta e chegou uma consulente...A preta trabalha com velas branca e um copo de água ao lado e erva co colo. A cada atendimento ela usa uma vela para a pessoa. Sendo que dependendo da pessoa ela coloca a vela na tábua ou dentro do copo com água.
    Então lá vai a pergunta: Uma certa vêz a preta recebeu uma consulente e acendeu a vela. Mas de imediato ela disse a essa moça que não poderia atendê-la, entregando a pessoa para mãe de santo falando que teria que ser um trabalho para a esquerda resolver. Mas teve uma coisa que me chamou muito a atenção. A vela que a preta colocou dentro do copo...Em segundos a vela virou um "S"...entortou todinha.
    Uma determinada entidade pode passar o trabalho para outra linha, quando o trabalho não cabe a ela?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Pai. Estou lendo um livro chamado " Aconteceu na casa espírita"

    Tem uma parte que achei fantástica:

    No trabalho mediúnico muitos trarão os elogios, constituindo um dos mais graves obstáculos na mediunidade.Evita-os sempre e, se não puderes reporta os méritos ao Criador contentando-te, somente, com estímulo a continuidade da tarefa"

    Então lá vai a pergunta: Se todos somos seres espirituais passando por mais uma prova carnal o que o senhor me diz da mediunidade praticada pela ganância material? Estão com esses médiuns entidades ou seriam Quiumbas? Pois eles tbém tem seus poderes de magia e previsões.
    Axé meu pai.

    ResponderExcluir
  6. Pai Fernando e demais leitores deste blog:

    Concordo com a Andrea, no sentido de quase termos enfartado...
    Ainda bem que a coroa do "coroa" é que nem a corrente: de ferro e de aço!

    Mucuiú, Pai Fernando
    Axé

    ResponderExcluir
  7. Oi eu de novo!

    Pai Fernando o que é Roncó? Ví na entrevista sobre a casa TUCS de Curitiba no site PM.

    Lendo a entrevista feita pelos jornalistas do TPM vio uma dúvida...A herança espiritual. Se a mediunidade é individual como procede esse fato?
    Axé

    ResponderExcluir
  8. Pai fernando continuando na pergunta do João...e Iemanja?
    Ou melhor, e os outros Orixás, tem especialidades?
    Abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  9. Bom dia. Pai Fernando.
    Aquela música do anjo...Me guarde meu anjo, me abençoe meu anjo...De que é? É do encerramento? Da abertura da gira?
    rsrs. Acabei de sonhar que estava numa gira do Pai Maneco. Quem comandava era Mãe Lucília. Era uma gira de chão batido de barro. Tinha uma estrela no chão e toda gira cercada de flores. Eu estava na assistência de branco com as guias da casa. Então chegarm um bando de gente esquisita, com roupas bem vulgares e com cabelos em desalinho. Sentaram perto de mim e começaram a tentar fazer uma algazarra. Lucília interrompeu a gira para pedir que se acalmassem. Então começou a tocar essa música do anjo...Então comecei a chorar e vibrar com uma energia de muita tristeza. Uma médium que fica na parte da secretaria ( se bem me lembro quando fui ai) me pegou na assistência e me levou para dentro da gira. Mas fomos voando e caímos lentamente no chão batido de terra. E Lucília sorriu e falou: seja bem vinda! rsrsr
    Mas voltando a pergunta. Quando é cantada essa música no terreiro?
    Bjs e bom dia para todos nós!

    ResponderExcluir
  10. Denise, a minha orientação a todos os dirigentes é que permitam que seus filhos frequentem outras giras. No momento suspendi a liberdade de participarem da gira pelo excesso de médiuns e que se um participar duas vezes por semana vai preencher a vaga de outro, FMG

    ResponderExcluir
  11. Denise, foi o espirito de meu pai de santo Edmundo Ferro. FMG

    ResponderExcluir
  12. Luna, é o que eles mais fazem. Quando depende de outra linha eles encaminham o consulente. FMG

    ResponderExcluir
  13. Luna, se não me engano esse livro mostra um obsessor se fazendo passar por guia para destruir o centro. Isso acontece, e como disse o Diabo interpretado pelo Al Pacino, "a vaidade é o pecado que mais gosto" (acho que foi mais ou menos isso). E a ganancia espiritual também está presente em todas as religiões. Por isso que sou contra a cobrança de trabalhos espirituais. Mas fica o aviso das entidades que quem está pago naada mais pode receber. FMG

    ResponderExcluir
  14. É esse livro mesmo que estou lendo!

    Então...Pensando aqui em meus botões na manhã quente do Rio venho percebendo algo.
    Nesse tempo acompanhando dia a dia o blog e debatendo seus assuntos vejo que as pessoas estão se soltando mais. Declarando suas dúvidas e ansiedades ( como eu) E acima de tudo sendo mais próximas a um pai que cuida de todos sem distinção.
    As pessoas que só participavam lendo, agora estão postando...E repassando para outras pessoas como é edificante e fabuloso esse pedaçindo do TPM.
    Mas ainda faltam...Faltam muitas pessoas a participarem do blog e dividir cada conhecimento guardado, pois como disse em algúm tópico aqui, a dúvida de um é sabedorria para outro.
    Alguém já viu por ai um blog aonde vários paízes participam e debatem com um pai de santo com tanto conhecimento e transparência?
    Esse é o segredo de uma nova Umbanda que se espalha a cada dia. De uma forma clara e desmistificada.
    Saravá!!!

    ResponderExcluir
  15. Pai Fernandooooooooooo!!! Faltou eu, Mauro e Aline colocar a mão na coroa heim!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Pai Fernando tenho percebido a vontadade da amiga e irmã Aline em ajudar o próximo. Acredito fielmente que esse é o primeiro passo para ser um médium consciente do que irá fazer.
    Mas tbém percebo seu cuidado com ela.
    Então lhe pergunto: Se porventura eu Luna estando despreparada espiritualmente e de alguma maneira interferindo no estado espiritual de um outro ser humano, pode esse "problema" virar-se contra mim?
    Afinal de contas certos trabalhos devem ser feitos dentro de terreiros por terem firmeza e com várias entidades.
    Por isso não podemos tentar ser os " pais de santos" fora do terreiro?

    ResponderExcluir
  17. Para mim misterios que sao dogmas, mais afastam que encantam. Aqui vai mais uma questao: Ha de fato a recomendacao para que mediuns nao tenham relacao sexual desde o dia anterior a gira? refere-se ao sexo casual ou tb inclui as relacoes estaveis?


    um abraco

    Sidney Oliveira

    ResponderExcluir
  18. Andréa Destefani27 de maio de 2009 11:25

    Pai Fernando, estes tempos li um livro da Anne Rice chamado A Hora das Bruxas.Pois bem ,neste livro apesar de toda fantasia contida, conta a história de uma família e um obsessor que passa de geração para geração. Lá pelas tantas no livro a entidade malígna conta como ela veio pra este plano. A igreja católica distribuia panfletos para informar as pessoas como e o que eram rituais de magia ,para que soubessem reconhecer e entregar aos carrascos da inquisição.A primeira pessoa da família a ser obsediada fez um destes rituais. A entidade conta que antes de chamá-lo ele não sabia nem da sua própria existência e estava a "flutuar" na escuridão. A proximidade com este plano o fez gostar cada vez mais destas pessoas e causou um monte de tragédias para manutenção destes protegidos e sua própria manutenção na família.
    As minhas perguntas então são as seguintes:
    1.O senhor acredita que um obssessor possa não ter uma consciencia do que é?
    2.Podemos nos enganar por anos pensando em ter um protetor que na verdade é um obssessor?
    3.No livro dizem que a medida que as pessoas vão utilizando dos favores deste espírito ele vai crescendo em energia, chegando ao ponto de se tornar visível eventualmente a`pessoas estranhas. Nesse ponto fiquei imaginando quem seria o obsessor de verdade, o espírito ou a família que o usava,o que o sr. acha?

    ResponderExcluir
  19. Luna, respostas para duas perguntas:
    Roncó é o lugar onde se guarda os alguidares e os objetos sagrados do terreiro e dos pais e santo. É uma sala reservada para culto e onde os dirigentes fazem suas orações aos espíritos. Quanto a herança espiritual é uma forma de expressão. Não se refere a mediunidade individual, mas toda a estrutura de um terreiro. Acho que vc se referiu a Mãe Ana de Oxum. Ela, como mãe de santo e médium experiente recebe as entidades que forem necessárias. Inclusive as que se manifestavam a sua mãe de santo. No Terreiro do Pai Maneco a Lucilia, minha filha de carne, é a minha herdeira espiritual. Na minha falta ela receberá a incumbência de me substituir no Terreiro. Isso é estatutário e já declarado por mim. Além do terreiro ela vai me representar na minha família, onde todos fazem parte, mesmo os que não têm, o meu sangue. Bem, isso para daqui alguns anos... Até lá vão ter que me agüentar.
    Esse ponto do Anjo da Guarda, dado pelo Caboclo Akuan, é cantado antes de abrir a gira e sua finalidade é chamar nossos espíritos para virem cuidar de nossos corpos. É como aquele anuncio, “vários em um”. O simbolismo do sonho – talvez, porque eu não sei interpreta-los, seja que vc estava fraca e foram buscar as várias reencarnações da Luna, aí então, com toda força. Chão batido de barro, é bom explicar para quem não sabe, não é só um chão na terra, mas ele não faz pó e não suja nem roupa branca. É que existe um processo antigo que chão é queimado, depois de varrido limpo com sal grosso. Eu já fiz isso mil vezes e nunca deu certo. Mas é assim que se faz. FMG

    ResponderExcluir
  20. Isamara, claro que cada entidade tem uma força conhecida por nós e que deve ser esplorada.Iemanjá é a mãe, Ogum é o guerreiro e Xangô o justiceiro e Oxossi o que cura. É por ai...

    ResponderExcluir
  21. Luna, então espero vc, o Mauro e a Aline para fazermos uma baita gira e aí vcs fazem isso. FMG
    27 de Maio de 2009 11:42

    ResponderExcluir
  22. Sidney, o problema não é o só o sexo, mas a força dela impregnada no perispírito. Isso não é proibido, é só recomendado. Aliás no Terreiro do Pai Maneco é proibido proibir. FMG

    ResponderExcluir
  23. Luna, para evitar problemas eventuais é que nós estamos aqui no terreiro fazendo os trabalhos por vcs. Ou seja, vcs mandam os nomes e nós trabalhamos aqui. A ligação se faz através de vcs com as pessoas e nós garantimos que nada de ruim possa acontecer. FMG

    ResponderExcluir
  24. Ou como dizia caetano é proibido proibir...
    Minha questao se deu pq entendia que: como era uma energia bela e forte ajudaria ainda mais, resguardados os cuidados e a concentracao necessarios antes dos trabalhos.
    abracos
    sidney

    ResponderExcluir
  25. Tania Fittipaldi Bergstein27 de maio de 2009 12:33

    Pai Fernando

    Ha muitos anos, liguei para um médium não me lembro o nome agora, que reside em Brasilia, para pedir-lhe uma ajuda. Na ocasião ainda não estava no Terreiro. Li o Livro deste médium e achei que poderia fazer este contato, pedindo por uma pessoa . Este médium me respondeu que eu deveria procurar um lugar onde morava, pois se ele fosse trabalhar a distancia para quem eu havia solicitado, corríamos o risco da "vampirização", ou seja as energias ou o que fosse estar sendo enviado para a pessoa em questão poderia ser vampirizado pelo meio do caminho e ele não aconselhava. Ou a pessoa iria até lá para ser ajudada ou procurasse um lugar para atendimento na propria cidade. O Sr. Concorda que pode realmente ocorrer transformações, ou interferências de outros espíritos, não bons, no meio do caminho quando é realizado um Trabalho para alguem que está distante?

    ResponderExcluir
  26. Entendi todas as respostas Pai Fernando...Mas esse chão de barro que o senhor falou é extamente isso!É um barro batido que não sobe poeira e é da cor de uma barro claro.
    Obrigada pelas repostas!!!
    Axé.

    ResponderExcluir
  27. Tania Fittipaldi Bergstein27 de maio de 2009 12:43

    Pai Fernando

    Estou lendo um Livro psicografado do Baccelli, onde o médico de um sanatório, num dado momento está muto gripado, perto de ter uma pneumonia, é aconselhado por uma médium a cuidar-se melhor, pois como Ele lida com muitas energias negativas ( sanatório) está propenso a pegar mesmo esta pneumonia.
    Pergunto: Isto ocorre? O fato dele lidar com um trabalho cheio de energias negativas pode fazer com que uma gripe vire pneumonia? Este "se cuidar" a que ela refere-se, é ter alguns cuidados de ordem espiritual, como por exemplo "orar", coisa que ele não vinha realizando... Procede? Obrigada e bjs para o Senhor

    ResponderExcluir
  28. Andréa Destefani27 de maio de 2009 13:06

    Só quero acrescentar que o jeito que a Luna viu a gira no sonho, chão batido e flores em volta é exatamente como sinto a gira de segunda e inclusive com um teto de palha, sem paredes. Meu filho de apenas oito anos diz que o indio Akuan e o Pai Maneco trouxeram Aruanda pro TPM....
    Quero afirmar que a terceira energia formada pela entidade e seu médium faz sim toda a diferença.Saravá Pai Fernando!

    ResponderExcluir
  29. Olá Pai Fernando
    Olá Pessoal

    Paizinho...assim... de que forma podemos ajudar uma pessoa que tem uma mediunidade aflorada... mas que tipo assim, não aacredita... não aceita e não quer ir ao terreiro (mesmo que para tomar um passe)...
    Como podemos ajudá-la para que essa pessoa consiga lidar melhor com esses "sintomas"?

    Já o convidei por diversas vezes, mas ele diz que não gosta.. não quer ir e que não acredita ...

    Abraçossssssssssssssssssss
    Andressa Matos

    ResponderExcluir
  30. Tania, isso não vejo como possa acontecer. Dentro da lógica do espiritismo acho impossivel atravessar vampiros em vibração. FMG

    ResponderExcluir
  31. Pai Fernando,

    Gostaria que o senhor explicasse um pouco mais sobre a tronqueira, oq passa por ela e oq é barrado por ela, se for barrado vai para onde? a tronqueira se encarrega de encaminhar? e os que passam por ela, qual a diferenças desses?

    Obrigada

    Monique

    ResponderExcluir
  32. Tania

    Sempre vai ter gente de plantao complicando nossa vida e a espera de nossas duvidas, mas, felizmente, ha os que descomplicam e ajudam tb.

    Manter o misterio da uma aparencia de poder. mas so aparencia pq o poder verdadeiro é dado pela simplicidade e pela transparencia.

    Uma coisa eu sei, vampiros nao refletem no espelho e nao deixam passar a mao na coroa...

    abracos
    Sidney

    ResponderExcluir
  33. Tânia, claro que uma pessoa, seja da religião que for, se está lidando com o sofrimento e as energias baixas provocadas pelo medo e dor, tem suas defesas espirituais fragilizadas e isso abre a possibilidade de penetração de doenças fisicas. Fica só uma observação: uma vez o Pai Maneco disse que nenhum médico da terra dita uma receita ou faz uma cirurgia, sem uma assistencia espiritual. FMG

    ResponderExcluir
  34. Andressa, o exercicio do livre arbitrio é sagrado, mas se ele está logo vai pedir para vc leva-lo no terreiro. ATé lá não convide mais. FMG

    ResponderExcluir
  35. Monique, a tronqueira não leva ou prende ninguém, apenas evita a entrada de pessoas mal intencionadas. Muitas vezes até essa segurança não consegue segurar tudo.Normalmente em toda segurança de terreiro tem o Exu da Tronqueira que é uma entidade da linha vibratória do Exu Tranca Ruas. FMG

    ResponderExcluir
  36. Andréa, segue adiante as respostas.

    1. O obsessor a consciência que é desencarnado e do que está fazendo. Aqueles que não tem conhecimento que desencarnaram e estão próximos apenas por uma atração vibratória não podem ser considerados obsessores. Quem sabe para substituir o feio termo “encosto” possamos dizer espíritos inconscientes.
    2. Se as pessoas são enganadas pelos amigos, imagine pelos espíritos. É só eles quererem que as pessoas caem embevecidos pelos favores recebidos.
    3. É certo que a aceitação de favores especiais compromete a pessoa que fica à mercê de um poder mentiroso, falso e interesseiro. É a corrupção espiritual. Muitas vezes essas benesses trazem um desejo de mais e mais e aí a entidade obsessora fica senhora de tudo e se enraíza com um poder que dificilmente será tirada dali. Isso explicasse porque a obsessão é mutua, ou seja o obsessor se torna obsediado. Um segura o outro. O que não vi razoabilidade é a entidade se tornar visível. Acho que isso só pode acontecer em duas situações: ou é visível a um médium vidente ou se materializa o que seria um trabalho de efeitos físicos. FMG

    ResponderExcluir
  37. Pai Fernando a pessoa que incorporou o seo Edmundo Ferro, poderia nos explicar como foi a sensação da vibração dele???
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  38. Pai, quero deixar aqui os parabéns para esta turma...Ana Tezza, Caroline Lipca, Eliana Diniz, Fabiana Bassetti e Marcus Vinícius Fagundes.
    A reportagem no site sobre o terreiro da Anna ficou muito boa e clara.
    Achei bacana esta idéia de mostrar a cara da Umbanda de Curitiba. Espero um dia ver matérias de todo o Paraná e do Brasil.
    Saravá!
    Fabi, vc tbm esta nessa? Adorei!!!
    Lu

    ResponderExcluir
  39. Marcio Bellé, fica por tua conta responder para a Luna. FMG

    ResponderExcluir
  40. Andrea Destefani27 de maio de 2009 15:56

    ótima essa Sidney.....nenhum vampiro deixa passar a mão na coroa....espero que tenhamos sido "infectados" pelo amor do nosso Pai Fernando.....

    ResponderExcluir
  41. Recado postado acima da Mãe Lucilia para a turma da reportagem. FMG

    ResponderExcluir
  42. Pai Fernando, o que vem a ser "Hierarquia Espiritual Alta"? Uma pessoa nasce "predestinada" a ser mãe/pai de santo? Se sim o que determina isso é essa "hierarquia alta"? Esse tipo de coisa é hereditária? Por exemplo, o filho/a de sangue de um pai/mãe de santo tb será um pai/mãe de santo?

    Obrigadinha, beijinhos Dê

    ResponderExcluir
  43. Denise, nunca ouvifalar em "hierarquia alta". Onde vc leu isso? Já não topo hierarquia quanto mais a alta. Descendentes de pai ou mãe de santo só terão essas tarefas se quiserem. FMG

    ResponderExcluir
  44. Na verdade não li... eu ouço isso a anos com relação a minha mãe e ainda ouvimos, sempre dizem q ela tem uma "Hierarquia espiritual alta". E também que muitas pessoas podem "fugir" do caminho espiritual exceto os que são predestinados a ser pai/mãe de santo, me disseram q esses não tem escolhas.
    Por outro lado, apesar do que já falaram p/ minha mãe, q ela tem essa "hierarquia alta" e que deveria ser mãe de santo. Ela gosta, respeita, frequenta mas é sempre muito direta em afirmar q é católica e continuará sendo. Por isso mesmo minha dúvida. Pq não consigo ver e/ou sentir hierarquia, já não via antes de conhecer o TPM e agora então, menos ainda.... qdo ouço algo a rspeito lembro da hist da cça q perguntou ao Seo Akuan quem manda nele e quem mandava no Seo Rompe Mato...
    Por outro lado já vi acontecer a alguns anos atrás com minha mãe e já li relatos recentes que aconteceu com outras pessoas, de entidades virem 'bater cabeça' p/ ela e ao perguntar o motivo falarem dessa 'hierarquia alta'. O que me deixa confusa. :o)

    Beijinhos e obrigadinha

    ResponderExcluir
  45. Qto a obrigatoriedade dos descendentes, eu perguntei por conta de uma hist que li, de uma menina que a família possuía uma casa de umbanda, mas que antes dela nascer tinham fechado essa casa e que hj em dia, a menina msm estando numa casa de candomblé, as entidades que chegam batem cabeça p/ ela por causa das entidades dela, dizendo (novamente) esse lance de hierarquia alta.
    Essa menina me escreveu perguntando opinião a respeito, pq ela disse q ñ se sentia bem com a energia do sangue usado no candomblé. E eu respondi que se ela ñ se sentia bem q precisava primeiro buscar isso, estar num lugar q ela se sentisse bem. Mas que se ela tinha medo de mudar de casa e perder a deferencia das entidades q ela teria que trabalhar a humildade dentro dela. Fui grossa, né?

    Beijinhos e obrigadinha SEMPRE...

    ResponderExcluir
  46. Denise, vc respondeu como uma verdadeira filha da Umbanda. FMG

    ResponderExcluir
  47. Pai Fernando,

    me perguntaram e antes que eu fale baboseira, gostaria que o senhor nos explicasse o ritual inicial das giras de exú... a chamada de Omulu e Nanã, bem como a entrada da entidade atrás do congá com a toalha na cabeça.

    O que acontece nesse momento?

    Lilian

    ResponderExcluir
  48. Andréa Destefani27 de maio de 2009 19:43

    Pai Fernando eu gostaria de saber exatamente o que são larvas espirituais...pode parecer uma pergunta boba porque a gente as vezes consegue vê-las , senti-las e eliminá-las ao dar passes,mas ninguém até hoje soube me explicar o que são na verdade...

    ResponderExcluir
  49. Que alívio Pai Fernando, obrigadinha!!! :o)

    Pai Fernando, pq saudar a "Pemba e a Toalha"? Logo que comecei a ir no TPM ouvia essa saudação e nunca entendi exatamente o significado disso.

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  50. Ainda bem q é Tema Livre... vou perguntar mais uma coisinha!! :o)

    Pai Fernando, qdo eu tinha uns 4 ou 5 anos mais ou menos eu esqueci minha bonequinha no trabalho da minha mãe e esqueci mesmo, minha mãe não a trouxe escondido para casa. Fui dormir a noite rezando, rezando, rezando, rezando e pedindo para não perder minha bonequinha. Para minha surpresa e de minha mãe tb, pela manhã a bonequinha estava ao meu lado na cama.
    Minha mãe não se lembra dessa história, mas é algo que nunca consegui explicar foi como a bonequinha "saiu" do trabalho da minha mãe e amanheceu na minha cama.
    Qdo fecho os olhos e relembro a cena, me vejo dormindo e uma luz muito forte e uma sensação muito boa, de paz... colocando a bonequinha lá.
    Não pergunto se é possível, hehehe... Pq de fato aconteceu, não foi sonho de criança... Foi real e foi comigo!!! Mas como acontece uma situação dessas?
    Beijinhos e obrigadinha

    ResponderExcluir
  51. Boa noite pai Fernando.
    Tendo lembrado muito sobre algumas coisas que até fogem um pouco da Umbanda.
    Antes de pedir sua opinião de forma macro, gostaria de lembrar que apesar de tudo a nossa religião(como outras) tem resgatado muitas almas encarnadas em sofrimento e em delito.
    E falando sobre o abismo e exilados de capela o que o senhor acha da nossa evoluçaõ terrena?
    Não consigo entender como poderemos ser uma mundo de regeneração se a cada dia que vemos o noticiário parace que estamos voltando ao começo dos tempos...A cada dia mais uma barbaridade. Seja na religião, no governo, nas famílias entre outras áreas.
    Qual a sua visão sobre isso?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  52. JOÃO EMERSON DA COSTA27 de maio de 2009 20:50

    PAI FERNANDO,VI APOSTAGEM DA DÚVIDA DA TÃNIA QUANTO A UMA GRIPE PODER SE TORNAR PNEUMONIA,POR TRABALHARMOS COM ENERGIAS ÀS VEZES CONFLITIVAS CONFUSAS E DUVIDOSAS.O SENHOR SABE VIVEU E ACOMPANHOU MUITAS HISTÓRIAS DE QUE A PNEUMONIA VIROU GRIPE,E A GRIPE UM LEVE RESFRIADO,ATÉ A CURA COMPLETA E ABSOLUTA.ENTÃO PAI FERNANDO TUDO TB PODE DEPENDER DO CARMA E DO CUIDADO?

    ResponderExcluir
  53. Lilian, toda gira de quimbanda nós pedimos a presença e seo Omulu para dar força nos trabalhos. O pano na cabeça por ser um dos folclores da Umbanda que seo Omulum tem o rosto marcado pela doença e quer esconde-lo e por isso gosta de incorporar em mediuns que sejam mulheres de cabelos longos para se esconder. E assim ele vai até a casa dos Exus dar o seu axé e força. FMG

    ResponderExcluir
  54. Andréa, larvas espirituais é exatamente como o nome diz. Bichinhos que se alojam no perispirito, também conhecidos por miasmas. No livro O Nosso Lar, do fenomeno Chico Xavier ele descreve uma invasão de espiritos trevosos onde aves estão comendo suas larvas do perispirito. Mais ou menos assim, não me lembro direito e não tenho em mãos o livro para conferir. Mas sei que vc vai fazer isso e depois então nos conte. FMG

    ResponderExcluir
  55. Denise, nada errado em fazer a saudação à pemba que as entidades usam para riscar seus pontos e o pano de cabeça dos médiuns. Esse ponto era cantado no ritual mas eu resolvi tira-lo porque além de alongar o ritual não era uma musica agradavel. FMG

    27 de Maio de 2009 21:32

    ResponderExcluir
  56. João, claro de tudo isso e tamnbém do médico... FMG

    ResponderExcluir
  57. Andréa Destefani27 de maio de 2009 21:48

    Achei a seguinte citação Pai fernando,sobre as ditas larvas:

    No capítulo “Vampirismo”, do livro Missionário da Luz “, ditado pelo Espírito ANDRÉ LUIZ, psicografia do médium Chico Xavier - edição da FEB (Federação Espírita Brasileira, 1945)”.

    Diz, em síntese:
    "A cólera, o ódio, os desvarios do sexo e os vícios, oferecem campo a perigosos germes psíquicos na esfera da alma. Paralelamente aos micróbios alojados no corpo físico há bacilos de natureza psíquica, quais larvas, portadoras de vigoroso magnetismo animal. Essas larvas constituem alimento habitual dos espíritos desencarnados e fixados nas sensações animalizadas. A indiferença à Lei Divina determina sintonia entre encarnado e desencarnado viciados, este se agarrando àquele, sugando a grande energia magnética da infeliz fauna microbiana mental que hospeda, em processo semelhante às ervas daninhas nos galhos das árvores sugando-lhes substancia vital".

    ResponderExcluir
  58. Luna:
    Resposta em duas etapas. 1- Nós sabemos que o mundo não pode retroceder, mas só evoluir. Não é só vc que acha que existem noticias ruins e que podem demonstrar estagnação evolutiva. A diferença é que antigamente, mesmo quando os leões comiam os cristãos nas arenas, ninguém achava ruim, ao contrário, para o povo era pura diversão. Então de lá para cá, apesar de queimarem mendigos, o mundo evoluiu bastante. 2 – Quanto aos exilados do planeta Capela, foi uma forma de explicar que esses espíritos foram sugados pela imantação mais densa do planeta que se aproximou bastante, ou seja, o nosso conhecido por Terra. Esse assunto foi explicado pelo Mestre Ramatis incorporado no médium paranaense Hercilio Maes como sendo a tal da expulsão do paraíso, ou seja, saíram de um planeta evoluído atraídos para um de baixa vibração. E isso está acontecendo hoje com o planeta Terra que tem um outro bem próximo sugando os espíritos que não encontram mais ambiente para viverem em nosso planeta. E viva nós, os otimistas! FMG

    ResponderExcluir
  59. Hummm... eu só não entendia o significado!! A 'toalha' é só o paninho de cabeça ou é extensivo a roupa branca tb?

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  60. Andréa, como eu já tinha dito, são bichinhos que servem de comida para outros parasitas. FMG

    ResponderExcluir
  61. Andréa Destefani27 de maio de 2009 22:04

    Quando penso que me recuperei da gira de segunda ,postam no site a carta da Aline. Gente, qualquer dia eu tenho um "piripaque " de tanto chorar de emoção... Viu Luna como este terreiro não tem paredes mesmo? Só flores pra limitar sua ação...e o jardim do TPM vai do Oiapoque ao Chuí, quando não atravessa os sete mares....Que baita orgulho de você Aline! Enquanto uns brigam por cadeiras outros se contentam com a grama pra sentar....

    ResponderExcluir
  62. JOÃO EMERSON DA COSTA27 de maio de 2009 22:49

    PAI FERNANDO:CABOCLO,PRETO VELHO E ERÊ É UMA CONDIÇÃO?´E EXÚ UMA FUNÇÃO ?POIS VEJO ASSIM,EM ENCARNAÇÕES OS ESPIRITOS PODEM TER SIDO CABOCLO,(INDIO),ESCRAVOS(PRETO VELHO) E ERÊ(CRIANÇAS DESENCARNADAS NA FASE INFANTIL DA VIDA)...ISSO PARA ELES SE MANIFESTAREM NA UMBANDA COMO TAIS ENTIDADES....MAS EXÚ,NINGUEM FOI NA CARNE..ENTÃO´ESPIRITOS QUE SÃO EXÚS HOJE DESENPENHAM ESTA FUNÇÃO "EXÚ"POIS NUNCA NINGUEM ENCARNOU COMO?É MAIS OU MENOS ASSIM...?POR FAVOR ME CORRIGA S E O PENSAMENTO E O ENTENDIMENTO QUE TIVE ESTIVER ERRADO.OBRIGADO

    ResponderExcluir
  63. João, para ser bem claro temos que concordar que os índios também nunca foram tão civilizados e esclarecidos como eles são nos terreiros, o preto velho às vezes nem velho é e também fazem um tipo igual nos terreiros e as crianças ficam tapiando todos nos terreiros com aquelas caras de anjos. Tio pra cá, tio pra lá eles são bem mais maduros do que parecem. Os nobres europeus, senhores de posse e donos de terras que tiveram uma atuação negativa por ocasião do descobrimento do Brasil hoje estão resgatando seus carmas vestidos de Exus. E olhe, tem muita gente bacana, inclusive do clero, com capinha colorida comendo farofa e bebendo marafo. FMG

    ResponderExcluir
  64. Andréa Destefani27 de maio de 2009 23:19

    Só o sr. pra me fazer rir com uma resposta tão séria, dada ao artista plástico João(agora sei que é ele mesmo!). Gostaria de falar de uma resposta dada pelo seu Zé Pretinho a uma pessoa que foi reclamar de que sofria perseguição como Umbandista: Olha meu filho, eu quando tenho que passar uma mensagem por um padre ou um pastor,não faço eles ficarem batendo no peito dizendo que sou eu, não sou louco. Por isso te digo que pra não ficar jogando na cara dos outros que é umbandista,porque parece agressão, tem que se respeitar a religião dos outros. Vamos fazer o seguinte: quando vc for a uma missa ou num culto eu vou olhar pra vc e sorrir,daí você saberá que sou eu.
    Acho que ele quis dizer que nós podemos ser umbandistas, trabalhar como umbandistas e ajudar as pessoas como umbandistas sem precisar julgar a religião de ninguém ,nem entrar em desavenças desnecessárias. Axé!

    ResponderExcluir
  65. Aêeeeeeeeee Aline!!!
    Depois do que eu lí nem precisa falar que vc não sabe das coisas...Tem até casinha de Exú!
    Parabéns pelas suas palavras e sabedoria com coisas tão simples (que nem eu sei fazer...hehe)
    É isso! A base da Umbanda é uma palavra tão intensa e mágica. A simplicidade! E isso amiga véia vc fez com os pés nas costas. Porque vc usou a maior magia de um ser humano...O coração!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  66. "E olhe, tem muita gente bacana, inclusive do clero, com capinha colorida comendo farofa e bebendo marafo. FMG" [2]

    hehehe...Os policiais do astral!
    Adorei pai Fernando a sua resposta da cadeia evolutiva ( minha resposta) e essa agora!
    Saravá.

    ResponderExcluir
  67. Oi Andrea!!!
    Na verdade,irmanzinha, da gira de segunda, so perdi a parte de passar a mao na coroa careca do coroa!
    Caramba! Quando chegar ai quero ter direito a dar mil beijos nesta tal coroa, passada de mao em mao!
    Isso vale pra Luna tambem... so nao sei se o Mauro vai querer beijar!!!! rsrsrsrs
    Sarava Andrea, obrigada pelo carinho!

    ResponderExcluir
  68. Pai, mucuiu!!
    Tenho mais perguntas pro tema livre, mas por hoje nao vou postar nada...Ta de bom tamanho aparecer no site, com foto e tudo, com direito à chamada pelo blog...por essa nao esperava!!!!rsrsrs... quase desmaio de emoçao!!!!
    Yaya a-do-rou!!!!!!kakakaka!!!!acho que deve ser de oxum essa filha minha!
    Ah!, nao publica este texto nao viu?
    Beijos, coroa do meu coraçao!

    ResponderExcluir
  69. Aline, se o tema é livre para vc tem que ser para mim também. Quero publicar e já publiquei. FMG

    ResponderExcluir
  70. Pai Fernando,
    que quer dizer firmar entidade? É criar afinidade com ela para que o trabalho seja realizado com mais eficiência?

    ResponderExcluir
  71. eu entendo isso, mas oq eu queria saber msm é tipo, Oxum organiza, fiquei sabendo a pouco, então se pode fazer Amalá para esse fim, então tipo, Iemanjá é mãe, então q tipos de desequilibrios ela resolve através do Amalá?
    essa duvida eu tenho em relação aos outros Orixás tbm...
    Abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  72. Carlos Lima (Portugal)28 de maio de 2009 08:35

    Pai Fernando a sua benção, gostaria de colocar uma pergunta: se existe alguma(s) TÉCNICAS de VISUALIZAÇÂO PARA MELHORAR A CONCENTRAÇÃO OU A E AS ENERGIAS ...
    Pois muitas vezes quero puxar energia e não consigo concentração.

    Cumprimentos
    Carlos Lima (Portugal)

    ResponderExcluir
  73. Pai Fernando
    Sua bondade e humildade emocionam... o amor o ilumina.
    Saravá

    ResponderExcluir
  74. Raquel, firmar entidade é só uma força de expressão. Na minha opinião as pessoas dizem firmar sem saber o que estão dizendo. Existe um ritual chamado obrigação. O médium quer servir ao espirito e através de um amalá e acompanhado de um dirigente do terreiro faz a entrega e chama a entidade pelo ponto cantado. Se a entidade incorporar no médium e mexer no amalá, significa que ele aceitou o convite e ambos ficam obrigados um com o outro. Vou exemplificar: digamos que seja o Caboclo tal da linha e Oxóssi. O médium não poderá receber outra entidade da linha de Oxóssi sem a autorização da entidade. De certa forma é o que fazem os pais de santo. FMG

    ResponderExcluir
  75. Isamara, não existem regras para esses tipos de trabalhos através de amalás. O melhor é ouvir uma entidade ou a sua propria intuição. FMG

    ResponderExcluir
  76. Carlos Lima, nosso amigo português. A melhor forma de concentrar é não pensar. Quando quiser concentrar firme o olhar em algum ponto, de preferencia com luz, digamos um ponto longe. Faça isso e tente não pensar em nada. É como eu faço. FMG

    ResponderExcluir
  77. Mucuiú, Pai Fernando,

    Inicialmente, gostaria de elogiar o espaço, oportunidade para poder aproveitar tua experiência.

    Tenho uma dúvida (aliás, várias, mas creio que será melhor mandar um e-mail): um preto-velho me disse para mandar rezar uma missa para as 13 almas benditas.

    Fiquei um pouco ressabiado de perguntar isso na administração de alguma igreja. O sr. já ouviu falar nessa prática?

    Abraços,

    Daniel

    ResponderExcluir
  78. Addor disse...
    Daniel, seja bem-vindo ao nosso blog.Não mande e-mail, faça a postagem porque pode ser que tuas duvidas também sejam de outros. Eu só espero que isso não tenha acontecido no terreiro do Pai Maneco. Acho um absurdo uma entidade da Umbanda mandar rezar missa e ainda para 13 almas benditas. Até quando a Umbanda vai ficar com o rabo atrelado ao catolicismo? Acho que tenho tido um comportamento ético até aceitavel nos meus comentários, mas recomendo que vc fale com outra entidade para resolver o teu provavel problema. FMG

    ResponderExcluir
  79. Pai Fernando e blogueiros,
    tá muito bom esse tópico,os comentários, respostas,as pesquisas,fotos e imagens.Tudo perfeito!!
    O vídeo da Jurema,uma homenagem feita com o coração para todos nós.
    A carta e as fotos da Aline,quanta verdade e amor.
    "Qualquer um pode ficar ao seu lado quando você está certo,mas um amigo verdadeiro permanece ao seu lado mesmo quando você está errado...".Vocês são asssim!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  80. Pai Fernando me corrija se eu estiver errada mas faço assim...Carlos Lima, eu tenho uma certa facilidade em "puxar" energias, eu olho bem para as minhas mãos, depois fecho os olhos e vejo a energia entrando pela palma da mão(ou saindo se quiser doar), no inicio só vejo, mas logo começo a sentir isso tbm...só não aprendi ainda a descarregar essas energias...a proveito e pergundo como faz?
    Abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  81. Carlos Lima (Portugal)28 de maio de 2009 10:48

    Sabe Pai Fernando eu perguntei sobre a concentração porque sou frequentador de um Terreiro de Umbanda em Portual "Terreiro de Umbanda Pai Oxalá e Mãe Iemanjá" que eu adoro muito ir todos os sábados. Mas quando estou em casa e quero falar com as entidades tenho alguma dificuldade em criar uma ponte entre mim e os guias.

    Cumprimentos
    Carlos Lima (Portugal)

    ResponderExcluir
  82. Bom dia Pai Fernando!
    Vou comentar sobre a reportagem no site que foi feita pela turma do TPM. Adorei esse idéia desde o início. Como disse Mãe Lucilia, temos que mostrar a cara da Umbanda de hoje, desmitificar os falsos conceitos. E nada melhor que ir a campo. Quando a Ana me falou que o sr. tinha pedido isso a eles, eu tive coceiras em Floripa. Sou jornalista, adoro conhecer a nossa religião e via que realmente faltava informação sobre ela. Estou em Curitiba desde ontem e nas semanas anteriores azucrinei elas para saber se durante minha passagem por aqui elas iriam a algum terreiro fazer as reportagens, pois queria muito participar dessa ação. Mas sei que oportunidades não irão faltar. E, desde já podem contar comigo para ampliar esse projeto a Florianópolis, se o sr. permitir. Já conheci algumas casas aqui, que seguem rituais muito diferentes do nosso. Mas o que eu admiro na Umbanda é a fé das pessoas, a vontade de ajudar, e isso, independe do ritual e da doutrina. Conheci inclusive o Terreiro de Umbanda do Seo Junco Verde... uma casa pequena, que é formada por uma única família, mas com um axé legal.
    Parabéns a equipe que está tocando o projeto, o texto está ótimo, claro, simples e direto como deve ser. Quem não leu deveria ler. Aliás, o site do terreiro está cada dia com novas informações, como tudo na nossa casa santa, a frente de seu tempo! Parabéns por mais essa iniciativa e meninas, quero muito que na próxima vez eu consiga ir com vocês!!! beijos, Fernanda Garcez

    ResponderExcluir
  83. Nossa, esqueci de falar da carta da Aline!! Apesar de dispensar comentários... Essa baiana, que deve ser arretada, tem uma fé linda. Parabéns Aline! Ter fé minha irmã é isso, saber que não importa onde estamos, nunca estaremos sozinhos. Não existem fronteiras para os filhos de Seo Akuan. Como diz a música: essa corrente é de ferro e de aço, com alma e coração. E assim Aline, com alma e coração, levaremos os ensinamentos do nosso Pai de Santo a lugares antes nunca imaginados. Saravá o Terreiro do Pai Maneco e todos os seus braços no Brasil e no mundo.

    ResponderExcluir
  84. Carlos, olhe aí mais uma dica para concentrar. FMG

    ResponderExcluir
  85. Carlos, veja postagem da Isamara que tem nova dica. FMG

    ResponderExcluir
  86. Aline vi que o pai Fernando publicou sua mensagem que vc pediu que não rsrsrsrrs dou risada pq ele tbm fez isso comigo rs. Aprendi que tudo que escrevemos de uma maneira ou outra é válida aqui rs. E parabens pela sua iniciativa de unir a energia do terreiro mesmo de longe.
    Saravá

    ResponderExcluir
  87. pai Fernando, sobre essa "obrigação" que o senhor descreveu acima, só os médiuns da hierarquia que fazem isso? ou qualquer médium pode ser chamado a fazer uma obrigação? os cavalos do Pai Joaquim de Angola, da Mama Rosa e da Dona Maria Padilha das Almas, por serem entidades vinculadas ao TPM, também tiveram que fazer esse ritual de obrigação?
    obrigada! beijo!

    ResponderExcluir
  88. Fernanda Garcez, vc já está designada para fazer as reportagens dos terreiros daí de Florianópolis. Se vc quiser eu mando uma procuração ou declaração, não sei, para vc ser credenciada pela Sociedade Espiritualista Edmundo Rodrigues Ferro, o Terreiro do Pai Maneco. Mande-me a resposta se aceita o encargo. FMG

    ResponderExcluir
  89. Ana Tezza, vamos por etapa consertar tudo.Começa que a hierarquia no terreiro acabou, desde que eu me toquei que isso é coisa do exercito. Aliás estou abrindo um espaço para pedir uma sugestão de como devemos chamar as pessoas que são responsaveis pela direção dos trabalhos, muito embora sabemos que eles são os capitães e ogans. A obrigação depende do meu entendimento, quando eu acho que deva ser feito, suas razões e vantagens. Os médiuns que vc mencionou do Pai Joaquim de Angola, da Mama Rosa e de Dona Maria Ppadilha das Almas ainda não fizeram a obrigação com as respectivas entidades. Depois entidade nenhuma é vinculada a terreiro algum. Tanto que se as obrigações forem feitas, e se os médiuns mudarem de terreiro, lá no novo, para onde forem, vai ainda existir a obrigação. FMG

    ResponderExcluir
  90. Pai Fernando posso dar mais uma dica de concentração?

    Para a incorporação de entidades. Mentalizo a entidade ao meu lado. Se ficar difícil olho para o congá e vejo qual seria a entidade. Olho fixamente e pisco 3 x e fecho os olhos.
    E a imagem fica gravada no cosciente.

    E para mentalização tbém faço a mesma coisa. Se for uma cor específica olho por 3x e fecho os olhos...Se a cor não estiver próxima em algum lugar pense em algo que tenha a cor.

    Axé.

    ResponderExcluir
  91. Com sua permissão meu pai...

    ISAMARA

    Para descarregar as energias da mãos vc pode lavá-las em água corrente mentalizando o descarrego. Colocar as mãos no chão ou colocá-las em uma árvore. Pronto estão descarregadas!
    Ou se caso vc ainda estiver liberando energias pelas as mãos bata elas 3x, para interrpomper a liberação.
    Saravá.

    ResponderExcluir
  92. Carlos, de Portugal, veja que tem mais duas indicações, inclusive uma da Luna para a Ismara. FMG

    ResponderExcluir
  93. Me olvidei...Boa tarde a todos!!!
    Pai fernando uma pergunta:
    E quando um preto ou uma preta manda acender vela no cruzeiro??? Tem algúm problema já que é na igreja? Mesmo eu sabendo que as entidades estão num processo evolutivo diferente do nosso. Eles tbém ainda tem suas origens e rituais ainda presos ao catolicismo.
    Talvez o senhor não goste do que vou falar...Mas vóvó Maria Quitéria sauda as pessoas falando "salve nossa senhora dos navegantes e nossa aparecida"
    Então tenho eu que travar isso nela?
    Bjs e obrigada.

    ResponderExcluir
  94. Ai gente...Perdoem-me...Eu como um monte de letras e as vêzes saem palavras erradas...Mas é poque escrevo super correndo.
    Ter que fazer tudo em casa. cuidar da cria de dois anos e participar no blog assiduamente não é fácil(FORA TRABALHAR A TARDE).
    Obrigada.
    Desculpe pai Fernando...Axé.

    ResponderExcluir
  95. Pai Fernando,

    compartilho dessa sua idéia em mudar o nome dos irmãos que ficam "no meio", ou seja, da hierarquia, pois realmente não vejo os capitães como hierarquia (me lembra os reis, rainhas, coroas, etc...)

    Vejo sim nossos irmãos "do meio" como "secretários", pois o posto deles é de maior concentração, observação e auxílio, tanto para o pai/mãe de santo como para o pai/mãe pequeno(a) e toda a corrente.. sem falar que a própria assistência também entra nessa função.

    Secretariar tudo isso não é fácil, pois depende destes secretários e de toda corrente e assistência para que os trabalhos aconteçam dentro do tempo estipulado, com sucesso e dentro da lei maior do amor...

    Difícil? Não.. não é difícil, desde que seja feito com amor e por amor.

    Minha sugestão é que sejam chamados de secretários, sem vínculo nenhum com secretaria (risos), mas no sentido de secretariar o trabalho mediúnico, que são regidos pelos pais de santos e seus guias em terra.

    Um abraço fraterno,
    Lilian

    ResponderExcluir
  96. Luna, acender vela no Cruzeiro não é na Igreja, mas no cemitério. Ter respeito ainda pelo sincretismoo tudo bem, mas está na hora das nossas entidades começarem a impor as suas vontades nos médiuns e mandarem trabalhar com elementos e lugares da Umbanda. O grande problema do catolicismo, é pelo nome de Jesus vinculado a Oxalá, o que em absoluto acho que deva acabar. Eu nunca soube que algum padre mandou fazer uma gira em um terreiro de Umbanda. Então só isso já nos causa uma idéia de inferioridade, a qual, aliás, não aceito. Quanto a da. Maria Quitéria não fica longe do Pai Maneco que cumprimento "Salve Oxalá, Jesus Cristo, e Iemanjá, a Virgem Maria." Como eu disse, nada errado, a não ser que ele mandasse ir na Igreja fazer a cruz com água benta.Tem pai de santo que manda fazer isso, ou seja, o sinal da cruz com água benta (pelo padre). FMG

    ResponderExcluir
  97. Está aí a primeira sugestão da Lilian: secretários. Vamos aguardar mais sugestões. FMG

    ResponderExcluir
  98. Carlos

    gostaria de aproveitar e perguntar onde fica esse terreiro ai em Portugal? Tem duas filhas do terreiro ( Michelle e Sumaya) que moram em Lisboa e quando estive ai ate tentamos descobrir algum terreiro legal, pq elas estavam doidas pra pelo menos "tomar um axézinho"...vc pode dar o endereço?

    Pai Fernando, vou perguntar por elas...rs..não tem problema elas visitarem um terreiro la né?


    Bjs
    Mariana

    ResponderExcluir
  99. Oi Pessoal, Oi Pai Fernando

    Posso dar uma dica...
    Como devemos chamar as pessoas que são responsaveis pela direção dos trabalhos(hierarquia)?

    POdemos chamá-los de COLABORADORES!!!!

    Será????

    bjos
    Andressa Matos

    ResponderExcluir
  100. Mariana, está me estranhando? Nunca vi nenhum problema que nossos médiuns, pessoas adultas e donas de seus passos não possam ir em outros terreiros. Se me proibissem isso eu iria ficar revoltado, porque ia entender que estaria faltando confiança em mim. FMG

    28 de Maio de 2009 15:25

    ResponderExcluir
  101. Mais uma sugestão feita pela Andressa: colaboradores. FMG

    ResponderExcluir
  102. Andressa, acabei de publicar teu outro comentário e ele sumiu. Dá para renovar? FMG

    ResponderExcluir
  103. No último trabalho de praia ouvi de uma entidade que a Umbanda vai crescer muito porque existem mais espíritos interessados nela.
    Isto significa que como nós eles também estão conhecendo agora esta religião.
    Não é isso,pai?
    Lucilia

    ResponderExcluir
  104. Mas meu pai...Aqui cruzeiro é um lugar reservado na igreja para acender velas...
    Quanto a saudação dos pretos fico tranquila então.
    Axé.

    ResponderExcluir
  105. JOÃO EMERSON DA COSTA28 de maio de 2009 16:11

    PAI FERNANDO,OS CAPITÃES,CUIDAM DOS MEDIUNS,E TB DAS ENTIDADES NO TERREIRO,ACHO QUE SE JÁ EXISTE CAMBONOS E CAMBONAS, ESSE TERMO PODERIA SER TB DADO AOS CAPITÃES, FUNÇÃO SERIA IGUALAR,SABEMOS QUE DEVEMOS RESPEITO AOS CAPITÃES E ISSO VAI CONTINUAR,MAS ACHO QUE EM VIRTUDE DELES FAZEREM O MESMO QUE UM CAMBONE DE ENTIDADE DE TOCO FAZ(CUIDA DA ENTIDADE,E TB DO MÉDIUM)ACHO QUE CAMBONO PODERIA SER UM TERMO GERAL...

    ResponderExcluir
  106. Carlos Lima (Portugal)28 de maio de 2009 16:20

    O meu agradecimento Pai Fernandos pela dica, tenho aprendido muito da nossa Umbanda, obrigado Isamara e Luna e a todos os irmãos de Fê por toda a sabedoria.

    Mariana Meister aqui vai o link para saberem mais sobre o Terreiro que eu gosto muito com: http://umbanda.com.sapo.pt/ lá têm a localização e mapa do google Earth, em caso de duvidas ou ajuda posso dar mais indicações.

    Cumprimentos
    Carlos Lima (Portugal)

    ResponderExcluir
  107. Pai Fernando, sempre que falo que frequento um terreiro de Umbanda. A pergunta que mais me fazem é o porque q se chama terreiro?
    Nunca consigo responder, enrolo, enrolo.... aproveito essa oportunidade de tema livre para tirar esta minha duvida!!
    Obrigada!!!!

    ResponderExcluir
  108. Lucilia, claro que é isso. As falanges aumentam e a necessidade de aumentar o espaço é evidente. FMG

    ResponderExcluir
  109. Bom vou dar minha sugestão...
    Se tem:
    pai de santo
    Mãe de santo
    mãe pequena
    Pai pequeno
    Eu daria a sugestão de filho pequeno...
    Porque daria continuidade aos nomes amorosos que existem num centro.
    Axé.

    ResponderExcluir
  110. Luna, cruzeiro é onde se acendem velas, tudo bem. Mas o cemitério também tem o cruzeiro para o mesmo fim e o Terreiro do Pai Maneco também. FMG

    ResponderExcluir
  111. Oi Paizin!!!
    Era sobre o comentário acima... do João Emerson
    Pergunto sobre:

    Se cada orixá tem uma cor e atua num chacra... acada chacra tbem tem sua cor e atua em diferentes órgaos do nosso corpo...
    Assim se temos algum problema de saúde podemos nos utilizar tbem em vibração ddo orixá e do chacra correspondente ao órgão que estamos com problema???

    Ex. Se estou com problema no estômago(órgão este ligado a um chacra), posso mentalizar o orixá (oxum) ligado a esse chacra e a cor amarela para melhorá-lo? tem alguma coisa a ver com isso????
    Se for na garganta... mentalizar o azul e o orixá Iemanjá??? viajei né??? hehehe

    Bjins
    Andressa Matos

    ResponderExcluir
  112. Andressa, eu trouxe a postagem para Temas Livre 2 porque o outro está superado. Acho que tem muita lógica. Não sou entendido em chacras e cores, mas acho que vale a pena experimentar. Que tal deixar no ar para o pessoal testar e nos informar? FMG

    ResponderExcluir
  113. Então cruzeiro e calunga pequena é no cemitério?
    Axé.

    ResponderExcluir
  114. Joaão, acho que isso poderia gerar confusão. FMG

    ResponderExcluir
  115. Boa tarde a todos desse blog maravilhoso!!!


    Nesta terça na gira de Exú, uma Pomba Gira qdo foi subir passou por mim e me deu um forte abraço e pediu para q eu acendesse uma vela com um copo d'água para as almas...
    Senti que isso é mesmo necessário... não sei exatamente o porque (e se a entidade disse quem seu ou para contrariar e querer saber o porque).

    Minha pergunta é se posso acender lá nas Cruz das almas dentro do terreiro mesmo ou seria em outro lugar???? Num entendo muito desse assunto: as almas!!!!

    Bjossss A todos
    Andressa Matos

    ResponderExcluir
  116. Mariana, veja que o Carlos mandou o endereço. Diga para as duas se cuidarem que eu estou de olho...FMG

    ResponderExcluir
  117. Carlos Lima (Portugal)28 de maio de 2009 16:53

    Pai Fernando aqui vai umas sugestões para o nome como devemos chamar as pessoas que são responsaveis pela direção:
    1º"Orientador" pois são eles que nos dão orientação
    2º"Irmão maior" pois têm mais responsabilidade

    Cumprimentos
    Carlos Lima (Portugal)

    ResponderExcluir
  118. hahah foi mal Pai Fernando...só achei melhor perguntar ne!

    ResponderExcluir
  119. Uma pessoa escreveu sobre os boiadeiros. Fui postar e perdi a mensagem. Peço que refaça o comentário, mas dando o nome. FMG

    ResponderExcluir
  120. haha digo sim!! alias, elas estarão aqui em fevereiro, se tudo der certo!

    ResponderExcluir
  121. Boa Tarde...Pai Fernando estou aguardando O Marcio Bellé responder sobre a incorporação de seo Edmundo Ferro.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  122. Paizin, oiá eu de novo.

    Na realidade essa coisa que postei de chacras, cor e orixás, senti qdo uma vez qdo estava incorporada com Oxum, coincidiu de estar com um dor no estômago... durante a incorporação, imaginei dentro mim a cor amarela e parecia que de meu chacra (aquele que fica ali no estômago - acho que o plexo solar é o nome dele) irradiava toda a energia de Oxum... e a cor amarela hehehe!

    Qdo desincorporei... me senti beeeeeeeeeem melhor inclusive da dor... sei lá associei tudo isso ) acor + a vibração do orixá + o órgão) e me senti bem...

    Bjins
    Andressa Matos

    ResponderExcluir
  123. Juliana Matos. Terreiro é o nome dado a um espaço de terra cercado. Antigamente as avós diziam para os netos: vão brincar no terreiro. Obviamente, também deveria ser chamado terreiro o espaço aos escravos. Não sou historiador, mas acredito que esta seja a resposta certa. FMG

    ResponderExcluir
  124. Oi de novo!
    E com relação a sugestão que dei...Tiraria qquer sentimento de "poder" que nós seres humanos temos de vê emquanto.
    Luna.

    ResponderExcluir
  125. Luna, não achei adequado, mas fica gravada a sugestão. FMG

    ResponderExcluir
  126. Luna, é isso mesmo. Calunga grande é o mar e calunga pequena o cemitério. FMG

    ResponderExcluir
  127. Andressa, pode acender na cruz das almas lá no terreiro, aquela cruz grande no espaço dos Exus. Poderia também ser no cemitério, mas no terreiro vc fica livre de gente que pode importunar. FMG

    ResponderExcluir
  128. Uma palavra tão doce não seria adequado?
    Tudo bem então...
    Bjs.

    ResponderExcluir
  129. Luna, doce para vc que é mãe nova. Depois dirigentes nãotêm que ter nomes doces, mas nomes que não lhes dê poder. FMG

    ResponderExcluir
  130. Pai Fernando, em relação a firmar entidade denovo: só se tem uma entidade em cada linha? quero dizer, os médiuns incorporam sempre a mesma entidade, respeitando sua linha? o desenvolvimento da mediunidade vai fazer com a que a entidade se afine com o médium para assim, os dois, trabalharem com amor e caridade?
    eu achava que as entidades se aproximavam e incorporavam nos médiuns até que uma entrasse em maior sintonia, e aí se firmava entidade. mas agora uma amiga disse que não é bem assim. que nós já temos nossas entidades desde sempre e com o desenvolvimento só vamos criando afinidade.
    enfim, fiquei confusa. quer dizer então que eu sempre vou incorporar o mesmo caboclo da linha de Ogum, por exemplo? como acontece isso?
    Obrigada. Mucuiu!

    ResponderExcluir
  131. Carlos Lima (Portugal)28 de maio de 2009 18:53

    Mais uma sugestão Pai Fernando
    3ª"Coordenador" - Um coordenador coordena uma equipe de pessoas, distribui tarefas, auxilia na execução e supervisiona o trabalho de cada um individualmente. Deve ser uma pessoa dinâmica, que saiba delegar tarefas e tenha bom relacionamento com todos da equipe.

    Cumprimentos
    Carlos Lima (Portugal)

    ResponderExcluir
  132. Pai Fernando....

    Desculpe desde já se minha colocação será inadequada, mas pq nomear??? A meu ver todos devem ser respeitados, independente de hierarquia, guia, etc.... Pq não podemos aprender apenas a respeitar para sermos respeitados, sem ter que nomear um cargo????
    Lhe chamo de Pai Fernando, Sr. Fernando, Fernando, Amigo, Querido, "Coroa" não pq o Sr. é o "PAI FERNANDO do TPM"... mas pq o admiro, respeito e amo assim como respeitava meu tão amado pai.
    Acredito que enqto houver nomes para diferenciar o "cargo" das pessoas, sempre haverá luta de poder... Pq o capitão ou ogã não pode ter apenas sua guia e seu próprio nome??? Imagino que seja mais fácil p/ convocar em reuniões, chamar tda a "galera" de um termo específico.
    Vemos a guia e sabemos que se a pessoa a tem é pq o fez por merecer, seja por seu conhecimento, seu talento musical, boa vontade, sei lá.... mas sabemos que podemos aprender um pouquinho com eles... e eles tb conosco, pq ngm é dono da razão, né? Aprendi em sala de aula q muitas vezes qdo eu pensava ensinar os alunos, algumas delas eu q estava sendo ensinada por eles.
    Pq o "fulano" tem q ser o "Capitão Fulano" ou o "Irmão Maior Fulano"... sei lá... pq ele ñ pode simplesmente ser o "Fulano" um cara q sabe muito e que pode ajudar mais que eu naquele momento?
    Desculpe novamente se fui inadequada.

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  133. Pai Fernando, estava hj conversando com minha mãe sobre a sensação que foi passar a mão na sua coroa. Primeiro que senti meu paizinho, sua carequinha é mto parecida com a dele... hehehe... Foi inebriante a sensação de amor e qdo passei a mão o fiz como fazia com meu pai de sangue, com todo amor e carinho.
    Contando isso, minha mãe falou assim "Ah!! Fale p/ ele q tb quero passar a mão na carequinha dele!!" rsrsrsrsrs... Então, estou falando!! :o)

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  134. Obrigada Luna...Pai Fernando...eu adotei o termo "meio" para a hierarquia...pelo simples fato de eles iniciarem e terminarem o trabalho no meio do terreiro...
    e não é só antigamente q se dizia terreiro para quintal...no interior o termo ainda é bem comum...eu falo assim rsrsrs...

    ResponderExcluir
  135. Salve, salve, Pai Fernando !!

    Sobre nome da hierarquia...vou dar minha simples opinião...

    Ao invés de especificar um NOME para a hierarquia,seria melhor generalizar e chamar de linha auxiliar do terreiro.

    Afinal eles auxiliam, ajudam e preparam.

    Ou seja, ao invés de se intitular " capitão " passaria a ser " linha auxiliar " ( aquela que auxilia , ajuda e prepara ).

    Assim não se criaria personalidades e sim uma linha circular de ajuda que seria anterior a de pai / mãe pequena (o).


    Me fiz entender ?

    Saravá !!!

    ResponderExcluir
  136. Ficaria assim :

    Pai - Mãe de Santo
    Pai - Mãe Pequena
    Linha Auxiliar
    Cambonos ( masc )- Sambas ( fem )

    Saravá !!

    ResponderExcluir
  137. "Salve a Nação Brasileira"
    "Salve o Clero de Capinha"
    e salve o Terreiro do Pai Maneco que não "tem o rabo atrelado" com ninguém!!
    Saravá o "papo reto" do meu Pai de Santo!!!

    ResponderExcluir
  138. Raquel, às vezes as entidades de fato mudam, menos aquelas que, como disse tua amiga, já tem laços de ligação anteriores. No começo fica confuso, mas na continuidade tudo se ajusta. FMG

    ResponderExcluir
  139. Denise, na verdade tem que haver o reconhecimento daqueles que estãoo ajudando a direção da gira. Isso é importante até mesmo para oplano astral, por isso a razão das guias. FMG

    ResponderExcluir
  140. Mauro, uma interessante colocação. Acho que logo vamos chegar a um resultado. FMG

    ResponderExcluir
  141. Sobre acender vela na igreja... certa consulta um preto velho, não lembro o nome, disse para eu acender (e me deu), uma vela numa igreja...
    Por "sorte" ou intuição, acabei acendendo na cruz do cemitério (conjugado à igreja), pois não tinha ou não encontrei outro local apropriado. Pela lógica, o "preto" sabia que tinha um cemitério naquela igreja, ele se referia ao cruzeiro (?), caso contrário, não o faria...! Está certo Pai Fernando?

    ResponderExcluir
  142. Mas as Guias já não fazem esse trabalho? Quero dizer, a Guia no pescoço já não mostra que a pessoa está ajudando na direção da gira? :o)

    Modestamente, tb gostei da idéia do Mauro!!

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  143. Paulo, imagino que sim,mas de qualquer forma eu, particularmente, acho que isso não devia acontecer. FMG

    29 de Maio de 2009 08:46

    ResponderExcluir
  144. Denise, é bem boa mesmo a sugestão do Mauro. Só não podemos e substituir o nome Capitão. O grande problema é a idéia de hierarquia, ou seja, escala onde uns mandam e outros obedecem, o que fere o principio da humildade e igualdade da Umbanda. O nome Capitão não é patente do exército. Se fosse teria o soldado, o cabo, o major...Já imaginou o pau que ia comer nos terreiros? Capitão deve ter sido inspirado no Capitão do Mato. As guias mostram, é verdade. FMG

    ResponderExcluir
  145. Claudinei Oliveira29 de maio de 2009 08:56

    Pai Fernando..

    acho até uma bobagem perguntar isso mas..
    o Sr. tbm tem aquela duvida terreivel da incorporação

    será q sou eu ou será q é a Entidade??..
    pergunto isso pq acho q a maioria dos mediuns tem essa duvida..
    em certos casos eu tenho mas tbm tem certos momentos q nao da pra negar que a Entidade esta ali...
    abraços

    ResponderExcluir
  146. Oi Pai Fernando!
    Minha irmã, que mora em São Paulo, e não tem computador, mandou esta oração pelo correio, depois de se emocionar enquanto a lia por telefone. Meu amor por essa irmã e pelos pretos-velhos é eterna. Uma oração que envolve amor e emoção, é muito forte, não é?

    Oração a Pai Benedito de Aruanda
    Salve São Benedito!
    Saravá o Cruzeiro Santo das Almas!
    Saravá o bondoso preto-velho de Umbanda Pai Benedito de Aruanda, alma bendita e abençoada, que um dia nasceu nas terras da velha mãe África.
    Suplico a tua força para me desamarrar dessas amarguras que depositaram em minhas costas.
    Pai Benedito de Aruanda, fostes um grande rezador e curandeiro; livravas os infelizes das ganas dos males físicos e espirituais, me ajude agora e sempre, por onde meus pés cansados caminhar.
    Cruza a tua pemba imaculada branca, como são teus cabelos, pedindo o Pai Olorum, Pai Zambi, Pai Oxalá para trazer paz em minha vida e a angústia do meu coração desaparecer.
    Ao fumar o teu cachimbo, tua fumaça faz desenhos no ar, carregando o medo, a calúnia e tudo que venha fazer meu coração sofrer.
    Oh! Meu Pai Benedito de Aruanda, com tuas ervas reze para abrir meus caminhos, espantando meus inimigos, os feitiços e as ciladas bem armadas, me livrando e livrando meu Anjo da Guarda.
    Grande preto-velho da seara da Umbanda, vencedor de muitas demandas, pois nunca vi perder uma parada, me dê as vitórias que preciso.
    As Santas Almas te rendem homenagens meu bom preto-velho e as almas sofredoras como eu, pede a tua luz para clarear quem vive em trevas.
    Pai Benedito de Aruanda, a partir de agora, respiro de alívio, pois sei, que diante desta reza, o meu hoje, o meu amanhã e o meu sempre, serão de alegria e de muitas felicidades.

    Saravá ao grande Pai Benedito de Aruanda.

    Pai Fernando, obrigada por essa oportunidade.

    ResponderExcluir
  147. Bom dia a todos, ola Paizin!!!

    Lendo essa resposta que o Sr. deu para a Denise:
    "Denise, na verdade tem que haver o reconhecimento daqueles que estãoo ajudando a direção da gira. Isso é importante até mesmo para oplano astral, por isso a razão das guias."

    Gostaria de entender melhor essa relação da "hierarquia" com o plano astral...

    Seus deveres, "direitos" (se é que assim posso chamar - não achei outro termo) , responsabilidade... cobrança... (Acho q o Sr. me entendeu né) hehehe

    Abraços
    Andressa Matos

    ResponderExcluir
  148. ih! levei bronca, rsrs!
    mas então, pai Fernando, qual a relação do Pai Joaquim de Angola, da Mama Rosa e de Dona Maria Padilha das Almas com o terreiro? é na verdade um compromisso com as entidades chefes??
    explica pra gente??
    ah! queria agradecer muito os parabéns pela reportagem sobre a TUCS! está sendo uma experiência fascinante visitar outros terreiros. estamos com mais um texto saindo, sobre a visita à ASSEMA.
    beijos a todos!

    ResponderExcluir
  149. Pai Fernando não sei se entendi bem, mas acho q a Denise quis dizer assim: Q diferença faz o nome, se é hierarquia ou não, a diferença deve estar nas atitudes e não no nome, a mudança é interna, é de se ter consiencia de serem colaboradores, secretarios, e não possuidores de cargos patentiados como no exercito, por ex o nome pai/mãe de santo, pelo brasil afora infelizmente existem uns verdadeiros charlatões, pessoas sem qualquer moral que carregam esse nome, e mudar o nome do cargo não os mudaria em nada a forma desonesta de agir ou pensar, então não sei se me fiz entender, só estou querendo dizer que independente do nome que carreguem, se chama-se hierarquia ou não, mudar ou não, tds continuarão a serem aquilo q aprenderam a ser e agindo da forma q aprenderam a agir, continuarão a serem os capitães q nos ajudam e q temos q respeitar, e qqr mudança deve ser a respeito da forma de agir e não no nome...com td respeito...é só oq entendi e penso assim tbm...bjusss Painho...
    Isamara

    ResponderExcluir
  150. Claudinei, não foi bobagem não. Duvidas assim é que ficam incomodando os médiuns. Mas, eu nunca tive nenhuma duvida que a entidade está incorporada comigo porque eu tenho fé nelas, no terreiro e em mim. Pode acontecer, como várias vezes e até hoje acontece, que quando sinto que a entidade não conseguiu incorporar como ela queria, ela sobe e volta logo em seguida. É como vaga de automovel, se vc não conseguir acertar a vaga tem que tirar o carro totalmente para voltar certo. FMG

    ResponderExcluir
  151. Andressa: a atuação dos dirigentes não fica restrita aos médiuns, mas também aos espiritos. As guias que usamos têm o seu brilho no plano astral e as entidades sabem quais as pessoas que possuem o poder de administar e organizar o trabalho. FMG

    ResponderExcluir
  152. Ana, antes de mais nada prefiro acabar com o Blog do que chamar atenção de pessoas tão queridas como vcs. As entidades têm compromisso com a Umbanda e não com um terreiro. Se uma casa nova for aberta e for séria e ebem intencionada, as entidades se oferecem para trabalhar. Acho até que o certo seria inverter: é o Terreiro que tem compromisso com as entidades, por isso os médiuns devem cumprir suas tarefas de acordo, os pais de santo devem cuidar que a gira tenha inicio no horario certo, que seja organizada, que evite confusões e poucon caso das pessoas com as entidades, como sair da gira e ir fumar no fundo do terreiro, e aí por diante. Valeu? Estou perdoado? FMG

    ResponderExcluir
  153. Pai Fernando,
    Tenho uma sugestão para o novo nome da hierarquia. Poderiam ser os - graduados - pois entendo que para eles estarem ali auxiliando, devem possuir um entendimento maior do que os médiuns da corrente, não?
    Bjs
    Carolina

    ResponderExcluir
  154. Carolina, com todo respeito que merecem os dirigentes do meio, não entendo que eles conheçam mais que os outros e o nome graduado acho muita bola. FMG

    ResponderExcluir
  155. Pai Fernando

    Tambem concordo que graduado não é legal pq realmente não somos especialistas no assunto..pelo contrário, tb estamos la aprendendo.
    Como a Isamara falou, acho q a diferença deve estar nas atitudes, na humildade, no entendimento dos "capitães" de que eles estão la pra ajudar, são uma "equipe de apoio", um elo entre os pais de santo e a corrente.
    Como eu disse aquela vez ao Sr, qdo perguntou a nossa opinião a respeito da sua opinião do mês de março, nós devemos passar para a corrente as ordens do espirito dirigente dos trabalhos, atraves dos pais de santo.Essas ordens não são nossas, nós não mandamos ou desmandamos na corrente e devemos respeitá-los como irmãos de corrente que são, assim como esperamos respeito da parte deles, levando-se em conta que estamos ali trabalhando em conjunto. Para mim, hierarquia não é sinonimo de status e sim de mais trabalho, mais responsabilidade, maior compromisso.

    Beijos
    Mariana

    ResponderExcluir
  156. Mas eles seriam tipo orientadores ou so organizadores na gira?
    Bjs
    Carolina

    ResponderExcluir
  157. Pai Fernando, hehehe... verdade, seria confuso. Mas pq "capitão do mato"? Não sei, mas pelo que estudei e sei o Capitão do Mato normalmente era um escravo liberto que cuidava do mato e capturava escravos fujões, até lembro de um trecho de Joaquim Nabuco, que ele dizia +/- assim: "Há profissão mais alta e mais honrosa do que a de soldado? Há profissão mais baixa e mais degradante do que a de capitão-do-mato?"
    Se o termo capitão vem dessa origem, de forma alguma deveria despertar vaidades, não acha?

    O Sr. não acha q a mudança deve ser interna? Cada um perceber q não é melhor que ngm? Uma mudança de dentro p/ fora? Começar com o pessoal que possui as guias e continuar com quem nem guia tem? Saber que somos tds iguais e q o que difere um do outro são as características e aptidões pessoais e que isso não torna um melhor que o outro? Mas que todos, sem distinção, merecem respeito? :o)

    Briga cumigo naum, tá? :o)))

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  158. Boa tarde a todos.
    Boa tarde pai Fernando.
    Gostaria de saber como as entidades nos escolhem para fazer parte do trabalho mediúnico?
    É por sintonia vibratória? Pode ter alguma ligação de outras vidas? Ou pode ser de forma aleatória?

    Outra pergunta: A entidade incorporada no médium pode adquirir alguns trejeitos ou acentuar alguns defeitos ou qualidades do médium???

    Axé.

    ResponderExcluir
  159. Carolina, eles devem cuidar dos médins, serem gentis com as entidades e cuidarem que tudo corra bem dentro da gira. Jamais podem demonstar grosseria, nervosismo, irritação e nunca podem expor os médiuns a situações vexatórias, essa a atitude mais commum que acontece. FMG

    ResponderExcluir
  160. JOÃO EMERSON DA COSTA29 de maio de 2009 15:20

    PAI FERNANDO,ANTIGAMENTE EU ME SENTIA MAL QUANDO E NTRAVA NUM CEMITÉRIO,ATÉ GOSTAVA,D E BRINCAR E NTRE A S TUMBAS...MAS TINHA MEDO.....NO D IA DA S MÃES F UI AO CEMITERIO,SENTI-ME TAÃO BEM TÃO BEM ..DERREPENTE UMA ALEGRIA INVADIU MEU CORAÇÃO.SERÁ ISSO A LUZ DO CONHECIMENTO QUE A UMBANDA TROUXE PRA MIM?

    ResponderExcluir
  161. Agora me esclareceu mais!!
    Muito obrigada Pai Fernando!
    Bjs
    Carolina

    ResponderExcluir
  162. Pai Fernando:
    De fato, não dá para ficar um só dia sem ler o blog. A informação nos é cara e rara.
    Passei os olhos por alguns comentários e respostas. Tenho que ler com calma e entender. Pensar e refletir. Analisando, aprendemos e discernimos.
    Vi tanto assunto interessante: miasmas, ajuda de longe, planetas que sugam energias, Ferro incormporado, hierarquia. Aula e mais aula sobre Umbanda. Sobre o presente.
    Gostaria, neste momento, de me reter ao assunto "hierarquia", palavra já banida por mim para se referir ao "meio", composto por pais/mães de santo, capitães, ogãns e sambas.
    Pai Fernando, acredito que essas nomenclaturas estão enraizadas na cultura e nos simbolismos da Umbanda. Não seria a alteração do nome que mudaria alguma coisa. E sim atitudes. Sou favorável pela manutenção dos nomes e de um trabalho, já inciado com o senhor, de conscientização do verdadeiro trabalho a ser desenvlvido por todo meio. Mais ainda o capitão, cujo nome remete ao capitão do mato, ao capitão do exército, ao rigor militar, aos maus tratos.
    Nosso terreiro é alegre, feliz, é amor. O Meio (aqui com letra maiúscula e no lugar de Hierarquia) tem OBRIGAÇÃO de ser tudo isso especialmente em dia de gira.
    Confesso que já fui mais incisivo, mais chato, até grosseiro. Por que queria? Não. Por ter a responsabilidade de ordenar, no sentido de colocar ordem para o bom andamento, a gira.
    Hoje acho que amadureci. Tenho mais que amadurecer e aprender. Mas tenho a tranquilidade de conversar, sorrir, trocar experiências, não me ater ao falso sentimento de poder que uma guia mais grossa pode te dar.
    Por tudo isso é que sou favorável a continuidade do nome "capitão". Por não se tratar de uma mudança de nomenclatura. Mas sim, uma verdadeira e séria mudança de comportamento.
    Saravá!

    ResponderExcluir
  163. Estava lendo as postagens novamente e vi sobre concentração, eu tenho um grande problema de concentrar, sou muito, muito dispersa... tudo eu quero ver, hehehe... Mas algo que tem dado certo, para mim, é não ouvir o ponto que estão cantando (pq se ouço quero cantar junto e disperso denovo, hehe)... mas fecho os olhos, ouço as batidas dos atabaques, as batidas me levam para longe e a respiração rápida pelo nariz que o Pai Fernando ensinou na Gira de Desenvolvimento tem ajudado muito. Meu problema é começar a concentrar, ainda tenho que melhorar nessa parte. :o)

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  164. Luna, isso que vc postou transcende meu conhecimento,em todo casi vou ficar com as três possibilidades mencionadas por vc FMG

    ResponderExcluir
  165. João, acho que vc deve perguntar isso à entidadd que vc trabalha, o seo João Caveira. FMG

    ResponderExcluir
  166. Rodrigo:
    Achei muito legal a tua postagem e por isso acho que vamos encerrar o tema Capitão por aqui. Foi bom o debate porque muita coisa ficou esclarecida e entendida. Todas as idéias foram boas, mas vamos aceitar a simplicidade do termo Meio. Entretanto achei muito boa essa abertura e o final do teu depoimento como Capitão, onde praticamente vc admitiu que extrapolava na idéia do comando e substimou a capacidade da honra, ddo direito, do carater e da maturidade dosd médiuns. Valeu, Rodrigo. Valeu a todos vcs que ajudaram a semear idéias novas. Valeu a todos e espero que tenha tido também um bom exemplo para todos os capitães que ajudam a Umbanda nesse nosso Brasil. FMG

    ResponderExcluir
  167. Pai Fernando perguntei isso devido a preta que trabalho...Ela foi preparada 15 anos por meu preto Pai Joaquim de Angola para vir trabalhar comigo - segundo ele.
    E explicou o porque teve essa preparação.
    E que fomos muito unidas em outra vida. E que fizemos algumas coisas juntas ( mas não posso falar aqui o que foi...) Essa história bate com uma outra história que ela contou para uma consulente. E a forma que ela faz suas magias. E algumas aptidões que tenho para magia tbém.

    Uma outra coisa é que percebo nitidamente quando algo me acontece contra mim, padilha se aproxima e manda um recadinho pra mim e para pessoa...Uma entidade pode tomar as dores do médium que ela trabalha?

    ResponderExcluir
  168. Parabéns Rodrigo. Admiro pessoas como vc e eu!
    Se erro peço desculpas.
    Se faço errado tento voltar e fazer de novo o certo.
    Admito minhas falhas.
    Falo quando não sei como fazer.
    Não tenho medo de colocar a cara na janela..rsrsrs
    Enfim...Filha de Oxosse tbém!!
    Saravá.

    ResponderExcluir
  169. João Emerson da Costa29 de maio de 2009 21:00

    Pai fernando como s ei que o senhor é a favor da desmistificação e e nada d e fantasias no que disrespeito a espiritualidade...buscando na internet o tão falado " salve os caboclos que vão ao LÒ",pensava eu que ló seria um lugar...mas não é.a palavra certa vem do ioruba," ALó",que quer dizer "vão embora",então aportuguesando ficou ao ló. mas a preposição ao..sugere lugar....é que muita gente me pergunta ond e é o Ló...poxa eu sei de onde os oguns vem e vão,que é humaita,os caboclos...juremá,os pretos aruanda....conheço até o LOLO(pai pequeno)...mas o ló...de lá eu so conhecia o pão de ló....obrigado....

    ResponderExcluir
  170. Luna, não que a entidade tome partido, mas ela protege seu médium, sem nenhuma duvida.FMG

    ResponderExcluir
  171. Pai Fernando, pq algumas entidades quando dão vibração batem no chão com a palma das mãos?

    Estava lendo no seu livro que o Sr. diz que quando um Preto Velho ou Caboclo encaminham alguém para um Exu e este usa elementos da terra é pq existe uma energia ruim. Gostaria de saber se essa energia ruim tb consegue impedir que a pessoa chegue até o Exu para o atendimento?

    Beijinhos e obrigadinha, Dê

    ResponderExcluir
  172. Denise, depende da intensidade do trabalho pegado. FMG

    ResponderExcluir
  173. Pai Fernando, o Sr. colocou que os capitães ajudam a organizar e administrar os trabalhos. Mas como fica quando o capitão está camboneando uma entidade? E quando ele está incorporado?

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  174. hehehe... me enrolei um monte p/ postar sobre o "Ló"... pq as entidades vão "ao ló"... e não sabia como formular... Obrigadinha, João!!!! :o)))

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  175. Pai Fernando, no site tem o texto da Aline e ela diz q tem uma casinha do Tranca Rua das Almas, imagino que seja próx ao portão... isso é uma segurança né? Todos podem ter? Por exemplo, eu tenho em casa uma imagem de Oxossi e uma de Ogum que o Seo Beira Mar do Pai Beco pediu levar e Seo Pena Branca cruzou ainda no ano passado. Com o texto, belíssimo, da Aline fiquei curiosa em saber sobre essa segurança de Exu... seria a msm coisa? Cruzar a imagem e colocá-la num lugar adequado na porta de casa?

    Beijinhos e obrigadinha SEMPRE....

    ResponderExcluir
  176. Mais uma perguntinha... :o)

    Para que é o padrinho/madrinha do Amaci? Imagino que devemos escolher pelo amor que temos pela pessoa, mas esse padrinho tem que responsabilidade sobre seu afilhado?

    Beijinhos, Dê

    ResponderExcluir
  177. Pai mucuiu!

    Pode uma pessoa com uma doenca grave, ficar presa a terra, sem desencarnar, porque quer muuuuuuito ainda viver? Esta pesoa teria como ''se segurar'' por aqui? ... Ou tudo obedece aquela lei do carma, tao falado pelos kardecistas, em que vemos muitas vezes, doentes se arrastando com anos de sofrimento, ate expirar o seu tempo na terra?
    E nos, enquanto umbandistas, como devemos nos comportar em relacao a doenca dita incuravel? Temos o direito de rogar pelo desencarne do doente, ou estariamos infringindo alguma lei carmica? Ate aonde acreditar na cura e correr atras da mesma? Como fazer para melhor ajudar os angustiados pelas dores fisicas da doenca?

    ResponderExcluir
  178. Denise, O perfil ideal para o Capitão é que não seja cambono e não incorpore. Nem sempre isso acontece, mas também pode haver revezamento entre eles. FMG

    ResponderExcluir
  179. Denise, não recomendo que tenha lugares de culto em casa, exceto em casos especiais um deles como o da Aline, que mora na Bahia onde não tem terreiro e nós daqui do Terreiro do Pai Maneco fazemos vibrações para as pessoas que pedem socorro a ela. FMG

    ResponderExcluir
  180. Denise, a função deles é ser padrinho, ou seja aquele amigo que dá força, cuida e faça com a direção do terreiro em favor de seu afilhado. FMG

    ResponderExcluir
  181. Aline, acho que a mente do homem é uma fonte energética que tem o poder de prolongar sua vida com determinação, como pode se entregar e antecipar seu desencarne. Não acredito qque o espirito reencarne com data de morte já prevista, exceto para os espiritos missionários, aqueles que têm uma função especifica e alto grau de luz. Pedir não infringe nenhuma lei, mesmo porque vc pode pedir quanto quiser que ninguém será ingenuo te atender um pedido de morte. Qualquer pessoa deve lutar pela vida. FMG

    ResponderExcluir
  182. Acho q é meio obvio, mas tenho duvidas, o padrinho/madrinha do amaci tem q ser alguem do terreiro? ou pode escolher tipo uma tia q se gosta mt mas não é Umbandista?
    Abraços
    Isamara

    ResponderExcluir
  183. Patricia Sabadin30 de maio de 2009 13:03

    Hoje os Pais(mães) de Santo, Pais (mães) Pequenos, Capitães e Ogans fazem parte da Hierarquia.
    Considerando que eles são possoas que orientam os médiuns, orientam a assistencia e orientam o andamento do trabalho, não poderiamos dizer que fazem parte da ORIENTAÇÃO?
    Ou COORDENAÇÃO.

    ResponderExcluir
  184. Patricia Sabadin30 de maio de 2009 13:17

    Ops... depois que eu postei, é que vi sua resposta para o Rodrigo...
    desculpa aí Pai Fernando.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  185. Boa tarde Pai Fernando:

    Uma outra dúvida que tenho é a seguinte: no terreiro assim que entramos para a corrente ou quando temos interesse jogamos o obi certo?!
    O primeiro obi é do pai de cabeça certo?! No meu caso Iemanjá.
    O segundo foi jogado recentemente (ontem) e deu Ogum e me disseram à um tempo atrás que ele é o desenvovedor (isso?)
    Mas uma pessoa do terreiro que já está a muito mais tempo que eu disse que o segndo orixá é que é o pai de cabeça... não entendi!
    Nesse caso então, Ogum seria meu pai de cabeça e Iemanjá sería oq?!
    Obrigada desde já.
    Axé!

    ResponderExcluir
  186. Patricia, todos fazem parte da direção da gira, sendo que os capitães e ogans são do Meio, conforme colocação anterior, o que quer dizer orientação e coordenação.

    ResponderExcluir
  187. Juliana, Iemanjá é o teu Orixá mandante, mas como é feminino tem que sair o pai de cabeça do Orixá masculino, no caso Ogum, segundo vc está contando. O desenvolvedor na verdade é o teu pai de santo. FMG

    ResponderExcluir